SlideShare uma empresa Scribd logo
Vinicius
   de
Moraes
Vida
•   Vinicius nasceu em 1913, no Rio de Janeiro. Nascido de
    uma família culta, teve incentivos para trilhar o caminho da
    arte. Sua mãe era pianista amadora, e seu pai, poeta e
    violinista amador.

•   Em 1924, Vinicius inicia o curso secundário no Colégio
    Santo Inácio, onde começou a cantar no coral e criar
    pequenas peças de teatro.

•   Em 1927, conhece e torna-se amigo dos irmãos Paulo e
    Haroldo Tapajós, com quem começou a fazer suas
    primeiras composições e a se apresentar em festas de
    amigos e família.                                 2
•   Em 1929, bacharela-se em Letras, no Santo Inácio. No ano
    seguinte, ingressou na Faculdade de Direito do Catete, hoje
    integrada à Universidade do Estado do Rio de Janeiro
    (UERJ), se formando três anos depois.

•   1936 - Obteve o emprego de censor cinematográfico junto
    ao Ministério da Educação e Saúde.

•   1938 - Ganhou uma bolsa do Conselho Britânico para
    estudar língua e literatura inglesas na Universidade de
    Oxford.


                                                            3
•   1941 - Retornou ao Brasil empregando-se como crítico de
    cinema no jornal "A Manhã“ e tornou-se também colaborador
    da revista "Clima".

•   1943 - Ingressa na carreira diplomática e 3 anos depois
    assume o primeiro posto diplomático como vice cônsul em
    Los Angeles.

•   1950 - Com a morte do pai, Vinicius retorna ao Brasil e mais
    tarde atua no campo diplomático em Paris e em Roma.


                                                            4
•   1968 - É afastado da carreira diplomática tendo sido
    aposentado compulsoriamente pelo Ato Institucional
    Número Cinco. O motivo apontado para o afastamento foi o
    seu comportamento boêmio que o impedia de cumprir suas
    funções.

•   1980 - Vinicius morre com 66 anos de idade. Foi acordado
    pela sua empregada na banheira, tendo dificuldades pra
    respirar. Toquinho e Gilda (última esposa do poeta) tentam
    socorrê-lo, mas não houve tempo e Vinicius morre pela
    manhã.



                                                            5
Carreira artística
•   Década de 20 - Vinicius compõe, com os irmãos Tapajós,
    Loura ou Morena e Canção da Noite, que têm grande
    sucesso.

•   Década de 30 - Publica seu primeiro livro intitulado O
    Caminho para a Distância (1933) e outros livros de poemas.

•   Década de 40 - Ocorre uma nova fase em suas obras
    literárias. Versos em linguagem mais sensual, simples e, por
    vezes, carregados de temas sociais.

                                                             6
•   Década de 50 - Destaque para a publicação da sua primeira
    peça teatral Orfeu da Conceição. As músicas eram do
    próprio Vinicius e de Tom Jobim.


•   Década de 60 até a morte – Vinicius se focou na carreira
    musical, fazendo várias parcerias, principalmente com
    Toquinho e Tom Jobim. Se tornou um dos mais importantes
    compositores da música popular brasileira.



                                                          7
Características estilísticas do autor
As características estilísticas do autor sofreram variações e
mudanças durante o tempo.

•Inicialmente, Vinicius é um poeta místico-religioso, típico do
Neossimbolismo, com as abstrações, levezas e inefabilidades
de praxe, mais ou menos como Cecília Meirelles.

•Após descobrir que seu país era composto de injustiçados e
famintos, derivou para a temática social.

•Porém, o traço mais forte e aplicado nas suas obras poéticas
é o culto ao amor, sempre em relação a mulher amada, ou
mesmo apenas desejada.
                                                            8
Principais Obras
Poesia

 •   O caminho para a distância (1933);
 •   Forma e exegese (1935);
 •   Ariana, a mulher (1936);
 •   Novos poemas (1938);
 •   Cinco elegias (1943);
 •   Poemas, sonetos e baladas (1946);
 •   Pátria minha (1949);
 •   Livro de sonetos (1957);

                                          9
Soneto de Fidelidade
   De tudo, ao meu amor serei atento
   Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
   Que mesmo em face do maior encanto
   Dele se encante mais meu pensamento.

