SlideShare uma empresa Scribd logo
PORTO E O PRESENTE
Volume de Tráfego anual superior a 6.000.000 de toneladas;
                                  O PORTO DE LUANDA
Ritmo médio de carga/descarga de 1.000 Tons/Dia (carga Geral);
                                                  E O FUTURO
Ritmo médio de carga/descarga de 192 Contentores/Dia por navio;

Situação financeira estável;

Manuseia 85% da Carga que chega ao País;

Alguma dificuldade operacional, devido ao elevado volume de tráfego que chega
ao pais
Média de chegada de 2 a 3 navios/dia (de Longo Curso)

Dificuldade de acesso ao Hinterland;
1º Encontro dos Portos da CPLP
Zona de expansão limitada
Leixões 25‐26 de Setembro de 2008
O PORTO DE LUANDA
O Porto de Luanda é o mais importante porto
de Angola, movimentando mais de 80% do
tráfego marítimo de e para Angola. Está
localizado a 8º47’ de latitude Sul e a 13º14’ de
Longitude Este.

É um porto natural com excelentes condições
para receber navios em qualquer época do
ano.

Ocupa o 10º lugar no ranking dos portos
africanos, em termos de movimentação de
contentores É o 5º a nivel da região Oeste de
África.
O NOSSO HINTERLAND
O Porto de Luanda é o principal
centro de escoamento de
mercadorias para toda a parte
norte,    compreendendo       as
províncias de: Luanda, K. Norte,
Uige, Zaire, Malange, Bengo e
Lunda Norte, um universo de
mais    de    6   milhões    de
consumidores.
DIMENSÕES E INFRA‐ESTRUTURAS

  3.200 metros de cais acostável

   4 Grandes Terminais

  17 Postos de acostagem (incluindo 5 da Sonils)

  10 armazéns

   Fundos variam entre 3,5 e 5,5 ‐ 10,5 e 12,5 metros

   1.358.770 m2 de terraplenos
DIVISÃO DO ESPAÇO NO PORTO
Organização Administrativa da A EPL


   Um CA composto por 5 membros

   Estrutura organica moderna

   Quadro de carreiras definido

   Aposta na formação dos quadros (Centro de
   Formação), com investimento supeior a meio
   milhão de dólares/ano
Situação financeira da A EPL


   É um porto rentável, com uma receita média anual
   dos últimos 2 anos superior a USD 140 milhões

   GIAF/GCP (Sistema de Gestão Integrado
   Adminsitrativo e Financeiro/Gestão Comercial
   Portuária)
Segurança Portuária


  É um porto seguro e certificado pelas normas do
  Código ISPS

  Implementação do sistema CCTV em todo o Porto
TRÁFEGO – 2007
 • Mercadorias Manuseadas : 6.013.695 Tons

 • Carga Geral: 3.031.688 Tons (50,4%)

 • Contentores : 444.867 Teus (49,6%)

 • Viaturas                : 67.509

 • Tráfego de Navios: 4.199 (dos quais 692 de Longo Curso,:
  e os restantes de Cabotagem e de Apoio a Actividade Petrolífera)

 • Crescimento do movimento de mercadorias de 10% face ao ano de 2006
ESTATÍSTICA – 2003 – 2007
TRÁFEGO – 1º Semestre 2008
 • Mercadorias manuseadas: 3.168.934 Tons

 • Carga a Granel            : 2.956.059 Tons

 • Contentores               : 287.298 Teus

 • Viaturas                  : 27.886

 • Tráfego de Navios: 2.056 (dos quais 366 de Longo Curso,:
 e os restantes de Cabotagem e de Apoio a Actividade Petrolífera)

 • Crescimento do movimento de mercadorias de 8% face ao 1º Semestre
   de 2007
PORTO E O FUTURO : Desafios


  Um Porto Moderno;

  Melhorar o ritmo de carga e descarga das
  mercadorias;

  Redução dos tempos de espera dos Navios
PORTO E O FUTURO : Desafios

  Segurança marítima (Certificação definitiva do
  Código ISPS)

  Interligação com os acessos rodo‐ferroviários e
  servir todo seu Hinterland
PLANO ESTRATÉGICO
    2006‐2010
VISÃO

    O Porto de Luanda será um Porto de
    referência entre todos os Portos Africanos

    Queremos ser avaliados pelos Clientes e pela
    Comunidade pela nossa Liderança e
    Excelência.
MISSÃO

     Facilitar o crescimento da economia angolana.

