SlideShare uma empresa Scribd logo
IV ENCONTRO PORTOS DA CPLP “ INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” Cidade do Mindelo, 17 e 18 de Novembro 2011 CABO VERDE Eng° Adalmir José de Souza
PRINCIPAIS TERMINAIS DE  CONTÊINERES  MUNDIAIS RANKING PORTO 2009 Milhões de TEUs 2010 Milhões de TEUs PAÍS 1 Shanghai 25,00 29,07 CHINA 2 Cingapura 25,86 28,43 CINGAPURA 3 Hong Kong 21,04 23,70 CHINA 4 Shenzhen 18,25 22,51 CHINA 5 Busan 11,98 14,19 CORÉIA DO SUL 6 Ningbo-Zhoushan 10,50 13,14 CHINA 7 Guangzhou Harbour 11,20 12,55 CHINA 8 Qingdao 10,26 12,01 CHINA 9 Dubai 11,10 11,60 EMIRADOS ÁRABES 10 Rotterdam 9,74 11,14 HOLANDA
Dominância dos fluxos Leste-Oeste no comércio global Source: Drewry Shipping Consultants 65% de incidência de  transshipment  nos 25 maiores portos concentradores
LEGISLAÇÃO INTERNACIONAL   ,[object Object]
Transporte Multimodal na América Latina e Caribe ,[object Object]
PORTOS DE TRANSBORDO   ,[object Object]
ACORDOS INTERNACIONAIS   ,[object Object]
TIPOS DE ACORDOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
ELEIÇÃO DE PORTO DE TRANSBORDO ,[object Object],[object Object]
Transporte Multimodal na América Latina e Caribe ,[object Object]
     MAPA DAS AMÉRICAS  (ALCA) ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],               
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],AMÉRICA LATINA E CARIBE
PRINCIPAIS  PARTICIPAÇÕES  PRIVADAS  NOS  PORTOS ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
AMÉRICA DO SUL ,[object Object]
TRANSBORDO PELO LADO ATLÂNTICO ,[object Object],[object Object]
Porto de Itaguaí.
 
Porto de Santa Marta   ,[object Object],[object Object]
 
TRANSBORDO PELO LADO PACIFICO   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Porto de Guayaquil   ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
AMÉRICA CENTRAL E CARIBE ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
LONG BEACH LONG BEACH   • •   NOVA YORK MARIEL  •
EUROPA
A Autoridade Portuária de Roterdam é o gestor, operador e o agente desenvolvedor do porto e sua área industrial. A Autoridade Portuária é uma companhia pública limitada (sigla N.V. na Holanda) com dois acionistas apenas: A Municipalidade de Roterdam e o Estado Holandês.  disponibiliza para arrendamentos de longo prazo de áreas portuárias destinadas à exploração de atividades empresariais, especialmente empresas de armazenagem, terminais de carga, indústrias químicas e petroquímicas, incluindo-se produção de energia. PORTO de ROTERDAM
É um porto de águas profundas, com profundidades naturais de até 28m., e possui terminais especializados que permitem o movimento de diferentes tipos de mercadorias. Além de ser o principal porto na fachada atlântica de Portugal, devido às suas características geofísicas, é a principal porta de entrada de abastecimento energético do país, como: gás natural, carvão, petróleo e seus derivados  Administração do Porto de Sines, S.A. - APS, SA, é uma sociedade anônima de capitais exclusivamente públicos. A APS tem como finalidade administrar o porto de Sines, gerindo a sua exploração econômica, conservação e desenvolvimento, estabelecendo, também, o exercício das competências e prerrogativas de autoridade portuária. PORTO de SINES
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],ÁSIA
Shanghai A cidade de Shanghai, cujo nome significa “Sobre o Mar”, é o portão de entrada para a grande bacia do Rio Chang (mais conhecido, fora do País, como Rio Yangtzê). Com uma população urbana e rural de 13 milhões e uma área de 6 341 km², possui o porto mais importante da China e destaca-se como o maior centro econômico e comercial do País, e uma verdadeira revolução urbanística e arquitetônica porque vem passando nos últimos anos.
Singapore  Cingapura tem uma economia altamente desenvolvida baseada no mercado, que historicamente girava em torno do entreposto comercial, em outras palavras, uma enorme economia de exportação,  dependente da exportação  de mercadorias para outros países. Foi avaliada como o país com o maior número de empresas de economia familiar em todo o mundo,com milhares de expatriados estrangeiros a trabalhar em empresas multinacionais. Tem um dos portos mais movimentados do mundo e é o quarto maior centro de negociação de câmbio do mundo depois de Londres, Nova York e Tóquio.
Hong Kong É uma Região Administrativa Especial da República Popular da China e uma ex-colônia do Império  Britânico até 1997. Segundo a política “ um país, dois sistemas”, possui um alto grau de autonomia em todas as áreas, exceto política externa e defesa que são de responsabilidades do governo central de Pequim. Com uma população de 7 milhões de habitantes e uma área de 1.054 Km²,  Hong Kong é um centro financeiiro internacional, com uma economia capitalista altamente desenvolvida,  sendo uma das economias mais liberais  do mundo.
Shenzhen   Era um pequeno vilarejo de pescadores, com 30 000 habitantes, até se tornar, em 1980, a primeira Zona Econômica Especial da China – nome dado a regiões com regime legal diferenciado para abertura de mercado, diversificação da produção e estímulo à exportação. Desde então, o PIB local passou de 400 milhões de dólares para 114 bilhões de dólares – um salto de 284 000%. Com 9.000.000 de habitantes é a maior renda per capita do país, e a cidade que mais cresce no mundo, de acordo com o Serviço de Comércio dos Estados Unidos.
ÁFRICA
ÁFRICA HUB  DE  TRANSHIPMENT ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],Cabo Verde HUB  DE  TRANSHIPMENT 1- Construir Terminal de aguas profundas em Porto Grande  e  instalações de apoio em sua hinterland 2- Desenvolver trabalho de mercado para atrair pelo menos um grande Operador de Contêineres, como sócio no projeto
 
