SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
INTERAÇÃO E ENGAJAMENTO EMAMBIENTE
VIRTUALDEAPRENDIZAGEM:
UM ESTUDO DE CASO
Dissertação de Mestrado
Mestranda: Luciana Nunes Viter
Orientadora: Profª. Drª. Kátia Cristina do Amaral Tavares
Introdução
Esta pesquisa pretende investigar diferentes
tipos de interação (aluno-aluno, aluno-
professor e aluno-conteúdo) em um ambiente
virtual de aprendizagem (AVA) de um curso
semipresencial, assim como o engajamento
dos alunos nessas interações sob o ponto
de vista dos participantes.
OBJETIVOS
• Contribuir para a identificação dos
elementos que influenciem na
interação e no engajamento em
atividades em ambientes virtuais
de aprendizagem;
• Colaborar para o aprimoramento
dos formatos desses ambientes e
dos resultados de sua utilização;
• Promover reflexões para as áreas
do ensino a distância e do desenho
instrucional de ambientes virtuais
de aprendizagem.
Questões de Pesquisa
Primeira Pergunta
Os participantes (alunos,
professor e monitor) consideram
que os diferentes tipos de
interação (aluno-aluno, aluno-
professor e aluno-conteúdo)
proporcionados pelo ambiente
virtual de aprendizagem do curso
semipresencial investigado foram
suficientes e adequados ao
curso? Por quê?
Segunda Pergunta
Na perspectiva dos participantes,
quais fatores e aspectos
dificultaram e quais favoreceram o
engajamento dos alunos nas
interações propostas no ambiente
virtual de aprendizagem desse
curso semipresencial?
FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
• Sistemas de gestão de aprendizagens (SGAs);
• Plataforma Moodle;
• Desenho instrucional de AVAs:
O papel do contexto;
Adequação aos estilos de aprendizagem;
AVAs na modalidade semipresencial.
INTERAÇÕES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
Professor-Conteúdo
Aluno-Aluno
MOORE, 2003; ANDERSON, 2008.
Tipos de engajamento
Engajamento
comportamental
Associado a comportamentos mais facilmente observáveis;
Tradicionalmente medido através de aspectos quantitativos
(frequência, notas, etc);
Isoladamente, não necessariamente avaliará de forma efetiva os
níveis de aprendizagem alcançados.
Engajamento
cognitivo
Relaciona-se de modo mais próximo com a aprendizagem;
Mobiliza habilidades cognitivas mais complexas (analisar, comparar,
avaliar, etc);
Costuma ser mais valorizado que os demais tipos de engajamento;
É propiciado no contexto de atividades estimulantes e desafiadoras
sob o ponto de vista intelectual.
Engajamento
emocional
Associado à percepção de pertencimento a um grupo e aceitação de
seus valores;
Exteriorizado a partir de atitudes e reações positivas do estudante
em relação aos diversos elementos do contexto educacional;
Difícil de ser medido ou avaliado por envolver processos
internalizados e pessoais.
ENGAJAMENTO EM CONTEXTOS EDUCACIONAIS
FREDRICKS; BLUMENFELD; PARIS, 2004
• Condições necessárias ao engajamento;
• Engajamento sob a perspectiva da Teoria da Atividade;
• Engajamento em contextos digitais de ensino-
aprendizagem
ENGAJAMENTO EM CONTEXTOS EDUCACIONAIS
METODOLOGIA
• Natureza etnográfica, que permite privilegiar as
perspectivas dos participantes.
Estudo
de Caso
• Fóruns de discussão;
• Questionário;
• Grupo focal on-line;
• Entrevistas.
Instrumentos
de Pesquisa
• A partir dos elementos dos discursos dos
participantes;
Geração e
análise dos
dados
Plataforma Moodle do Projeto Letras2.0
Participantes
Alunos do curso de Inglês