     Melhorar a qualidade e o preço dos serviços
     portuários, marítimos, intermodais e logísticos
     que favoreçam o desenvolvimento económico e
     social da área de influência do Porto de Luanda
VALORES
Os Novos Concessionários: Desafios

               ‐ Modernização

               ‐ Eficiência

Organização    ‐ Eficácia

               ‐ Serviços de qualidade e de baixo custo

               ‐Melhor rendimento operativo
PERSPECTIVAS

1. Continuar a implementar o Plano Estratégico 2006‐2010
   (Visão: Colocar o Porto entre os melhores de África)

2. Concluir a reabilitação da rede de abastecimento de água
   interior do Porto

3. Fazer evoluir o Porto Seco para Plataforma Logística

4. Extensão do GCP/GIAF a outras entidades (Alfândega,
   Terminais Portuários, Agentes de Navegação, Despachantes,
   Bancos e outros)
PERSPECTIVAS

5.   Melhorar as capacidades energéticas para o porto

6.   Melhoramento das Telecomunicações

7.   Maior envolvimento da Comunidade Portuária na solução dos problemas do
     Porto

8.   Concessão dos serviços de reboque e Pilotagem

9.   Construção do Novo Porto, (investimento de grande
     impacto, coordenado e dirigido pelo Governo Central )
PROJECTOS EM CURSO
1.   Construção de um Terminal de Contentores com 300 metros de cais

2.   Reabilitação das infra‐estruturas (cais e terraplenos) nos 4 terminais

3.   Reabilitação das linhas férreas no interior do Porto

4.   Construção do Guichet Único

5.   Instalação de básculas no TCG

6.   Reabilitação da rede de água do Porto

7.   Reabilitação da rede eléctrica no interior do Porto

8.   Informatização e modernização dos serviços e procedimentos
INVESTIMENTOS PREVISTOS ATÉ 2010
 USD: 105 MILHÕES
 Total investido: USD 21.000.000

  Este montante está a ser aplicado em :

  Aquisição de novos equipamentos
  Obras em infra‐estruturas
  Segurança
  Formação de recursos humanos
TERM. CARGA GERAL: Layout
TERMINAL DE CARGA GERAL: Futuro
TERMINAL DE CONTENTORES: Layout
Escritórios e Portaria do TC




 28
Futuro TC
TERMINAL POLIVALENTE
7,4 Milhões de TONS
                         PROJECÇÃO DO TRÁFEGO




 9,6 Milhões de TONS




    12 Milhões de TONS
MUITO OBRIGADO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Etude sur la compétitivité du port de casablanca.phase 1 analyse de la struct...
Etude sur la compétitivité du port de casablanca.phase 1 analyse de la struct...Etude sur la compétitivité du port de casablanca.phase 1 analyse de la struct...
Etude sur la compétitivité du port de casablanca.phase 1 analyse de la struct...
Houda AJ
 
port technologies
port technologies port technologies
port technologies
Abhishek
 
Port administration&ownership&management
Port administration&ownership&managementPort administration&ownership&management
Port administration&ownership&management
BARITEMEL
 
Berth,Yard & Vessel Planning
Berth,Yard & Vessel PlanningBerth,Yard & Vessel Planning
Berth,Yard & Vessel Planning
Paco Rojo
 
The Emergence of Smart Ports and Their Impactful Implications
The Emergence of Smart Ports and Their Impactful ImplicationsThe Emergence of Smart Ports and Their Impactful Implications
The Emergence of Smart Ports and Their Impactful Implications
Mehdi Rastegary
 
Transport de Marchandise
Transport de MarchandiseTransport de Marchandise
Transport de Marchandise
Med El Assi
 
Connaissement et-contentieux
Connaissement et-contentieuxConnaissement et-contentieux
Connaissement et-contentieuxRabah HELAL
 
Commerce maritime-et-contentieux
Commerce maritime-et-contentieuxCommerce maritime-et-contentieux
Commerce maritime-et-contentieuxRabah HELAL
 
Terminaux a-conteneur
Terminaux a-conteneurTerminaux a-conteneur
Terminaux a-conteneurRabah HELAL
 
BI for Cargo Terminal Port
BI for Cargo Terminal  PortBI for Cargo Terminal  Port
BI for Cargo Terminal Port
Dhiren Gala
 
Port and shipping process
Port and shipping processPort and shipping process
Port and shipping process
Hossein J.Kamali
 
