Composição química da célula

5.039 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.039
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.037
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
196
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Composição química da célula

  1. 1. COMPOSIÇÃO QUÍMICA CELULAR Biologia – prof. Marcia Marlise Biologiaprofma.blogspot.com
  2. 2. INTRODUÇÃO • 95% COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS SERES VIVOS: CHONPS • BIOLOGICAMENTE IMPORTANTES: sódio (Na), potássio (K), cálcio (Ca), fósforo (P), enxofre (S), entre outros. • SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS E ORGÂNICAS
  3. 3. Nesta representação, a freqüência dos elementos que ocorrem na crosta de terra é indicada pela altura do bloco. Os elementos encontrados em quantidades significativas em organismos vivos são protegidos no azul. ELEMENTOS QUÍMICOS NA NATUREZA
  4. 4. Bioquímica: Composição dos Seres Vivos Substâncias Inorgânicas: moléculas pequenas. • Água • Sais Minerais Substâncias Orgânicas: moléculas complexas, formadas por cadeias carbônicas. • Glícídios (carboidratos) • Lipídios • Proteínas • Vitaminas • Ácidos Nucleicos
  5. 5. Lipídios • Possuem função energética e estrutural. • Apresentam maior quantidade de energia que os carboidratos. • São a 2ª fonte de energia do organismo. • São formados por C, H e O (uma molécula de glicerol ligada a três cadeias de ácidos graxos). • São insolúveis em água, e solúveis em subst. Orgânicas apolares como, éter e álcool.
  6. 6. Lipídios
  7. 7. • SÃO OS ÓLEOS E AS GORDURAS; • FORMADOS POR ÁC. GRAXO E GLICEROL; • FUNÇÃO ESTRUTURAL E ENERGÉTICA; • À TEMPERATURA AMBIENTE OS ÓLEOS SÃO LÍQUIDOS E AS GORDURAS SÃO SÓLIDAS. ÁCIDOS GRAXOS Saturados – sólidos a temperatura ambiente GORDURA ANIMAL/TECIDO ADIPOSO Insaturados - líquidos a temperatura ambiente ÓLEOS/SEMENTES Lipídios - GLICERÍDIOS
  8. 8. • FORMADOS POR ÁCIDOS GRAXOS COM ÁLCOOL DE CADEIA LONGA (ATÉ 16 C). • SÃO ALTAMENTE INSOLÚVEIS NA ÁGUA. • NOS VEGETAIS IMPERMEABILIZAM EVITANDO A TRANSPIRAÇÃO EXCESSIVA E PROTEÇÃO = FOLHAS E FRUTOS. • CERAS DE ABELHA, CERA DE OUVIDO (CERÚMEN), GLÂNDULA SEBÁCEA E URUPIGIANA... SÃO CERAS ANIMAIS. Lipídios – CERÍDIOS / CERAS
  9. 9. Lipídios - fosfolipídios
  10. 10. • APRESENTAM 4 ANÉIS DE C INTERLIGADOS. • FORMADOS POR ÁC. GRAXO E ÁLCOOL; • O COLESTEROL É O PRINCIPAL: SERVE DE MATÉRIA PRIMA PARA OS DEMAIS. • ALÉM DE FORMAR HORMÔNIOS ENTRAM NA COMPOSIÇÃO DAS MEMBRANAS CELULARES E DA BILE. • ♂ TESTOSTERONA • ♀ PROGESTERONA E ESTRÓGENO Lipídios - ESTERÓIDES
  11. 11. COMPONENTES QUÍMICOS DA S CÉLULAS – LIPÍDIOS O colesterol forma um complexo com os lipídeos e proteínas, chamado lipoproteína - LDL A LDL (Low-Density Lipoproteins) acaba sendo oxidada por radicais livres presentes na célula. O COLESTEROL NO SANGUE
  12. 12. COMPONENTES QUÍMICOS DA S CÉLULAS – LIPÍDIOS Esta oxidação aciona um mecanismo de defesa e, imediatamente, glóbulos brancos juntam-se ao sítio, e este fica inflamado Cria-se uma placa no meio do vaso sanguíneo; ocorre uma deposição lenta de cálcio = ATEROSCLEROSE, numa tentativa de isolar a área afetada.
  13. 13. COMPONENTES QUÍMICOS DAS CÉLULAS – LIPÍDIOS Isto pode interromper o fluxo sanguíneo normal e vir a provocar inúmeras doenças cardíacas. De fato, a concentração elevada de LDL no sangue é a principal causa de cardiopatias.
  14. 14. COMPONENTES QUÍMICOS DAS CÉLULAS – LIPÍDIOS Plantas – produzem fitoalexínas RESVERATROL - nas cascas da uva High-Density Lipoproteins - HDL É responsável pelo transporte reverso do colesterol - carrega o colesterol em excesso de volta para o fígado = BILE. HDL sanguíneo Vitis sp.
  15. 15. • Colesterol, quando em excesso o LDL pode se depositar nas artérias causando a aterosclerose ou infarto do miocárdio. Lipídios - ESTERÓIDES
  16. 16. • PIGMENTOS vermelhos, laranja ou amarelo; • São insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos; • Importantes na fotossíntese; • Importante para os animais vertebrados, ex. caroteno laranja é precursor da vit. A, importante para a visão. Lipídios – CAROTENÓIDES
  17. 17. Proteínas • Substâncias orgânicas mais abundantes nos seres vivos. • Possuem função estrutural, enzimática, hormonal, imunológica etc. • São formadas por átomos de C, H, O e, às vezes, S. • Os aminoácidos são as unidades proteicas. • Unem-se em n° de dezenas, centenas ou milhares = cadeia polipeptídica.