Instrumental I
Professora e monitora da
disciplina
Assessora do Projeto
Letras2.0
ANÁLISE E DISCUSSÃO
As categorias utilizadas para investigar os
dados gerados foram construídas a partir
de percursos circulares de análise e
interpretação dos dados, nos quais os
resultados eram verificados e comparados
entre si.
INTERAÇÕES ALUNO-ALUNO
Pontos positivos
• Consideradas suficientes
e adequadas;
• Inovadora em relação às
práticas habituais dos
estudantes;
• Contribuiu para o
entrosamento do grupo.
Restrições apontadas
• Caráter compulsório das
interações;
• Falta de objetividade de
algumas discussões;
• Impacto discutível quanto
à aprendizagem.
INTERAÇÕES ALUNO-PROFESSOR
Pontos positivos
• Disponibilidade da
professora e da monitora
no AVA;
• Agilidade na comunicação
on-line;
• Atuação das docentes
para mediar a relação dos
estudantes com os
recursos da plataforma.
Restrições apontadas
• Interações presenciais
com a professora foram
consideradas insuficientes.
• Carga horária on-line foi
superior ao inicialmente
previsto;
INTERAÇÕES ALUNO-CONTEÚDO
Pontos positivos
• Relevância, variedade e
adequação dos
conteúdos utilizados;
Restrições apontadas
• Volume de conteúdos
proposto foi excessivo
para o contexto do curso;
• Dificuldades de ordem
técnica na interação com
os conteúdos;
• Atividades complexas com
instruções que nem
sempre eram
suficientemente claras.
FATORES E ASPECTOS
FAVORÁVEIS ÀS INTERAÇÕES
• Funcionalidades oferecidas pela mediação digital;
• Interações entre estudantes e docentes;
• Interações entre os estudantes;
• Diversidade de formatos e de temas abordados;
• Avaliação contínua das atividades.
FATORES E ASPECTOS
DESFAVORÁVEIS ÀS INTERAÇÕES
• Limitações decorrentes da mediação digital;
• Desequilíbrio entre on-line e presencial;
• Interações sem mediação docente;
• Grande volume e complexidade das atividades on-line;
• Dificuldade de gerenciamento do tempo disponível.
Ambiente à luz da Teoria da Atividade
ENGËSTROM, 2008
A divisão de trabalho demandou posturas mais
autônomas por parte dos estudantes
Desenvolvimento
pessoal
Resultados na
aprendizagem
Elevado
comprometimento
de tempo e esforço
A participação nas interações on-line foi
proposta como sendo de caráter obrigatório
Engajamento
comportamental
Engajamento
cognitivo
Engajamento
emocional
Percepções dos estudantes sobre o uso do
componente on-line do curso
Flexibilidade de tempo
Praticidade de uso
Comunicação ágil
Limitações intrínsecas
ao meio digital
Predomínio da
interação on-line em
relação à presencial
Embora condições consideradas comuns para o
engajamento como relevância das atividades,
participação ativa dos estudantes e variedade de
recursos disponíveis estivessem presentes, o
engajamento dos estudantes, principalmente no
aspecto emocional, foi prejudicado pelo volume
de atividades, considerado excessivo pelos
participantes.
Comentários finais (I)
Ao se planejar o desenho instrucional do
componente on-line de um curso semipresencial,
é necessário atentar com especial cuidado para a
adequada dosagem do componente on-line, em si
mesmo, e em relação ao seu equilíbrio com a
carga presencial no contexto geral do curso.
Comentários finais (II)
Novas pesquisas que focalizem tanto o
ambiente on-line quanto o presencial de forma
mais abrangente são recomendadas.
Desdobramentos para pesquisas futuras
Defesa de dissertação de mestrado aprovada
em 28.06.13