Smart ports-manual-strategy-and-roadmap
Smart ports-manual-strategy-and-roadmapSmart ports-manual-strategy-and-roadmap
Smart ports-manual-strategy-and-roadmap
ANDINAVEDOCUMENTATIO
 
Sûretés maritimes russe
  Sûretés maritimes russe  Sûretés maritimes russe
Sûretés maritimes russeRabah HELAL
 
Factors that affect vessel turnaround time
Factors that affect vessel turnaround timeFactors that affect vessel turnaround time
Factors that affect vessel turnaround time
Kaveen Gayathma
 
วิชาการจัดการพาณิชย์นาวี บทที่ 1
วิชาการจัดการพาณิชย์นาวี บทที่ 1วิชาการจัดการพาณิชย์นาวี บทที่ 1
วิชาการจัดการพาณิชย์นาวี บทที่ 1
Khwanchai Changkerd
 
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
Portos de Portugal
 
Le transport maritime (Exposé)
Le transport maritime (Exposé)Le transport maritime (Exposé)
Le transport maritime (Exposé)
RAMZI EL IDRISSI
 
Conteneurs maritimes
  Conteneurs  maritimes  Conteneurs  maritimes
Conteneurs maritimesRabah HELAL
 
Extrait du Bulletin des Transports et de la Logistique
Extrait du Bulletin des Transports et de la Logistique Extrait du Bulletin des Transports et de la Logistique
Extrait du Bulletin des Transports et de la Logistique
Nathalie Delatour
 
00-cargo-stowage-and-securing-north-of-england (1).pdf
00-cargo-stowage-and-securing-north-of-england (1).pdf00-cargo-stowage-and-securing-north-of-england (1).pdf
00-cargo-stowage-and-securing-north-of-england (1).pdf
MaanMrabet1
 

Mais procurados (20)

Etude sur la compétitivité du port de casablanca.phase 1 analyse de la struct...
Etude sur la compétitivité du port de casablanca.phase 1 analyse de la struct...Etude sur la compétitivité du port de casablanca.phase 1 analyse de la struct...
Etude sur la compétitivité du port de casablanca.phase 1 analyse de la struct...
 
port technologies
port technologies port technologies
port technologies
 
Port administration&ownership&management
Port administration&ownership&managementPort administration&ownership&management
Port administration&ownership&management
 
Berth,Yard & Vessel Planning
Berth,Yard & Vessel PlanningBerth,Yard & Vessel Planning
Berth,Yard & Vessel Planning
 
The Emergence of Smart Ports and Their Impactful Implications
The Emergence of Smart Ports and Their Impactful ImplicationsThe Emergence of Smart Ports and Their Impactful Implications
The Emergence of Smart Ports and Their Impactful Implications
 
Transport de Marchandise
Transport de MarchandiseTransport de Marchandise
Transport de Marchandise
 
Connaissement et-contentieux
Connaissement et-contentieuxConnaissement et-contentieux
Connaissement et-contentieux
 
Commerce maritime-et-contentieux
Commerce maritime-et-contentieuxCommerce maritime-et-contentieux
Commerce maritime-et-contentieux
 
Terminaux a-conteneur
Terminaux a-conteneurTerminaux a-conteneur
Terminaux a-conteneur
 
BI for Cargo Terminal Port
BI for Cargo Terminal  PortBI for Cargo Terminal  Port
BI for Cargo Terminal Port
 
Port and shipping process
Port and shipping processPort and shipping process
Port and shipping process
 
Smart ports-manual-strategy-and-roadmap
Smart ports-manual-strategy-and-roadmapSmart ports-manual-strategy-and-roadmap
Smart ports-manual-strategy-and-roadmap
 
Sûretés maritimes russe
  Sûretés maritimes russe  Sûretés maritimes russe
Sûretés maritimes russe
 
Factors that affect vessel turnaround time
Factors that affect vessel turnaround timeFactors that affect vessel turnaround time
Factors that affect vessel turnaround time
 
วิชาการจัดการพาณิชย์นาวี บทที่ 1
วิชาการจัดการพาณิชย์นาวี บทที่ 1วิชาการจัดการพาณิชย์นาวี บทที่ 1
วิชาการจัดการพาณิชย์นาวี บทที่ 1
 
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
ESTRATÉGIA PARA O AUMENTO DA COMPETITIVIDADE PORTUÁRIA - Horizonte 2016-2026
 