 
 
BRASIL: UMA  DAS  ECONOMIAS  QUE  MAIS CRESCEM  EM  2010 Source: WEO/IMF Produced by: Ministry of Finance * IMF Forecasts Previsão de crescimento do PIB - países selecionados - em% do PIB China   India   Brazil   Russia   Japan   Germany  United States  Euro Zone
Tipo de Acondicionamento Países Contentores Sentido Carga Geral Granel Líquido Granel Sólido Ro-Ro Total Brasil – Angola  East Bound West Bound 476.269 102.853 7.814 30.116 0 244 0 0 0 0 617.053 244 Brasil – Cabo Verde East Bound West Bound 14.457 13.791 0 0 0 14 0 0 0 0 28.248 14 Brasil – Guiné Bissau East Bound West Bound 20.832* 5.946* 0 0 0 0 0 0 0 0 26.778* 0* Brasil – Moçambique  East Bound West Bound 20.530 101 0 0 0 1.091 0 0 0 0 20.630 1.091 Brasil – São Tomé e Príncipe East Bound West Bound 819 0 0 0 0 6 0 0 0 0 819 6 Unidade: Toneladas * Estimativa FORDESI
 
PORTOS DE ENLACE   ,[object Object],[object Object]
 
Evolução e Modernização das Embarcações Portos de Transbordo
 
NAVIO de 18.000 TEUs  ( em construção) Casco em forma de U, representa um incremento de 16% de capacidade em comparação com o casco em forma de V, de outros navios. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Comprimento- 400 m. Largura- 59m. Calado Max.- 16m. Velocidade Max.-23 nós
Evolução e Modernização das Embarcações Portos de Enlace
EAV – EMBARCAÇÃO DE ALTA  VELOCIDADE (feeder transport) Os navios comerciais de alta velocidade vêm operando internacionalmente de maneira satisfatória, desde o final da década de 50. Alguns exemplos conhecidos são: os monocascos, os hydrofolis e os Hovercraft. Desde os anos 60, a travessia de Dover a Calais, pelo Canal da Mancha, tem sido realizada pelo SR N4 Hovercraft, que pode levar 254 passageiros e 30 automóveis, a uma velocidade de serviço de 65 nós.
 