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação defesa de mestrado
Apresentação defesa de mestradoApresentação defesa de mestrado
Apresentação defesa de mestradoVanessa Biff
 
Apresentação Tese Mestrado (14_10_2011)
Apresentação Tese Mestrado (14_10_2011)Apresentação Tese Mestrado (14_10_2011)
Apresentação Tese Mestrado (14_10_2011)Susana Lemos
 
Modelo slide para apresentação do artigo
Modelo   slide para apresentação do artigoModelo   slide para apresentação do artigo
Modelo slide para apresentação do artigoAdelmo Bicalho
 
Conteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoConteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoNaysa Taboada
 
Pré-projeto Mestrado UNIFRA
Pré-projeto Mestrado UNIFRAPré-projeto Mestrado UNIFRA
Pré-projeto Mestrado UNIFRAAlexandre Brust
 
Defesa Mestrado Alcione
Defesa Mestrado AlcioneDefesa Mestrado Alcione
Defesa Mestrado AlcioneAlcione Torres
 
Educacao A Distancia
Educacao A DistanciaEducacao A Distancia
Educacao A DistanciaAna Claudia
 
Exemplos de Cronogramas de Pesquisa
Exemplos de Cronogramas de PesquisaExemplos de Cronogramas de Pesquisa
Exemplos de Cronogramas de Pesquisarichard_romancini
 
Dissertação de mestrado
Dissertação de mestradoDissertação de mestrado
Dissertação de mestradoAna Santos
 
Apresentação da minha defesa de dissertação de mestrado
Apresentação da minha defesa de dissertação de mestradoApresentação da minha defesa de dissertação de mestrado
Apresentação da minha defesa de dissertação de mestradorobsonf
 
Apresentação do projeto de pesquisa
Apresentação do projeto de pesquisaApresentação do projeto de pesquisa
Apresentação do projeto de pesquisaarteematematicafurg
 
Resenha de artigo científico
Resenha de artigo científicoResenha de artigo científico
Resenha de artigo científicoMarcelo Souza
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professorcarmemlima
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaDaniel Caixeta
 

Mais procurados (20)

Apresentação defesa de mestrado
Apresentação defesa de mestradoApresentação defesa de mestrado
Apresentação defesa de mestrado
 
Apresentação Tese Mestrado (14_10_2011)
Apresentação Tese Mestrado (14_10_2011)Apresentação Tese Mestrado (14_10_2011)
Apresentação Tese Mestrado (14_10_2011)
 
Defesa da Dissertação
Defesa da DissertaçãoDefesa da Dissertação
Defesa da Dissertação
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
 
Apresentação TCC
Apresentação TCCApresentação TCC
Apresentação TCC
 
Modelo slide para apresentação do artigo
Modelo   slide para apresentação do artigoModelo   slide para apresentação do artigo
Modelo slide para apresentação do artigo
 
Conteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoConteúdos de ensino
Conteúdos de ensino
 
Pré-projeto Mestrado UNIFRA
Pré-projeto Mestrado UNIFRAPré-projeto Mestrado UNIFRA
Pré-projeto Mestrado UNIFRA
 
Apresentação defesa mestrado
Apresentação defesa mestradoApresentação defesa mestrado
Apresentação defesa mestrado
 
Defesa Mestrado Alcione
Defesa Mestrado AlcioneDefesa Mestrado Alcione
Defesa Mestrado Alcione
 
Educacao A Distancia
Educacao A DistanciaEducacao A Distancia
Educacao A Distancia
 
Exemplos de Cronogramas de Pesquisa
Exemplos de Cronogramas de PesquisaExemplos de Cronogramas de Pesquisa
Exemplos de Cronogramas de Pesquisa
 
Metodologias ativas
Metodologias ativas Metodologias ativas
Metodologias ativas
 
Dissertação de mestrado
Dissertação de mestradoDissertação de mestrado
Dissertação de mestrado
 
Apresentação da minha defesa de dissertação de mestrado
Apresentação da minha defesa de dissertação de mestradoApresentação da minha defesa de dissertação de mestrado
Apresentação da minha defesa de dissertação de mestrado
 
Currículo escolar
Currículo escolarCurrículo escolar
Currículo escolar
 
Apresentação do projeto de pesquisa
Apresentação do projeto de pesquisaApresentação do projeto de pesquisa
Apresentação do projeto de pesquisa
 
Resenha de artigo científico
Resenha de artigo científicoResenha de artigo científico
Resenha de artigo científico
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
 

Destaque

Destaque (6)

Guia para apresentação de uma Tese
Guia para apresentação de uma TeseGuia para apresentação de uma Tese
Guia para apresentação de uma Tese
 
Modelo de apresentação da tese
Modelo de apresentação da teseModelo de apresentação da tese
Modelo de apresentação da tese
 