Le transport maritime (Exposé)
Le transport maritime (Exposé)Le transport maritime (Exposé)
Le transport maritime (Exposé)
 
Conteneurs maritimes
  Conteneurs  maritimes  Conteneurs  maritimes
Conteneurs maritimes
 
Extrait du Bulletin des Transports et de la Logistique
Extrait du Bulletin des Transports et de la Logistique Extrait du Bulletin des Transports et de la Logistique
Extrait du Bulletin des Transports et de la Logistique
 
00-cargo-stowage-and-securing-north-of-england (1).pdf
00-cargo-stowage-and-securing-north-of-england (1).pdf00-cargo-stowage-and-securing-north-of-england (1).pdf
00-cargo-stowage-and-securing-north-of-england (1).pdf
 

Semelhante a I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de LuandaI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
Porto de Luanda
 
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
FaustinoGonalves
 
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
aplop
 
Transportes marítimos em portugal
Transportes marítimos em portugalTransportes marítimos em portugal
Transportes marítimos em portugal
Mayjö .
 
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
aplop
 
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
APS - Administração dos Portos de Sines e do Algarve, S.A.
 
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Feliciana Monteiro
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
aplop
 
Rocha gil didi e dany
Rocha gil didi e danyRocha gil didi e dany
Rocha gil didi e dany
Mayjö .
 
Brochure Grupo ETE
Brochure Grupo ETEBrochure Grupo ETE
Brochure Grupo ETE
pmmendes
 
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua PortuguesaIndicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
aplop
 
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística GlobalO Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
Gian Gabriel Guglielmelli
 
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Idalina Leite
 
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
aplop
 
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – BrasilIII Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
Portos de Portugal
 
eBook – Operações portuárias - kmm.pdf
eBook – Operações portuárias - kmm.pdfeBook – Operações portuárias - kmm.pdf
eBook – Operações portuárias - kmm.pdf
Marcos Boaventura
 
Portos Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Portos  Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008Portos  Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Portos Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Michel_Donner
 
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário pBndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Isis Perdigão
 

Semelhante a I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda (20)

I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de LuandaI Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
I Encontro de Portos da CPLP – Apresentação do Porto de Luanda
 
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
20230720 - Faustino Goncalves - plano estrategico final.pptx
 
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
“INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - A...
 
Transportes marítimos em portugal
Transportes marítimos em portugalTransportes marítimos em portugal
Transportes marítimos em portugal
 
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
Portos Timorenses - O desenvolvimento do Projecto de PPP do Porto da Baía de ...
 
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines, Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines, Porta Atlântica da Europa
 
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
Novo Terminal de Contentores em Portugal, uma escolha difícil (parte 1)
 
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da EuropaPorto de Sines - Porta Atlântica da Europa
Porto de Sines - Porta Atlântica da Europa
 
Rocha gil didi e dany
Rocha gil didi e danyRocha gil didi e dany
Rocha gil didi e dany
 
Brochure Grupo ETE
Brochure Grupo ETEBrochure Grupo ETE
Brochure Grupo ETE
 
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua PortuguesaIndicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
Indicadores e Tendências da Economia do Mar nos Países de Língua Portuguesa
 
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística GlobalO Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
O Papel dos Portos Concentradores na Cadeia Logística Global
 
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018Revista APS N.º 74 - Abril 2018
Revista APS N.º 74 - Abril 2018
 
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
Autoestradas do Mar - Mobilidade e Comunicação 2
 
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
Revista APS N.º 57 – Novembro 2012
 
A JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única LogísticaA JUL - Janela Única Logística
A JUL - Janela Única Logística
 
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – BrasilIII Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
III Encontro de Portos da CPLP – Adalmir José de Sousa – Brasil
 
eBook – Operações portuárias - kmm.pdf
eBook – Operações portuárias - kmm.pdfeBook – Operações portuárias - kmm.pdf
eBook – Operações portuárias - kmm.pdf
 
Portos Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Portos  Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008Portos  Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
Portos Em Busca De Solucoes TCU WB Junho 2008
 
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário pBndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
Bndes dimensionamento do potencial de investimento para o setor portuário p
 

Mais de aplop

Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
aplop
 
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
aplop
 
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
aplop
 
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
aplop
 
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
aplop
 
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
aplop
 
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaA estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
aplop
 
Janela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portuguesesJanela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portugueses
aplop
 
Direito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPDireito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOP
aplop
 
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de MoçambiqueOs Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
aplop
 
