SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Propriedades físicas e químicas dos materiais
Que propriedades podemos referir para um material?
As substâncias apresentam diversas propriedades como cor, brilho,
estado físico, dureza,…
Por exemplo:
O cobre é uma substância sólida,
castanho--avermelhada, com brilho, boa
condutora do calor e da corrente eléctrica.
A grafite é uma substância sólida,
cinzenta, sem brilho, risca facilmente
o papel e é boa condutora da corrente
eléctrica.
O sulfato de cobre(II) hidratado é uma
substância sólida, azul, solúvel em água
e insolúvel em álcool etílico (etanol).
 As substâncias têm propriedades características; são estas
propriedades que permitem distingui-las umas das outras.
 As propriedades características de uma substância podem ser:
 Propriedades físicas
 Propriedades químicas

Propriedades
características

Propriedades físicas…
relacionam-se com transformações
físicas; a substância continua a ser
a mesma.
Propriedades químicas…
relacionam-se com transformações
químicas; formam-se novas
substâncias.
Por exemplo:
A grafite é mole – propriedade física

O magnésio arde na presença do
oxigénio – propriedade química
Que propriedades físicas podem identificar uma substância?
As propriedades físicas características de uma substância, mais facilmente
detectáveis, são:
 massa volúmica;
 temperatura de fusão ou ponto de fusão;
 temperatura de ebulição ou ponto de ebulição.

 Massa volúmica de uma substância

Os três cubos, um de alumínio, outro de cobre e outro de chumbo, todos com
1 cm3 de volume (a 20 ºC), têm massas diferentes:
 O cubo de alumínio tem a massa de 2,7 g
 O cubo de cobre tem a massa de 8,9 g
 O cubo de chumbo tem a massa de 11,4 g
Como volumes iguais de alumínio, cobre e chumbo têm massas diferentes,
dizemos que as suas massas volúmicas são diferentes.
Que propriedades físicas podem identificar uma substância?
As propriedades físicas características de uma
substância, mais facilmente detectáveis, são:


massa volúmica;



temperatura de fusão ou ponto de fusão;



temperatura de ebulição ou ponto de ebulição.
Massa volúmica de uma substância

Os três cubos, um de alumínio, outro de cobre e outro de chumbo,
todos com 1 cm3 de volume (a 20 ºC), têm massas diferentes:


O cubo de alumínio tem a massa de 2,7 g



O cubo de cobre tem a massa de 8,9 g



O cubo de chumbo tem a massa de 11,4 g

Como volumes iguais de alumínio, cobre e chumbo têm massas
diferentes, dizemos que as suas massas volúmicas são diferentes.
Como determinar a massa volúmica de uma substância?

 A massa volúmica (ρ) de uma substância é igual à razão
entre a massa (m) de substância e o volume (V) que ocupa:

Massa volúmica

massa
=
volume

ou

m
ρ=
V

 Cada substância tem um valor característico para a
sua massa volúmica, a uma dada temperatura.
Por exemplo:
ρalumínio = 2,7 g/cm3 ;

ρcobre = 8,9 g/cm3 ;

ρchumbo = 11,4 g/cm3 ;

O chumbo tem massa volúmica superior à do cobre
e este tem massa volúmica superior à do alumínio.
No dia-a-dia dizemos que:
O chumbo é mais denso do que o cobre e que este é
mais denso do que o alumínio.
Aprendi que…

 Os materiais apresentam propriedades físicas e químicas.
 As substâncias têm propriedades características que permitem
distingui-las umas das outras.
 As propriedades características podem ser físicas e químicas.
 A massa volúmica é uma propriedade física característica da
substância, a uma dada temperatura.
 A massa volúmica de uma substância é igual à razão entre a massa
da substância e o volume que ocupa:
Massa volúmica =

massa
volume
Aprendi que…

 Os materiais apresentam propriedades físicas e químicas.
 As substâncias têm propriedades características que permitem
distingui-las umas das outras.
 As propriedades características podem ser físicas e químicas.
 A massa volúmica é uma propriedade física característica da
substância, a uma dada temperatura.
 A massa volúmica de uma substância é igual à razão entre a massa
da substância e o volume que ocupa:
Massa volúmica =

massa
volume

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

01. substâncias e misturas
01. substâncias e misturas01. substâncias e misturas
01. substâncias e misturas
 