Defesa dissertação
Defesa dissertaçãoDefesa dissertação
Defesa dissertação
 
Apresentação de dissertação de mestrado
Apresentação de dissertação de mestradoApresentação de dissertação de mestrado
Apresentação de dissertação de mestrado
 
O eTwinning integrado no currículo - Seia
O eTwinning integrado no currículo - SeiaO eTwinning integrado no currículo - Seia
O eTwinning integrado no currículo - Seia
 
Defesa da tese na UCP
Defesa da tese na UCPDefesa da tese na UCP
Defesa da tese na UCP
 

Semelhante a Apresentação defesa de dissertação

Interações on line no ensino semipresencial
Interações on line no ensino semipresencialInterações on line no ensino semipresencial
Interações on line no ensino semipresencialLuciana Viter
 
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.valmirsouto
 
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.valmirsouto
 
Apresentação - Prof. Dr. José Lucas Pedreira
Apresentação - Prof. Dr. José Lucas PedreiraApresentação - Prof. Dr. José Lucas Pedreira
Apresentação - Prof. Dr. José Lucas Pedreiravalmirsouto
 
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.valmirsouto
 
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.valmirsouto
 
Cepead tutoria em ea d
Cepead tutoria em ea dCepead tutoria em ea d
Cepead tutoria em ea dcacildasr
 
Tutoria em EaD
Tutoria em EaDTutoria em EaD
Tutoria em EaDcacildasr
 
Orientação do trabalho pedagógico
Orientação do trabalho pedagógicoOrientação do trabalho pedagógico
Orientação do trabalho pedagógicomcsales
 
Relato de experiência do Curso de Formação de Tutores em EAD da UFRJ
Relato de experiência do Curso de Formação de Tutores em EAD da UFRJRelato de experiência do Curso de Formação de Tutores em EAD da UFRJ
Relato de experiência do Curso de Formação de Tutores em EAD da UFRJTatyanne Valdez
 
José Viegas T1 1200100
José Viegas T1 1200100José Viegas T1 1200100
José Viegas T1 1200100Faria Viegas
 
Dina pires e folio b-ead
Dina pires e folio b-eadDina pires e folio b-ead
Dina pires e folio b-eadpiresdina
 
A Gamificação e a IBL na Aprendizagem dos Alunos do Ensino Superior
A Gamificação e a IBL na Aprendizagem dos Alunos do Ensino SuperiorA Gamificação e a IBL na Aprendizagem dos Alunos do Ensino Superior
A Gamificação e a IBL na Aprendizagem dos Alunos do Ensino SuperiorRui Lopes
 
Amelia Paulino T1 1300594
Amelia Paulino T1 1300594Amelia Paulino T1 1300594
Amelia Paulino T1 1300594amelia1300594
 
Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Leonardo Severo
 
Por uma educação mais online e menos a distância (Senid - UPF - 2013)
Por uma educação mais online e menos a distância (Senid - UPF - 2013)Por uma educação mais online e menos a distância (Senid - UPF - 2013)
Por uma educação mais online e menos a distância (Senid - UPF - 2013)Educação Online e em Rede
 

Semelhante a Apresentação defesa de dissertação (20)

Interações on line no ensino semipresencial
Interações on line no ensino semipresencialInterações on line no ensino semipresencial
Interações on line no ensino semipresencial
 
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
 
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
 
Apresentação - Prof. Dr. José Lucas Pedreira
Apresentação - Prof. Dr. José Lucas PedreiraApresentação - Prof. Dr. José Lucas Pedreira
Apresentação - Prof. Dr. José Lucas Pedreira
 
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
 
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
Apresentação - Prof. José Lucas Pedreira Bueno, Dr.
 