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e EstratégiaO Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
aplop
 
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do BrasilO Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
aplop
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
aplop
 
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoPortugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
aplop
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
aplop
 
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPExportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
aplop
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
aplop
 
O Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em MarrocosO Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em Marrocos
aplop
 
O desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de TibarO desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de Tibar
aplop
 
O Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
O Direito Portuário nos Países de Língua PortuguesaO Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
O Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
aplop
 

Mais de aplop (20)

Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
Direito Portuário e Marítimo – Trabalho Portuário [Guilherme Dray]
 
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
Direito das Concessões e Licenças Portuárias – O Caso dos TUP [Murillo Barbosa]
 
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
O Direito das Concessões e Licenças Portuárias em Angola [Neusa Nascimento]
 
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
Concessões de Licenças Portuárias [Amadeu Rocha]
 
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
Portos Brasileiros – Impactos e riscos da mudança do clima nos portos público...
 
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
Portos Brasileiros – Porto do Suape - Estratégia de Crescimento do Porto do S...
 
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logísticaA estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
A estratégia do Porto de Maputo e a integração global logística
 
Janela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portuguesesJanela Única Logística dos portos portugueses
Janela Única Logística dos portos portugueses
 
Direito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOPDireito portuário nos países membros da APLOP
Direito portuário nos países membros da APLOP
 
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de MoçambiqueOs Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
Os Novos Desafios para os Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique
 
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e EstratégiaO Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
O Sector Portuário em Marrocos – Governança e Estratégia
 
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do BrasilO Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
O Porto de Itaqui – O porto da região centro-norte do Brasil
 
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo VerdeNovo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
Novo Terminal de Cruzeiros do Mindelo – Cabo Verde
 
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófonoPortugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
Portugal: Novos desafios na formação marítima e portuária no espaço lusófono
 
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e IncertezasSHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
SHIPPING – Momentos de Interessantes Tendências e Incertezas
 
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLPExportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
Exportações do Brasil e oportunidades para os portos da CPLP
 
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESESINVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
INVESTIMENTO NOS PORTOS PORTUGUESES
 
O Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em MarrocosO Sistema Portuário em Marrocos
O Sistema Portuário em Marrocos
 
O desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de TibarO desenvolvimento do Porto de Tibar
O desenvolvimento do Porto de Tibar
 
O Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
O Direito Portuário nos Países de Língua PortuguesaO Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
O Direito Portuário nos Países de Língua Portuguesa
 

