Projeto de pesquisa exemplo

342.629 visualizações

Publicada em

5 comentários
67 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
342.629
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
305
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4.901
Comentários
5
Gostaram
67
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto de pesquisa exemplo

  1. 1. 31 TEMAAssunto: Redes de computadores.Tema: As vantagens de implantar uma rede estruturada em ambiente corporativo.2 PROBLEMAProblema: Qual a importância de criar uma rede estruturada em instituiçõescorporativas?3 HIPÓTESESHipótese 1: Redes estruturadas minimizam os problemas numa infra-estrutura derede tornando-a o mais estável possível, ocasionando minimização dos custos eotimização de resultados.Hipótese 2: Com a estruturação de uma rede minimiza o tempo gasto na resoluçãode problemas afetando a disponibilidade dos serviços de TI o mínimo possível.Hipótese 3: Uma rede estruturada garante uma maior confiabilidade e eficiência nautilização dos recursos de rede aumentando a produtividade dos usuários damesma.4 JUSTIFICATIVA Tendo em vista o ambiente corporativo atual percebe-se o quanto os recursoscomputacionais têm se torado essencialmente necessárias, com o avanço daglobalização a utilização das redes computacionais tem se mostrado cada vez maispresente no dia a dia de trabalho das pessoas. O desempenho do acesso a rede global está diretamente ligado a rede localsendo esta o veiculo de saída, se uma rede local não alcançar a eficiêncianecessária para uma boa utilização tanto a comunicação interna quanto a externa desistemas computacionais encontram-se prejudicadas.
  2. 2. 4 A busca por uma rede de eficiência desejável, dispõe de um conjunto deestudos com foco otimização das redes, avaliando custo beneficio trazendo umagama de soluções que auxiliem neste processo. Avaliando o desempenho das redes se faz necessário pensar também deforma objetiva na diminuição de problemas e no tempo gasto na resolução destesmesmos problemas, desta forma se faz necessário pensar em estruturar as redes afim de concentrar as vias de comunicação facilitando também o gerenciamento pormeio da centralização. Segundo Gasparini (1997), é importante mensurar a estabilidade em tornodas redes estruturadas, uma vez que as mesmas se apresentam mais previsíveis,estáveis, melhor gerenciáveis, com um menor índice de falhas entre outros ganhos,neste âmbito é que se faz necessária a avaliação dos esforços de implantação comrelação a eficiência que a mesma proporciona.5 OBJETIVOS5.1OBJETIVO GERAL Analisar a importância de criar uma rede sem fio estruturada em instituiçõescorporativas.5.2 OBJETIVOS ESPECIFICOS Averiguar o quanto as redes estruturadas minimizam os problemas numainfra-estrutura de rede tornando-a o mais estável possível, ocasionando minimizaçãodos custos e otimização de resultados. Examinar como a estruturação de uma rede minimiza o tempo gasto naresolução de problemas afetando a disponibilidade dos serviços de TI(tecnologia dainformação) o mínimo possível. Estudar a implantação de rede estruturada avaliando a confiabilidade eeficiência na utilização dos recursos de rede aumentando a produtividade dosusuários da mesma.
  3. 3. 56. REVISÃO DA LITERATURA Segundo Soares, Lemos e Colche (1995, p.11). Pode-se caracterizar uma rede local como sendo uma rede que permite a interconexão de equipamentos de comunicação de dados numa pequena região. De fato, tal definição é bastante vaga principalmente no que diz respeito às distâncias envolvidas. Em geral, nos dias de hoje, costuma-se considerar “pequena região” distâncias entre 100m e 25 km, muito embora as limitações associadas às técnicas utilizadas em redes locais não imponham limites a essas distâncias. Outras características típicas encontradas e comumente associadas a redes locais são: altas taxas de transmissão (de 0,1 a 100 -8 -11 Mbps - megabits por segundo) e baixas taxas de erro (de 10 a 10 ). É importante