Substância e mistura 9º ano
Substância e mistura 9º anoSubstância e mistura 9º ano
Substância e mistura 9º ano
 
O átomo
O átomoO átomo
O átomo
 
Biomoleculas
Biomoleculas Biomoleculas
Biomoleculas
 
Tabela Periodica
Tabela PeriodicaTabela Periodica
Tabela Periodica
 
Reações Químicas
Reações QuímicasReações Químicas
Reações Químicas
 
Transformações químicas da matéria
Transformações químicas da matériaTransformações químicas da matéria
Transformações químicas da matéria
 
Aula relações ecológicas
Aula relações ecológicasAula relações ecológicas
Aula relações ecológicas
 
Transformações Químicas
Transformações QuímicasTransformações Químicas
Transformações Químicas
 
Aula ecologia.
Aula ecologia.Aula ecologia.
Aula ecologia.
 
Aula elementos químicos
Aula elementos químicosAula elementos químicos
Aula elementos químicos
 
Propriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - QuímicaPropriedades da Matéria - Química
Propriedades da Matéria - Química
 
Aula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódicaAula sobre tabela periódica
Aula sobre tabela periódica
 
Reações químicas ppt
Reações químicas pptReações químicas ppt
Reações químicas ppt
 
MATÉRIA E SUAS TRANSFORMAÇÕES- 1 ANO.pptx
MATÉRIA E SUAS TRANSFORMAÇÕES- 1 ANO.pptxMATÉRIA E SUAS TRANSFORMAÇÕES- 1 ANO.pptx
MATÉRIA E SUAS TRANSFORMAÇÕES- 1 ANO.pptx
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
 
Tranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicasTranformações fisicas e quimicas
Tranformações fisicas e quimicas
 
Isomeria
IsomeriaIsomeria
Isomeria
 
Aula termoquímica
Aula termoquímicaAula termoquímica
Aula termoquímica
 
Estados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise MeyerEstados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
 

Semelhante a Propriedades fisicas e quimicas

Resumo classificação, propriedades e transformações da matéria
Resumo   classificação, propriedades e transformações da matériaResumo   classificação, propriedades e transformações da matéria
Resumo classificação, propriedades e transformações da matériaProfª Alda Ernestina
 
Intera e grandezas
Intera e grandezasIntera e grandezas
Intera e grandezascon_seguir
 
Propriedades físicas e químicas das substâncias
Propriedades físicas e químicas das substânciasPropriedades físicas e químicas das substâncias
Propriedades físicas e químicas das substânciasnelsonesim
 
CFQ: Propriedades físicas e químicas das substâncias
CFQ: Propriedades físicas e químicas das substânciasCFQ: Propriedades físicas e químicas das substâncias
CFQ: Propriedades físicas e químicas das substânciasnelsonesim
 
CFQ: Propriedades das Substancias
CFQ: Propriedades das SubstanciasCFQ: Propriedades das Substancias
CFQ: Propriedades das Substancias7F
 
CFQ: Propriedades Físicas e Químicas das Substâncias
CFQ: Propriedades Físicas e Químicas das SubstânciasCFQ: Propriedades Físicas e Químicas das Substâncias
CFQ: Propriedades Físicas e Químicas das Substâncias7F
 
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfQuímica Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfphvs120
 