   Quero vivê-lo em cada vão momento
   E em seu louvor hei de espalhar meu canto
   E rir meu riso e derramar meu pranto
   Ao seu pesar ou seu contentamento .

   E assim quando mais tarde me procure
   Quem sabe a morte, angústia de quem vive
   Quem sabe a solidão, fim de quem ama

   Eu possa lhe dizer do amor (que tive):
   Que não seja imortal, posto que é chama
   Mas que seja infinito enquanto dure.        10
Crônica:
  •   Para viver um grande amor (1962);
  •   Para uma menina como uma flor (1966);


Teatro:

  •   Orfeu da Conceição (1956);
  •   Procura-se uma rosa (1961);




                                              11
Música
•   Teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden
    Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra.

•   Na MPB, foram gravadas cerca de 60 composições de sua autoria.

•   E o mais importante: Vinicius foi um dos fundadores do
    movimento mais marcante da música brasileira, a Bossa Nova, que
    é derivado do samba e tem forte influência do jazz. O LP que
    marca esse movimento é o Canção do Amor Demais (1959), com
    músicas suas e de Antônio Carlos Jobim, cantadas por Elizeth
    Cardoso.

•   Garota de Ipanema - Música marcante da Bossa Nova. É uma das
    poucas músicas com versão em inglês cantada originalmente pelos
    seus compositores a fazer sucesso no exterior.             12
Palavras de Vinicius
•   “Acredito que outras formas de comunicação apareçam,
    com o passar do tempo e o consequente avanço
    tecnológico. Mas confesso que isso não me interessa, senão
    remotamente. Não creio que desapareça nunca a arte da
    palavra. Seria um tremendo desavanço, a meu ver.”

•   “Para mim, a mulher sempre funcionou como fio-terra. É
    um ser que me planta na realidade, senão eu parto. Quer
    dizer, minha capacidade incoercível de sonhar é terrível. Eu
    sou real e humano na medida em que tenho uma mulher
    ao meu lado. Se não, deixo de ser.”

                                                             13
•   “Quando eu digo que sou o branco mais preto do Brasil,
    digo a verdade. A minha comunicação com a raça
    negra é imensa. Sinto atração por ela, a todo momento
    descubro sua vitalidade. A contribuição do negro à
    cultura brasileira é importantíssima. Só a contribuição
    rítmica que eles trouxeram, a magia do mundo negro,
    já me liga a eles definitivamente.”




                                                              14
Alunos
Gustavo Siqueira (09)

Marcela Ribeiro (19)

Vitor Guedes (31)
                        15

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mario de Andrade
Mario de AndradeMario de Andrade
Mario de Andrade
Taís Melo
 
Murilo Mendes
Murilo MendesMurilo Mendes
Murilo Mendes
Beatriz Ramos
 
Elaboração de biografia
Elaboração de biografia Elaboração de biografia
Elaboração de biografia
Edson Alves
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de AndradeCarlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade
Cláudia Heloísa
 
Cecilia Meireles
Cecilia MeirelesCecilia Meireles
Cecilia Meireles
martinsramon
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
Zenia Ferreira
 
Modernismo no Brasil
Modernismo no BrasilModernismo no Brasil
Modernismo no Brasil
alinesantana1422
 
Morte e vida severina
Morte e vida severinaMorte e vida severina
Morte e vida severina
José Ricardo Lima
 
1 clarice lispector
1 clarice lispector1 clarice lispector
1 clarice lispector
David Cavalcante
 
Literaturas Africanas de Língua Portuguesa
Literaturas Africanas de Língua PortuguesaLiteraturas Africanas de Língua Portuguesa
Literaturas Africanas de Língua Portuguesa
Jirede Abisai
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
Naldinho Amorim
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
Luciene Gomes
 
O Quinze - Rachel de Queiroz - Seminário
O Quinze - Rachel de Queiroz - Seminário O Quinze - Rachel de Queiroz - Seminário
O Quinze - Rachel de Queiroz - Seminário
Marcos Marcelino
 
