Processamento antigênico-Células apresentadoras de antígenos
Processamento antigênico <ul><li>Reconhecimento do antígeno estranho pelos linf. T requer que o peptídeo derivado do antíg...
Reconhecimento antigênico restrito pelo MHC
 
Demonstração experimental que o processamento do antígeno é necessário para a ativação das células Th
Ativação dos linfócitos T requer dois sinais independentes
Os principais sinais co-estimulatórios expressos nas APC são as moléculas B-7 que se ligam à proteina CD28
Células Apresentadoras de Antígeno (APC)
Evidência para duas vias de processamento e apresentação
Antígenos endógenos: A via citosólica
Via citosólica
Montagem e estabilização da molécula MHC classe I
Antígenos Exógenos: Via endocítica <ul><li>Células apresentadoras de antígeno podem internalizar o antígeno por fagocitose...
Produção de peptídeos antigênicos na via de processamento endocítica
Agrupamento das moléculas de MHC classe II
Modelos da via de apresentação do antígeno
Apresentação de Antígenos Bacterianos Não-Peptídicos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Processamento antigênico células apresentadoras de antígenos

26.222 visualizações

Publicada em

Aula teória Imunologia ICS 045 - Processamento antigênico células apresentadoras de antígenos

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
26.222
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
373
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
281
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Processamento antigênico células apresentadoras de antígenos

  1. 1. Processamento antigênico-Células apresentadoras de antígenos
  2. 2. Processamento antigênico <ul><li>Reconhecimento do antígeno estranho pelos linf. T requer que o peptídeo derivado do antígeno seja apresentado na fenda das moléculas MHC cl I ou II. </li></ul><ul><li>Formação dos complexos peptídeo-MHC requer que o antígeno seja degradado em peptídeos, por uma seqüência de eventos denominada de processamento antigênico </li></ul><ul><li>Os peptídeos degradados associam-se as moléculas do MHC no interior das células e os complexos MHC-peptídeos são transportados para a membrana, onde são apresentados ( apresentação de antígenos ) </li></ul>
  3. 3. Reconhecimento antigênico restrito pelo MHC
  4. 5. Demonstração experimental que o processamento do antígeno é necessário para a ativação das células Th
  5. 6. Ativação dos linfócitos T requer dois sinais independentes
  6. 7. Os principais sinais co-estimulatórios expressos nas APC são as moléculas B-7 que se ligam à proteina CD28
  7. 8. Células Apresentadoras de Antígeno (APC)
  8. 9. Evidência para duas vias de processamento e apresentação
  9. 10. Antígenos endógenos: A via citosólica
  10. 11. Via citosólica
  11. 12. Montagem e estabilização da molécula MHC classe I
  12. 13. Antígenos Exógenos: Via endocítica <ul><li>Células apresentadoras de antígeno podem internalizar o antígeno por fagocitose, endocitose ou ambas. </li></ul><ul><li>Os Macrófagos internalizam o antígeno por ambos os processos, enquanto que a maioria das APC não é fagocítica ou é pobremente fagocítica e , assim, internaliza o antígeno exógeno somente por endocitose </li></ul>
  13. 14. Produção de peptídeos antigênicos na via de processamento endocítica
  14. 15. Agrupamento das moléculas de MHC classe II
  15. 16. Modelos da via de apresentação do antígeno
  16. 17. Apresentação de Antígenos Bacterianos Não-Peptídicos

×