Cepead tutoria em ea d
Cepead tutoria em ea dCepead tutoria em ea d
Cepead tutoria em ea d
 
Tutoria em EaD
Tutoria em EaDTutoria em EaD
Tutoria em EaD
 
Orientações para Tutoria Online
Orientações para Tutoria OnlineOrientações para Tutoria Online
Orientações para Tutoria Online
 
Orientação do trabalho pedagógico
Orientação do trabalho pedagógicoOrientação do trabalho pedagógico
Orientação do trabalho pedagógico
 
Apresenta..r
Apresenta..rApresenta..r
Apresenta..r
 
Relato de experiência do Curso de Formação de Tutores em EAD da UFRJ
Relato de experiência do Curso de Formação de Tutores em EAD da UFRJRelato de experiência do Curso de Formação de Tutores em EAD da UFRJ
Relato de experiência do Curso de Formação de Tutores em EAD da UFRJ
 
José Viegas T1 1200100
José Viegas T1 1200100José Viegas T1 1200100
José Viegas T1 1200100
 
Trajetória pigead
Trajetória pigeadTrajetória pigead
Trajetória pigead
 
Aveiro presentation
Aveiro presentationAveiro presentation
Aveiro presentation
 
Dina pires e folio b-ead
Dina pires e folio b-eadDina pires e folio b-ead
Dina pires e folio b-ead
 
A Gamificação e a IBL na Aprendizagem dos Alunos do Ensino Superior
A Gamificação e a IBL na Aprendizagem dos Alunos do Ensino SuperiorA Gamificação e a IBL na Aprendizagem dos Alunos do Ensino Superior
A Gamificação e a IBL na Aprendizagem dos Alunos do Ensino Superior
 
Amelia Paulino T1 1300594
Amelia Paulino T1 1300594Amelia Paulino T1 1300594
Amelia Paulino T1 1300594
 
Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento
 
Por uma educação mais online e menos a distância (Senid - UPF - 2013)
Por uma educação mais online e menos a distância (Senid - UPF - 2013)Por uma educação mais online e menos a distância (Senid - UPF - 2013)
Por uma educação mais online e menos a distância (Senid - UPF - 2013)
 

Mais de Luciana Viter

Unit 7 - Conversation course - Time and weather
Unit 7   - Conversation course - Time and weather Unit 7   - Conversation course - Time and weather
Unit 7 - Conversation course - Time and weather Luciana Viter
 
Unit 6 - conversation course - clothes and shopping
Unit 6  - conversation course - clothes and shoppingUnit 6  - conversation course - clothes and shopping
Unit 6 - conversation course - clothes and shoppingLuciana Viter
 
Unit 5 - conversation course - objects vocabulary
Unit 5  - conversation course - objects  vocabularyUnit 5  - conversation course - objects  vocabulary
Unit 5 - conversation course - objects vocabularyLuciana Viter
 
Unit 4 - conversation course - asking for directions
Unit 4  - conversation course - asking for directionsUnit 4  - conversation course - asking for directions
Unit 4 - conversation course - asking for directionsLuciana Viter
 
Unit 3 - conversation course - where are you from - family
Unit 3  - conversation course - where are you from - familyUnit 3  - conversation course - where are you from - family
Unit 3 - conversation course - where are you from - familyLuciana Viter
 
Unit 2 - conversation course - introductions
Unit 2  - conversation course -  introductions Unit 2  - conversation course -  introductions
Unit 2 - conversation course - introductions Luciana Viter
 
Unit 1 - conversation course - greetings
Unit 1 - conversation course - greetingsUnit 1 - conversation course - greetings
Unit 1 - conversation course - greetingsLuciana Viter
 
Engagement in Digital Contexts of Language Learning
Engagement in Digital Contexts of Language LearningEngagement in Digital Contexts of Language Learning
Engagement in Digital Contexts of Language LearningLuciana Viter
 
Learning on the go - Apps for Learning English
Learning on the go - Apps for Learning EnglishLearning on the go - Apps for Learning English
Learning on the go - Apps for Learning EnglishLuciana Viter
 
Infográfico Ferramentas Moodle
Infográfico Ferramentas MoodleInfográfico Ferramentas Moodle
Infográfico Ferramentas MoodleLuciana Viter
 
A formação do leitor em contextos digitais
A formação do leitor em contextos digitaisA formação do leitor em contextos digitais
A formação do leitor em contextos digitaisLuciana Viter
 
Estratégias de leitura instrumental
Estratégias de leitura instrumentalEstratégias de leitura instrumental
Estratégias de leitura instrumentalLuciana Viter
 