Cordel
CordelCordel
Vida e obra de Monteiro Lobato
Vida e obra de Monteiro LobatoVida e obra de Monteiro Lobato
Vida e obra de Monteiro Lobato
Cida Fernandes
 
Cecília meireles
Cecília meirelesCecília meireles
Cecília meireles
luahuff
 
A segunda geração modernista no brasil
A segunda geração modernista no brasilA segunda geração modernista no brasil
A segunda geração modernista no brasil
Maria De Lourdes Ramos
 
3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog
Luciene Gomes
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de AndradeCarlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade
Adriana Masson
 
Lista de Exercícios Primeira Geração Modernista
Lista de Exercícios Primeira Geração ModernistaLista de Exercícios Primeira Geração Modernista
Lista de Exercícios Primeira Geração Modernista
Paula Meyer Piagentini
 

Mais procurados (20)

Mario de Andrade
Mario de AndradeMario de Andrade
Mario de Andrade
 
Murilo Mendes
Murilo MendesMurilo Mendes
Murilo Mendes
 
Elaboração de biografia
Elaboração de biografia Elaboração de biografia
Elaboração de biografia
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de AndradeCarlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade
 
Cecilia Meireles
Cecilia MeirelesCecilia Meireles
Cecilia Meireles
 
Figuras de linguagem
Figuras de linguagemFiguras de linguagem
Figuras de linguagem
 
Modernismo no Brasil
Modernismo no BrasilModernismo no Brasil
Modernismo no Brasil
 
Morte e vida severina
Morte e vida severinaMorte e vida severina
Morte e vida severina
 
1 clarice lispector
1 clarice lispector1 clarice lispector
1 clarice lispector
 
Literaturas Africanas de Língua Portuguesa
Literaturas Africanas de Língua PortuguesaLiteraturas Africanas de Língua Portuguesa
Literaturas Africanas de Língua Portuguesa
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Poesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernistaPoesia 2ª fase modernista
Poesia 2ª fase modernista
 
O Quinze - Rachel de Queiroz - Seminário
O Quinze - Rachel de Queiroz - Seminário O Quinze - Rachel de Queiroz - Seminário
O Quinze - Rachel de Queiroz - Seminário
 
Cordel
CordelCordel
Cordel
 
Vida e obra de Monteiro Lobato
Vida e obra de Monteiro LobatoVida e obra de Monteiro Lobato
Vida e obra de Monteiro Lobato
 
Cecília meireles
Cecília meirelesCecília meireles
Cecília meireles
 
A segunda geração modernista no brasil
A segunda geração modernista no brasilA segunda geração modernista no brasil
A segunda geração modernista no brasil
 
3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog
 
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de AndradeCarlos Drummond de Andrade
Carlos Drummond de Andrade
 
Lista de Exercícios Primeira Geração Modernista
Lista de Exercícios Primeira Geração ModernistaLista de Exercícios Primeira Geração Modernista
Lista de Exercícios Primeira Geração Modernista
 

Destaque

Vinicius De Morais
Vinicius De MoraisVinicius De Morais
Vinicius De Morais
martinsramon
 
vinicius de moraes vida e obra
vinicius de moraes vida e obravinicius de moraes vida e obra
vinicius de moraes vida e obra
Vitor Julio
 
Apresentação vinícius de moraes joão vitor oliveira
Apresentação vinícius de moraes   joão vitor oliveiraApresentação vinícius de moraes   joão vitor oliveira
Apresentação vinícius de moraes joão vitor oliveira
Maylí Oliveira
 
Vinícius de Moraes
Vinícius de Moraes  Vinícius de Moraes
Vinícius de Moraes
Silvia Pegoraro Generoso
 
Trabalho Vinicius
Trabalho ViniciusTrabalho Vinicius
Trabalho Vinicius
martinsramon
 
Vinícius de Moraes
Vinícius de MoraesVinícius de Moraes
Vinícius de Moraes
karla cristina marano
 
Antologia Poética - Vinícius de Moraes - 3ª A - 2011
Antologia Poética - Vinícius de Moraes - 3ª A - 2011Antologia Poética - Vinícius de Moraes - 3ª A - 2011
Antologia Poética - Vinícius de Moraes - 3ª A - 2011
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Vida e obra de vinicius de moraes aula mara
Vida e obra de vinicius de moraes  aula maraVida e obra de vinicius de moraes  aula mara
Vida e obra de vinicius de moraes aula mara
Orcilene
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELESSEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
Marcelo Fernandes
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
Faell Vasconcelos
 
