SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Planejamento e GestãoPlanejamento e Gestão
em Saúdeem Saúde
Profª. Maria Dorotéa Pires Neves CuryProfª. Maria Dorotéa Pires Neves Cury
PlanejamentoPlanejamento
 Ferramenta que possibilita o alcance de um objetivo almejadoFerramenta que possibilita o alcance de um objetivo almejado
 Auxilia na economia de tempo e de recursosAuxilia na economia de tempo e de recursos
 Instrumento que aumenta a eficiência e a eficácia de um sistemaInstrumento que aumenta a eficiência e a eficácia de um sistema
M.D.P.N.C.
PlanejamentoPlanejamento
 Exige formulação de atividades ordenadas cronologicamenteExige formulação de atividades ordenadas cronologicamente
 Viabilidade da realização de tarefas planejadasViabilidade da realização de tarefas planejadas
 Concebe uma mudançaConcebe uma mudança
Características
.
M.D.P.N.C.
PlanejamentoPlanejamento
MudançaMudança
Situação atual
Situação desejada
Conhecimento da situação atual e problemas
Mudança M.D.P.N.C.
PlanejarPlanejar
Elaborar uma sequência de tarefas
dinâmicas a serem realizadas
ordenadamente, para que possamos mudar
uma realidade futura, em um espaço de
tempo pré-determinado.
Eficácia
M.D.P.N.C.
Eficiência
PlanejamentoPlanejamento
Não é algo absoluto e auto
suficiente para se alcançar um
objetivo.
M.D.P.N.C.
GESTÃOGESTÃO
Monitoramento
Gerir = acompanhar, avaliar e modificar atividades
durante a execução de um processo de produção,
pensando-se na estabilidade do sistema.
M.D.P.N.C.
Alice: “ Qual o caminho para sair daqui?”
Gato: “ Isso depende muito do lugar para onde você quer ir”
Alice: “ Não me importa muito onde”
Gato: “ Nesse caso, não importa por qual caminho você vá”.
M.D.P.N.C.
Planejar em Saúde Pública
Utilizar todos os princípios dos conceitos
de planejamento para realizar as
atividades necessárias para atingir os
objetivos capazes de solucionar os
problemas de Saúde Pública em
determinado território, levando em conta
todos os obstáculos a serem vencidos e
os recursos necessários para tal.
M.D.P.N.C.
Gerir em Saúde Pública
Administrar a situação do sistema de
saúde de um determinado território,
visando a manutenção de sua
estabilidade, podendo-se direcionar o
sistema a um objetivo definido.
M.D.P.N.C.
Planejadores
• Usuários do Sistema
• Servidores Públicos
• Secretários
• Coordenadores
• Prefeitos
• Profissionais de saúde ( rede pública)
• Profissionais de saúde ( rede privada)
• Pessoas ou entidades envolvidas no sistema
ATORES
SOCIAIS
M.D.P.N.C.
Atores Sociais
Componentes ( pessoas ou entidades ) da
sociedade, aonde é realizado o
planejamento em saúde pública, que fazem
ou não, parte do sistema público de saúde.
M.D.P.N.C.
Território
Local onde se dá o processo de vida da
comunidade e a interação entre os atores
sociais com qualificações sociais,
econômicas, culturais, políticas,
epidemiológicas e históricas distintas.
M.D.P.N.C.
Situação Atual do Setor Saúde no
Contexto da Realidade Nacional
Ponto de Partida
Situação atual de saúde no território em que atua
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Constituição de 1988
Idéias modernas e difundidas internacionalmente
Descentralização com municipalização
Participação da sociedade nas decisões
Universalização ao acesso aos serviços de saúde
Equidade e igualdade
Hierarquização de tarefas
Prioridade à prevenção
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Descentralização com autonomia para os pequenos centros
“ A Saúde é direito de todos e dever do Estado”
Acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua
promoção, proteção e recuperação.
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Lei 8.090/90:
“universalidade de acesso aos serviços de saúde em todos os
níveis de assistência”
