SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
MARIA
DE MAGDALAa Nova - Humberto de Campos
1
Dubai, 02 de Julho, 2017
UMBERTO
E CAMPOS
2
20-
Maria
De
Magdala
3
Sede de Amor…
PRIMEIRO DIÁLOG
COM JESUS
4
Casa de Simão Pedro
(Cafarnaum)
Sera que Deus me aceitaria
em seu rebanho?
– Senhor, ouvi a vossa palavra consoladora e venho ao vosso
encontro!... (…) Sou uma filha do pecado. Todos me
condenam. Entretanto, Mestre, observai como tenho sede do
verdadeiro amor!... Minha existência, como todos os prazeres,
tem sido estéril e amargurada...
– Maria, levanta os olhos para o céu e regozija-te no caminho, porque
escutaste a Boa Nova do Reino e Deus te abençoa as alegrias! Acaso,
poderias pensar que alguém no mundo estivesse condenado ao pecado
eterno? Onde, então, o amor de nosso Pai? Nunca viste a primavera dar
flores sobre uma casa em ruínas? As ruínas são as criaturas humanas;
porém, as flores são as esperanças em Deus. Sobre todas as falências
e desventuras próprias do homem, as bênçãos paternais de Deus
descem e chamam. Sentes hoje esse novo sol a iluminar-te o destino!
Caminha agora, sob a sua luz, porque o amor cobre a multidão dos
pecados.
5
– No entanto, Senhor, tenho amado e tenho sede de amor!...
– Sim – redarguiu Jesus –, tua sede é real. O mundo viciou todas as
fontes de redenção e é imprescindível compreenda que em suas sendas
a virtude tem de marchar por uma porta muito estreita. (…) A virtude no
mundo foi transformada na porta larga da conveniência própria. Há os
que amam os que lhes pertencem ao círculo pessoal, os que são
sinceros com os seus amigos, os que defendem seus familiares, os que
adoram os deuses do favor. O que verdadeiramente ama, porém,
conhece a renúncia suprema a todos os bens do mundo e vive feliz, na
sua senda de trabalhos para o difícil acesso às luzes da redenção.
O amor sincero não exige satisfações passageiras, que se extinguem no
mundo com a primeira ilusão; trabalha sempre, sem amargura e sem
ambição, com os júbilos do sacrifício. Só o amor que renuncia sabe
caminhar para a vida suprema!...
6
– Somente o sacrifício contém o divino mistério da vida. Viver bem é saber im
(…) Na tua condição de mulher, já pensaste no que seria o mundo sem as mã
– Desgraçada de mim, Senhor, que não poderei ser mãe!...
– E qual das mães será maior aos olhos de Deus? A que se devotou somente s
– Senhor, doravante renunciarei a todos os prazeres transitórios do
mundo, para adquirir o amor divino que me ensinastes!...
7
– Certamente que partirei, mas estaremos eternamente reunidos em
espírito. Quanto ao futuro, com o infinito de suas perspectivas, é
necessário que cada um tome sua cruz, em busca da porta estreita da
redenção, colocando acima de tudo a fidelidade a Deus e, em segundo
lugar, a perfeita confiança em si mesmo.
Observando que Maria, ainda opressa pelo olhar estranho de Simão
Pedro, se preparava a regressar, o Mestre lhe sorriu com bondade e
disse:
– Vai, Maria!... Sacrifica-te e ama sempre. Longo é o caminho, difícil a
jornada, estreita a porta, mas a fé remove os obstáculos... Nada temas: é
preciso crer somente!
– Senhor, quando partirdes deste mundo, como ficaremos?
Nesse instante, Simão Pedro passou pelo aposento, demandando o
interior, e a observou com certa estranheza.
8
ENCONTRO
COM JESUS
9
Casa de Simão “O Fariseu”
310
311
“Não me importa o passado desta mulher e sim
o que está em sua alma e coração. Sua atitude
demonstra amor e humildade”
“Mulher, porque muito amas, os teus pecados
estão perdoados. Levanta-te filha, vai em paz e
não tornes a pecar. ”
12
ARIA “FIEL”
13
ARIA E O TRABALHO COM OS
LEPROSOS
14
REENCONTRO
Uma noite, atingiram o auge as profundas dores que sentia. Sua alma
estava iluminada por brandas reminiscências e, não obstante seus
olhos se acharem selados pelas pálpebras intumescidas, via com os
olhos da imaginação o lago querido, os companheiros de fé, o Mestre
bem-amado. Seu Espírito parecia transpor as fronteiras da eternidade
radiosa. De minuto a minuto, ouvia-se-lhe um gemido surdo,
enquanto os irmãos de crença lhe rodeavam o leito de dor, com as
preces sinceras de seus corações amigos e desvelados.
15
REENCONTRO
– Senhor!...
Jesus recolheu-a brandamente nos braços e murmurou:
Em dado instante, observou-se que seu peito não mais arfava. Maria,
no entanto, experimentava consoladora sensação de alívio. Sentia-se
sob as árvores de Cafarnaum e esperava o Messias. As aves
cantavam nos ramos próximos e as ondas sussurrantes vinham
beijar-lhe os pés. Foi quando viu Jesus aproximar-se, mais belo que
nunca. Seu olhar tinha o reflexo do céu e o semblante trazia um júbilo
indefinível. O Mestre estendeu-lhe as mãos e ela se prosternou,
exclamando, como antigamente:
16
REENCONTRO
– Maria, já passaste a porta estreita!...
Amaste muito! Vem! Eu te espero aqui!
MARIA
DE MAGDALAa Nova - Humberto de Campos
17
Dubai, 02 de Julho, 2017
Dubai, 02 de Julho, 2017
18

