A base molecular dos seres vivos

15.927 visualizações

Publicada em

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.927
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
348
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A base molecular dos seres vivos

  1. 1. A base molecular dos seres vivosUnidade 2 – Pág 7
  2. 2. Composição Química da Célula Inorgânicos Orgânicos • Carboidratos• Água • Lipídios• Sais Minerais • Proteínas • Ácidos Nucléicos • Vitaminas
  3. 3. Composição Química da Célula
  4. 4. • A molécula de água é formada por dois átomos de Hidrogênio e um de Oxigênio (H2O). Hidrogênio Oxigênio
  5. 5. ÁGUAA água é um solvente Lubrificante de orgãos e tecidos ,universal. Participa de reações químicasA água é um regulador de (hidrólise),temperatura. Transporte de substâncias. Hidrogênio Oxigênio
  6. 6. VARIAÇÃO DA TAXA DE ÁGUA• 1- ESPÉCIE• 2- IDADE• 3- TECIDO
  7. 7. Os Sais MineraisSão encontrados em duas formas:1) Componentes de estruturas esqueléticas (Cristalina): o cálcio na constituição de carapaças, esqueletos e casca dos ovos.2) Dissolvidos na água (iônica): como o meio intracelular é rico em água, os sais não estão na forma de cristais, mas como íons, partículas dotadas de carga elétrica (Ex:sódio e potássio)
  8. 8. CARBOIDRATOS• Os carboidratos são também conhecidos como Glicídios, Glúcides ou Açúcares (Fórmula Geral CnH2nOn).• São compostos por carbono, hidrogênio e oxigênio.• Representam a principal fonte de energia para a célula.
  9. 9. CARBOIDRATOS• Energética: 1g = 4kcal• Estrutural: Celulose e Quitina.• Reserva energética: Amido e Glicogênio• Genética: Ribose e Desoxirribose
  10. 10. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS (Tamanho das moléculas)MONOSSACARÍDEOS• São compostos que não podem ser hidrolisados em compostos mais simples.• Contêm de três a seis átomos de carbono.• Exemplos: Glicose, Frutose e Galactose• Glicose : é utilizada pelas células como fonte imediata de energia.
  11. 11. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOSMONOSSACARÍDEOS C5H10O5 C5H10O4
  12. 12. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOSMONOSSACARÍDEOS C6H12O6
  13. 13. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS OLIGOSSACARÍDEOS (DISSACARÍDEOS ) • São açúcares duplos, contendo duas moléculas de monossacarídeos. • Na grande maioria são compostos cristalinos, solúveis em água e de sabor doce. • Exemplos: Sacarose, Lactose e Maltose.
  14. 14. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOS DISSACARÍDEOS OU OLIGOSSACARÍDEOS
  15. 15. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOSPOLISSACARÍDEOS• Formados por várias moléculas de monossacarídeos.• Os quatro polissacarídeos mais importantes: Amido e glicogênio (energéticos) Celulose e quitina ( estrutural)
  16. 16. CLASSIFICAÇÃO DOS CARBOIDRATOSPOLISSACARÍDEOS QUITINA
  17. 17. LIPÍDIOS• Formados por carbono, hidrogênio e oxigênio.• União de ácido graxo e álcool (glicerol)• Exemplos: gorduras, ceras e óleos• Insolúveis na água (hidrofóbicos).• Os lipídios mais comuns encontrados no nosso organismo são os triglicerídeos, os fosfolipídios e os esteróides.
  18. 18. FUNÇÕES:• Estrutural: formação de membranas;• Reserva energética;• Isolante térmico;• Impermeabilizante;• Hormonal.
  19. 19. LIPÍDIOS NA MEMBRANA PLASMÁTICA Meio extracelular proteína de proteína reconhecimento receptor protéico transportadora sítio ligante bicamada carboidrato lipídicafosfolipídio colesterol filamentos citoplasma protéicos www.bioaula.com.br
  20. 20. LIPÍDIOS MAIS COMUNS• Cerídeos;• Glicerídeos;• Fosfolipídios (membranas);• Esteróides;
  21. 21. GlicerídeosPlantas e animais ( óleos e gorduras)Isolante térmico ;Reserva de energia em animais;
  22. 22. Cerídeos Impermeabilização de superfícies sujeitas a desidratação.Ex: Folhas e frutos
  23. 23. ESTERÓIDES • É necessário para a síntese de vitamina D.• Anti-alérgico e anti-inflamatório (Cortisona);• Hormônios sexuais ( estrógeno, progesterona e testosterona)
  24. 24. FOSFOLIPÍDIOS• Contêm ácidos graxos unidos a uma molécula de glicerol.• São os principais componentes das membranas celulares.
  25. 25. LDL e HDLO LDL (baixa densidade) transporta colesterol do fígado para os tecidos, fazendo comque fique disponível na corrente sanguínea e possa aderir na parede dos vasossanguíneos. O HDL (alta densidade) faz o caminho inverso, tira colesterol dos tecidose devolve para o fígado onde é estocado ou liberado no intestino para excreção.A produção das lipoproteínas é regulada pelos níveis de colesterol. Colesterol derivadode gorduras saturadas e gordura trans favorecem a produção de LDL, enquanto que oconsumo de gorduras insaturadas, encontrada no azeite, peixes e amêndoas, porexemplo, promovem a produção do HDL.

×