“a integralidade da assistência”
“ igualdade da assistência à saúde, sem
preconceitos ou privilégios de qualquer espécie”
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Lei Federal 8.142/90:
“participação dos cidadãos, através de suas entidades
representativas, do processo de formulação das políticas de
saúde e do controle de sua execução, em todos os níveis,
desde o local até o federal.”
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Obstáculos
Escassez de recursos, principalmente financeiro,
mas também humano e físico, fazendo com que a
falta de financiamento para o setor impeça o
desempenho do sistema teoricamente tão bem
planejado.
Administração pobre, com
desperdícios dos recursos já
escassos e ineficiente na
promoção de saúde pública.
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Problemas gerais
Altos índices de doenças em determinadas regiões
Clientelismo e o corporativismo dos profissionais de saúde
Interesses políticos particulares, não visando promoção
igualitária de saúde
Formação de profissionais voltados ao atendimento privado
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Problemas odontológicos
Pouca reivindicação por atendimento em saúde bucal
Falta de recursos humanos especializados em saúde bucal coletiva
Falta de fluoretação de águas em muitos territórios
Baixo consumo de escovas dentais, com consumo de creme
dental alto
Os programas que visam resolver os problemas de saúde bucal no
país são poucos, com poucas equipes de saúde bucal inseridas no
PSF
Grande demanda de atendimento odontológico nas
Unidades do SUS
Organização do SUS
Política de Saúde Bucal no Brasil
Há alguns anos atrás : 2 tipos de atendimentos
Preventivo: atendia apenas crianças em idade escolar
Curativo emergencial: direcionado a toda a população.
Considerado mutilador, por eleger, na maioria das vezes
exodontias.
Organização do SUS
Organização dos municípios
Atenção primária: Complexidade baixa
Atenção Secundária: Complexidade média
Atenção Terciária: Complexidade alta
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Atenção primária
Aplicação de flúor e profilaxias
Orientação de higiene bucal
Restaurações e exodontias simples
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Atenção secundária
Endodontias
Radiologia
Cirurgias de complexidade média
Grandes restaurações
Procedimentos periodontais avançados
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Atenção terciária
Redução de fraturas bucofaciais
Outras cirurgias e procedimentos maiores
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Atenção à saúde bucal e o planejamento
Considerar:
Saúde Bucal faz parte da
Saúde Sistêmica
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Atenção à saúde bucal e o planejamento
Assistência Odontológica: Conjunto de
procedimentos clínico-cirúrgicos dirigidos a consumidores
individuais, doentes ou não.
Atenção à Saúde Bucal: Conjunto de ações
que, incluindo a assistência odontológica individual, não se
esgota nela, buscando atingir grupos populacionais através
de ações de alcance coletivo com o objetivo de manter a
saúde bucal.
M.D.P.N.C.
Organização do SUS
Resumindo:
Para planejar em Saúde Pública é
necessário o conhecimento da realidade
político/administrativa/social nacional e
local, além de desenvolver habilidade em
realizar e familiarizar-se com os métodos
de diagnóstico, de planejamento e de
gestão dos sistemas.
M.D.P.N.C.
FIM
M.D.P.N.C.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Planejamento,gestão e avaliação dos serviços de saúde
Planejamento,gestão e avaliação dos serviços de saúde Planejamento,gestão e avaliação dos serviços de saúde
Planejamento,gestão e avaliação dos serviços de saúde Taciane Dias
 
