SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Estado Gasoso 
Forças de pressão e pressão de um gás
Força de pressão 
 Um gás encerrado num recipiente ocupa todo o volume 
do recipiente. 
 Os corpúsculos constituintes do gás estão em constante 
movimento, existem choque entre os corpúsculos e as 
paredes interiores do recipiente. 
 A intensidade da força com que os corpúsculos chocam 
uns contra os outros e contra as paredes do recipientes 
é designada por Força de pressão.
Expressão matemática 
N (Newton)* 
* Unidades do Sistema Internacional
Número de corpúsculos e pressão de um gás 
 Quando se enche um balão, este aumenta de volume e a 
borracha fica mais esticada. Caso se insista em continuar 
a encher o balão, este acaba por rebentar. 
Fig1- Balão Cheio Fig 2 - Balão a rebentar 
Imagens retiradas do site: http://querosaber.sapo.pt/ciencia/video-a-ciencia-de-rebentar-um-balao
Temperatura e pressão de um gás 
 Quando um balão com gás é colocado em água fria, o 
volume do balão diminui, mas se o mesmo balão for 
colocado num recipiente com água quente, o volume do 
balão aumenta. 
Água fria Água quente
Volume e pressão de um gás 
 Quando se aperta um balão que contem um determinado 
volume de ar, a borracha do balão fica demasiado 
esticada e pode rebentar caso se aperte em demasia.
Volume e pressão de um gás 
 Quando se exerce força sobre o êmbolo (permanecendo 
a extremidade da seringa tapada) o ar passa a ocupar 
menor volume. Quando se deixa de exercer força sobre 
o êmbolo, o ar passa a ocupar um maior volume.
Resumindo 
* Ver com atenção a página seguinte
Nota 
- O número de 
corpúsculos 
Maior número de 
corpúsculos 
Menos espaço entre 
os corpúsculos 
Maior número 
de choques 
Maior pressão 
(a volume constante) 
- O Volume 
Maior volume Mais espaço entre 
os corpúsculos 
Menor número 
de choques 
Menor pressão 
(a temperatura 
constante) 
- A temperatura 
Maior temperatura Maior agitação 
dos corpúsculos 
Maior número 
de choques e 
mais violentos. 
Maior pressão 
(a volume constante)
Nota 
- O número de 
corpúsculos 
Maior número de 
corpúsculos 
Menos espaço entre 
os corpúsculos 
Maior número 
de choques 
Maior pressão 
(a volume constante) 
- O Volume 
Maior volume Mais espaço entre 
os corpúsculos 
Menor número 
de choques 
Menor pressão 
(a temperatura 
constante) 
- A temperatura 
Maior temperatura Maior agitação 
dos corpúsculos 
Maior número 
de choques e 
mais violentos. 
Maior pressão 
(a volume constante)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Power point explicacao_e_representacao_de_reacoes_quimicas_p_6
Power point explicacao_e_representacao_de_reacoes_quimicas_p_6Power point explicacao_e_representacao_de_reacoes_quimicas_p_6
Power point explicacao_e_representacao_de_reacoes_quimicas_p_6omeireles
 
Estados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise MeyerEstados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise MeyerIvanise Meyer
 
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matériaEstados físicos da matéria
Estados físicos da matériaCarlos Priante
 
9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físicocrisbassanimedeiros
 
Dilatacao térmica volumetrica
Dilatacao térmica volumetricaDilatacao térmica volumetrica
Dilatacao térmica volumetricaEloir De Carli
 
Dilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidosDilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidosO mundo da FÍSICA
 
Dilatação de líquidos
Dilatação de líquidosDilatação de líquidos
Dilatação de líquidosfisicaatual
 
Dilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidosDilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidosDaniela F Almenara
 
Apostila 1º ano 1º bim.
Apostila 1º ano   1º bim.Apostila 1º ano   1º bim.
Apostila 1º ano 1º bim.Vagner Fagundes
 
Ciências físico química
Ciências físico químicaCiências físico química
Ciências físico químicafosquiteira
 
8a SéRie IntroduçãO QuíMica Ii
8a SéRie   IntroduçãO QuíMica Ii8a SéRie   IntroduçãO QuíMica Ii
8a SéRie IntroduçãO QuíMica IiSESI 422 - Americana
 
Estados de agregação da matéria
Estados de agregação da matériaEstados de agregação da matéria
Estados de agregação da matériaMarcos Franco
 
Física e química introdução estado físico da matéria
Física e química introdução estado físico da matériaFísica e química introdução estado físico da matéria
Física e química introdução estado físico da matériaCarlos Alexandre Ribeiro Dorte
 
Calor e mudanças do estado físico da matéria
Calor e mudanças do estado físico da matériaCalor e mudanças do estado físico da matéria
Calor e mudanças do estado físico da matériaIana Nicole
 

Mais procurados (20)