notar que os tem-se “pequena região”, “altas taxas de transmissão” ou “baixas taxas de erros” são susceptíveis à evolução tecnológica; os valores que associamos a estes termos estão ligados à tecnologia atual e certamente não serão mais os mesmos dentro de poucos anos. Outra característica dessas redes é que elas são, em geral, de propriedade privada. Partindo da citação acima apresentada, podem ter uma concepção decaracterização de uma rede, onde é possível perceber de forma clara que o conceitode redes está ligado a sua essência que é a operação de equipamentos de formainterligada, abstraindo a tecnologia que possibilita essa interação. O papel fundamental de uma rede é fazer acontecer a comunicação entre ouaplicações, funcionando como um veiculo pelo qual a informação trafega cumprindoum objetivo, é possível comparar as redes como um conjunto de túneis pelos quaistransitam as informações. De forma a perceber que existem diversas tecnologias utilizadas para seestabelecer uma rede e que as mesmas se atualizam num curto período de tempo,pode citar que uma rede vai ser uma rede independente da tecnologia utilizada. Oque difere uma rede da outra é a abrangência que cada uma tem e a forma comoestá estruturada. As tecnologias utilizadas na construção de uma rede são as mais diversas asquais diference em segmentos como rede telefônica ou de rede, e em escala decapacidade de comunicação, porem o que importa é que a comunicação ocorra daforma mais eficiente possível. Para que uma rede exista, cumprindo o seu papel de facilitador dacomunicação é necessário um meio físico pela qual percorre a comunicação, estemeio físico é conhecido como camada de enlace nela existe um caminhamento decabos que são as vias de comunicação por assim dizer.
  4. 4. 6 Se o cabeamento de rede é o meio físico pelo qual ocorre a comunicação deuma rede, tão logo a eficiência desta rede vai estar diretamente ligada ao estado deconservação e forma como está estruturado esse cabeamento. Com objetivo de alcançar a máxima eficiência na utilização da rede, ocabeamento estruturado tem cumprido bem este papel maximizando o desempenhodas redes estruturadas. A citação abaixo fala a respeito do papel e da contextualização docabeamento estruturado dentro de uma rede. Segundo Soares, Silva e C. Júnior (1999, p. 6). Por definição podemos dizer que o cabeamento estruturado fornece uma plataforma universal sobre a qual é construída a estratégia de um sistema corporativo e de informações globais. Considerando uma infra-estrutura flexível, um sistema de cabeamento estruturado pode suportar múltiplos sistemas, tais como: voz, dados, vídeo e multimídia, independente de seus fabricantes. A topologia utilizada para cabeamento estruturado é do tipo estrela, em que cada estação de trabalho é conectada a um ponto central, o que de certa forma facilita a interconexão e administração do sistema. Esse tipo de topologia permite que haja comunicação entre os dispositivos em qualquer lugar e qualquer hora. Um projeto bem elaborado de cabeamento estruturado pode incluir diferentes tipos de arco de rede, tais como: par trançado, fibra óptica, satélite, rádio etc. Conforme citado anteriormente um cabeamento estruturado visa viabilizar deforma centralizada, e padronizada a distribuição do cabeamento dentro de uma redesegmentando a comunicação de forma a se estabelecer uma centralizaçãopermitindo um monitoramento e facilitando a manutenção. Devido a padronização de técnicas de implantação as redes estruturadastendem a ser mais estáveis uma vez que utilizam padrões que já comprovados seapresentam como formas mais eficientes. Segundo Gasparini (1997, p. 75). O motivo comumente alegado pelos projetistas de LANs (Local Area Network) quanto à não adoção do cabeamento estruturado é o custo muito elevado da solução. Mas se levarmos em conta os gastos com os novos pontos e principalmente com pontos remanejados (em torno de R$ 30,00 por ponto, apenas a mão-de- obra), verificamos