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAO
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAOSISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAO
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAOJorge Samuel Lima
 
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALElyda Santos
 
2 apresentacao situacional_das_urgencias (1)
2 apresentacao situacional_das_urgencias (1)2 apresentacao situacional_das_urgencias (1)
2 apresentacao situacional_das_urgencias (1)Monica Mamedes
 
Pnab -programa nacional da Atenção básica
Pnab -programa nacional da Atenção básicaPnab -programa nacional da Atenção básica
Pnab -programa nacional da Atenção básicaJarquineide Silva
 
Reforma sanitaria e a consolidação
Reforma sanitaria e a consolidaçãoReforma sanitaria e a consolidação
Reforma sanitaria e a consolidaçãoLuanapqt
 
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER Karen Lira
 
Saúde Coletiva - 1. introdução e conceitos fundamentais
Saúde Coletiva - 1. introdução e conceitos fundamentaisSaúde Coletiva - 1. introdução e conceitos fundamentais
Saúde Coletiva - 1. introdução e conceitos fundamentaisMario Gandra
 
Aula 6 Políticas Públicas de Saúde
Aula 6 Políticas Públicas de SaúdeAula 6 Políticas Públicas de Saúde
Aula 6 Políticas Públicas de SaúdeJesiele Spindler
 
Humanização na Saúde
Humanização na SaúdeHumanização na Saúde
Humanização na SaúdeYlla Cohim
 

Mais procurados (20)

Planejamento,gestão e avaliação dos serviços de saúde
Planejamento,gestão e avaliação dos serviços de saúde Planejamento,gestão e avaliação dos serviços de saúde
Planejamento,gestão e avaliação dos serviços de saúde
 
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAO
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAOSISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAO
SISTEMA UNICO DE SAUDE - RESUMAO
 
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERALNUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
NUTRIÇÃO PARENTERAL E NUTRIÇÃO ENTERAL
 
Aula de sus
Aula de susAula de sus
Aula de sus
 
Vigilância em saúde
Vigilância em saúdeVigilância em saúde
Vigilância em saúde
 
Pnab
PnabPnab
Pnab
 
Módulo 1 - aula 2
Módulo 1 - aula 2Módulo 1 - aula 2
Módulo 1 - aula 2
 
2 apresentacao situacional_das_urgencias (1)
2 apresentacao situacional_das_urgencias (1)2 apresentacao situacional_das_urgencias (1)
2 apresentacao situacional_das_urgencias (1)
 
Módulo II - Planejamento em saúde Jorge Kayano
Módulo II - Planejamento em saúde Jorge KayanoMódulo II - Planejamento em saúde Jorge Kayano
Módulo II - Planejamento em saúde Jorge Kayano
 
Pnab -programa nacional da Atenção básica
Pnab -programa nacional da Atenção básicaPnab -programa nacional da Atenção básica
Pnab -programa nacional da Atenção básica
 
Joana_Autocuidado
Joana_AutocuidadoJoana_Autocuidado
Joana_Autocuidado
 
Atencao basica-psf (1)
Atencao basica-psf (1)Atencao basica-psf (1)
Atencao basica-psf (1)
 
Reforma sanitaria e a consolidação
Reforma sanitaria e a consolidaçãoReforma sanitaria e a consolidação
Reforma sanitaria e a consolidação
 
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
PAISM - PROGRAMA DE ATENÇÃO INTEGRAL A SAÚDE DA MULHER
 
Saúde Coletiva - 1. introdução e conceitos fundamentais
Saúde Coletiva - 1. introdução e conceitos fundamentaisSaúde Coletiva - 1. introdução e conceitos fundamentais
Saúde Coletiva - 1. introdução e conceitos fundamentais
 
Cartilha Saúde da Mulher
Cartilha Saúde da Mulher Cartilha Saúde da Mulher
Cartilha Saúde da Mulher
 
SUS - Aula
SUS - AulaSUS - Aula
SUS - Aula
 
Aula 6 Políticas Públicas de Saúde
Aula 6 Políticas Públicas de SaúdeAula 6 Políticas Públicas de Saúde
Aula 6 Políticas Públicas de Saúde
 
Nocoes de administracao
Nocoes de administracaoNocoes de administracao
Nocoes de administracao
 
Humanização na Saúde
Humanização na SaúdeHumanização na Saúde
Humanização na Saúde
 

Destaque

O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012Alinebrauna Brauna
 
17 orientação acerca dos conselhos cartilha 2
17  orientação acerca dos conselhos cartilha 217  orientação acerca dos conselhos cartilha 2
17 orientação acerca dos conselhos cartilha 2Alinebrauna Brauna
 
Crescimento das-bactrias-1217000001057374-9
Crescimento das-bactrias-1217000001057374-9Crescimento das-bactrias-1217000001057374-9
Crescimento das-bactrias-1217000001057374-9Lucas Almeida Sá
 
16 orientação acerca dos conselhos cartilha 1
16  orientação acerca dos conselhos cartilha 116  orientação acerca dos conselhos cartilha 1
16 orientação acerca dos conselhos cartilha 1Alinebrauna Brauna
 
Plano de aula parasitologia odontologia 2012-2
Plano de aula    parasitologia odontologia 2012-2Plano de aula    parasitologia odontologia 2012-2
Plano de aula parasitologia odontologia 2012-2Lucas Almeida Sá
 