Power point explicacao_e_representacao_de_reacoes_quimicas_p_6
Power point explicacao_e_representacao_de_reacoes_quimicas_p_6Power point explicacao_e_representacao_de_reacoes_quimicas_p_6
Power point explicacao_e_representacao_de_reacoes_quimicas_p_6
 
Mudanças de fase
Mudanças de faseMudanças de fase
Mudanças de fase
 
Vaporização
VaporizaçãoVaporização
Vaporização
 
Estados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise MeyerEstados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
Estados físicos da matéria prof Ivanise Meyer
 
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matériaEstados físicos da matéria
Estados físicos da matéria
 
9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico9 ano mudanças de estado físico
9 ano mudanças de estado físico
 
Dilatacao térmica volumetrica
Dilatacao térmica volumetricaDilatacao térmica volumetrica
Dilatacao térmica volumetrica
 
Dilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidosDilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidos
 
Dilatação de líquidos
Dilatação de líquidosDilatação de líquidos
Dilatação de líquidos
 
Dilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidosDilatação térmica dos líquidos
Dilatação térmica dos líquidos
 
Vaporização e condensação
Vaporização e condensaçãoVaporização e condensação
Vaporização e condensação
 
Estudo dos gases layssa
Estudo dos gases layssaEstudo dos gases layssa
Estudo dos gases layssa
 
Apostila 1º ano 1º bim.
Apostila 1º ano   1º bim.Apostila 1º ano   1º bim.
Apostila 1º ano 1º bim.
 
Ciências físico química
Ciências físico químicaCiências físico química
Ciências físico química
 
8a SéRie IntroduçãO QuíMica Ii
8a SéRie   IntroduçãO QuíMica Ii8a SéRie   IntroduçãO QuíMica Ii
8a SéRie IntroduçãO QuíMica Ii
 
Estados de agregação da matéria
Estados de agregação da matériaEstados de agregação da matéria
Estados de agregação da matéria
 
Física e química introdução estado físico da matéria
Física e química introdução estado físico da matériaFísica e química introdução estado físico da matéria
Física e química introdução estado físico da matéria
 
Calor e mudanças do estado físico da matéria
Calor e mudanças do estado físico da matériaCalor e mudanças do estado físico da matéria
Calor e mudanças do estado físico da matéria
 
01. substâncias e misturas
01. substâncias e misturas01. substâncias e misturas
01. substâncias e misturas
 
Ebulição
EbuliçãoEbulição
Ebulição
 

Destaque (11)

Estudo dos gases iii
Estudo dos gases iiiEstudo dos gases iii
Estudo dos gases iii
 
Aula sobre estado gasoso
Aula sobre estado gasosoAula sobre estado gasoso
Aula sobre estado gasoso
 
Estudo dos gases ii
Estudo dos gases iiEstudo dos gases ii
Estudo dos gases ii
 
Estudo dos gases i
Estudo dos gases iEstudo dos gases i
Estudo dos gases i
 
Aula de gases
Aula de gasesAula de gases
Aula de gases
 
Evolução do átomo
Evolução do átomoEvolução do átomo
Evolução do átomo
 
Estudo dos gases power point
Estudo dos gases power pointEstudo dos gases power point
Estudo dos gases power point
 
Forças intermoleculares[1]
Forças intermoleculares[1]Forças intermoleculares[1]
Forças intermoleculares[1]
 
Estudo dos gases slides
Estudo dos gases   slidesEstudo dos gases   slides
Estudo dos gases slides
 
3 teste 8º ano
3 teste 8º ano3 teste 8º ano
3 teste 8º ano
 
Lei geral dos gases
Lei geral dos gasesLei geral dos gases
Lei geral dos gases
 

Mais de Isadora Girio

Aula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energiaAula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energiaIsadora Girio
 
Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
Aula 12   como analisar os componentes e temperatura de uma estrelaAula 12   como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrelaIsadora Girio
 
Metais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentosMetais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentosIsadora Girio
 
Grupos tabela periódica
Grupos tabela periódicaGrupos tabela periódica
Grupos tabela periódicaIsadora Girio
 
Historia tabela periódica
Historia tabela periódicaHistoria tabela periódica
Historia tabela periódicaIsadora Girio
 
áTomos e sua representação final
áTomos e sua representação finaláTomos e sua representação final
áTomos e sua representação finalIsadora Girio
 
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matériaEstados físicos da matéria
Estados físicos da matériaIsadora Girio
 
Cinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matériaCinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matériaIsadora Girio
 
Velocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção químicaVelocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção químicaIsadora Girio
 
Vários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completasVários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completasIsadora Girio
 
Cálculo do rendimento
Cálculo do rendimentoCálculo do rendimento
Cálculo do rendimentoIsadora Girio
 
Reacções quimicas parte b
Reacções quimicas  parte bReacções quimicas  parte b
Reacções quimicas parte bIsadora Girio
 