  18. 18. Proteínas • Cada aminoácido é composto por um carbono alfa, um grupamento amina e um grupamento carboxila e um hidrogênio. Junto ao carbono alfa temos o radical, o qual muda de aminoácido para aminoácido. • Os aminoácidos são unidos entre si pelas ligações peptídicas. • Podem ser classificados em dipeptídeo, tripeptídeo, oligopeptídeo e polipeptídeo.
  19. 19. Proteínas Classificação dos aminoácidos: • Os aminoácidos NATURAIS são os que um ser vivo pode produzir. • Os aminoácidos ESSENCIAIS são os que um ser vivo não pode produzir, portanto devem ser obtidos via alimentação. A lista de aminoácidos naturais e essenciais muda de espécie para espécie.
  20. 20. Proteínas Classificação dos aminoácidos: Naturais Essenciais Glicina Histidina Fenilalanina Alanina Asparagina Valina Serina Glutamina Triptofano Cisteína Prolina Treonina Tirosina Lisina Ácido Aspártico Leucina Ácido Glutâmico Isoleucina Arginina Metionina
  21. 21. Proteínas • Os aminoácidos são unidos entre si pelas ligações peptídicas.
  22. 22. Proteínas Estrutura das proteínas:
  23. 23. Proteínas Estrutura das proteínas – FUNÇÃO E FORMA • A FUNÇÃO DE CADA PROTEÍNA DEPENDE DE SUA FORMA. • PROTEÍNAS PODEM SER MATERIAL DE CONSTRUÇÃO DOS SERES VIVOS: FUNÇÃO ESTRUTURAL. • PROTEÍNAS PODEM PROMOVER REAÇÕES QUÍMICAS (CATALISADORES) E SÃO CHAMADAS ENZIMAS.
  24. 24. Proteínas Estrutura das proteínas – FUNÇÃO E FORMA • A FORMA DA PROTEÍNA É DETERMINADA PELA SUA ESTRUTURA: • PRIMÁRIA: É DADA PELA SEQÜÊNCIA DE AMINOÁCIDOS. É FILAMENTOSA. A TROCA DE UM AMINOÁCIDO PODE ALTERAR SUA FORMA. • SECUNDÁRIA: É O FILAMENTO PRIMÁRIO ENROLADO EM ESPIRAL. • TERCIARIA: A ESPIRAL SECUNDÁRIA SE ENROLA FORMANDO UMA ESFERA. • QUATERNARIA: É O MODO COMO AS PROTEÍNAS TERCIÁRIAS SE DISPÕEM (2 OU +).
  25. 25. Proteínas Estrutura das proteínas:
  26. 26. Ordem dos aminoácidos Espiral da estrutura primária A secundária dobrada sobre si em globo. Várias proteínas terciárias.
  27. 27. Desnaturação de Proteínas: • É A ALTERAÇÃO DA FORMA (ESTRUTURA) DA PROTEÍNA POR EFEITO DA TEMPERATURA, PH, SALINIDADE. PODE SER IRREVERSÍVEL OU REVERSÍVEL. • CLARA DE OVO: NO OVO CRU É PROTEINA NATIVA. APÓS FRITA OU COZIDA É PROTEÍNA É DESNATURADA. • CASEÍNA (DO LEITE) ACRESCENTANDO ÁCIDO (LIMÃO OU VINAGRE) COALHA, VIRA PARACASEÍNA (COALHADA – é a proteína desnaturada).
  28. 28. Proteínas: enzimas • Aceleram as reações químicas; • Diminuem o gasto de energia na reação; • Possuem alta especificidade enzima-substrato (modelo da chave-fechadura).
  29. 29. Proteínas: enzimas
  30. 30. Proteínas: atuam na imunização • Anticorpos defendem o nosso corpo. • Podemos classificar o processo de imunização em: • Imunização ativa: organismo aprende a “fabricar” anticorpos, ou pegando a doença ou através de vacinas. • Imunização passiva: quando o organismo recebe pronto os anticorpos (amamentação, placenta, soro).
  31. 31. Vitaminas • Necessárias em pequenas quantidades. • Indispensáveis para o funcionamento do corpo. • Atuam como reguladoras das reações químicas. Podem ser classificadas em: • Lipossolúveis: se dissolvem em lipídios. Ex.: vitaminas A, D, E e K. • Hidrossolúveis: se dissolvem em água. Ex.: vitamina C e vitaminas do complexo B.
  32. 32. V I T A M I N A S
  33. 33. Vitaminas - DOENÇAS (O balancê,..., quero dançar com você) Sem a vitamina C, Escorburto pega você E o raquitismo acontece, porquê? Falta a vitamina D. Quando há cegueira noturna, Falta a vitamina A Quando há hemorragia, Falta a vitamina K Sem a vitamina E, Rato não vai ter nenê E o beri-beri acontece porque, Falta a vitamina B (um)
  34. 34. Ácidos Nucleicos • Comandam as atividades celulares. • São a base dos caracteres hereditários. • São conhecidos por DNA ou ADN (ácido desoxirribonucleico) e o RNA ou ARN (ácido ribonucleico). • São formados por unidades denominadas nucleotídeos. • Cada nucleotídeo é formado por um grupo fosfato, uma pentose e uma base nitrogenada.
  35. 35. Ácidos Nucleicos C G T A
  36. 36. Ácidos Nucleicos Para memorizar as bases nitrogenadas e diferenciá-las, guarde: PUlGA (pulga): PU = púrica, G = guanina, A = adenina; PITUCa (pituca): PI = pirimidina, T = timina, U = uracila e C = citosina;
  37. 37. Ácidos Nucleicos Diferenças entre DNA e RNA:
  38. 38. Diferenças entre DNA e RNA

×