Evolução e Modernização dos Terminais de Contêineres
 
 
No início do século XIX, o visionário Simón Bolivar proferiu a seguinte frase:  “ É de se fazer notar que a  União Européia  levou realmente séculos e inúmeras guerras para  encontrar-se. Porém, se eles, com diferentes idiomas, religiões e idiossincrasias conseguiram, o que nós estamos esperando, com a mesma língua, o mesmo Deus e tão- somente minúsculas diferenças, para unir-nos?.”  Fonte: NEDIN / UFF COMUNIDADE  DOS  PAÍSES  DE  LÍNGUA  PORTUGUESA CPLP
Eng. ADALMIR JOSÉ DE SOUZA Representante do Brasil  / CPLP ( Portaria n° 97/2010  da  SEP ) [email_address] Muito Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
Cláudio Carneiro
 
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de LuandaI Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda
aplop
 
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
Latinports Boletim Informativo Julho- Setembro 2013
Latinports Boletim Informativo Julho- Setembro 2013Latinports Boletim Informativo Julho- Setembro 2013
Latinports Boletim Informativo Julho- Setembro 2013
latinports
 
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
latinports
 
Portos Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Portos  Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008Portos  Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Portos Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Michel_Donner
 
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Brochure Grupo ETE
Brochure Grupo ETEBrochure Grupo ETE
Brochure Grupo ETE
pmmendes
 
Revista60 online
Revista60 onlineRevista60 online
Revista60 online
Cláudio Carneiro
 
Revista APS N.º 54 – Agosto 2011
Revista APS N.º 54 – Agosto 2011Revista APS N.º 54 – Agosto 2011
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
aplop
 
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de SinesIII Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
Portos de Portugal
 
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua PortuguesaIndicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
aplop
 
Terminal XXI - Porto de Sines
Terminal XXI - Porto de SinesTerminal XXI - Porto de Sines
Terminal XXI - Porto de Sines
Tânia Domingos
 
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para MoçambiqueUma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
aplop
 
Turismo de cruzeiro na Macaronesia (INVTUR-2010)
Turismo de cruzeiro na Macaronesia (INVTUR-2010)Turismo de cruzeiro na Macaronesia (INVTUR-2010)
Turismo de cruzeiro na Macaronesia (INVTUR-2010)
Universidad de Las Palmas de Gran Canaria
 
Seminário sobre a Nova Lei dos Portos (Lei n° 12.815/2013)
Seminário sobre a Nova Lei dos Portos (Lei n° 12.815/2013)Seminário sobre a Nova Lei dos Portos (Lei n° 12.815/2013)
Seminário sobre a Nova Lei dos Portos (Lei n° 12.815/2013)
Fernando S. Marcato
 
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
aplop
 
Conferencia sobre infrastruturas na industria do petroleo e gas em moz.2013 ...
Conferencia sobre infrastruturas na industria do petroleo e gas em moz.2013  ...Conferencia sobre infrastruturas na industria do petroleo e gas em moz.2013  ...
Conferencia sobre infrastruturas na industria do petroleo e gas em moz.2013 ...
Centro de Informação de Negócios - CIN Moçambique
 
Latinports Boletim Informativo Outubro-Dezembro 2013
Latinports Boletim Informativo Outubro-Dezembro 2013Latinports Boletim Informativo Outubro-Dezembro 2013
Latinports Boletim Informativo Outubro-Dezembro 2013
latinports
 

Mais procurados (20)

A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
A Análise de Sines como Ativo Geoestratégico Nacional
 
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de LuandaI Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda
 
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
Revista APS N.º 55 – Dezembro 2011
 
Latinports Boletim Informativo Julho- Setembro 2013
Latinports Boletim Informativo Julho- Setembro 2013Latinports Boletim Informativo Julho- Setembro 2013
Latinports Boletim Informativo Julho- Setembro 2013
 
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2012
 
Portos Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Portos  Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008Portos  Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Portos Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
 
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
 
Brochure Grupo ETE
Brochure Grupo ETEBrochure Grupo ETE
Brochure Grupo ETE
 
Revista60 online
Revista60 onlineRevista60 online
Revista60 online
 
Revista APS N.º 54 – Agosto 2011
Revista APS N.º 54 – Agosto 2011Revista APS N.º 54 – Agosto 2011
Revista APS N.º 54 – Agosto 2011
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
 
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de SinesIII Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
III Encontro de Portos da CPLP – Lídia Sequeira – Porto de Sines
 
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua PortuguesaIndicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
 
Terminal XXI - Porto de Sines
Terminal XXI - Porto de SinesTerminal XXI - Porto de Sines
Terminal XXI - Porto de Sines
 