Preparo classe ii amálgama 2011-2
Preparo classe ii amálgama   2011-2Preparo classe ii amálgama   2011-2
Preparo classe ii amálgama 2011-2Lucas Almeida Sá
 
Emergências em estomatologia 2011
Emergências em estomatologia 2011Emergências em estomatologia 2011
Emergências em estomatologia 2011Lucas Almeida Sá
 
óXido de zinco e eugenol para moldagem camilla bringel
óXido de zinco e eugenol para moldagem  camilla bringelóXido de zinco e eugenol para moldagem  camilla bringel
óXido de zinco e eugenol para moldagem camilla bringelCamilla Bringel
 
Farmacologia dos anestesicos locais
Farmacologia dos anestesicos locaisFarmacologia dos anestesicos locais
Farmacologia dos anestesicos locaisLucas Almeida Sá
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaLucas Almeida Sá
 
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)Adriano Alves de Aquino
 

Destaque (19)

O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012O que são conferências 21.05.2012
O que são conferências 21.05.2012
 
17 orientação acerca dos conselhos cartilha 2
17  orientação acerca dos conselhos cartilha 217  orientação acerca dos conselhos cartilha 2
17 orientação acerca dos conselhos cartilha 2
 
Crescimento das-bactrias-1217000001057374-9
Crescimento das-bactrias-1217000001057374-9Crescimento das-bactrias-1217000001057374-9
Crescimento das-bactrias-1217000001057374-9
 
Gilbert
GilbertGilbert
Gilbert
 
16 orientação acerca dos conselhos cartilha 1
16  orientação acerca dos conselhos cartilha 116  orientação acerca dos conselhos cartilha 1
16 orientação acerca dos conselhos cartilha 1
 
Plano de aula parasitologia odontologia 2012-2
Plano de aula    parasitologia odontologia 2012-2Plano de aula    parasitologia odontologia 2012-2
Plano de aula parasitologia odontologia 2012-2
 
Preparo classe ii amálgama 2011-2
Preparo classe ii amálgama   2011-2Preparo classe ii amálgama   2011-2
Preparo classe ii amálgama 2011-2
 
Slide imuno
Slide imunoSlide imuno
Slide imuno
 
Cartilha cmas
Cartilha cmasCartilha cmas
Cartilha cmas
 
Cistos orais e para orais
Cistos orais e para oraisCistos orais e para orais
Cistos orais e para orais
 
Emergências em estomatologia 2011
Emergências em estomatologia 2011Emergências em estomatologia 2011
Emergências em estomatologia 2011
 
Anatomia anestesica
Anatomia anestesicaAnatomia anestesica
Anatomia anestesica
 
Centro cirurgico
Centro cirurgicoCentro cirurgico
Centro cirurgico
 
Periodontopatia blog
Periodontopatia blogPeriodontopatia blog
Periodontopatia blog
 
Pinos anatômicos
Pinos anatômicos Pinos anatômicos
Pinos anatômicos
 
óXido de zinco e eugenol para moldagem camilla bringel
óXido de zinco e eugenol para moldagem  camilla bringelóXido de zinco e eugenol para moldagem  camilla bringel
óXido de zinco e eugenol para moldagem camilla bringel
 
Farmacologia dos anestesicos locais
Farmacologia dos anestesicos locaisFarmacologia dos anestesicos locais
Farmacologia dos anestesicos locais
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologia
 
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
Proposta para prestação de serviços de consultoria (empresa de agronegócios)
 

Semelhante a Planejamento e gestão blog

Apresentacao pacto telles
Apresentacao pacto tellesApresentacao pacto telles
Apresentacao pacto tellesKranielly
 
Livro pdf gestão pública em saúde-2
Livro pdf gestão pública em saúde-2Livro pdf gestão pública em saúde-2
Livro pdf gestão pública em saúde-2Eloi Menezes
 
Atenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúdeAtenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúdeFelipe Assan Remondi
 
Atenção Básica e seu financiamento - Heider Pinto
 Atenção Básica e seu financiamento - Heider Pinto Atenção Básica e seu financiamento - Heider Pinto
Atenção Básica e seu financiamento - Heider PintoHêider Aurélio Pinto
 
