Porque os padres não casam?

291 visualizações

Publicada em

Porque os Padres Não Casam
Padre Paulo Aripe ("Potrilho")

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
291
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Porque os padres não casam?

  1. 1. Porque os Padres Não Casam Padre Paulo Aripe ("Potrilho") gentileza de F. R. Cezar Muitas vezes na campanha, Eu ouvi da gauchada Esta pergunta curiosa, Caborteira, enluarada: Mas porque os padres não casam? Não tem mulher? Filharada? Esta pergunta merece Uma resposta completa Que enfrene a curiosidade Num galope cancha reta. Pois vou responder em versos, Sem pretensão de ser poeta Se o padre não se acolhera, (é solterito no más) Não é por ter aversão Ao prazer que a vida trás, Ou por pensar que as mulheres São crias do satanás. O sacerdote não sofre Nenhuma anormalidade, Não é por ser "inocente" Que ele abraça a castidade; O padre é um homem completo, BEM HOMEM, barbaridade!... Nem Cristo, eterno tropeiro. Proibiu esposa aos padres: São Pedro seu capataz, Pois tinha sogra e comadres... Até hoje, lá no Oriente, Inda se casam os frades.
  2. 2. A lei do padre solteiro Veio do Papa somente Exigindo o celibato Para o clero do Ocidente E por razões bombachudas, De fato é mais conveniente: A família é uma paróquia Que exige amor e atenções, Exige o tempo do esposo E o padre se vê aos tirões. Pra ter família e paróquia Só tendo dois corações. Se o padre atende a família Deixa a paróquia de lado. Não pode estar sempre as ordens Nem pronto a qualquer chamado: Um dia a mulher faz anos... No outro, é um filho pesteado... E se a família do Padre Rebenta o freio e bucal? Um filho sai calaveira? A mulher perde a moral? Ou a filhinha do Padre Foge com um lindo bagual?... Admito que no futuro Se ordene homens casados Que dediquem certo tempo Para o trabalho sagrado Enquanto o padre solteiro Dê o tempo integralizado Se o povo truca e retruca Sustentar padre solteiro, Gritaria vale quatro Contra as despezas, parceiro, Dos filhos, mulher e netos Escola, fogão, roupeiro...
  3. 3. Mais as receitas do médico, Festança, jóias, retovo, Casamentos, aniversários, Viagens, brindes do ano novo... Se a mulher do padre é fina, Adeus guaiaca do povo... O padre é um baú repleto De problemas (coisa louca!...) O povo, na confissão, Despeja tudo em voz rouca, Pois tem certeza que o padre Bota cadeado na boca. E o Padre "flocha" omatambre, Mas não destampa um segredo, Mas ele tendo mulher, Já deixa o povo com medo. Não foi assim que Dalila Colocou Sansão no enredo?... Um outro "baita" motivo Do padre viver solito, É que ele tem alma grande, Suspira pelo infinito, Não pode se contentar Com a mulher e um ranchito Coração sacerdotal Não tem fronteira no amor, Não tem cerca nem mangueira, É campo sem corredor. Ama a Deus e o mundo inteiro, Ama o santo e o pecador. Ama a criança, ama o velho, O peão e seu senhor; Ama o feio, ama o bonito, Não despreza raça ou cor; Ama os homens e as mulheres
  4. 4. Num único e santo amor. Ama pois o mundo inteiro Com ternura paternal. Não tem exclusividade, Não se amarra a um ser mortal, Para se dar de corpo e alma Neste amor universal. Padre não é mais dono De seu próprio coração Renuncia ao matrimônio, Mas por livre decisão, Para se dar totalmente A Deus, eterno patrão. Se esta tropa de razões, Parceiro, não lhe bastou, Respondo mais um brazino Que do lote se apartou: é bom que o padre não case: JESUS TAMBÉM NÃO CASOU.

×