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para MoçambiqueUma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
Uma perspectiva de desenvolvimento do sistema portuário para Moçambique
 
Turismo de cruzeiro na Macaronesia (INVTUR-2010)
Turismo de cruzeiro na Macaronesia (INVTUR-2010)Turismo de cruzeiro na Macaronesia (INVTUR-2010)
Turismo de cruzeiro na Macaronesia (INVTUR-2010)
 
Seminário sobre a Nova Lei dos Portos (Lei n° 12.815/2013)
Seminário sobre a Nova Lei dos Portos (Lei n° 12.815/2013)Seminário sobre a Nova Lei dos Portos (Lei n° 12.815/2013)
Seminário sobre a Nova Lei dos Portos (Lei n° 12.815/2013)
 
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
Grupo de Trabalho da APLOP sobre Transporte Marítimo (2)
 
Conferencia sobre infrastruturas na industria do petroleo e gas em moz.2013 ...
Conferencia sobre infrastruturas na industria do petroleo e gas em moz.2013  ...Conferencia sobre infrastruturas na industria do petroleo e gas em moz.2013  ...
Conferencia sobre infrastruturas na industria do petroleo e gas em moz.2013 ...
 
Latinports Boletim Informativo Outubro-Dezembro 2013
Latinports Boletim Informativo Outubro-Dezembro 2013Latinports Boletim Informativo Outubro-Dezembro 2013
Latinports Boletim Informativo Outubro-Dezembro 2013
 

Semelhante a “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa

Organização e Estrutura Portuária.ppt
Organização e Estrutura Portuária.pptOrganização e Estrutura Portuária.ppt
Organização e Estrutura Portuária.ppt
LeonardoAzevedo732389
 
Latinports Boletim Informativo September-Dezembro de 2012
Latinports Boletim Informativo September-Dezembro de 2012Latinports Boletim Informativo September-Dezembro de 2012
Latinports Boletim Informativo September-Dezembro de 2012
latinports
 
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivoPlano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
portodeaveiro
 
Técnologia de transportes Leis Farias
Técnologia de transportes Leis Farias Técnologia de transportes Leis Farias
Técnologia de transportes Leis Farias
Leís Farias
 
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2011
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2011Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2011
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2011
latinports
 
LLX Apresentação Corporativa Outubro 2011
LLX Apresentação Corporativa Outubro 2011LLX Apresentação Corporativa Outubro 2011
LLX Apresentação Corporativa Outubro 2011
LLX
 
Latinports Boletim Informativo Abril-Junho de 2013
Latinports Boletim Informativo Abril-Junho de 2013Latinports Boletim Informativo Abril-Junho de 2013
Latinports Boletim Informativo Abril-Junho de 2013
latinports
 
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Idalina Leite
 
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
aplop
 
LLX Apresentação Corporativa Setembro 2011
LLX Apresentação Corporativa Setembro 2011LLX Apresentação Corporativa Setembro 2011
LLX Apresentação Corporativa Setembro 2011
LLX
 
Ponência: Logística e Território no Brasil – os complexos portuários do Norte...
Ponência: Logística e Território no Brasil – os complexos portuários do Norte...Ponência: Logística e Território no Brasil – os complexos portuários do Norte...
Ponência: Logística e Território no Brasil – os complexos portuários do Norte...
Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira
 
LLX Apresentação Setembro 2011
LLX Apresentação Setembro 2011LLX Apresentação Setembro 2011
LLX Apresentação Setembro 2011
LLX
 
LLX Apresentação Corporativa - Setembro 2011
LLX Apresentação Corporativa - Setembro 2011LLX Apresentação Corporativa - Setembro 2011
LLX Apresentação Corporativa - Setembro 2011
LLX
 
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
FaustinoGonalves
 
A análise de Sines como ativo geoestratégico nacional: um cluster suportado n...
A análise de Sines como ativo geoestratégico nacional: um cluster suportado n...A análise de Sines como ativo geoestratégico nacional: um cluster suportado n...
A análise de Sines como ativo geoestratégico nacional: um cluster suportado n...
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
PosGraduaçao_Direito de Agua1_Junho 2012.ppt
PosGraduaçao_Direito de Agua1_Junho 2012.pptPosGraduaçao_Direito de Agua1_Junho 2012.ppt
PosGraduaçao_Direito de Agua1_Junho 2012.ppt
AmadeuRocha6
 