Slide Genero Textual Poesia
Slide Genero Textual PoesiaSlide Genero Textual Poesia
Slide Genero Textual Poesia
Jomari
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
ionasilva
 
Letras 25 out
Letras 25 outLetras 25 out
Letras 25 out
Ana Estrela
 
Pela luz dos olhos teus
Pela luz dos olhos teusPela luz dos olhos teus
Pela luz dos olhos teus
Músicos Para Casamentos&Eventos
 
Olhos 1
Olhos 1Olhos 1
Murilo mendes: Biografia
Murilo mendes: Biografia Murilo mendes: Biografia
Murilo mendes: Biografia
Fernando Pereira
 
Slide darci
Slide darciSlide darci
Slide darci
bamuploader
 
Vida y obra de gabriel garcia marquez
Vida  y obra  de  gabriel garcia  marquezVida  y obra  de  gabriel garcia  marquez
Vida y obra de gabriel garcia marquez
Luymi Herrera
 
Cecília Meireles
Cecília MeirelesCecília Meireles
Cecília Meireles
josealvesferreira
 

Destaque (20)

Vinicius de Moraes
Vinicius de MoraesVinicius de Moraes
Vinicius de Moraes
 
Vinicius De Morais
Vinicius De MoraisVinicius De Morais
Vinicius De Morais
 
vinicius de moraes vida e obra
vinicius de moraes vida e obravinicius de moraes vida e obra
vinicius de moraes vida e obra
 
Apresentação vinícius de moraes joão vitor oliveira
Apresentação vinícius de moraes   joão vitor oliveiraApresentação vinícius de moraes   joão vitor oliveira
Apresentação vinícius de moraes joão vitor oliveira
 
Vinícius de Moraes
Vinícius de Moraes  Vinícius de Moraes
Vinícius de Moraes
 
Trabalho Vinicius
Trabalho ViniciusTrabalho Vinicius
Trabalho Vinicius
 
Vinícius de Moraes
Vinícius de MoraesVinícius de Moraes
Vinícius de Moraes
 
Antologia Poética - Vinícius de Moraes - 3ª A - 2011
Antologia Poética - Vinícius de Moraes - 3ª A - 2011Antologia Poética - Vinícius de Moraes - 3ª A - 2011
Antologia Poética - Vinícius de Moraes - 3ª A - 2011
 
Vida e obra de vinicius de moraes aula mara
Vida e obra de vinicius de moraes  aula maraVida e obra de vinicius de moraes  aula mara
Vida e obra de vinicius de moraes aula mara
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELESSEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CECÍLIA MEIRELES
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
 
Slide Genero Textual Poesia
Slide Genero Textual PoesiaSlide Genero Textual Poesia
Slide Genero Textual Poesia
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
 
Letras 25 out
Letras 25 outLetras 25 out
Letras 25 out
 
Pela luz dos olhos teus
Pela luz dos olhos teusPela luz dos olhos teus
Pela luz dos olhos teus
 
Olhos 1
Olhos 1Olhos 1
Olhos 1
 
Murilo mendes: Biografia
Murilo mendes: Biografia Murilo mendes: Biografia
Murilo mendes: Biografia
 
Slide darci
Slide darciSlide darci
Slide darci
 
Vida y obra de gabriel garcia marquez
Vida  y obra  de  gabriel garcia  marquezVida  y obra  de  gabriel garcia  marquez
Vida y obra de gabriel garcia marquez
 
Cecília Meireles
Cecília MeirelesCecília Meireles
Cecília Meireles
 

Semelhante a SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAES

Vinícius de moraes
Vinícius de moraesVinícius de moraes
Vinícius de moraes
João Maria Silva Neto
 
Jornal literário modernismo
Jornal literário modernismoJornal literário modernismo
Jornal literário modernismo
Neena Santos
 