PRIMEIRA VISÃO DA QUÍMICA
PRIMEIRA VISÃO DA QUÍMICAPRIMEIRA VISÃO DA QUÍMICA
PRIMEIRA VISÃO DA QUÍMICAMarcos França
 
Aula 08 de ciências naturais e suas tecnologias
Aula 08 de ciências naturais e suas tecnologiasAula 08 de ciências naturais e suas tecnologias
Aula 08 de ciências naturais e suas tecnologiasHomero Alves de Lima
 
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏Daniele Lino
 
Aula 1 a 4 - Audla sobre matéria - quimica
Aula 1 a 4 - Audla sobre matéria - quimicaAula 1 a 4 - Audla sobre matéria - quimica
Aula 1 a 4 - Audla sobre matéria - quimicaayanakarine1
 
Classificação e Propriedades da Matéria
Classificação e Propriedades da MatériaClassificação e Propriedades da Matéria
Classificação e Propriedades da MatériaFábio Oisiovici
 
Propriedades dos materiais
Propriedades dos materiaisPropriedades dos materiais
Propriedades dos materiaisPublicaTUDO
 
Noções básicas de química inorgânica
Noções básicas de química inorgânicaNoções básicas de química inorgânica
Noções básicas de química inorgânicacmdantasba
 
Estudo da matéria
Estudo da matériaEstudo da matéria
Estudo da matériaDalu Barreto
 

Semelhante a Propriedades fisicas e quimicas (20)

Propriedades gerais da materia
Propriedades gerais da materiaPropriedades gerais da materia
Propriedades gerais da materia
 
Resumo classificação, propriedades e transformações da matéria
Resumo   classificação, propriedades e transformações da matériaResumo   classificação, propriedades e transformações da matéria
Resumo classificação, propriedades e transformações da matéria
 
Intera e grandezas
Intera e grandezasIntera e grandezas
Intera e grandezas
 
Propriedades da Matéria.pptx
Propriedades da Matéria.pptxPropriedades da Matéria.pptx
Propriedades da Matéria.pptx
 
Propriedades físicas e químicas das substâncias
Propriedades físicas e químicas das substânciasPropriedades físicas e químicas das substâncias
Propriedades físicas e químicas das substâncias
 
CFQ: Propriedades físicas e químicas das substâncias
CFQ: Propriedades físicas e químicas das substânciasCFQ: Propriedades físicas e químicas das substâncias
CFQ: Propriedades físicas e químicas das substâncias
 
CFQ: Propriedades das Substancias
CFQ: Propriedades das SubstanciasCFQ: Propriedades das Substancias
CFQ: Propriedades das Substancias
 
CFQ: Propriedades Físicas e Químicas das Substâncias
CFQ: Propriedades Físicas e Químicas das SubstânciasCFQ: Propriedades Físicas e Químicas das Substâncias
CFQ: Propriedades Físicas e Químicas das Substâncias
 
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdfQuímica Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
Química Geral - Aula 1 - Introdução.pdf
 
PRIMEIRA VISÃO DA QUÍMICA
PRIMEIRA VISÃO DA QUÍMICAPRIMEIRA VISÃO DA QUÍMICA
PRIMEIRA VISÃO DA QUÍMICA
 
Aula 08 de ciências naturais e suas tecnologias
Aula 08 de ciências naturais e suas tecnologiasAula 08 de ciências naturais e suas tecnologias
Aula 08 de ciências naturais e suas tecnologias
 
Atomistica
AtomisticaAtomistica
Atomistica
 
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
Aulas de Química Carlinho - Slides.‏
 
Aula 1 a 4 - Audla sobre matéria - quimica
Aula 1 a 4 - Audla sobre matéria - quimicaAula 1 a 4 - Audla sobre matéria - quimica
Aula 1 a 4 - Audla sobre matéria - quimica
 
Relatorio
RelatorioRelatorio
Relatorio
 
Classificação e Propriedades da Matéria
Classificação e Propriedades da MatériaClassificação e Propriedades da Matéria
Classificação e Propriedades da Matéria
 
