Cartilha saude homem

4.714 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.714
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cartilha saude homem

  1. 1. Saúde do homemCuidar da saúde é umaatitude para toda a vida.
  2. 2. Dicas Para manter a força e a vitalidade • Pratique atividade física regularmente e mantenha uma dieta à base de vegetais e carnes magras, limitando o consumo de gordura animal. • Inclua o tomate e a soja na sua dieta, pois eles podem ajudar você na prevenção do câncer de próstata. • Não tome remédios para disfunção erétil nem use testosterona sem conhecimento de um médico.Para a manutenção de sua qualidade de vida, • A partir dos 45 anos, consulte anualmente um urologista paraa população masculina também deve contar com fazer o exame clínico da próstata e a dosagem de PSA. Secuidados médicos especiais. Vale a pena. houver casos de câncer nessa glândula em sua família, comece o rastreamento aos 40 anos de idade.Por conta da potência sexual Fonte: Fleury Medicina e SaúdeDe acordo com a literatura médica, até 50% dos homens apresentamalgum grau de disfunção sexual erétil, ou seja, de dificuldadepara obter e manter uma ereção de qualidade para o ato sexual.As causas mais comuns da condição incluem as manifestaçõespsíquicas, quase sempre relacionadas com o estresse e com maushábitos como o tabagismo, o consumo excessivo de álcool, o usode drogas e a falta de atividade física regular. Contudo, há fatoresorgânicos diretamente responsáveis pelos problemas de ereção,a exemplo de diabetes, pressão alta, colesterol elevado, doençasde coração, depressão e deficiência hormonal masculina. O fatoé que a impotência sexual pode ser, às vezes, a manifestação deum transtorno mais complexo. Por isso, é fundamental passar pelaavaliação de um urologista antes de cair na tentação de tomaralgum remédio sem prescrição.
  3. 3. Cerco apertado ao câncer Às voltas com os hormônios O câncer de próstata é a quinta causa de morte na população Apesar de o homem não sofrer uma interrupção na produção dos masculina. Felizmente, tem boas possibilidades de cura quando hormônios sexuais, como ocorre com a mulher na menopausa, a diagnosticado e tratado precocemente, numa fase em que não população masculina pode ter, ao longo dos anos, um déficit lento produz sinais clínicos. Por essa razão, todo homem a partir dos e contínuo da testosterona, o hormônio que confere ao indivíduo as 45 anos deve consultar anualmente um urologista para avaliar a características masculinizantes e que responde, entre outras coisas, saúde da próstata e descartar alterações sugestivas de um tumor pela regulação do desejo sexual – é a deficiência androgênica do em fase inicial. Na prática, esse checkup requer um exame clínico envelhecimento masculino. Como os níveis normais dessa substância de toque retal e a dosagem do antígeno prostático específico, ou variam de um homem para outro, o quadro de déficit de testosterona PSA, uma substância associada ao aumento do volume da próstata, fica caracterizado quando se observam, além de valores muito baixosPara a manutenção de sua qualidade de vida, nem sempre associada ao câncer (veja box). Além da consulta do hormônio, sintomas como redução do apetite sexual, problemasa população masculina também deve contar com ao urologista, a dieta pode ter algum papel na prevenção desse de ereção, depressão, irritabilidade, dificuldade de concentração,cuidados médicos especiais. Vale a pena. tumor, em particular a redução na ingestão de gordura animal e o distúrbios do sono, ganho de peso e perda de massa óssea e consumo de alimentos como tomate, soja, castanha-do-pará, chá muscular. A reposição do hormônio pode ser feita de várias formas,Por conta da potência sexual verde e vinho tinto – este último com moderação. mas se constitui ainda numa conduta polêmica, uma vez que, apesar dos benefícios que oferece, traz alguns riscos para a saúde. EssaDe acordo com a literatura médica, até 50% dos homens apresentam opção, portanto, requer uma dose farta de esclarecimento e umaalgum grau de disfunção sexual erétil, ou seja, de dificuldade relação de muita confiança entre médico e paciente.para obter e manter uma ereção de qualidade para o ato sexual.As causas mais comuns da condição incluem as manifestaçõespsíquicas, quase sempre relacionadas com o estresse e com maushábitos como o tabagismo, o consumo excessivo de álcool, o uso Aumento da próstata nãode drogas e a falta de atividade física regular. Contudo, há fatores é sinônimo de câncerorgânicos diretamente responsáveis pelos problemas de ereção,a exemplo de diabetes, pressão alta, colesterol elevado, doenças A maioria dos homens apresenta um certo grau de crescimentode coração, depressão e deficiência hormonal masculina. O fato da próstata, especialmente a partir dos 70 anos. Esse aumentoé que a impotência sexual pode ser, às vezes, a manifestação de geralmente é benigno, mas pode comprimir a uretra, o canalum transtorno mais complexo. Por isso, é fundamental passar pela de saída da urina, e alterar a dinâmica da bexiga, causandoavaliação de um urologista antes de cair na tentação de tomar dificuldade ou urgência para urinar, hesitação para iniciar aalgum remédio sem prescrição. micção, jato de urina mais fino e fraco, retenção urinária e grande número de micções. É bom saber que nem sempre o tamanho da glândula tem a ver com a intensidade desses sintomas, tampouco exige tratamentos complicados.
  4. 4. www.bradescosaude.com.br

×