The English Words You Already Know
The English Words You Already KnowThe English Words You Already Know
The English Words You Already KnowLuciana Viter
 
Where are you from non-american celebrities
Where are you from   non-american celebritiesWhere are you from   non-american celebrities
Where are you from non-american celebritiesLuciana Viter
 
Oficina de legendagem de vídeos
Oficina de legendagem de vídeosOficina de legendagem de vídeos
Oficina de legendagem de vídeosLuciana Viter
 
Introdução à plataforma Moodle do Projeto Letras2.0/UFRJ
Introdução à plataforma Moodle do Projeto Letras2.0/UFRJIntrodução à plataforma Moodle do Projeto Letras2.0/UFRJ
Introdução à plataforma Moodle do Projeto Letras2.0/UFRJLuciana Viter
 
Ferramentas digitais para tradução
Ferramentas digitais para traduçãoFerramentas digitais para tradução
Ferramentas digitais para traduçãoLuciana Viter
 
08 describing someone
08   describing someone08   describing someone
08 describing someoneLuciana Viter
 
07 talking about the family
07   talking about the family07   talking about the family
07 talking about the familyLuciana Viter
 
06 asking for and giving directions
06   asking for and giving directions06   asking for and giving directions
06 asking for and giving directionsLuciana Viter
 

Mais de Luciana Viter (20)

Unit 7 - Conversation course - Time and weather
Unit 7   - Conversation course - Time and weather Unit 7   - Conversation course - Time and weather
Unit 7 - Conversation course - Time and weather
 
Unit 6 - conversation course - clothes and shopping
Unit 6  - conversation course - clothes and shoppingUnit 6  - conversation course - clothes and shopping
Unit 6 - conversation course - clothes and shopping
 
Unit 5 - conversation course - objects vocabulary
Unit 5  - conversation course - objects  vocabularyUnit 5  - conversation course - objects  vocabulary
Unit 5 - conversation course - objects vocabulary
 
Unit 4 - conversation course - asking for directions
Unit 4  - conversation course - asking for directionsUnit 4  - conversation course - asking for directions
Unit 4 - conversation course - asking for directions
 
Unit 3 - conversation course - where are you from - family
Unit 3  - conversation course - where are you from - familyUnit 3  - conversation course - where are you from - family
Unit 3 - conversation course - where are you from - family
 
Unit 2 - conversation course - introductions
Unit 2  - conversation course -  introductions Unit 2  - conversation course -  introductions
Unit 2 - conversation course - introductions
 
Unit 1 - conversation course - greetings
Unit 1 - conversation course - greetingsUnit 1 - conversation course - greetings
Unit 1 - conversation course - greetings
 
Engagement in Digital Contexts of Language Learning
Engagement in Digital Contexts of Language LearningEngagement in Digital Contexts of Language Learning
Engagement in Digital Contexts of Language Learning
 
Learning on the go - Apps for Learning English
Learning on the go - Apps for Learning EnglishLearning on the go - Apps for Learning English
Learning on the go - Apps for Learning English
 
Infográfico Ferramentas Moodle
Infográfico Ferramentas MoodleInfográfico Ferramentas Moodle
Infográfico Ferramentas Moodle
 
A formação do leitor em contextos digitais
A formação do leitor em contextos digitaisA formação do leitor em contextos digitais
A formação do leitor em contextos digitais
 
Estratégias de leitura instrumental
Estratégias de leitura instrumentalEstratégias de leitura instrumental
Estratégias de leitura instrumental
 
The English Words You Already Know
The English Words You Already KnowThe English Words You Already Know
The English Words You Already Know
 
Where are you from non-american celebrities
Where are you from   non-american celebritiesWhere are you from   non-american celebrities
Where are you from non-american celebrities
 
Oficina de legendagem de vídeos
Oficina de legendagem de vídeosOficina de legendagem de vídeos
Oficina de legendagem de vídeos
 
Introdução à plataforma Moodle do Projeto Letras2.0/UFRJ
Introdução à plataforma Moodle do Projeto Letras2.0/UFRJIntrodução à plataforma Moodle do Projeto Letras2.0/UFRJ
Introdução à plataforma Moodle do Projeto Letras2.0/UFRJ
 