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reconhece se o cristãos pelas suas obras
Reconhece se o cristãos pelas suas obrasReconhece se o cristãos pelas suas obras
Reconhece se o cristãos pelas suas obrasIzabel Cristina Fonseca
 
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMOAMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMOAngela Ewerling
 
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmoPalestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmoDivulgador do Espiritismo
 
O centro espírita
O centro espíritaO centro espírita
O centro espíritanelmarvoc
 
Palestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na práticaPalestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na práticaDivulgador do Espiritismo
 
Há muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do paiHá muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do paiGianete Rocha
 
Sintonia e vibração
Sintonia e vibraçãoSintonia e vibração
Sintonia e vibraçãoLouis Oliver
 
A afabilidade e a Doçura
A afabilidade e a DoçuraA afabilidade e a Doçura
A afabilidade e a Doçuraigmateus
 
Evangeliza - Maria de Nazaré, Mãe de Jesus
Evangeliza - Maria de Nazaré,  Mãe de JesusEvangeliza - Maria de Nazaré,  Mãe de Jesus
Evangeliza - Maria de Nazaré, Mãe de JesusAntonino Silva
 
O Homem de Bem
O Homem de BemO Homem de Bem
O Homem de Bemigmateus
 
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptxMarta Gomes
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamentoLorena Dias
 
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidosMuitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidosGraça Maciel
 

Mais procurados (20)

Evangeliza - O dever
Evangeliza - O deverEvangeliza - O dever
Evangeliza - O dever
 
Reconhece se o cristãos pelas suas obras
Reconhece se o cristãos pelas suas obrasReconhece se o cristãos pelas suas obras
Reconhece se o cristãos pelas suas obras
 
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMOAMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO
 
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmoPalestra Espírita -  Amar ao próximo como a si mesmo
Palestra Espírita - Amar ao próximo como a si mesmo
 
QUAL O TAMANHO DE VOSSA FÉ?
QUAL O TAMANHO DE VOSSA FÉ?QUAL O TAMANHO DE VOSSA FÉ?
QUAL O TAMANHO DE VOSSA FÉ?
 
O centro espírita
O centro espíritaO centro espírita
O centro espírita
 
Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!Estudo sobre prece!
Estudo sobre prece!
 
Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2Parentela Corporal E Espiritual2
Parentela Corporal E Espiritual2
 
O Dever e a virtude
O Dever e a virtudeO Dever e a virtude
O Dever e a virtude
 
Lei de causa e efeito
Lei de causa e efeitoLei de causa e efeito
Lei de causa e efeito
 
Palestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na práticaPalestra Espírita - Reforma íntima na prática
Palestra Espírita - Reforma íntima na prática
 
Há muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do paiHá muitas moradas na casa do pai
Há muitas moradas na casa do pai
 
Sintonia e vibração
Sintonia e vibraçãoSintonia e vibração
Sintonia e vibração
 
A afabilidade e a Doçura
A afabilidade e a DoçuraA afabilidade e a Doçura
A afabilidade e a Doçura
 
Os sãos não precisam
Os sãos não precisamOs sãos não precisam
Os sãos não precisam
 
Evangeliza - Maria de Nazaré, Mãe de Jesus
Evangeliza - Maria de Nazaré,  Mãe de JesusEvangeliza - Maria de Nazaré,  Mãe de Jesus
Evangeliza - Maria de Nazaré, Mãe de Jesus
 
O Homem de Bem
O Homem de BemO Homem de Bem
O Homem de Bem
 
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
3.11 - Lei de justiça, de amor e de caridade.pptx
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidosMuitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
 

Semelhante a (Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala

(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
(BOA NOVA) 20 - Maria de MagdalaAntonio Braga
 
Maria de Magdala
Maria de MagdalaMaria de Magdala
Maria de MagdalaFatoze
 
20 o valor do trabalho
20   o valor do trabalho20   o valor do trabalho
20 o valor do trabalhoFatoze
 
A lição da vigilância
A lição da vigilânciaA lição da vigilância
A lição da vigilânciaFatoze
 
Conversando com jesus - Parte II
Conversando com jesus - Parte IIConversando com jesus - Parte II
Conversando com jesus - Parte IIIbrahim9127
 
25 o caminho oculto (chico xavier - veneranda)
25   o caminho oculto (chico xavier - veneranda)25   o caminho oculto (chico xavier - veneranda)
25 o caminho oculto (chico xavier - veneranda)luisbramao
 
16 chico xavieremmanuel-renúncia
16 chico xavieremmanuel-renúncia16 chico xavieremmanuel-renúncia
16 chico xavieremmanuel-renúnciacentrodeestudos1987
 
Boa nova - Maria de Magdala
Boa nova - Maria de MagdalaBoa nova - Maria de Magdala
Boa nova - Maria de MagdalaAssEspFeCaridade
 
Omar Khayyam - Rubaiyat
Omar Khayyam - RubaiyatOmar Khayyam - Rubaiyat
Omar Khayyam - RubaiyatLuis Taborda
 
Chico xavier jesus no lar
Chico xavier   jesus no larChico xavier   jesus no lar
Chico xavier jesus no larhavatar
 
Joana de Cusa
Joana de CusaJoana de Cusa
Joana de CusaFatoze
 
O homem a caminho da evolução
O homem a caminho da evoluçãoO homem a caminho da evolução
O homem a caminho da evoluçãoHelio Cruz
 
Boa nova, Cap 12 - Amor e Renuncia
Boa nova,   Cap 12 - Amor e RenunciaBoa nova,   Cap 12 - Amor e Renuncia
Boa nova, Cap 12 - Amor e RenunciaAntonio Braga
 
A vida em família
A vida em famíliaA vida em família
A vida em famíliaHelio Cruz
 
Amor e renúncia
Amor e renúnciaAmor e renúncia
Amor e renúnciaFatoze
 

Semelhante a (Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala (20)

(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
 
Maria de Magdala
Maria de MagdalaMaria de Magdala
Maria de Magdala
 
Renúncia
RenúnciaRenúncia
Renúncia
 
20 o valor do trabalho
20   o valor do trabalho20   o valor do trabalho
20 o valor do trabalho
 
A lição da vigilância
A lição da vigilânciaA lição da vigilância
A lição da vigilância
 
Conversando com jesus - Parte II
Conversando com jesus - Parte IIConversando com jesus - Parte II
Conversando com jesus - Parte II
 
Joana de cuza
Joana de cuzaJoana de cuza
Joana de cuza
 
25 o caminho oculto (chico xavier - veneranda)
25   o caminho oculto (chico xavier - veneranda)25   o caminho oculto (chico xavier - veneranda)
25 o caminho oculto (chico xavier - veneranda)
 