Biografia 4º d
Biografia 4º dBiografia 4º d
Biografia 4º d
informaticapd
 
Biografia 4º D
Biografia 4º DBiografia 4º D
Biografia 4º D
informaticapd
 
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptxBIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
Mariany Dutra
 
Geração de 30
Geração de 30Geração de 30
Geração de 30
Karina Cunha
 
vinicius_de_moraes_apres_3008.pptx
vinicius_de_moraes_apres_3008.pptxvinicius_de_moraes_apres_3008.pptx
vinicius_de_moraes_apres_3008.pptx
Clarice Menezes
 
Antologia poética
Antologia poéticaAntologia poética
Antologia poética
Wallace Truyts
 
Vnicius de mores 1
Vnicius de mores 1Vnicius de mores 1
Vnicius de mores 1
Luzia Gabriele
 
Slide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemoraisSlide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemorais
muniketaynara20
 
Autores gaúchos - Trabalho Mídias na Educação - 7° ano
Autores gaúchos - Trabalho Mídias na Educação - 7° anoAutores gaúchos - Trabalho Mídias na Educação - 7° ano
Autores gaúchos - Trabalho Mídias na Educação - 7° ano
Emef Coroinha Daronchi
 
Vinicius de moraes
Vinicius de moraesVinicius de moraes
Vinicius de moraes
Luzia Gabriele
 
Modernismo ii fase
Modernismo ii faseModernismo ii fase
Modernismo ii fase
Emerson Castro
 
Vinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalhoVinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalho
coezica
 
Modernismo 2a. geração
Modernismo   2a. geraçãoModernismo   2a. geração
Modernismo 2a. geração
Vilmar Vilaça
 
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptxvinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
Clarice Menezes
 
Gerações Modernistas + Pré-Modernismo
Gerações Modernistas + Pré-ModernismoGerações Modernistas + Pré-Modernismo
Gerações Modernistas + Pré-Modernismo
Paula Meyer Piagentini
 
Modernismono brasil ii fase
Modernismono brasil ii faseModernismono brasil ii fase
Modernismono brasil ii fase
rillaryalvesj
 
CóPia De ApresentaçãO
CóPia De ApresentaçãOCóPia De ApresentaçãO
CóPia De ApresentaçãO
Rita Pereira
 
2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro
Colégio Santa Luzia
 

Semelhante a SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAES (20)

Vinícius de moraes
Vinícius de moraesVinícius de moraes
Vinícius de moraes
 
Jornal literário modernismo
Jornal literário modernismoJornal literário modernismo
Jornal literário modernismo
 
Biografia 4º d
Biografia 4º dBiografia 4º d
Biografia 4º d
 
Biografia 4º D
Biografia 4º DBiografia 4º D
Biografia 4º D
 
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptxBIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
BIOGRAFIA ROMANCEADA..pptx
 
Geração de 30
Geração de 30Geração de 30
Geração de 30
 
vinicius_de_moraes_apres_3008.pptx
vinicius_de_moraes_apres_3008.pptxvinicius_de_moraes_apres_3008.pptx
vinicius_de_moraes_apres_3008.pptx
 
Antologia poética
Antologia poéticaAntologia poética
Antologia poética
 
Vnicius de mores 1
Vnicius de mores 1Vnicius de mores 1
Vnicius de mores 1
 
Slide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemoraisSlide cafeliterario viniciusdemorais
Slide cafeliterario viniciusdemorais
 
Autores gaúchos - Trabalho Mídias na Educação - 7° ano
Autores gaúchos - Trabalho Mídias na Educação - 7° anoAutores gaúchos - Trabalho Mídias na Educação - 7° ano
Autores gaúchos - Trabalho Mídias na Educação - 7° ano
 
Vinicius de moraes
Vinicius de moraesVinicius de moraes
Vinicius de moraes
 
Modernismo ii fase
Modernismo ii faseModernismo ii fase
Modernismo ii fase
 
Vinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalhoVinícius de moraes trabalho
Vinícius de moraes trabalho
 
Modernismo 2a. geração
Modernismo   2a. geraçãoModernismo   2a. geração
Modernismo 2a. geração
 
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptxvinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
vinicius-de-moraes_apres_3007.pptx
 
