LIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA

2.004 visualizações

Publicada em

Assista ao vídeo referente a este arquivo de slides no meu blog:

http://goo.gl/PPDRnr

Subsídios elaborados pelo Pr. Natalino das Neves
Programa Escola Dominical na WEBTV.
IEADSJP - Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais
Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva
Pr. Vice Presidente: Elson Pereira

Publicada em: Educação
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.004
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
130
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

LIÇÃO 1 (ADULTOS) - GÊNESIS, O LIVRO DA CRIAÇÃO DIVINA

  1. 1. P r. N a t a l i n o d a s N e v e s www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  2. 2. Demais subsídios: Acompanhe os comentários em vídeo desta e outras lições no blog: www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  3. 3. Texto Áureo "No princípio, criou Deus os céus e a terra." (Gn 1.1)
  4. 4. Verdade Prática Sem o livro de Gênesis, as grandes perguntas da vida ainda estariam sem resposta.
  5. 5. LEITURA BÍBLICA 1 - No princípio, criou Deus os céus e a terra. 2 - E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. 3 - E disse Deus: Haja luz. E houve luz. 4 - E viu Deus que era boa a luz; e fez Deus separação entre a luz e as trevas. 5 - E Deus chamou à luz Dia; e às trevas chamou Noite. E foi a tarde e a manhã: o dia primeiro. 6 - E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. 7 - E fez Deus a expansão e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão. E assim foi.
  6. 6. LEITURA BÍBLICA 8 - E chamou Deus à expansão Céus; e foi a tarde e a manhã: o dia segundo. 9 - E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca. E assim foi. 10 - E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares. E viu Deus que era bom. 14 - E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. 26 - E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se move sobre a terra.
  7. 7. Objetivos  Conhecer os objetivos do livro de Gênesis;  Explicar o conteúdo do livro de Gênesis;  Aplicar o conteúdo aprendido à vida pessoal.
  8. 8. INTRODUÇÃO
  9. 9. INTRODUÇÃO • Sem o Gênesis, não teríamos condições de responder às grandes perguntas da vida: • "Quem fez os céus e a terra?" e • "De onde viemos?" • Gênesis é o livro das primeiras coisas. • Objetivo e conteúdo de Gênesis.
  10. 10. PONTO CENTRAL O livro de Gênesis responde as grandes pergunta da vida: "Quem criou o universo?" e "De onde viemos?".
  11. 11. CONSIDERAÇÕES INICIAIS
  12. 12. I. CONSIDERAÇÕES INICIAIS • O título do livro de Gênesis vem do Grego (septuaginta = tradução da Bíblia Hebraica para o grego) que significa “começo; início”. • Na Bíblia Hebraica – Bereshit “no principio”. • Tema principal: origens de todas as coisas.
  13. 13. I. CONSIDERAÇÕES INICIAIS • Primeiro livro da Torá, parte principal da Bíblia para os judeus. • Integrado pelas “fórmulas toledot” - gerações (Gn 2.4; 5.1; 6.9; 10.1; 11.10; 11.27; 25.12; 25.19; 36.1; 37.2). • Oferece informações que são necessárias para entender o livro de Êxodo.
  14. 14. I. CONSIDERAÇÕES INICIAIS • Origem da circuncisão (Gn 17.12) que fará parte da “lei de Moisés”, ritual importantíssimo para os judeus. • Temas teológicos chaves: Deus da bênção e da promessa. • Na genealogia de Adão se invoca a transmissão da bênção divina: “imagem de Deus” (Gn 5.1-3 / 1.26-28. • Deus da aliança: Noé (9.8-17) e Abraão (15 e 17).
  15. 15. I. CONSIDERAÇÕES INICIAIS • Duas divisões: 1. Gn 1-11: história das origens; 2. Gn 12-50: história dos patriarcas. • Manifestação direta de Deus reduz gradativamente (análise canônica): 1. Gn 1-11 – Deus aparece continuamente; 2. Gn 12-50 – Deus se manifesta diretamente a Abraão regularmente; à Jacó ocasionalmente; à José nunca de forma direta.
  16. 16. II. OBJETIVOS DO GÊNESIS