Equações químicas
Equações químicasEquações químicas
Equações químicasIsadora Girio
 
Dispersões, o que são
Dispersões, o que sãoDispersões, o que são
Dispersões, o que sãoIsadora Girio
 
Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2Isadora Girio
 
Substâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasSubstâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasIsadora Girio
 

Mais de Isadora Girio (20)

Aula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energiaAula 16 transferências de energia
Aula 16 transferências de energia
 
Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
Aula 12   como analisar os componentes e temperatura de uma estrelaAula 12   como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
Aula 12 como analisar os componentes e temperatura de uma estrela
 
Metais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentosMetais e seus comportamentos
Metais e seus comportamentos
 
Grupos tabela periódica
Grupos tabela periódicaGrupos tabela periódica
Grupos tabela periódica
 
Historia tabela periódica
Historia tabela periódicaHistoria tabela periódica
Historia tabela periódica
 
Iões final
Iões finalIões final
Iões final
 
áTomos e sua representação final
áTomos e sua representação finaláTomos e sua representação final
áTomos e sua representação final
 
Estados físicos da matéria
Estados físicos da matériaEstados físicos da matéria
Estados físicos da matéria
 
Cinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matériaCinética corpuscular da matéria
Cinética corpuscular da matéria
 
Velocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção químicaVelocidade de uma reacção química
Velocidade de uma reacção química
 
Vários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completasVários tipos de reacções químicas completas
Vários tipos de reacções químicas completas
 
Cálculo do rendimento
Cálculo do rendimentoCálculo do rendimento
Cálculo do rendimento
 
Reacções quimicas parte b
Reacções quimicas  parte bReacções quimicas  parte b
Reacções quimicas parte b
 
Equações químicas
Equações químicasEquações químicas
Equações químicas
 
Dispersões, o que são
Dispersões, o que sãoDispersões, o que são
Dispersões, o que são
 
Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2Classificação dos materiais_aula 2
Classificação dos materiais_aula 2
 
Substâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substânciasSubstâncias e misturas de substâncias
Substâncias e misturas de substâncias
 
2ª lei de newton
2ª lei de newton2ª lei de newton
2ª lei de newton
 
3ª lei de newton
3ª lei de newton3ª lei de newton
3ª lei de newton
 
1ª lei de newton
1ª lei de newton1ª lei de newton
1ª lei de newton
 

Último

Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 

Último (20)

Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 

Estado gasoso pressão de um gás

  • 1. Estado Gasoso Forças de pressão e pressão de um gás
  • 2. Força de pressão  Um gás encerrado num recipiente ocupa todo o volume do recipiente.  Os corpúsculos constituintes do gás estão em constante movimento, existem choque entre os corpúsculos e as paredes interiores do recipiente.  A intensidade da força com que os corpúsculos chocam uns contra os outros e contra as paredes do recipientes é designada por Força de pressão.
  • 3. Expressão matemática N (Newton)* * Unidades do Sistema Internacional
  • 4. Número de corpúsculos e pressão de um gás  Quando se enche um balão, este aumenta de volume e a borracha fica mais esticada. Caso se insista em continuar a encher o balão, este acaba por rebentar. Fig1- Balão Cheio Fig 2 - Balão a rebentar Imagens retiradas do site: http://querosaber.sapo.pt/ciencia/video-a-ciencia-de-rebentar-um-balao
  • 5. Temperatura e pressão de um gás  Quando um balão com gás é colocado em água fria, o volume do balão diminui, mas se o mesmo balão for colocado num recipiente com água quente, o volume do balão aumenta. Água fria Água quente
  • 6. Volume e pressão de um gás  Quando se aperta um balão que contem um determinado volume de ar, a borracha do balão fica demasiado esticada e pode rebentar caso se aperte em demasia.
  • 7. Volume e pressão de um gás  Quando se exerce força sobre o êmbolo (permanecendo a extremidade da seringa tapada) o ar passa a ocupar menor volume. Quando se deixa de exercer força sobre o êmbolo, o ar passa a ocupar um maior volume.
  • 8. Resumindo * Ver com atenção a página seguinte
  • 9. Nota - O número de corpúsculos Maior número de corpúsculos Menos espaço entre os corpúsculos Maior número de choques Maior pressão (a volume constante) - O Volume Maior volume Mais espaço entre os corpúsculos Menor número de choques Menor pressão (a temperatura constante) - A temperatura Maior temperatura Maior agitação dos corpúsculos Maior número de choques e mais violentos. Maior pressão (a volume constante)
  • 10. Nota - O número de corpúsculos Maior número de corpúsculos Menos espaço entre os corpúsculos Maior número de choques Maior pressão (a volume constante) - O Volume Maior volume Mais espaço entre os corpúsculos Menor número de choques Menor pressão (a temperatura constante) - A temperatura Maior temperatura Maior agitação dos corpúsculos Maior número de choques e mais violentos. Maior pressão (a volume constante)