Ferramentas digitais para tradução
Ferramentas digitais para traduçãoFerramentas digitais para tradução
Ferramentas digitais para tradução
 
08 describing someone
08   describing someone08   describing someone
08 describing someone
 
07 talking about the family
07   talking about the family07   talking about the family
07 talking about the family
 
06 asking for and giving directions
06   asking for and giving directions06   asking for and giving directions
06 asking for and giving directions
 

Último

Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.FLAVIA LEZAN
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarDouglasVasconcelosMa
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfAntonio Barros
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdflbgsouza
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 

Último (20)

Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
TAMPINHAS Sílabas. Para fazer e trabalhar com as crianças.
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolarMODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
MODELO Resumo esquemático de Relatório escolar
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdfSistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
Sistema de Acompanhamento - Diário Online 2021.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 

Apresentação defesa de dissertação

  • 1. INTERAÇÃO E ENGAJAMENTO EMAMBIENTE VIRTUALDEAPRENDIZAGEM: UM ESTUDO DE CASO Dissertação de Mestrado Mestranda: Luciana Nunes Viter Orientadora: Profª. Drª. Kátia Cristina do Amaral Tavares
  • 2. Introdução Esta pesquisa pretende investigar diferentes tipos de interação (aluno-aluno, aluno- professor e aluno-conteúdo) em um ambiente virtual de aprendizagem (AVA) de um curso semipresencial, assim como o engajamento dos alunos nessas interações sob o ponto de vista dos participantes.
  • 3. OBJETIVOS • Contribuir para a identificação dos elementos que influenciem na interação e no engajamento em atividades em ambientes virtuais de aprendizagem; • Colaborar para o aprimoramento dos formatos desses ambientes e dos resultados de sua utilização; • Promover reflexões para as áreas do ensino a distância e do desenho instrucional de ambientes virtuais de aprendizagem.
  • 4. Questões de Pesquisa Primeira Pergunta Os participantes (alunos, professor e monitor) consideram que os diferentes tipos de interação (aluno-aluno, aluno- professor e aluno-conteúdo) proporcionados pelo ambiente virtual de aprendizagem do curso semipresencial investigado foram suficientes e adequados ao curso? Por quê? Segunda Pergunta Na perspectiva dos participantes, quais fatores e aspectos dificultaram e quais favoreceram o engajamento dos alunos nas interações propostas no ambiente virtual de aprendizagem desse curso semipresencial?
  • 6. AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM • Sistemas de gestão de aprendizagens (SGAs); • Plataforma Moodle; • Desenho instrucional de AVAs: O papel do contexto; Adequação aos estilos de aprendizagem; AVAs na modalidade semipresencial.
  • 7. INTERAÇÕES NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Professor-Conteúdo Aluno-Aluno MOORE, 2003; ANDERSON, 2008.
  • 8. Tipos de engajamento Engajamento comportamental Associado a comportamentos mais facilmente observáveis; Tradicionalmente medido através de aspectos quantitativos (frequência, notas, etc); Isoladamente, não necessariamente avaliará de forma efetiva os níveis de aprendizagem alcançados. Engajamento cognitivo Relaciona-se de modo mais próximo com a aprendizagem; Mobiliza habilidades cognitivas mais complexas (analisar, comparar, avaliar, etc); Costuma ser mais valorizado que os demais tipos de engajamento; É propiciado no contexto de atividades estimulantes e desafiadoras sob o ponto de vista intelectual. Engajamento emocional Associado à percepção de pertencimento a um grupo e aceitação de seus valores; Exteriorizado a partir de atitudes e reações positivas do estudante em relação aos diversos elementos do contexto educacional; Difícil de ser medido ou avaliado por envolver processos internalizados e pessoais. ENGAJAMENTO EM CONTEXTOS EDUCACIONAIS FREDRICKS; BLUMENFELD; PARIS, 2004