Plano municipal de saúde 2010 2013
Plano municipal de saúde 2010 2013Plano municipal de saúde 2010 2013
Plano municipal de saúde 2010 2013Iranildo Ribeiro
 
Atenção básica e financiamento heider pinto
Atenção básica e financiamento   heider pintoAtenção básica e financiamento   heider pinto
Atenção básica e financiamento heider pintoHêider Aurélio Pinto
 
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdf
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdfAula_4_-modelos_de_atenção.pdf
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdfssuser51d27c1
 
Livro pdf gestão pública em saúde 1.3
Livro pdf  gestão pública em saúde 1.3Livro pdf  gestão pública em saúde 1.3
Livro pdf gestão pública em saúde 1.3Eloi Menezes
 
Trabalho plano municipal
Trabalho plano municipalTrabalho plano municipal
Trabalho plano municipalBi_Oliveira
 
Apostila planejamento em saude
Apostila planejamento em saudeApostila planejamento em saude
Apostila planejamento em saudeDudaMendesS
 
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)apemfc
 
Planejamento e Gestão de Serviços de Saúde - Iuliana Marjory
Planejamento e Gestão de Serviços de Saúde - Iuliana MarjoryPlanejamento e Gestão de Serviços de Saúde - Iuliana Marjory
Planejamento e Gestão de Serviços de Saúde - Iuliana MarjoryIuliana Marjory
 
Projeto saúde bucal
Projeto saúde bucalProjeto saúde bucal
Projeto saúde bucalantonio sena
 
PSF PROGRAMA E SAUDE DA FAMILIA.ppt
PSF PROGRAMA E SAUDE DA FAMILIA.pptPSF PROGRAMA E SAUDE DA FAMILIA.ppt
PSF PROGRAMA E SAUDE DA FAMILIA.pptLucianaSousa469679
 
Livro pdf gestão pública em saúde - 2.2
Livro pdf gestão pública em saúde - 2.2Livro pdf gestão pública em saúde - 2.2
Livro pdf gestão pública em saúde - 2.2Eloi Menezes
 
Política de Saúde Funcional - Prof. Dr. Eduardo Santana de Araujo
Política de Saúde Funcional - Prof. Dr. Eduardo Santana de AraujoPolítica de Saúde Funcional - Prof. Dr. Eduardo Santana de Araujo
Política de Saúde Funcional - Prof. Dr. Eduardo Santana de AraujoEduardo Santana Cordeiro
 
1.manual orientacao formulacao_acoes
1.manual orientacao formulacao_acoes1.manual orientacao formulacao_acoes
1.manual orientacao formulacao_acoesRegiany Prata
 

Semelhante a Planejamento e gestão blog (20)

Apresentacao pacto telles
Apresentacao pacto tellesApresentacao pacto telles
Apresentacao pacto telles
 
Livro pdf gestão pública em saúde-2
Livro pdf gestão pública em saúde-2Livro pdf gestão pública em saúde-2
Livro pdf gestão pública em saúde-2
 
Atenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúdeAtenção básica e redes de atenção à saúde
Atenção básica e redes de atenção à saúde
 
Atenção Básica e seu financiamento - Heider Pinto
 Atenção Básica e seu financiamento - Heider Pinto Atenção Básica e seu financiamento - Heider Pinto
Atenção Básica e seu financiamento - Heider Pinto
 
Plano municipal de saúde 2010 2013
Plano municipal de saúde 2010 2013Plano municipal de saúde 2010 2013
Plano municipal de saúde 2010 2013
 
Atenção básica e financiamento heider pinto
Atenção básica e financiamento   heider pintoAtenção básica e financiamento   heider pinto
Atenção básica e financiamento heider pinto
 
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdf
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdfAula_4_-modelos_de_atenção.pdf
Aula_4_-modelos_de_atenção.pdf
 
Intervenções psicológicas em saúde pública
Intervenções psicológicas em saúde públicaIntervenções psicológicas em saúde pública
Intervenções psicológicas em saúde pública
 
Livro pdf gestão pública em saúde 1.3
Livro pdf  gestão pública em saúde 1.3Livro pdf  gestão pública em saúde 1.3
Livro pdf gestão pública em saúde 1.3
 