Materiais
MateriaisMateriais
Materiais
 
Propriedades dos materiais
Propriedades dos materiaisPropriedades dos materiais
Propriedades dos materiais
 
Noções básicas de química inorgânica
Noções básicas de química inorgânicaNoções básicas de química inorgânica
Noções básicas de química inorgânica
 
Estudo da matéria
Estudo da matériaEstudo da matéria
Estudo da matéria
 

Mais de Isadora Girio

Aula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energiaAula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energiaIsadora Girio
 
Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
Aula 12   como analisar os componentes e temperatura de uma estrelaAula 12   como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrelaIsadora Girio
 
Metais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentosMetais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentosIsadora Girio
 
Grupos tabela periódica
Grupos tabela periódicaGrupos tabela periódica
Grupos tabela periódicaIsadora Girio
 
Historia tabela periódica
Historia tabela periódicaHistoria tabela periódica
Historia tabela periódicaIsadora Girio
 
áTomos e sua representação final
áTomos e sua representação finaláTomos e sua representação final
áTomos e sua representação finalIsadora Girio
 
Estado gasoso pressão de um gás
Estado gasoso  pressão de um gásEstado gasoso  pressão de um gás
Estado gasoso pressão de um gásIsadora Girio
 
Cinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matériaCinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matériaIsadora Girio
 
Velocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção químicaVelocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção químicaIsadora Girio
 
Vários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completasVários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completasIsadora Girio
 
Cálculo do rendimento
Cálculo do rendimentoCálculo do rendimento
Cálculo do rendimentoIsadora Girio
 
Reacções quimicas parte b
Reacções quimicas  parte bReacções quimicas  parte b
Reacções quimicas parte bIsadora Girio
 
Equações químicas
Equações químicasEquações químicas
Equações químicasIsadora Girio
 
Dispersões, o que são
Dispersões, o que sãoDispersões, o que são
Dispersões, o que sãoIsadora Girio
 
Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2Isadora Girio
 
Substâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasSubstâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasIsadora Girio
 

Mais de Isadora Girio (20)

Aula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energiaAula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energia
 
Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
Aula 12   como analisar os componentes e temperatura de uma estrelaAula 12   como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
 
Metais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentosMetais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentos
 
Grupos tabela periódica
Grupos tabela periódicaGrupos tabela periódica
Grupos tabela periódica
 
Historia tabela periódica
Historia tabela periódicaHistoria tabela periódica
Historia tabela periódica
 
Iões final
Iões finalIões final
Iões final
 
áTomos e sua representação final
áTomos e sua representação finaláTomos e sua representação final
áTomos e sua representação final
 
Estado gasoso pressão de um gás
Estado gasoso  pressão de um gásEstado gasoso  pressão de um gás
Estado gasoso pressão de um gás
 
Cinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matériaCinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matéria
 
Velocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção químicaVelocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção química
 
Vários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completasVários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completas
 
Cálculo do rendimento
Cálculo do rendimentoCálculo do rendimento
Cálculo do rendimento
 
Reacções quimicas parte b
Reacções quimicas  parte bReacções quimicas  parte b
Reacções quimicas parte b
 
Equações químicas
Equações químicasEquações químicas
Equações químicas
 
Dispersões, o que são
Dispersões, o que sãoDispersões, o que são
Dispersões, o que são
 
Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2
 
Substâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasSubstâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substâncias
 
2ª lei de newton
2ª lei de newton2ª lei de newton
2ª lei de newton
 
3ª lei de newton
3ª lei de newton3ª lei de newton
3ª lei de newton
 
1ª lei de newton
1ª lei de newton1ª lei de newton
1ª lei de newton
 

Último

Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalErikOliveira40
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 

Último (20)

Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 

Propriedades fisicas e quimicas

  • 1. Propriedades físicas e químicas dos materiais Que propriedades podemos referir para um material? As substâncias apresentam diversas propriedades como cor, brilho, estado físico, dureza,… Por exemplo: O cobre é uma substância sólida, castanho--avermelhada, com brilho, boa condutora do calor e da corrente eléctrica. A grafite é uma substância sólida, cinzenta, sem brilho, risca facilmente o papel e é boa condutora da corrente eléctrica. O sulfato de cobre(II) hidratado é uma substância sólida, azul, solúvel em água e insolúvel em álcool etílico (etanol).
  • 2.  As substâncias têm propriedades características; são estas propriedades que permitem distingui-las umas das outras.  As propriedades características de uma substância podem ser:  Propriedades físicas  Propriedades químicas Propriedades características Propriedades físicas… relacionam-se com transformações físicas; a substância continua a ser a mesma. Propriedades químicas… relacionam-se com transformações químicas; formam-se novas substâncias.
  • 3. Por exemplo: A grafite é mole – propriedade física O magnésio arde na presença do oxigénio – propriedade química
  • 4. Que propriedades físicas podem identificar uma substância? As propriedades físicas características de uma substância, mais facilmente detectáveis, são:  massa volúmica;  temperatura de fusão ou ponto de fusão;  temperatura de ebulição ou ponto de ebulição.  Massa volúmica de uma substância Os três cubos, um de alumínio, outro de cobre e outro de chumbo, todos com 1 cm3 de volume (a 20 ºC), têm massas diferentes:  O cubo de alumínio tem a massa de 2,7 g  O cubo de cobre tem a massa de 8,9 g  O cubo de chumbo tem a massa de 11,4 g Como volumes iguais de alumínio, cobre e chumbo têm massas diferentes, dizemos que as suas massas volúmicas são diferentes.
  • 5. Que propriedades físicas podem identificar uma substância? As propriedades físicas características de uma substância, mais facilmente detectáveis, são:  massa volúmica;  temperatura de fusão ou ponto de fusão;  temperatura de ebulição ou ponto de ebulição.
  • 6. Massa volúmica de uma substância Os três cubos, um de alumínio, outro de cobre e outro de chumbo, todos com 1 cm3 de volume (a 20 ºC), têm massas diferentes:  O cubo de alumínio tem a massa de 2,7 g  O cubo de cobre tem a massa de 8,9 g  O cubo de chumbo tem a massa de 11,4 g Como volumes iguais de alumínio, cobre e chumbo têm massas diferentes, dizemos que as suas massas volúmicas são diferentes.
  • 7. Como determinar a massa volúmica de uma substância?  A massa volúmica (ρ) de uma substância é igual à razão entre a massa (m) de substância e o volume (V) que ocupa: Massa volúmica massa = volume ou m ρ= V  Cada substância tem um valor característico para a sua massa volúmica, a uma dada temperatura.
  • 8. Por exemplo: ρalumínio = 2,7 g/cm3 ; ρcobre = 8,9 g/cm3 ; ρchumbo = 11,4 g/cm3 ; O chumbo tem massa volúmica superior à do cobre e este tem massa volúmica superior à do alumínio. No dia-a-dia dizemos que: O chumbo é mais denso do que o cobre e que este é mais denso do que o alumínio.
  • 9. Aprendi que…  Os materiais apresentam propriedades físicas e químicas.  As substâncias têm propriedades características que permitem distingui-las umas das outras.  As propriedades características podem ser físicas e químicas.  A massa volúmica é uma propriedade física característica da substância, a uma dada temperatura.  A massa volúmica de uma substância é igual à razão entre a massa da substância e o volume que ocupa: Massa volúmica = massa volume
  • 10. Aprendi que…  Os materiais apresentam propriedades físicas e químicas.  As substâncias têm propriedades características que permitem distingui-las umas das outras.  As propriedades características podem ser físicas e químicas.  A massa volúmica é uma propriedade física característica da substância, a uma dada temperatura.  A massa volúmica de uma substância é igual à razão entre a massa da substância e o volume que ocupa: Massa volúmica = massa volume