O império português do oriente 1ª parte

1.640 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.640
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O império português do oriente 1ª parte

  1. 1. O 1º impérioportuguês:O IMPÉRIO DOORIENTE
  2. 2. E o sumáriopara estaexposição é:
  3. 3. 1. Necessidades da EXPANSÃOPORTUGUESA no inicio do séculoXV.2. PORTUGAL e asCONDIÇÕES GEOGRÁFICAS ,humanas, políticas, técnicase científicas.
  4. 4. No século XIV o mundo era em grande partedesconhecido...
  5. 5. O DESCONHECIDOAté ao século XV a imaginação dos mercadores eaventureiros criaram muitas lendas sobre o mundo quenão conheciam.Diziam, por exemplo, que os navios que se aventurassempara o sul, ao longo da costa africana, seriam engolidospelo MAR TENEBROSO.
  6. 6. Nesta zona, grandes ondas emonstros marinhosafundavam os barcos.O mar ardia como fogo e ocalor era tanto que oshomens brancos ficavamnegros.Viam ainda seresfantásticos, com um só olho,com cabeça de cão, semcabeça, com uma só pernaque atacavam quem seaproximasse.
  7. 7. ... a crise económica, social e política lançou a Europa e tambémPORTUGAL na descoberta de novos produtos para o comércio enova fontes para fazer dinheiro.
  8. 8. trigo
  9. 9. ouro
  10. 10. especiarias
  11. 11. IMPORTAÇÃO:é a compra de produtos ao estrangeiro,quer dizer aos outros países .Produtos, como por exemplo: o trigo, ostecidos, os sapatos, as especiarias, etc.
  12. 12. PORTUGAL, tinha CONDIÇÕESGEOGRÁFICASgraças àsua posiçãogeográfica;bonsportos demar ;localizaçãoestratégica;
  13. 13. Porto de Lisboa
  14. 14.  A existênciade marinheirosexperientesfamiliarizadoscom o mar,devido aocomércio delonga distânciae à pesca.PORTUGAL, tinha CONDIÇÕESHUMANAS
  15. 15. PORTUGAL, tinhaCONDIÇÕES POLÍTICASD. João I tinha assinado a paz comCastela;D. João I tinha iniciado uma novadinastia, a de AVIS, precisando mostrarque era de fato o rei escolhido por todosos portugueses;Precisava recompensar os nobres eos burgueses que tinham ficado do seulado.
  16. 16. PORTUGAL, tinha CONDIÇÕESTÉCNICAS E CIENTÍFICASConheciam desde o século XIV : o astrolábio, abússola, o quadrante e a carta portulano;
  17. 17. Carta portulano
  18. 18. Um portulano (do latim "portus", porto),ou portolano, é uma antiga carta náuticaEuropeia, datada do século XIII ouposterior.http://pt.wikipedia.org/wiki/Portulano
  19. 19.  praticavam a navegação astronómica ( emalto mar com a observação dos astros);
  20. 20. nsaiar e aperfeiçoar instrumentos náuticosSuspendia-se o astrolábiopelo anel, movendo-se amediclina até que um raio desol atravessasse as duaspínulas.Esta prática era chamada«pesar o sol».A mediclina indicava a alturado sol o que, com a consultadas tabelas de declinação,permitia achar a latitude dolugar.Astrolábio náuticoAstrolábio náutico
  21. 21. QuadranteBalestilhaBússolaFio-de-prumoCompasso
  22. 22. Praticavam o bolinar ( navegar contra osventos contrários, graças ao uso da velatriangular) ;
  23. 23. BOLINAR
  24. 24. aperfeiçoaram aCARAVELA,equipando-a comum leme fixo àpopa e velastriangulares;
  25. 25. Vantagens da CARAVELA
  26. 26. A caravela foi o utilizada pelos portugueses durante o iníciodos Descobrimentos, nos séculos XV e XVI.Podia levar cerca de 40 homens mais os tripulantes, homensde manobravam e mantinham em funcionamento o barco. Erarápida e fácil de manobrar e, em caso de necessidade, podiaser movida a remos.Podia movimentar cerca de 50 toneladas.Utilizava velas triangulares que podiam movimentar-se contrao vento, isto é podia bolinar.Adicionando artilharia, a caravela transformou-se num naviomercante que levava homens e mercadorias e que podianavegar até mesmo para regiões de ventos desconhecidos.A grande vantagem da caravela era a sua agilidade, numaépoca em que os árabes e os piratas bloqueavam todas asrotas que ligavam a Europa com o Oriente.
  27. 27. A popa ou ré é a seção traseira de um barco.Por razões funcionais a popa sempre foi alocalização do aparelho de manobra do navio, emespecial do leme e da respetiva roda do leme, queantes do desenvolvimento das tecnologias demovimento hidráulico não podiam ser manobradosde muito longe.
  28. 28. O leme é um dispositivo de controlo da direção deembarcações ou aeronaves, ISTO É PERMITECONTROLAR A NAVEGAÇÃO e a possibilidade de umnavio mudar de rumo ou direção.Leme normalmente preso ao cascoda embarcação na zona da popa,alinhado com a quilha.
  29. 29. 1 Quilha2 Casco3 Porão (interior do casco)4 Convés (pavimento entre aproa e o castelo da popa)5 Proa6 Popa ou Ré7 Castelo da Popa8 Tolda (pavimento do castelo dapopa)9 Mastro grande10 Verga11 Vela Latina grande12 Leme13 Amarras14 Âncora15 Cabos16 Amurada17 Mastro de mezena18 Vela Latina da mezenaA Caravela
  30. 30. tinham bons conhecimentos de calculomatemático e de astronomia;
  31. 31. ... Portugal foi o primeiro país Europeu a lançar-se nessaaventura de DESCOBRIR E EXPANDIR OS SEUS TERRITÓRIO.1415 - Conquista de Ceuta é oinicio desta EXPANSÃO.

×