Humanizasus 2004
Humanizasus 2004Humanizasus 2004
Humanizasus 2004
 
Trabalho plano municipal
Trabalho plano municipalTrabalho plano municipal
Trabalho plano municipal
 
Apostila planejamento em saude
Apostila planejamento em saudeApostila planejamento em saude
Apostila planejamento em saude
 
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
 
Planejamento e Gestão de Serviços de Saúde - Iuliana Marjory
Planejamento e Gestão de Serviços de Saúde - Iuliana MarjoryPlanejamento e Gestão de Serviços de Saúde - Iuliana Marjory
Planejamento e Gestão de Serviços de Saúde - Iuliana Marjory
 
Projeto saúde bucal
Projeto saúde bucalProjeto saúde bucal
Projeto saúde bucal
 
PSF PROGRAMA E SAUDE DA FAMILIA.ppt
PSF PROGRAMA E SAUDE DA FAMILIA.pptPSF PROGRAMA E SAUDE DA FAMILIA.ppt
PSF PROGRAMA E SAUDE DA FAMILIA.ppt
 
SlidesdoPSF.ppt
SlidesdoPSF.pptSlidesdoPSF.ppt
SlidesdoPSF.ppt
 
Livro pdf gestão pública em saúde - 2.2
Livro pdf gestão pública em saúde - 2.2Livro pdf gestão pública em saúde - 2.2
Livro pdf gestão pública em saúde - 2.2
 
Política de Saúde Funcional - Prof. Dr. Eduardo Santana de Araujo
Política de Saúde Funcional - Prof. Dr. Eduardo Santana de AraujoPolítica de Saúde Funcional - Prof. Dr. Eduardo Santana de Araujo
Política de Saúde Funcional - Prof. Dr. Eduardo Santana de Araujo
 
1.manual orientacao formulacao_acoes
1.manual orientacao formulacao_acoes1.manual orientacao formulacao_acoes
1.manual orientacao formulacao_acoes
 

Mais de Lucas Almeida Sá

Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedroTécnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedroLucas Almeida Sá
 
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02Lucas Almeida Sá
 
Apostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológicaApostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológicaLucas Almeida Sá
 
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeuticaSlm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeuticaLucas Almeida Sá
 
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003Lucas Almeida Sá
 
Como escolher adequado_anestesico
Como escolher adequado_anestesicoComo escolher adequado_anestesico
Como escolher adequado_anestesicoLucas Almeida Sá
 
Anestésicos locais em odontologia uma revisão de literatura
Anestésicos locais em odontologia   uma revisão de literaturaAnestésicos locais em odontologia   uma revisão de literatura
Anestésicos locais em odontologia uma revisão de literaturaLucas Almeida Sá
 
Inteligencias multiplas copia
Inteligencias multiplas   copiaInteligencias multiplas   copia
Inteligencias multiplas copiaLucas Almeida Sá
 
Larva migrans cutânea mucosa
Larva migrans cutânea mucosaLarva migrans cutânea mucosa
Larva migrans cutânea mucosaLucas Almeida Sá
 
Aula 15 ectoparasitos ii- pulgas - odontologia - unifoa - 2012-1
Aula 15   ectoparasitos ii- pulgas - odontologia - unifoa - 2012-1Aula 15   ectoparasitos ii- pulgas - odontologia - unifoa - 2012-1
Aula 15 ectoparasitos ii- pulgas - odontologia - unifoa - 2012-1Lucas Almeida Sá
 

Mais de Lucas Almeida Sá (20)

Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedroTécnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedro
 
Imagiologia
ImagiologiaImagiologia
Imagiologia
 
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
 
Maxila
 Maxila Maxila
Maxila
 
Tecnica radiografica
Tecnica radiograficaTecnica radiografica
Tecnica radiografica
 
Apostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológicaApostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológica
 
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeuticaSlm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
 
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
 
Como escolher adequado_anestesico
Como escolher adequado_anestesicoComo escolher adequado_anestesico
Como escolher adequado_anestesico
 
Anestésicos locais em odontologia uma revisão de literatura
Anestésicos locais em odontologia   uma revisão de literaturaAnestésicos locais em odontologia   uma revisão de literatura
Anestésicos locais em odontologia uma revisão de literatura
 
Inteligencias multiplas copia
Inteligencias multiplas   copiaInteligencias multiplas   copia
Inteligencias multiplas copia
 