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de LuandaI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
Porto de Luanda
 
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Terminal de Cruzeiros Marítimos de Salvador
Terminal de Cruzeiros Marítimos de SalvadorTerminal de Cruzeiros Marítimos de Salvador
Terminal de Cruzeiros Marítimos de Salvador
Nelt Logística e Tecnologias
 
Apresentacao Sergio - FENOP.pptx
Apresentacao Sergio - FENOP.pptxApresentacao Sergio - FENOP.pptx
Apresentacao Sergio - FENOP.pptx
Marcos Boaventura
 

Semelhante a “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (20)

Organização e Estrutura Portuária.ppt
Organização e Estrutura Portuária.pptOrganização e Estrutura Portuária.ppt
Organização e Estrutura Portuária.ppt
 
Latinports Boletim Informativo September-Dezembro de 2012
Latinports Boletim Informativo September-Dezembro de 2012Latinports Boletim Informativo September-Dezembro de 2012
Latinports Boletim Informativo September-Dezembro de 2012
 
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivoPlano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
Plano Estratégico do Porto de Aveiro – Sumário executivo
 
Técnologia de transportes Leis Farias
Técnologia de transportes Leis Farias Técnologia de transportes Leis Farias
Técnologia de transportes Leis Farias
 
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2011
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2011Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2011
Latinports Boletim Informativo Maio-Agosto de 2011
 
LLX Apresentação Corporativa Outubro 2011
LLX Apresentação Corporativa Outubro 2011LLX Apresentação Corporativa Outubro 2011
LLX Apresentação Corporativa Outubro 2011
 
Latinports Boletim Informativo Abril-Junho de 2013
Latinports Boletim Informativo Abril-Junho de 2013Latinports Boletim Informativo Abril-Junho de 2013
Latinports Boletim Informativo Abril-Junho de 2013
 
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
 
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
 
LLX Apresentação Corporativa Setembro 2011
LLX Apresentação Corporativa Setembro 2011LLX Apresentação Corporativa Setembro 2011
LLX Apresentação Corporativa Setembro 2011
 
Ponência: Logística e Território no Brasil – os complexos portuários do Norte...
Ponência: Logística e Território no Brasil – os complexos portuários do Norte...Ponência: Logística e Território no Brasil – os complexos portuários do Norte...
Ponência: Logística e Território no Brasil – os complexos portuários do Norte...
 
LLX Apresentação Setembro 2011
LLX Apresentação Setembro 2011LLX Apresentação Setembro 2011
LLX Apresentação Setembro 2011
 
LLX Apresentação Corporativa - Setembro 2011
LLX Apresentação Corporativa - Setembro 2011LLX Apresentação Corporativa - Setembro 2011
LLX Apresentação Corporativa - Setembro 2011
 
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
 
A análise de Sines como ativo geoestratégico nacional: um cluster suportado n...
A análise de Sines como ativo geoestratégico nacional: um cluster suportado n...A análise de Sines como ativo geoestratégico nacional: um cluster suportado n...
A análise de Sines como ativo geoestratégico nacional: um cluster suportado n...
 
PosGraduaçao_Direito de Agua1_Junho 2012.ppt
PosGraduaçao_Direito de Agua1_Junho 2012.pptPosGraduaçao_Direito de Agua1_Junho 2012.ppt
PosGraduaçao_Direito de Agua1_Junho 2012.ppt
 
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de LuandaI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
 
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
 
Terminal de Cruzeiros Marítimos de Salvador
Terminal de Cruzeiros Marítimos de SalvadorTerminal de Cruzeiros Marítimos de Salvador
Terminal de Cruzeiros Marítimos de Salvador
 
Apresentacao Sergio - FENOP.pptx
Apresentacao Sergio - FENOP.pptxApresentacao Sergio - FENOP.pptx
Apresentacao Sergio - FENOP.pptx
 

Mais de aplop

Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
aplop
 
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
aplop
 
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
aplop
 
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
aplop
 
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
aplop
 
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
aplop
 
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaA estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
aplop
 
Janela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portuguesesJanela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portugueses
aplop
 
Direito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPDireito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOP
aplop
 
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de MoçambiqueOs Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
aplop
 
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e EstratégiaO Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
aplop
 