Historia de uma alma - Santa Terezinha
Historia de uma alma -  Santa TerezinhaHistoria de uma alma -  Santa Terezinha
Historia de uma alma - Santa Terezinha
 
16 chico xavieremmanuel-renúncia
16 chico xavieremmanuel-renúncia16 chico xavieremmanuel-renúncia
16 chico xavieremmanuel-renúncia
 
Boa nova - Maria de Magdala
Boa nova - Maria de MagdalaBoa nova - Maria de Magdala
Boa nova - Maria de Magdala
 
LE 937 ese_cap14_item5
LE 937 ese_cap14_item5LE 937 ese_cap14_item5
LE 937 ese_cap14_item5
 
Omar Khayyam - Rubaiyat
Omar Khayyam - RubaiyatOmar Khayyam - Rubaiyat
Omar Khayyam - Rubaiyat
 
Chico xavier jesus no lar
Chico xavier   jesus no larChico xavier   jesus no lar
Chico xavier jesus no lar
 
Joana de Cusa
Joana de CusaJoana de Cusa
Joana de Cusa
 
O homem a caminho da evolução
O homem a caminho da evoluçãoO homem a caminho da evolução
O homem a caminho da evolução
 
Boa nova, Cap 12 - Amor e Renuncia
Boa nova,   Cap 12 - Amor e RenunciaBoa nova,   Cap 12 - Amor e Renuncia
Boa nova, Cap 12 - Amor e Renuncia
 
A vida em família
A vida em famíliaA vida em família
A vida em família
 
Amor e renúncia
Amor e renúnciaAmor e renúncia
Amor e renúncia
 
Jesus e a Samaritana
Jesus e a SamaritanaJesus e a Samaritana
Jesus e a Samaritana
 

Mais de Patricia Farias

evangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxevangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxevangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxevangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxevangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxevangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxevangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxevangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxevangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxPatricia Farias
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaPatricia Farias
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...Patricia Farias
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5Patricia Farias
 

Mais de Patricia Farias (20)

evangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxevangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptx
 
evangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxevangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptx
 
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxevangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
 
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxevangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
 
evangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxevangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptx
 
evangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxevangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptx
 
evangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxevangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptx
 
evangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxevangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptx
 
Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1
 
Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7
 
Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9 Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
 
Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1
 
Evangelho cap11 item13
Evangelho cap11 item13Evangelho cap11 item13
Evangelho cap11 item13
 
Evangelho cap11 item11
Evangelho cap11 item11Evangelho cap11 item11
Evangelho cap11 item11
 

Último

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfnestorsouza36
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 

Último (10)

Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdfpdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
pdfcoffee.com_ltt-se6sizea4-pdf-free.pdf
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 

