Os descobrimentos portugueses parte ii

2.125 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.125
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os descobrimentos portugueses parte ii

  1. 1. Os NAVIOS dosDESCOBRIMENTOS
  2. 2. A Barca ou Barinel
  3. 3. A BARCA ou BARINELera um navio simples.Era um barco usado no marMEDITERRÂNEO.Tinha um casco achatado,um ou dois mastros evelas quadrangulares.Homens e animais tinhamque se arrumar no convés,pois não havia porão.Protegiam-se do frio e dachuva com panos untados emóleo que ficam como queoleados.
  4. 4. A CARAVELA foi um naviorevolucionário.Tinha um casco mais estávelpor ser mais estreito e fundo,permitindo cortar maisvelozmente a água.Por baixo do convés havia umespaço para transportarmantimentos.Na popa havia uma construçãode madeira – o castelo - ondetrabalhavam e dormiam ocapitão e o escrivão. Usavavelas triangulares ou latinasque lhe permitia bolinar,podendo assim navegar contrao vento.
  5. 5. Foi com acaravela que osPORTUGUESESdescobriram todaa costa ocidentalafricana e asilhas.
  6. 6. Os alimentos sólidoseram entregues crusaos tripulantes,mensalmente, devendoser cozinhados emfogões de bordo esempre no convés, aoar livre para evitarincêndios.Os fidalgos e os oficiaistinham direito a teremos seus empregados ecozinheiros.
  7. 7. Não havia a bordoqualquer espaçodestinado à higiene.Os homens faziam as suasnecessidades num balde,que depois penduravamborda fora para que asondas se encarregassemda limpeza geral.Também não existia nadaque se parecesse compapel higiénico.Para os mesmos finsutilizava-se um cabo(corda), que ia sempresuspenso e com a pontadesfiada dentro de água.
  8. 8. Entre as doenças mais vulgares, abordo, conta-se o mal dasgengivas, ou escorbuto,conhecido pelo mal de Luanda.Isto acontecia porque haviafalta de vitamina C naalimentação e porque aalimentação não era fresca.

×