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do BrasilO Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
aplop
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
aplop
 
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoPortugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
aplop
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
aplop
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
aplop
 
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPExportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
aplop
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
aplop
 
O Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em MarrocosO Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em Marrocos
aplop
 
O desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de TibarO desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de Tibar
aplop
 

Mais de aplop (20)

Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
 
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
 
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
 
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
 
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
 
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
 
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaA estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
 
Janela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portuguesesJanela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portugueses
 
Direito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPDireito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOP
 
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de MoçambiqueOs Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
 
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e EstratégiaO Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
 
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do BrasilO Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
 
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoPortugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
 
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPExportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
 
O Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em MarrocosO Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em Marrocos
 
O desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de TibarO desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de Tibar
 

“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa

  • 1. IV ENCONTRO PORTOS DA CPLP “ INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” Cidade do Mindelo, 17 e 18 de Novembro 2011 CABO VERDE Eng° Adalmir José de Souza
  • 2. PRINCIPAIS TERMINAIS DE CONTÊINERES MUNDIAIS RANKING PORTO 2009 Milhões de TEUs 2010 Milhões de TEUs PAÍS 1 Shanghai 25,00 29,07 CHINA 2 Cingapura 25,86 28,43 CINGAPURA 3 Hong Kong 21,04 23,70 CHINA 4 Shenzhen 18,25 22,51 CHINA 5 Busan 11,98 14,19 CORÉIA DO SUL 6 Ningbo-Zhoushan 10,50 13,14 CHINA 7 Guangzhou Harbour 11,20 12,55 CHINA 8 Qingdao 10,26 12,01 CHINA 9 Dubai 11,10 11,60 EMIRADOS ÁRABES 10 Rotterdam 9,74 11,14 HOLANDA
  • 3. Dominância dos fluxos Leste-Oeste no comércio global Source: Drewry Shipping Consultants 65% de incidência de transshipment nos 25 maiores portos concentradores
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 17.  
  • 18.
  • 19.  
  • 20.
  • 21.  
  • 22.
  • 23.  
  • 24.
  • 25.  
  • 26. LONG BEACH LONG BEACH • • NOVA YORK MARIEL •
  • 28. A Autoridade Portuária de Roterdam é o gestor, operador e o agente desenvolvedor do porto e sua área industrial. A Autoridade Portuária é uma companhia pública limitada (sigla N.V. na Holanda) com dois acionistas apenas: A Municipalidade de Roterdam e o Estado Holandês. disponibiliza para arrendamentos de longo prazo de áreas portuárias destinadas à exploração de atividades empresariais, especialmente empresas de armazenagem, terminais de carga, indústrias químicas e petroquímicas, incluindo-se produção de energia. PORTO de ROTERDAM
  • 29. É um porto de águas profundas, com profundidades naturais de até 28m., e possui terminais especializados que permitem o movimento de diferentes tipos de mercadorias. Além de ser o principal porto na fachada atlântica de Portugal, devido às suas características geofísicas, é a principal porta de entrada de abastecimento energético do país, como: gás natural, carvão, petróleo e seus derivados Administração do Porto de Sines, S.A. - APS, SA, é uma sociedade anônima de capitais exclusivamente públicos. A APS tem como finalidade administrar o porto de Sines, gerindo a sua exploração econômica, conservação e desenvolvimento, estabelecendo, também, o exercício das competências e prerrogativas de autoridade portuária. PORTO de SINES