(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala

  • 1. MARIA DE MAGDALAa Nova - Humberto de Campos 1 Dubai, 02 de Julho, 2017
  • 4. PRIMEIRO DIÁLOG COM JESUS 4 Casa de Simão Pedro (Cafarnaum) Sera que Deus me aceitaria em seu rebanho?
  • 5. – Senhor, ouvi a vossa palavra consoladora e venho ao vosso encontro!... (…) Sou uma filha do pecado. Todos me condenam. Entretanto, Mestre, observai como tenho sede do verdadeiro amor!... Minha existência, como todos os prazeres, tem sido estéril e amargurada... – Maria, levanta os olhos para o céu e regozija-te no caminho, porque escutaste a Boa Nova do Reino e Deus te abençoa as alegrias! Acaso, poderias pensar que alguém no mundo estivesse condenado ao pecado eterno? Onde, então, o amor de nosso Pai? Nunca viste a primavera dar flores sobre uma casa em ruínas? As ruínas são as criaturas humanas; porém, as flores são as esperanças em Deus. Sobre todas as falências e desventuras próprias do homem, as bênçãos paternais de Deus descem e chamam. Sentes hoje esse novo sol a iluminar-te o destino! Caminha agora, sob a sua luz, porque o amor cobre a multidão dos pecados. 5
  • 6. – No entanto, Senhor, tenho amado e tenho sede de amor!... – Sim – redarguiu Jesus –, tua sede é real. O mundo viciou todas as fontes de redenção e é imprescindível compreenda que em suas sendas a virtude tem de marchar por uma porta muito estreita. (…) A virtude no mundo foi transformada na porta larga da conveniência própria. Há os que amam os que lhes pertencem ao círculo pessoal, os que são sinceros com os seus amigos, os que defendem seus familiares, os que adoram os deuses do favor. O que verdadeiramente ama, porém, conhece a renúncia suprema a todos os bens do mundo e vive feliz, na sua senda de trabalhos para o difícil acesso às luzes da redenção. O amor sincero não exige satisfações passageiras, que se extinguem no mundo com a primeira ilusão; trabalha sempre, sem amargura e sem ambição, com os júbilos do sacrifício. Só o amor que renuncia sabe caminhar para a vida suprema!... 6
  • 7. – Somente o sacrifício contém o divino mistério da vida. Viver bem é saber im (…) Na tua condição de mulher, já pensaste no que seria o mundo sem as mã – Desgraçada de mim, Senhor, que não poderei ser mãe!... – E qual das mães será maior aos olhos de Deus? A que se devotou somente s – Senhor, doravante renunciarei a todos os prazeres transitórios do mundo, para adquirir o amor divino que me ensinastes!... 7
  • 8. – Certamente que partirei, mas estaremos eternamente reunidos em espírito. Quanto ao futuro, com o infinito de suas perspectivas, é necessário que cada um tome sua cruz, em busca da porta estreita da redenção, colocando acima de tudo a fidelidade a Deus e, em segundo lugar, a perfeita confiança em si mesmo. Observando que Maria, ainda opressa pelo olhar estranho de Simão Pedro, se preparava a regressar, o Mestre lhe sorriu com bondade e disse: – Vai, Maria!... Sacrifica-te e ama sempre. Longo é o caminho, difícil a jornada, estreita a porta, mas a fé remove os obstáculos... Nada temas: é preciso crer somente! – Senhor, quando partirdes deste mundo, como ficaremos? Nesse instante, Simão Pedro passou pelo aposento, demandando o interior, e a observou com certa estranheza. 8
  • 9. ENCONTRO COM JESUS 9 Casa de Simão “O Fariseu”
  • 10. 310
  • 11. 311 “Não me importa o passado desta mulher e sim o que está em sua alma e coração. Sua atitude demonstra amor e humildade” “Mulher, porque muito amas, os teus pecados estão perdoados. Levanta-te filha, vai em paz e não tornes a pecar. ”
  • 13. 13 ARIA E O TRABALHO COM OS LEPROSOS
  • 14. 14 REENCONTRO Uma noite, atingiram o auge as profundas dores que sentia. Sua alma estava iluminada por brandas reminiscências e, não obstante seus olhos se acharem selados pelas pálpebras intumescidas, via com os olhos da imaginação o lago querido, os companheiros de fé, o Mestre bem-amado. Seu Espírito parecia transpor as fronteiras da eternidade radiosa. De minuto a minuto, ouvia-se-lhe um gemido surdo, enquanto os irmãos de crença lhe rodeavam o leito de dor, com as preces sinceras de seus corações amigos e desvelados.
  • 15. 15 REENCONTRO – Senhor!... Jesus recolheu-a brandamente nos braços e murmurou: Em dado instante, observou-se que seu peito não mais arfava. Maria, no entanto, experimentava consoladora sensação de alívio. Sentia-se sob as árvores de Cafarnaum e esperava o Messias. As aves cantavam nos ramos próximos e as ondas sussurrantes vinham beijar-lhe os pés. Foi quando viu Jesus aproximar-se, mais belo que nunca. Seu olhar tinha o reflexo do céu e o semblante trazia um júbilo indefinível. O Mestre estendeu-lhe as mãos e ela se prosternou, exclamando, como antigamente:
  • 16. 16 REENCONTRO – Maria, já passaste a porta estreita!... Amaste muito! Vem! Eu te espero aqui!
  • 17. MARIA DE MAGDALAa Nova - Humberto de Campos 17 Dubai, 02 de Julho, 2017
  • 18. Dubai, 02 de Julho, 2017 18