  • 9. • Condições necessárias ao engajamento; • Engajamento sob a perspectiva da Teoria da Atividade; • Engajamento em contextos digitais de ensino- aprendizagem ENGAJAMENTO EM CONTEXTOS EDUCACIONAIS
  • 10. METODOLOGIA • Natureza etnográfica, que permite privilegiar as perspectivas dos participantes. Estudo de Caso • Fóruns de discussão; • Questionário; • Grupo focal on-line; • Entrevistas. Instrumentos de Pesquisa • A partir dos elementos dos discursos dos participantes; Geração e análise dos dados
  • 11. Plataforma Moodle do Projeto Letras2.0
  • 12. Participantes Alunos do curso de Inglês Instrumental I Professora e monitora da disciplina Assessora do Projeto Letras2.0
  • 13. ANÁLISE E DISCUSSÃO As categorias utilizadas para investigar os dados gerados foram construídas a partir de percursos circulares de análise e interpretação dos dados, nos quais os resultados eram verificados e comparados entre si.
  • 14. INTERAÇÕES ALUNO-ALUNO Pontos positivos • Consideradas suficientes e adequadas; • Inovadora em relação às práticas habituais dos estudantes; • Contribuiu para o entrosamento do grupo. Restrições apontadas • Caráter compulsório das interações; • Falta de objetividade de algumas discussões; • Impacto discutível quanto à aprendizagem.
  • 15. INTERAÇÕES ALUNO-PROFESSOR Pontos positivos • Disponibilidade da professora e da monitora no AVA; • Agilidade na comunicação on-line; • Atuação das docentes para mediar a relação dos estudantes com os recursos da plataforma. Restrições apontadas • Interações presenciais com a professora foram consideradas insuficientes. • Carga horária on-line foi superior ao inicialmente previsto;
  • 16. INTERAÇÕES ALUNO-CONTEÚDO Pontos positivos • Relevância, variedade e adequação dos conteúdos utilizados; Restrições apontadas • Volume de conteúdos proposto foi excessivo para o contexto do curso; • Dificuldades de ordem técnica na interação com os conteúdos; • Atividades complexas com instruções que nem sempre eram suficientemente claras.
  • 17. FATORES E ASPECTOS FAVORÁVEIS ÀS INTERAÇÕES • Funcionalidades oferecidas pela mediação digital; • Interações entre estudantes e docentes; • Interações entre os estudantes; • Diversidade de formatos e de temas abordados; • Avaliação contínua das atividades.
  • 18. FATORES E ASPECTOS DESFAVORÁVEIS ÀS INTERAÇÕES • Limitações decorrentes da mediação digital; • Desequilíbrio entre on-line e presencial; • Interações sem mediação docente; • Grande volume e complexidade das atividades on-line; • Dificuldade de gerenciamento do tempo disponível.
  • 19. Ambiente à luz da Teoria da Atividade ENGËSTROM, 2008
  • 20. A divisão de trabalho demandou posturas mais autônomas por parte dos estudantes Desenvolvimento pessoal Resultados na aprendizagem Elevado comprometimento de tempo e esforço
  • 21. A participação nas interações on-line foi proposta como sendo de caráter obrigatório Engajamento comportamental Engajamento cognitivo Engajamento emocional
  • 22. Percepções dos estudantes sobre o uso do componente on-line do curso Flexibilidade de tempo Praticidade de uso Comunicação ágil Limitações intrínsecas ao meio digital Predomínio da interação on-line em relação à presencial
  • 23. Embora condições consideradas comuns para o engajamento como relevância das atividades, participação ativa dos estudantes e variedade de recursos disponíveis estivessem presentes, o engajamento dos estudantes, principalmente no aspecto emocional, foi prejudicado pelo volume de atividades, considerado excessivo pelos participantes. Comentários finais (I)
  • 24. Ao se planejar o desenho instrucional do componente on-line de um curso semipresencial, é necessário atentar com especial cuidado para a adequada dosagem do componente on-line, em si mesmo, e em relação ao seu equilíbrio com a carga presencial no contexto geral do curso. Comentários finais (II)
  • 25. Novas pesquisas que focalizem tanto o ambiente on-line quanto o presencial de forma mais abrangente são recomendadas. Desdobramentos para pesquisas futuras
  • 26. Defesa de dissertação de mestrado aprovada em 28.06.13