  • 30.
  • 31. Shanghai A cidade de Shanghai, cujo nome significa “Sobre o Mar”, é o portão de entrada para a grande bacia do Rio Chang (mais conhecido, fora do País, como Rio Yangtzê). Com uma população urbana e rural de 13 milhões e uma área de 6 341 km², possui o porto mais importante da China e destaca-se como o maior centro econômico e comercial do País, e uma verdadeira revolução urbanística e arquitetônica porque vem passando nos últimos anos.
  • 32. Singapore Cingapura tem uma economia altamente desenvolvida baseada no mercado, que historicamente girava em torno do entreposto comercial, em outras palavras, uma enorme economia de exportação, dependente da exportação de mercadorias para outros países. Foi avaliada como o país com o maior número de empresas de economia familiar em todo o mundo,com milhares de expatriados estrangeiros a trabalhar em empresas multinacionais. Tem um dos portos mais movimentados do mundo e é o quarto maior centro de negociação de câmbio do mundo depois de Londres, Nova York e Tóquio.
  • 33. Hong Kong É uma Região Administrativa Especial da República Popular da China e uma ex-colônia do Império Britânico até 1997. Segundo a política “ um país, dois sistemas”, possui um alto grau de autonomia em todas as áreas, exceto política externa e defesa que são de responsabilidades do governo central de Pequim. Com uma população de 7 milhões de habitantes e uma área de 1.054 Km², Hong Kong é um centro financeiiro internacional, com uma economia capitalista altamente desenvolvida, sendo uma das economias mais liberais do mundo.
  • 34. Shenzhen Era um pequeno vilarejo de pescadores, com 30 000 habitantes, até se tornar, em 1980, a primeira Zona Econômica Especial da China – nome dado a regiões com regime legal diferenciado para abertura de mercado, diversificação da produção e estímulo à exportação. Desde então, o PIB local passou de 400 milhões de dólares para 114 bilhões de dólares – um salto de 284 000%. Com 9.000.000 de habitantes é a maior renda per capita do país, e a cidade que mais cresce no mundo, de acordo com o Serviço de Comércio dos Estados Unidos.
  • 36.
  • 37.
  • 38.  
  • 39.  
  • 40.  
  • 41. BRASIL: UMA DAS ECONOMIAS QUE MAIS CRESCEM EM 2010 Source: WEO/IMF Produced by: Ministry of Finance * IMF Forecasts Previsão de crescimento do PIB - países selecionados - em% do PIB China India Brazil Russia Japan Germany United States Euro Zone
  • 42. Tipo de Acondicionamento Países Contentores Sentido Carga Geral Granel Líquido Granel Sólido Ro-Ro Total Brasil – Angola East Bound West Bound 476.269 102.853 7.814 30.116 0 244 0 0 0 0 617.053 244 Brasil – Cabo Verde East Bound West Bound 14.457 13.791 0 0 0 14 0 0 0 0 28.248 14 Brasil – Guiné Bissau East Bound West Bound 20.832* 5.946* 0 0 0 0 0 0 0 0 26.778* 0* Brasil – Moçambique East Bound West Bound 20.530 101 0 0 0 1.091 0 0 0 0 20.630 1.091 Brasil – São Tomé e Príncipe East Bound West Bound 819 0 0 0 0 6 0 0 0 0 819 6 Unidade: Toneladas * Estimativa FORDESI
  • 43.  
  • 44.
  • 45.  
  • 46. Evolução e Modernização das Embarcações Portos de Transbordo
  • 47.  
  • 48. NAVIO de 18.000 TEUs ( em construção) Casco em forma de U, representa um incremento de 16% de capacidade em comparação com o casco em forma de V, de outros navios. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS: Comprimento- 400 m. Largura- 59m. Calado Max.- 16m. Velocidade Max.-23 nós
  • 49. Evolução e Modernização das Embarcações Portos de Enlace
  • 50. EAV – EMBARCAÇÃO DE ALTA VELOCIDADE (feeder transport) Os navios comerciais de alta velocidade vêm operando internacionalmente de maneira satisfatória, desde o final da década de 50. Alguns exemplos conhecidos são: os monocascos, os hydrofolis e os Hovercraft. Desde os anos 60, a travessia de Dover a Calais, pelo Canal da Mancha, tem sido realizada pelo SR N4 Hovercraft, que pode levar 254 passageiros e 30 automóveis, a uma velocidade de serviço de 65 nós.
  • 51.  
  • 52. Evolução e Modernização dos Terminais de Contêineres
  • 53.  
  • 54.  
  • 55. No início do século XIX, o visionário Simón Bolivar proferiu a seguinte frase: “ É de se fazer notar que a União Européia levou realmente séculos e inúmeras guerras para encontrar-se. Porém, se eles, com diferentes idiomas, religiões e idiossincrasias conseguiram, o que nós estamos esperando, com a mesma língua, o mesmo Deus e tão- somente minúsculas diferenças, para unir-nos?.” Fonte: NEDIN / UFF COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA CPLP
  • 56. Eng. ADALMIR JOSÉ DE SOUZA Representante do Brasil / CPLP ( Portaria n° 97/2010 da SEP ) [email_address] Muito Obrigado!