Hebreus_introducao 03

2.554 visualizações

Publicada em

Introdução a Carta aos Hebreus, terceiro encontro.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.554
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
264
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hebreus_introducao 03

  1. 1. INTRODUÇÃO A CARTA AOS HEBREUS 3
  2. 2. ESTRUTURA I II AB EX1 III A I = posição do Cristo II = o Sumo sacerdote: apresentação A = credibilidade B = misericórdia B IV A’ EX2 A’B’ III. Sacerdócio: Cristo e cristãos A. Espiritual B. Pleno A’. Eficaz V V = posição do cristão IV = o Sumo sacerdote: adesão A’ = fé/fidelidade B’ = perseverança na prova
  3. 3. III – O SUMO SACERDÓCIO DE CRISTO (Hb 5,11 ― 10,39) Introdução (5,11― 6,20): Didaskalia Muito a dizer, explicação difícil (δσζερμηνήσηος) Leitores lentos [de coração] para ouvir Mestres: “ofeilo” (tempo de dívida) X rudimentos dos oráculos divinos. Leite X alimentos fortes (1Cor 3,2)
  4. 4. crianças X adultos (faculdade de discernimento: bem-mal: [Adão]) Discurso de justiça (5,13) EXORTAÇÃO (6,1-20) Elementos: arrependimento, batismos, imposição das mãos, ressurreição e juízo. Pela lei a situação é grave: recusa = crucificar novamente o Cristo (6,4-8)
  5. 5. A benção leva vantagem sobre a maldição (boas obras): falta a esperança (6,9-12) Tema de Abraão (6,13) para inserir o tema de Melquisedeque Abraão exemplo de esperança: confiou nos dois atos irrevogáveis de Deus : promessa e juramento (6,13-18) A esperança:uma âncora para além do véu do santuário (6,19)
  6. 6. A – Espiritual: segundo a ordem de Melquisedeque (Hb 7) 1. Comentário de Gn 14,18-20 em Hb 7, 1-16 Midrash pesher: miudinho (7, 2b-10) Melki-Tsedek: rei de justiça e da paz Silêncio: não tem início e nem fim, é semelhante (aphomoióo = maquete) ao Filho de Deus. É para sempre (7,3)
  7. 7. Dízimo e benção: Melquisedeque é maior que Abraão, o grande (7,4-8) Levitas: nos rins de Abraão foram submetidos a Melquisedeque (7,9-10) Consequências (11-16): Sacerdócio levita é menor e imperfeito senão não haveria necessidade de outro (7,11). Mudança no preceito (7,12): + antigo O sacerdócio do Filho: não é carnal, ele era da tribo de Judá (7,14-15)
  8. 8. 2. Comentário ao Sl 110,4 (Hb 7,17-28) Para a eternidade: para sempre, não haverá sucessor À maneira: o termo grego “táxis” = grupo ou classificação: de Aarão versus de Melquisedeque (v.11 e 17). O novo sacerdócio é exclusivo: aparábatos: ao lado de quem não se pode caminhar (v. 24) O sacerdócio levita: deficiente, não levou à perfeição
  9. 9. Perfeição: Aperfeiçoar: hebraico → melô' grego → teleíosis hebraico → male' grego → teleióo Linguagem cotidiana: atingir a borda: Jz 6:38 cúltica: rito de consagração dos levitas: Ex 29:9; Lv 8:33
  10. 10. Completado com a Humanidade para que o homem: completado com a divindade Kénosis (encarnação): Fl 2,5-11 Céu Terra Théosis (ressurreição) Théosis ou deificação: Atanásio de Alexandria (295-373), Sobre a Encarnação do Verbo de Deus, 54,3
  11. 11. B – Pleno: aperfeiçoado pelo seu sacrifício (Hb 8 – 9) 1. Sacerdócio excelente (Hb 8) Tema central da exposição: sumo sacerdócio de Cristo (8,1). Da tenda verdadeira: um santuário, segundo o modelo indicado, para que Eu habite nele (Ex 25,8-9). Sacerdócio levita: presta culto a uma imagem da realidade celeste (8,4-5) Celeste: segundo uma aliança melhor
  12. 12. 2. Sacrifício (Expiação) definitivo (Hb 9) → Is 66,1-2 → Jr 7,21-24 A = Pátio B = Santo C = Santo dos Santos A 6 4 C 5 2 1 7 B 3 1 = altar dos sacrifícios 2 = pia de bronze 3 = candelabro 4 = mesa dos pães 6 = o véu 5 = altar do incenso 7 = arca
  13. 13. C – Eficaz (Hb 10) Insuficiência dos sacrifícios repetidos conforme a Lei (10,1-3): apenas uma sombra, nunca podem aperfeiçoar Substituição desses sacrifícios pelo sacrifício de Cristo (10,4-10): repetição anual do Yom Kipur = consciência do pecado, não purificada Porque o sangue de animais não remove pecados: não tem relação com o ofertante
  14. 14. Citação do Sl 40,7-9 (em Hb 10,5b-7): vocabulário: todos os sacrifícios Corpo em vez de ouvidos Substituição do sacerdócio transitório pelo sacerdócio entronizado (10,1114) LEVITAS CRISTO POSIÇÃO de pé sentado MINISTÉRIO cada dia aguardando FREQUÊNCIA muitas vezes única vez EFEITO incapaz para sempre
  15. 15. A nova aliança é suficiente, não exige mais sacrifícios (10,15-18) Citação de Jeremias 31,33-34, já havia sido citado em Hb 8,10-12 a primeira aliança preanuncia a definitiva (cf. Hb 10,9b);  lei inscrita no coração e remissão dos pecados EXORTAÇÃO: Aproximemo-nos: temos um caminho novo: através do véu = nossa humanidade (10, 19-39)
  16. 16. A Palavra de Deus é viva, eficaz e mais incisiva do que qualquer espada de dois gumes. Ela penetra até dividir a alma do espírito, as articulações da medula. Ela joeira as intenções do coração. Não há criatura que se lhe equivale à vista, a seus olhos tudo está desnudo, tudo subjugado por seu olhar. A ela é que devemos prestar contas (Hb 4,12-13)

×