  17. 17. II. OBJETIVOS DO GÊNESIS • Responder às grandes perguntas da vida: • o assunto central do livro é a origem divina dos céus, da terra, da humanidade e do povo de Israel; • o autor não se preocupa em explicar a existência de Deus; • para entender quem somos de onde viemos, precisamos começar a partir de Deus; • tudo como resultado de um acaso fortuito operando num universo impessoal ou como obra artesanal de um supremo? • a origem do pecado e do mal, a responsabilidade moral do homem e a base para a doutrina da redenção.
  18. 18. II. OBJETIVOS DO GÊNESIS • Registrar a história dos patriarcas e as origens do povo de Israel: • o livro de Gênesis registra a história dos hebreus, um povo escolhido por Deus para servir como um canal de bênçãos a todo o mundo. • promessas especiais dadas a Abraão, o grande patriarca. • o contexto histórico da formação do povo de Israel vai influenciar todos os demais livros da Bíblia.
  19. 19. III. O CONTEÚDO DO GÊNESIS
  20. 20. II. OBJETIVOS DO GÊNESIS • Criação: • Em seus dois capítulos iniciais, o autor sagrado mostra como vieram a existir os céus, a terra e a humanidade. • Tudo quanto vemos, e também o que não podemos ver, foi criado por Deus (Gn 1-2). • O capítulo dois é dedicado à criação do homem e da mulher e à instituição do casamento.
  21. 21. III. OBJETIVOS DO GÊNESIS • A Queda e a degradação humana: • Nos capítulos três, quatro e cinco, vemos como o pecado foi introduzido no mundo e as suas terríveis consequências. • Desde Adão o ser humano tem buscado seus próprios interesses em detrimento da vontade divina. • Em meio a essa tragédia, porém, o Senhor anuncia a redenção da humanidade através da semente da mulher (Gn 3.15).
  22. 22. III. OBJETIVOS DO GÊNESIS • O dilúvio (6-8): • Faz referência à degradação da raça humana. • Todavia, a existência permanente de um remanescente fiel à Deus (Gn 6-8). • O recomeço: • Deus sempre possibilita um recomeço para o ser humano, desde que ele se disponha a seguir a vontade de Deus (Gn 9-11). • Formação de nações, línguas e culturas diferentes.
  23. 23. III. OBJETIVOS DO GÊNESIS • A origem da nação de Israel: • A partir do capítulo 12: Chamado de Abraão que resultaria com a formação da nação de Israel. • A história do povo eleito. Inicia com Abraão e encerra com a morte de José.
  24. 24. APLICAÇÃO PRÁTICA As promessas feitas a Abraão não foram feitas exclusivamente à nação de Israel, mas a todas as pessoas que creem como Abraão creu, portanto seus descendentes espirituais (Rm 4). Você é um descendente espiritual de Abraão?
  25. 25. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  26. 26. CONSIDERAÇÕE S FINAIS 1. O livro de Gênesis revela como tudo começou. 2. Responde as perguntas cruciais da vida e origem da nação de Israel, instrumento da revelação de Deus no AT. 3. O Deus soberano e único no controle da história da humanidade.
  27. 27. REFERÊNCIAS ANDRADE , Claudionor. O começo d e todas as coisas : estu d os sob re o livro d e Gên esi s . R io de Jan eiro : CPAD, 2 0 1 5 . A R A NA , An d rés Ib añ ez . Para comp ree n d er o livro d o Gên es is . S ão Pau lo : Ed ições Pau lin as, 2 0 0 3. A RCHE R JR . Gleas on . Merece confian ça o Antigo Testamento? S ão Pau lo : V id a Nova, 1 9 9 1 . LIÇÕ ES BÍBLICA S . O começo d e tod as as cois as : estu d os sobre o livro d e Gênesis . R io d e Janeiro : CPAD, 2 0 1 5 . LO UR ENÇO, Ad au to . Como tu do começou : u ma introdu ção ao c riac ion ismo . S ão José d os Camp os – S P: F iel, 2 0 0 7 . R ICHAR DS , Lawren c e O. Guia do L eitor d a B íb lia : Uma análi se d e Gênesis a Apocalips e capítulo por capítulo . 10 . ed . R io d e Jan eiro : CPA D, 2 0 1 2 .
  28. 28. REFERÊNCIAS RICHARDS, Lawrence O. Guia do Leitor da Bíblia: Uma análise de Gênesis a Apocalipse capítulo por capítulo. 10. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.

×