que o investimento inicial é rapidamente amortizado devido à significativa economia. Outro aspecto muito importante a considerar está relacionado às dificuldade na passagem de mais cabos durante o crescimento de uma rede não estruturado. Os dutos passam a ser insuficiente, e o pior é que ao tentarmos passar um cabo em um duto superlotado, podemos romper cabos que estavam em funcionamento, devido à “força” aplicada pelos técnicos. Para evitar isso, muitas empresas vivem em “obras”, sendo que o cabeamento estruturado é definitivo e deveria ser a opção adotada. Não devemos esquecer que a infra-estrutura de cabling é o primeiro parâmetro que sinalizará o sucesso ou não do projeto da rede como um todo.
  5. 5. 7 Conforme visto acima uma rede estruturada apresenta um custo inicialaparentemente alto, porém a curto prazo se paga, devido ao grande numero demanutenções corretivas que são dispensadas, isto sem falar no ganho nodesempenho da rede, que fica livre de gargalos e de problemas inesperados. O baixo custo de manutenção e eficiência são a bandeira da rede estruturada,uma vez que implantada apresenta alto índice de desempenho. Uma questão a ser levada em conta é que por ser o custo de implantaçãorelativamente alto, alguns acabam ficando pelo meio do caminho e tentando adaptar,para que uma rede estruturada possa garantir a eficiência pretendida é preciso queo processo seja rigorosamente de acordo os padrões estabelecidos. Implantar uma rede estruturada é uma tarefa árdua que exige o esforço dedeixar de lado o costume de adaptar, quando a implantação ocorre de forma correta,existe um grande ganho no que diz respeito as vantagens acima mencionadas. É importante que tanto os ganhos quanto as obrigações sejam aplicadas ereconhecidas para que haja entendimento correto a respeito tanto dos esforços evalores aplicados quanto da eficiência a fim de que seja possível mensurar aviabilidade de se estabelecer uma rede estruturada.7. DEFINIÇÃO DA METODOLOGIA Buscando analisar a temática proposta, este trabalho será pautado nainvestigação a respeito do tema proposto. De forma a atingir a maior veracidadepossível no processo de conhecimento da problemática a ser estudada, o trabalhoexaminará com um olhar investigativo situações referentes ao objeto estudado queno caso desta analise trata-se de cabeamento estruturado. O estudo visa abordar o conhecimento a respeito da rede estruturada e suaaplicação em ambientes coorporativos para isso se faz necessário direcionar aabordagem em base da utilização de material teórico. Estabelecendo uma linha deinvestigação pela qual será conduzido o trabalho, para que seja levantado todo omaterial necessário com o intuito de estabelecer uma avaliação pratica do quepropõe o estudo. Após o levantamento do material teórico o estudo seguirá distribuído em, 4fases distintas as quais serão avaliadas separadamente, a primeira buscará oconhecimento teórico referente a contextualização do objeto estudado. A segunda
  6. 6. 8buscará estudar um ambiente de rede não estruturado. A terceira fase terá porobjetivo estudar um ambiente de uma rede estruturada. A quarta fase terá a responsabilidade de oferecer a distinção entre o ambienteestruturado e o não estruturado de forma a identificar as diferenças e avaliando sesolução oferecida pela rede estruturada as vantagens que propõe. Este trabalho visa atuar utilizando o método experimental de forma a estudaros fatores de rede e os respectivos efeitos causados pela implantação de uma redeestruturada desta forma avaliando a veracidade das hipóteses levantadas.REFERÊNCIASGASPARINI, Anteu Fabiano Lúcio. A Infraestrutura de LANS. 4. ed. São Paulo:Érica, 1997.
  7. 7. 9SOARES, Luis Fernando Gomes, LEMOS, Giudo, COLCHER, Sérgio. Redes deComputadores das Lans, Mans e Wans às Redes ATM, 2. edª. Rio de Janeiro:Campus, 1995.SOARES, Vicente Neto, SILVA, Adelson de Paula, C. JÚNIOR, Mário Boscato.Redes de Alta Velocidade – Cabeamento Estruturado. São Paulo: Érica, 1999.

×