Cartilha estresse

2.576 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.576
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
76
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartilha estresse

  1. 1. Estresse sob controleCuidar da saúde é umaatitude para toda a vida.
  2. 2. Dicas Para desativar os fatores de risco para o estresse • Não antecipe os fatos. Procure preocupar-se com aquilo que é real. • Prepare-se para viver plenamente o dia de hoje, eliminando os problemas atuais para enfrentar o amanhã com mais serenidade e sabedoria. • Fuja das situações desgastantes, como supermercado em dia de pagamento, entregas em cima do prazo ou horário de pico no trânsito. • Diante de qualquer dificuldade, pense com praticidade: de que forma posso lidar com a situação atual? Quais são as alternativas que eu tenho? Existe algum caminho mais fácil para resolverBom ou mau, conforme a medida essa questão? • Distancie-se um pouco dos problemas, tentando observar asO estresse não é apenas uma reação, mas, sim, uma cadeia de coisas sob outros pontos de vista.reações com a função de adaptar nosso organismo a uma condição • Seja realista. Fazer as coisas sem pressa e construir uma série deque, de algum modo, exija uma tomada de decisão rápida, pequenas expectativas que você possa cumprir são medidas que se mostram muito mais gratificantes do que estabelecer metasgeralmente ligada à sobrevivência. Na prática, nosso organismo se difíceis e, depois, desistir no caminho.põe em estado de alerta, preparando-se para o ataque ou para a • Confie em suas decisões. Se você se sente bem é porque está nofuga. Na medida certa, portanto, o estresse é favorável, pois nos faz caminho certo.produtivos e motivados. Por outro lado, em dosagem maior, pode • Concentre-se na solução dos problemas, e não nos problemas.causar problemas de saúde, já que esse alerta vem acompanhado • Lembre-se de suas conquistas e de seus sucessos. Reconheçade sintomas como suor intenso, dor de cabeça, insônia e ansiedade, como tudo que você conseguiu contribui agora para sua vida.entre outros. O desafio está em reconhecer, controlar e utilizar o Valorize-se!estresse a nosso favor. Para que isso ocorra, no entanto, é necessário • Tenha consciência de seu corpo. É essencial saber identificar quando os sinais do estresse aparecem.aprender a identificar os fatores que o desencadeiam por meio da • Cuide de sua alimentação, evitando ficar longos períodos semauto-observação e do autoconhecimento. comer, e pratique atividade física regularmente. • Ao se sentir infeliz, incapaz ou doente, peça ajuda a um amigo, consulte um médico ou procure orientação de algum profissional especializado. Não espere chegar à exaustão, que é o mais alto nível de estresse. Fonte: Fleury Medicina e Saúde
  3. 3. Vilões reais e imaginários Boas novas Você já parou para pensar a respeito do que o estressa? Existem Embora o estresse esteja mais associado a fatos negativos, os situações externas que nos desestruturam, como o trânsito. Outras, acontecimentos positivos também são potencialmente capazes de porém, são criadas por nós mesmos e vão do medo de assalto à nos estressar. Pense bem. A iminência de uma festa, de uma viagem ideia de que não podemos errar ou de que precisamos da aprovação ou de uma promoção no trabalho pode causar um verdadeiro do outro para sermos felizes. Esses medos são imaginários, frutos estado de alerta dentro do organismo. Dessa forma, precisamos de crenças e valores, da nossa própria personalidade e de todo um aprender a reconhecer as mensagens que nosso corpo emite a aprendizado que adquirimos ao longo da vida. toda hora e tomar as providências mais adequadas para evitar as doenças (veja dicas). Quando a situação é real, não temos controle sobre ela, mas podemos evitá-la. Para fugir do engarrafamento, por exemplo, muitas vezes basta sair de casa mais cedo ou mudar o trajeto até o trabalho. Mais saúde e menos sofrimento Quando, porém, o problema está apenas em nossa imaginação,Bom ou mau, conforme a medida devemos afastar os pensamentos negativos que nos preocupam, Estudos mostram que indivíduos menos controladores e mais flexíveis tomar consciência de que o desgaste provém de algo que não está diante das mudanças apresentam maior resistência ao estresse. AO estresse não é apenas uma reação, mas, sim, uma cadeia de efetivamente acontecendo e rever a forma como interpretamos os boa notícia é que todos nós podemos desenvolver um modo maisreações com a função de adaptar nosso organismo a uma condição fatos. A ideia é ocupar nosso espaço mental apenas com aquilo que saudável e menos negativo de viver as diferentes circunstâncias queque, de algum modo, exija uma tomada de decisão rápida, é presente e real. nos desgastam. O primeiro passo é querer. Você está disposto?geralmente ligada à sobrevivência. Na prática, nosso organismo sepõe em estado de alerta, preparando-se para o ataque ou para afuga. Na medida certa, portanto, o estresse é favorável, pois nos fazprodutivos e motivados. Por outro lado, em dosagem maior, podecausar problemas de saúde, já que esse alerta vem acompanhadode sintomas como suor intenso, dor de cabeça, insônia e ansiedade,entre outros. O desafio está em reconhecer, controlar e utilizar oestresse a nosso favor. Para que isso ocorra, no entanto, é necessárioaprender a identificar os fatores que o desencadeiam por meio daauto-observação e do autoconhecimento.
  4. 4. www.bradescosaude.com.br

×