Gestão de Projetos e Empreendedorismo (26/03/2013)

355 visualizações

Publicada em

Slides da aula apresentada no dia 26 de março de 2013.

Disciplina: Gestão de Projetos e Empreendedorismo.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
355
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de Projetos e Empreendedorismo (26/03/2013)

  1. 1. 1° Semestre de 2013Alessandro Almeida | www.alessandroalmeida.com26/03/2013
  2. 2. Termo de Abertura do Projeto TCC
  3. 3.  O exercício valeu a pena? Ao criar o TAP, cada grupo refletiu sobre a estrutura básica do projeto de TCC  (além de exercitar parte da gestão de um projeto) Considerando as dúvidas que surgiram durante a atividade, vale a pena refletirmos sobre alguns tópicos...
  4. 4.  O que é a justificativa do projeto? Como podemos definir premissa e restrição?  Qual é a diferença entre elas? Como distribuir os papéis e as responsabilidades dentro do projeto? Qual é a diferença entre escopo do produto (sistema) e escopo do projeto?
  5. 5.  A justificativa deve responder a seguinte pergunta: Qual problema precisamos resolver? Aqui o foco é no problema, e não na solução  A solução será descrita nas seções... ▪ 5. Descrição Macro da Solução ▪ 6. Escopo / Principais entregas
  6. 6.  Por que é importante pensar na justificativa?  Precisamos entender o problema, antes de propor (ou detalhar) a solução!“People don’t want to buy a quarter-inch drill. They want a quarter-inch hole!” Theodore Levitt  Cuidado ao perder o foco da justificativa do projeto!
  7. 7.  Premissa  São fatores que, para fins de planejamento, são considerados verdadeiros, reais ou certos sem prova ou demonstração  Talvez o seu projeto dependa de alguma premissa para dar certo Restrição  Limitação ou imposição de limite  Seu projeto precisa ser realizado dentro do limite definido
  8. 8.  Premissa: Talvez o seu projeto dependa de alguma premissa para dar certo... ▪ A Roberta, especialista em BI, vai participar do projeto. ▪ O cliente vai disponibilizar um analista de negócios em tempo integral na fase de levantamento de requisitos. Restrição: Seu projeto precisa ser realizado dentro do limite definido... ▪ O projeto precisa ser concluído antes de 31/12 ▪ O custo não pode ultrapassar R$ 500.000
  9. 9.  Todos podem fazer tudo? Cuidado com a difusão de responsabilidade  Artigo recomendado: www.administradores.com.br/artigos/administracao-e- negocios/difusao-de-responsabilidade/29147/ Lembrem-se do ditado...  “Cachorro que tem dois donos morre de fome.” Definam os papéis e as responsabilidades de cada membro da equipe
  10. 10.  Escopo do projeto: Projeto Gestão da Treinamento da Documentação Sistema Mudança Equipe
  11. 11.  Escopo do projeto: Projeto Gestão da Treinamento da Documentação Sistema Mudança Equipe Escopo do produto: Sistema Controle Banco de Parametri Cadastro Relatórios de Acesso Dados zações
  12. 12.  O escopo do produto é muito importante, mas não deve ser considerado isoladamente, pois ele faz parte do escopo do projeto
  13. 13. Se preparando para que tudo dê certo...
  14. 14. EncerramIniciação Planejamento Execução ento Monitoramento
  15. 15. EncerramIniciação Planejamento Execução ento Monitoramento
  16. 16.  Após o kick-off, inicia-se o planejamento do projeto Momento de organizar...  o que deve ser feito.  quando será feito.  quem fará.  quanto posso gastar.  os riscos do projeto.  Etc...
  17. 17.  Fase que pode determinar o sucesso ou o fracasso do projeto. Sempre que possível, evite criar documentos que servirão somente para atender a metodologia da empresa, sem agregar à gestão. Mas não tente realizar um projeto somente no “olhômetro”, pois o risco de fracasso é alto