Identidade
IdentidadeIdentidade
Identidade
 
Grupos
GruposGrupos
Grupos
 
3 vida afetiva
3 vida afetiva3 vida afetiva
3 vida afetiva
 
Behaviorismo certo
Behaviorismo certoBehaviorismo certo
Behaviorismo certo
 
Larva migrans cutânea mucosa
Larva migrans cutânea mucosaLarva migrans cutânea mucosa
Larva migrans cutânea mucosa
 
Aula 15 ectoparasitos ii- pulgas - odontologia - unifoa - 2012-1
Aula 15   ectoparasitos ii- pulgas - odontologia - unifoa - 2012-1Aula 15   ectoparasitos ii- pulgas - odontologia - unifoa - 2012-1
Aula 15 ectoparasitos ii- pulgas - odontologia - unifoa - 2012-1
 
Parasitoses x idh
Parasitoses x idhParasitoses x idh
Parasitoses x idh
 
Historia da leishmania ii
Historia da leishmania iiHistoria da leishmania ii
Historia da leishmania ii
 
Historia da leishmania i
Historia da leishmania iHistoria da leishmania i
Historia da leishmania i
 

Planejamento e gestão blog

  • 1. Planejamento e GestãoPlanejamento e Gestão em Saúdeem Saúde Profª. Maria Dorotéa Pires Neves CuryProfª. Maria Dorotéa Pires Neves Cury
  • 2. PlanejamentoPlanejamento  Ferramenta que possibilita o alcance de um objetivo almejadoFerramenta que possibilita o alcance de um objetivo almejado  Auxilia na economia de tempo e de recursosAuxilia na economia de tempo e de recursos  Instrumento que aumenta a eficiência e a eficácia de um sistemaInstrumento que aumenta a eficiência e a eficácia de um sistema M.D.P.N.C.
  • 3. PlanejamentoPlanejamento  Exige formulação de atividades ordenadas cronologicamenteExige formulação de atividades ordenadas cronologicamente  Viabilidade da realização de tarefas planejadasViabilidade da realização de tarefas planejadas  Concebe uma mudançaConcebe uma mudança Características . M.D.P.N.C.
  • 5. PlanejarPlanejar Elaborar uma sequência de tarefas dinâmicas a serem realizadas ordenadamente, para que possamos mudar uma realidade futura, em um espaço de tempo pré-determinado. Eficácia M.D.P.N.C. Eficiência
  • 6. PlanejamentoPlanejamento Não é algo absoluto e auto suficiente para se alcançar um objetivo. M.D.P.N.C.
  • 7. GESTÃOGESTÃO Monitoramento Gerir = acompanhar, avaliar e modificar atividades durante a execução de um processo de produção, pensando-se na estabilidade do sistema. M.D.P.N.C.
  • 8. Alice: “ Qual o caminho para sair daqui?” Gato: “ Isso depende muito do lugar para onde você quer ir” Alice: “ Não me importa muito onde” Gato: “ Nesse caso, não importa por qual caminho você vá”. M.D.P.N.C.
  • 9. Planejar em Saúde Pública Utilizar todos os princípios dos conceitos de planejamento para realizar as atividades necessárias para atingir os objetivos capazes de solucionar os problemas de Saúde Pública em determinado território, levando em conta todos os obstáculos a serem vencidos e os recursos necessários para tal. M.D.P.N.C.
  • 10. Gerir em Saúde Pública Administrar a situação do sistema de saúde de um determinado território, visando a manutenção de sua estabilidade, podendo-se direcionar o sistema a um objetivo definido. M.D.P.N.C.
  • 11. Planejadores • Usuários do Sistema • Servidores Públicos • Secretários • Coordenadores • Prefeitos • Profissionais de saúde ( rede pública) • Profissionais de saúde ( rede privada) • Pessoas ou entidades envolvidas no sistema ATORES SOCIAIS M.D.P.N.C.
  • 12. Atores Sociais Componentes ( pessoas ou entidades ) da sociedade, aonde é realizado o planejamento em saúde pública, que fazem ou não, parte do sistema público de saúde. M.D.P.N.C.
  • 13. Território Local onde se dá o processo de vida da comunidade e a interação entre os atores sociais com qualificações sociais, econômicas, culturais, políticas, epidemiológicas e históricas distintas. M.D.P.N.C.
  • 14. Situação Atual do Setor Saúde no Contexto da Realidade Nacional Ponto de Partida Situação atual de saúde no território em que atua M.D.P.N.C.