Gerações Modernistas + Pré-Modernismo
Gerações Modernistas + Pré-ModernismoGerações Modernistas + Pré-Modernismo
Gerações Modernistas + Pré-Modernismo
 
Modernismono brasil ii fase
Modernismono brasil ii faseModernismono brasil ii fase
Modernismono brasil ii fase
 
CóPia De ApresentaçãO
CóPia De ApresentaçãOCóPia De ApresentaçãO
CóPia De ApresentaçãO
 
2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro2ª fase do modernismo brasileiro
2ª fase do modernismo brasileiro
 

Mais de Marcelo Fernandes

SEMINÁRIO DE LITERATURA - TEATRO BRASILEIRO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TEATRO BRASILEIROSEMINÁRIO DE LITERATURA - TEATRO BRASILEIRO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TEATRO BRASILEIRO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIASEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - SINGULARIDADES NORDESTINAS
SEMINÁRIO DE LITERATURA - SINGULARIDADES NORDESTINASSEMINÁRIO DE LITERATURA - SINGULARIDADES NORDESTINAS
SEMINÁRIO DE LITERATURA - SINGULARIDADES NORDESTINAS
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOÃO CABRAL DE MELO NETO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOÃO CABRAL DE MELO NETOSEMINÁRIO DE LITERATURA - JOÃO CABRAL DE MELO NETO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOÃO CABRAL DE MELO NETO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CLARICE LISPECTOR
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CLARICE LISPECTORSEMINÁRIO DE LITERATURA - CLARICE LISPECTOR
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CLARICE LISPECTOR
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GUIMARÃES ROSA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GUIMARÃES ROSASEMINÁRIO DE LITERATURA - GUIMARÃES ROSA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GUIMARÃES ROSA
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MODERNISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MODERNISMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - MODERNISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MODERNISMO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - DADAÍSMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - DADAÍSMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - DADAÍSMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - DADAÍSMO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - EXPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - EXPRESSIONISMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - EXPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - EXPRESSIONISMO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE AMADO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE AMADOSEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE AMADO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE AMADO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOSÉ LINS DO REGO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOSÉ LINS DO REGOSEMINÁRIO DE LITERATURA - JOSÉ LINS DO REGO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOSÉ LINS DO REGO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE DE LIMA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE DE LIMASEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE DE LIMA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE DE LIMA
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - ÉRICO VERÍSSIMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - ÉRICO VERÍSSIMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - ÉRICO VERÍSSIMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - ÉRICO VERÍSSIMO
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MURILO MENDES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MURILO MENDESSEMINÁRIO DE LITERATURA - MURILO MENDES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MURILO MENDES
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GRACILIANO RAMOS
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GRACILIANO RAMOSSEMINÁRIO DE LITERATURA - GRACILIANO RAMOS
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GRACILIANO RAMOS
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADESEMINÁRIO DE LITERATURA - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
Marcelo Fernandes
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZSEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
Marcelo Fernandes
 
Dia da consciência negra
Dia da consciência negraDia da consciência negra
Dia da consciência negra
Marcelo Fernandes
 
Localização de focos de moquitos da dengue
Localização de focos de moquitos da dengueLocalização de focos de moquitos da dengue
Localização de focos de moquitos da dengueMarcelo Fernandes
 

Mais de Marcelo Fernandes (20)