  18. 18.  Fase que pode determinar o sucesso ou o fracasso do projeto.  Sempre que possível, evite criar documentosQuem é o único Gerente de Projetos que servirão somente para atender a metodologia da empresa, sem agregar no qualificado para a “gestão à gestão. olhômetro”?  Mas não tente realizar um projeto somente no “olhômetro”, pois o risco de fracasso é alto
  19. 19.  Fase que pode determinar o sucesso ou o fracasso do projeto. Sempre que possível, evite criar documentos que servirão somente para atender a metodologia da empresa, sem agregar à gestão. Mas não tente realizar um projeto somente no “olhômetro”, pois o risco de fracasso é alto Único Gerente de Projetos qualificado para a “gestão no olhômetro”
  20. 20. 1. Detalhar o 5. Criar o 7. Validar emapeamento 2. Detalhar o 3. Detalhar a 4. Criar o 6. Criar o Plano de divulgar os dos Escopo do EAP e o Plano de Plano de Recursos planos dostakeholders projeto Cronograma Comunicação Riscos Humanos projeto do projeto
  21. 21.  Será que esqueci de algum stakeholder?  É importante revisar o mapeamento e verificar se faltou alguém Qual é o papel e a influência do stakeholder dentro do projeto?  O cara pode ter o poder de “matar” seu projeto!
  22. 22.  Exemplo...Stakeholder Papel Influência Plano de Ação Zé das Envolvê-lo na Aprovar Couves Alta (afilhado definição e relatórios (Analista do CFO) aprovação dos financeiros do BIFinanceiro) relatórios Importante: Dependendo das informações cadastradas, não é recomendável compartilhar o mapeamento com todos
  23. 23. Reflexão
  24. 24.  Escopo: Soma dos produtos, serviços e resultados a serem fornecidos na forma de projeto (PMBoK, 4ª Edição) Agora que o projeto começou para valer, é fundamental detalhar e documentar tudo que faz parte dele (e o que não faz parte também!)
  25. 25.  A Declaração de Escopo pode ser um documento bem detalhado...
  26. 26.  A Declaração de Escopo pode ser um documento bem detalhado...
  27. 27.  A Declaração de Escopo pode ser um documento bem detalhado...
  28. 28.  A Declaração de Escopo pode ser um documento bem detalhado...  ... mas o principal é definir tudo que está dentro do escopo e tudo que está fora do escopo Sim!!!!  A Declaração de Escopo pode usar, como ponto de partida, o conteúdo do Termo de Abertura do Projeto
  29. 29.  Considerando as informações da Declaração de Escopo, é hora de revisar a EAP e o Cronograma construídos na etapa de iniciação.  Há entregas que eu não considerei na versão inicial da EAP?  Quais atividades eu preciso incluir no cronograma?
  30. 30.  Lembre-se!  A EAP e o Cronograma são muito úteis, pois permitem que você, Gerente de Projeto, tenha visibilidade sobre o que deve ser feito, quando será feito e quem fará
  31. 31.  Exemplo de EAP: Pedreiro Diagrama de Eletrônico Classes Documentaç Sistema ão Descrição de Plano de Cadastro de Cadastro de Controle de Manual Relatórios Caso de Uso Testes Pedreiros Materiais Acesso RequisitoRequisito Regras de Cenário de Script de NãoFuncional Negócio Testes Testes Funcional
  32. 32.  Exemplo de Cronograma: PEDREIRO ELETRÔNICO SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO 1 2 3 4 1 2 3 4 5 1 2 3 4DOCUMENTAÇÃO RESPONSÁVEL Plano de Testes Criar plano de testes José Validar com Gerente José Realizar testes Manoel Diagrama de Caso de Uso Levantar requisitos Joana Criar diagrama de Caso de Uso Maria Validar com o cliente MariaSISTEMA Cadastro de Pedreiros Codificar módulo Luiza Realizar testes unitários Luiza Encaminhar módulo para a célula de testes Pedro
  33. 33. Mapeamento dos Stakeholders + Declaração de Escopo + EAP +Cronograma
  34. 34.  Duas atividades:  Atividade 1 (Opcional): ▪ Mapeamento dos stakeholders do projeto ▪ Declaração de Escopo  Atividade 2 ((não) Opcional): ▪ EAP ▪ Cronograma
  35. 35. alessandro.almeida@uol.com.brwww.alessandroalmeida.com/unifieo.htmwww.slideshare.net/alessandroalmeida

×