I Encontro de Portos da CPLP - Apresentação do Porto de Luanda

  • 1. PORTO E O PRESENTE Volume de Tráfego anual superior a 6.000.000 de toneladas; O PORTO DE LUANDA Ritmo médio de carga/descarga de 1.000 Tons/Dia (carga Geral); E O FUTURO Ritmo médio de carga/descarga de 192 Contentores/Dia por navio; Situação financeira estável; Manuseia 85% da Carga que chega ao País; Alguma dificuldade operacional, devido ao elevado volume de tráfego que chega ao pais Média de chegada de 2 a 3 navios/dia (de Longo Curso) Dificuldade de acesso ao Hinterland; 1º Encontro dos Portos da CPLP Zona de expansão limitada Leixões 25‐26 de Setembro de 2008
  • 2. O PORTO DE LUANDA O Porto de Luanda é o mais importante porto de Angola, movimentando mais de 80% do tráfego marítimo de e para Angola. Está localizado a 8º47’ de latitude Sul e a 13º14’ de Longitude Este. É um porto natural com excelentes condições para receber navios em qualquer época do ano. Ocupa o 10º lugar no ranking dos portos africanos, em termos de movimentação de contentores É o 5º a nivel da região Oeste de África.
  • 3. O NOSSO HINTERLAND O Porto de Luanda é o principal centro de escoamento de mercadorias para toda a parte norte, compreendendo as províncias de: Luanda, K. Norte, Uige, Zaire, Malange, Bengo e Lunda Norte, um universo de mais de 6 milhões de consumidores.
  • 4. DIMENSÕES E INFRA‐ESTRUTURAS 3.200 metros de cais acostável 4 Grandes Terminais 17 Postos de acostagem (incluindo 5 da Sonils) 10 armazéns Fundos variam entre 3,5 e 5,5 ‐ 10,5 e 12,5 metros 1.358.770 m2 de terraplenos
  • 6.
  • 7. Organização Administrativa da A EPL Um CA composto por 5 membros Estrutura organica moderna Quadro de carreiras definido Aposta na formação dos quadros (Centro de Formação), com investimento supeior a meio milhão de dólares/ano
  • 8. Situação financeira da A EPL É um porto rentável, com uma receita média anual dos últimos 2 anos superior a USD 140 milhões GIAF/GCP (Sistema de Gestão Integrado Adminsitrativo e Financeiro/Gestão Comercial Portuária)
  • 9. Segurança Portuária É um porto seguro e certificado pelas normas do Código ISPS Implementação do sistema CCTV em todo o Porto
  • 10. TRÁFEGO – 2007 • Mercadorias Manuseadas : 6.013.695 Tons • Carga Geral: 3.031.688 Tons (50,4%) • Contentores : 444.867 Teus (49,6%) • Viaturas : 67.509 • Tráfego de Navios: 4.199 (dos quais 692 de Longo Curso,: e os restantes de Cabotagem e de Apoio a Actividade Petrolífera) • Crescimento do movimento de mercadorias de 10% face ao ano de 2006
  • 12. TRÁFEGO – 1º Semestre 2008 • Mercadorias manuseadas: 3.168.934 Tons • Carga a Granel : 2.956.059 Tons • Contentores : 287.298 Teus • Viaturas : 27.886 • Tráfego de Navios: 2.056 (dos quais 366 de Longo Curso,: e os restantes de Cabotagem e de Apoio a Actividade Petrolífera) • Crescimento do movimento de mercadorias de 8% face ao 1º Semestre de 2007
  • 13. PORTO E O FUTURO : Desafios Um Porto Moderno; Melhorar o ritmo de carga e descarga das mercadorias; Redução dos tempos de espera dos Navios
  • 14. PORTO E O FUTURO : Desafios Segurança marítima (Certificação definitiva do Código ISPS) Interligação com os acessos rodo‐ferroviários e servir todo seu Hinterland
  • 15. PLANO ESTRATÉGICO 2006‐2010
  • 16. VISÃO O Porto de Luanda será um Porto de referência entre todos os Portos Africanos Queremos ser avaliados pelos Clientes e pela Comunidade pela nossa Liderança e Excelência.
  • 17. MISSÃO Facilitar o crescimento da economia angolana. Melhorar a qualidade e o preço dos serviços portuários, marítimos, intermodais e logísticos que favoreçam o desenvolvimento económico e social da área de influência do Porto de Luanda
  • 19. Os Novos Concessionários: Desafios ‐ Modernização ‐ Eficiência Organização ‐ Eficácia ‐ Serviços de qualidade e de baixo custo ‐Melhor rendimento operativo
  • 20. PERSPECTIVAS 1. Continuar a implementar o Plano Estratégico 2006‐2010 (Visão: Colocar o Porto entre os melhores de África) 2. Concluir a reabilitação da rede de abastecimento de água interior do Porto 3. Fazer evoluir o Porto Seco para Plataforma Logística 4. Extensão do GCP/GIAF a outras entidades (Alfândega, Terminais Portuários, Agentes de Navegação, Despachantes, Bancos e outros)
  • 21. PERSPECTIVAS 5. Melhorar as capacidades energéticas para o porto 6. Melhoramento das Telecomunicações 7. Maior envolvimento da Comunidade Portuária na solução dos problemas do Porto 8. Concessão dos serviços de reboque e Pilotagem 9. Construção do Novo Porto, (investimento de grande impacto, coordenado e dirigido pelo Governo Central )
  • 22. PROJECTOS EM CURSO 1. Construção de um Terminal de Contentores com 300 metros de cais 2. Reabilitação das infra‐estruturas (cais e terraplenos) nos 4 terminais 3. Reabilitação das linhas férreas no interior do Porto 4. Construção do Guichet Único 5. Instalação de básculas no TCG 6. Reabilitação da rede de água do Porto 7. Reabilitação da rede eléctrica no interior do Porto 8. Informatização e modernização dos serviços e procedimentos
  • 23. INVESTIMENTOS PREVISTOS ATÉ 2010 USD: 105 MILHÕES Total investido: USD 21.000.000 Este montante está a ser aplicado em : Aquisição de novos equipamentos Obras em infra‐estruturas Segurança Formação de recursos humanos
  • 24.
  • 26. TERMINAL DE CARGA GERAL: Futuro
  • 31. 7,4 Milhões de TONS PROJECÇÃO DO TRÁFEGO 9,6 Milhões de TONS 12 Milhões de TONS