SEMINÁRIO DE LITERATURA - TEATRO BRASILEIRO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TEATRO BRASILEIROSEMINÁRIO DE LITERATURA - TEATRO BRASILEIRO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TEATRO BRASILEIRO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIASEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - SINGULARIDADES NORDESTINAS
SEMINÁRIO DE LITERATURA - SINGULARIDADES NORDESTINASSEMINÁRIO DE LITERATURA - SINGULARIDADES NORDESTINAS
SEMINÁRIO DE LITERATURA - SINGULARIDADES NORDESTINAS
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOÃO CABRAL DE MELO NETO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOÃO CABRAL DE MELO NETOSEMINÁRIO DE LITERATURA - JOÃO CABRAL DE MELO NETO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOÃO CABRAL DE MELO NETO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CLARICE LISPECTOR
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CLARICE LISPECTORSEMINÁRIO DE LITERATURA - CLARICE LISPECTOR
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CLARICE LISPECTOR
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GUIMARÃES ROSA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GUIMARÃES ROSASEMINÁRIO DE LITERATURA - GUIMARÃES ROSA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GUIMARÃES ROSA
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MODERNISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MODERNISMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - MODERNISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MODERNISMO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - DADAÍSMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - DADAÍSMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - DADAÍSMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - DADAÍSMO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - EXPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - EXPRESSIONISMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - EXPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - EXPRESSIONISMO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - IMPRESSIONISMO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE AMADO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE AMADOSEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE AMADO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE AMADO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOSÉ LINS DO REGO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOSÉ LINS DO REGOSEMINÁRIO DE LITERATURA - JOSÉ LINS DO REGO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JOSÉ LINS DO REGO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE DE LIMA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE DE LIMASEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE DE LIMA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - JORGE DE LIMA
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - ÉRICO VERÍSSIMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - ÉRICO VERÍSSIMOSEMINÁRIO DE LITERATURA - ÉRICO VERÍSSIMO
SEMINÁRIO DE LITERATURA - ÉRICO VERÍSSIMO
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MURILO MENDES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MURILO MENDESSEMINÁRIO DE LITERATURA - MURILO MENDES
SEMINÁRIO DE LITERATURA - MURILO MENDES
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GRACILIANO RAMOS
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GRACILIANO RAMOSSEMINÁRIO DE LITERATURA - GRACILIANO RAMOS
SEMINÁRIO DE LITERATURA - GRACILIANO RAMOS
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADESEMINÁRIO DE LITERATURA - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
SEMINÁRIO DE LITERATURA - CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZSEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
SEMINÁRIO DE LITERATURA - RAQUEL DE QUEIROZ
 
Dia da consciência negra
Dia da consciência negraDia da consciência negra
Dia da consciência negra
 
Localização de focos de moquitos da dengue
Localização de focos de moquitos da dengueLocalização de focos de moquitos da dengue
Localização de focos de moquitos da dengue
 

Último

Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 

Último (20)

Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 

SEMINÁRIO DE LITERATURA - VINÍCIUS DE MORAES

  • 1. Vinicius de Moraes
  • 2. Vida • Vinicius nasceu em 1913, no Rio de Janeiro. Nascido de uma família culta, teve incentivos para trilhar o caminho da arte. Sua mãe era pianista amadora, e seu pai, poeta e violinista amador. • Em 1924, Vinicius inicia o curso secundário no Colégio Santo Inácio, onde começou a cantar no coral e criar pequenas peças de teatro. • Em 1927, conhece e torna-se amigo dos irmãos Paulo e Haroldo Tapajós, com quem começou a fazer suas primeiras composições e a se apresentar em festas de amigos e família. 2
  • 3. Em 1929, bacharela-se em Letras, no Santo Inácio. No ano seguinte, ingressou na Faculdade de Direito do Catete, hoje integrada à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), se formando três anos depois. • 1936 - Obteve o emprego de censor cinematográfico junto ao Ministério da Educação e Saúde. • 1938 - Ganhou uma bolsa do Conselho Britânico para estudar língua e literatura inglesas na Universidade de Oxford. 3
  • 4. 1941 - Retornou ao Brasil empregando-se como crítico de cinema no jornal "A Manhã“ e tornou-se também colaborador da revista "Clima". • 1943 - Ingressa na carreira diplomática e 3 anos depois assume o primeiro posto diplomático como vice cônsul em Los Angeles. • 1950 - Com a morte do pai, Vinicius retorna ao Brasil e mais tarde atua no campo diplomático em Paris e em Roma. 4
  • 5. 1968 - É afastado da carreira diplomática tendo sido aposentado compulsoriamente pelo Ato Institucional Número Cinco. O motivo apontado para o afastamento foi o seu comportamento boêmio que o impedia de cumprir suas funções. • 1980 - Vinicius morre com 66 anos de idade. Foi acordado pela sua empregada na banheira, tendo dificuldades pra respirar. Toquinho e Gilda (última esposa do poeta) tentam socorrê-lo, mas não houve tempo e Vinicius morre pela manhã. 5
  • 6. Carreira artística • Década de 20 - Vinicius compõe, com os irmãos Tapajós, Loura ou Morena e Canção da Noite, que têm grande sucesso. • Década de 30 - Publica seu primeiro livro intitulado O Caminho para a Distância (1933) e outros livros de poemas. • Década de 40 - Ocorre uma nova fase em suas obras literárias. Versos em linguagem mais sensual, simples e, por vezes, carregados de temas sociais. 6
  • 7. Década de 50 - Destaque para a publicação da sua primeira peça teatral Orfeu da Conceição. As músicas eram do próprio Vinicius e de Tom Jobim. • Década de 60 até a morte – Vinicius se focou na carreira musical, fazendo várias parcerias, principalmente com Toquinho e Tom Jobim. Se tornou um dos mais importantes compositores da música popular brasileira. 7
  • 8. Características estilísticas do autor As características estilísticas do autor sofreram variações e mudanças durante o tempo. •Inicialmente, Vinicius é um poeta místico-religioso, típico do Neossimbolismo, com as abstrações, levezas e inefabilidades de praxe, mais ou menos como Cecília Meirelles. •Após descobrir que seu país era composto de injustiçados e famintos, derivou para a temática social. •Porém, o traço mais forte e aplicado nas suas obras poéticas é o culto ao amor, sempre em relação a mulher amada, ou mesmo apenas desejada. 8
  • 9. Principais Obras Poesia • O caminho para a distância (1933); • Forma e exegese (1935); • Ariana, a mulher (1936); • Novos poemas (1938); • Cinco elegias (1943); • Poemas, sonetos e baladas (1946); • Pátria minha (1949); • Livro de sonetos (1957); 9
  • 10. Soneto de Fidelidade De tudo, ao meu amor serei atento Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto Que mesmo em face do maior encanto Dele se encante mais meu pensamento. Quero vivê-lo em cada vão momento E em seu louvor hei de espalhar meu canto E rir meu riso e derramar meu pranto Ao seu pesar ou seu contentamento . E assim quando mais tarde me procure Quem sabe a morte, angústia de quem vive Quem sabe a solidão, fim de quem ama Eu possa lhe dizer do amor (que tive): Que não seja imortal, posto que é chama Mas que seja infinito enquanto dure. 10
  • 11. Crônica: • Para viver um grande amor (1962); • Para uma menina como uma flor (1966); Teatro: • Orfeu da Conceição (1956); • Procura-se uma rosa (1961); 11
  • 12. Música • Teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Chico Buarque e Carlos Lyra. • Na MPB, foram gravadas cerca de 60 composições de sua autoria. • E o mais importante: Vinicius foi um dos fundadores do movimento mais marcante da música brasileira, a Bossa Nova, que é derivado do samba e tem forte influência do jazz. O LP que marca esse movimento é o Canção do Amor Demais (1959), com músicas suas e de Antônio Carlos Jobim, cantadas por Elizeth Cardoso. • Garota de Ipanema - Música marcante da Bossa Nova. É uma das poucas músicas com versão em inglês cantada originalmente pelos seus compositores a fazer sucesso no exterior. 12
  • 13. Palavras de Vinicius • “Acredito que outras formas de comunicação apareçam, com o passar do tempo e o consequente avanço tecnológico. Mas confesso que isso não me interessa, senão remotamente. Não creio que desapareça nunca a arte da palavra. Seria um tremendo desavanço, a meu ver.” • “Para mim, a mulher sempre funcionou como fio-terra. É um ser que me planta na realidade, senão eu parto. Quer dizer, minha capacidade incoercível de sonhar é terrível. Eu sou real e humano na medida em que tenho uma mulher ao meu lado. Se não, deixo de ser.” 13
  • 14. “Quando eu digo que sou o branco mais preto do Brasil, digo a verdade. A minha comunicação com a raça negra é imensa. Sinto atração por ela, a todo momento descubro sua vitalidade. A contribuição do negro à cultura brasileira é importantíssima. Só a contribuição rítmica que eles trouxeram, a magia do mundo negro, já me liga a eles definitivamente.” 14
  • 15. Alunos Gustavo Siqueira (09) Marcela Ribeiro (19) Vitor Guedes (31) 15