  • 15. Organização do SUS Constituição de 1988 Idéias modernas e difundidas internacionalmente Descentralização com municipalização Participação da sociedade nas decisões Universalização ao acesso aos serviços de saúde Equidade e igualdade Hierarquização de tarefas Prioridade à prevenção M.D.P.N.C.
  • 16. Organização do SUS Descentralização com autonomia para os pequenos centros “ A Saúde é direito de todos e dever do Estado” Acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação. M.D.P.N.C.
  • 17. Organização do SUS Lei 8.090/90: “universalidade de acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência” “a integralidade da assistência” “ igualdade da assistência à saúde, sem preconceitos ou privilégios de qualquer espécie” M.D.P.N.C.
  • 18. Organização do SUS Lei Federal 8.142/90: “participação dos cidadãos, através de suas entidades representativas, do processo de formulação das políticas de saúde e do controle de sua execução, em todos os níveis, desde o local até o federal.” M.D.P.N.C.
  • 19. Organização do SUS Obstáculos Escassez de recursos, principalmente financeiro, mas também humano e físico, fazendo com que a falta de financiamento para o setor impeça o desempenho do sistema teoricamente tão bem planejado. Administração pobre, com desperdícios dos recursos já escassos e ineficiente na promoção de saúde pública. M.D.P.N.C.
  • 20. Organização do SUS Problemas gerais Altos índices de doenças em determinadas regiões Clientelismo e o corporativismo dos profissionais de saúde Interesses políticos particulares, não visando promoção igualitária de saúde Formação de profissionais voltados ao atendimento privado M.D.P.N.C.
  • 21. Organização do SUS Problemas odontológicos Pouca reivindicação por atendimento em saúde bucal Falta de recursos humanos especializados em saúde bucal coletiva Falta de fluoretação de águas em muitos territórios Baixo consumo de escovas dentais, com consumo de creme dental alto Os programas que visam resolver os problemas de saúde bucal no país são poucos, com poucas equipes de saúde bucal inseridas no PSF Grande demanda de atendimento odontológico nas Unidades do SUS
  • 22. Organização do SUS Política de Saúde Bucal no Brasil Há alguns anos atrás : 2 tipos de atendimentos Preventivo: atendia apenas crianças em idade escolar Curativo emergencial: direcionado a toda a população. Considerado mutilador, por eleger, na maioria das vezes exodontias.
  • 23. Organização do SUS Organização dos municípios Atenção primária: Complexidade baixa Atenção Secundária: Complexidade média Atenção Terciária: Complexidade alta M.D.P.N.C.
  • 24. Organização do SUS Atenção primária Aplicação de flúor e profilaxias Orientação de higiene bucal Restaurações e exodontias simples M.D.P.N.C.
  • 25. Organização do SUS Atenção secundária Endodontias Radiologia Cirurgias de complexidade média Grandes restaurações Procedimentos periodontais avançados M.D.P.N.C.
  • 26. Organização do SUS Atenção terciária Redução de fraturas bucofaciais Outras cirurgias e procedimentos maiores M.D.P.N.C.
  • 27. Organização do SUS Atenção à saúde bucal e o planejamento Considerar: Saúde Bucal faz parte da Saúde Sistêmica M.D.P.N.C.
  • 28. Organização do SUS Atenção à saúde bucal e o planejamento Assistência Odontológica: Conjunto de procedimentos clínico-cirúrgicos dirigidos a consumidores individuais, doentes ou não. Atenção à Saúde Bucal: Conjunto de ações que, incluindo a assistência odontológica individual, não se esgota nela, buscando atingir grupos populacionais através de ações de alcance coletivo com o objetivo de manter a saúde bucal. M.D.P.N.C.
  • 29. Organização do SUS Resumindo: Para planejar em Saúde Pública é necessário o conhecimento da realidade político/administrativa/social nacional e local, além de desenvolver habilidade em realizar e familiarizar-se com os métodos de diagnóstico, de planejamento e de gestão dos sistemas. M.D.P.N.C.