O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

A moral evangelica do espiritismo

1.351 visualizações

Publicada em

Palestra Espírita baseada nas questões 627 e 628, Conclusão Item VIII de "O Livro dos Espíritos"

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

A moral evangelica do espiritismo

  1. 1. A Moral Evangélica do Espiritismo (“O Livro dos Espíritos”, questões 627 e 628; Conclusão item VIII)
  2. 2. A Moral Evangélica do Espiritismo “Ensinam os Espíritos qualquer moral nova, qualquer coisa superior ao que disse o Cristo? Se a moral deles não é senão a do Evangelho, de que serve o Espiritismo?” (“O Livro dos Espíritos”, Conclusão item VIII)
  3. 3. A Moral Evangélica do Espiritismo “Uma vez que Jesus ensinou as verdadeiras leis de Deus, qual a utilidade do ensino que os Espíritos dão? Terão que nos ensinar mais alguma coisa? “Por que a verdade não foi sempre posta ao alcance de toda gente?” (“O Livro dos Espíritos”, questão 627 e 628)
  4. 4. Definição Espírita: Moral “A moral é a regra de boa conduta e portanto da distinção entre o bem e o mal. É fundamentada sobre a observação da lei de Deus. O homem conduz-se bem quando faz tudo visando o bem e para o bem de todos, porque então observa a lei de Deus." (“O Livro dos Espíritos”, questão 629)
  5. 5. Existe uma Moral Espírita? “O Espiritismo não institui nenhuma nova moral; apenas facilita aos homens a inteligência e a prática da do Cristo, facultando fé inabalável e esclarecida aos que duvidam ou vacilam.” (“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Capítulo XVII, item 4)
  6. 6. Existe uma Moral Espírita? O Espiritismo não criou, portanto, nenhuma moral nova, assunto que o Codificador do Espiritismo iria esclarecer mais de dez anos depois: “A moral que os Espíritos ensinam é a do Cristo, pela razão de que não há outra melhor” (“A Gênese”, Capítulo I, item 56)
  7. 7. Princípios Morais de Jesus
  8. 8. Princípios Morais de Jesus • Deus único é o pai de todos (todos são iguais perante Deus). • Ame a Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o espírito, e ame seu próximo como a si mesmo, essa é toda a lei e todos os profetas estão contidas nela.
  9. 9. Princípios Morais de Jesus • Ame seus inimigos e faça o bem àqueles que o odeiam e ore por aqueles que o perseguem e caluniam. • Aquele dentre vocês que não tiver errado, que atire a primeira pedra. • Perdoar ao seu irmão até setenta vezes sete vezes.
  10. 10. Princípios Morais de Jesus • Reconcilie-se com seu adversário enquanto estiver com ele no caminho. • Não julgue a fim de que não seja julgado. • Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo.
  11. 11. Princípios Morais de Jesus • O homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida pela de muitos. • Que a sua mão esquerda não saiba o que faz a sua mão direita.
  12. 12. Princípios Morais de Jesus • Não se acende uma candeia para colocá-la sob o alqueire, mas sobre o candeeiro a fim de que ela clareie todos aqueles que estão na casa. • Por que vê um cisco no olho de vosso irmão, você que não vê uma trave no seu olho?
  13. 13. Princípios Morais de Jesus • Fora da caridade não há condições de se alcançar um conhecimento maior de si mesmo e da vida.
  14. 14. Contribuição do Espiritismo
  15. 15. Contribuição do Espiritismo “Assim como o Cristo disse: "Não vim destruir a lei, porém cumpri- la", também o Espiritismo diz: "Não venho destruir a lei cristã, mas dar- lhe execução." (“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Capítulo I, item 7)
  16. 16. Contribuição do Espiritismo “Nada ensina em contrário ao que ensinou o Cristo; mas, desenvolve, completa e explica, em termos claros e para toda gente, o que foi dito apenas sob forma alegórica.” (“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Capítulo I, item 7)
  17. 17. Vida futura “A ideia clara e precisa que se faça da vida futura proporciona inabalável fé no porvir, fé que acarreta enormes consequências sobre a moralização dos homens, porque muda completamente o ponto de vista sob o qual encaram eles a vida terrena.” (“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Capítulo II, item 2)
  18. 18. O ensino moral “Para os homens, em particular, constitui aquele código uma regra de proceder que abrange todas as circunstâncias da vida privada e da vida pública, o princípio básico de todas as relações sociais que se fundam na mais rigorosa justiça.” (“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Introdução)
  19. 19. O ensino moral “É, finalmente e acima de tudo, o roteiro infalível para a felicidade vindoura, o levantamento de uma ponta do véu que nos oculta a vida futura.” (“O Evangelho Segundo o Espiritismo”, Introdução)
  20. 20. O Cristianismo redivivo “... voltar às idéias fundamentais da Igreja primitiva e à parte moral dos ensinamentos do Cristo, por ser a única que pode tornar melhores os homens... Quando marcharem sob essa bandeira, os homens se darão as mãos fraternalmente...” (“Obras Póstumas”, Estudo sobre a natureza do Cristo)
  21. 21. O Consolador prometido "Se me amais, guardai os meus mandamentos; e eu rogarei a meu Pai e ele vos enviará outro Consolador, a fim de que fique eternamente convosco... o Consolador... vos ensinará todas as coisas e vos fará recordar tudo o que vos tenho dito.“ (“João, 14:15 a 17, 26)
  22. 22. O Consolador prometido “O Espiritismo realiza... todas as condições do Consolador que Jesus prometeu. Não é uma doutrina individual, nem de concepção humana; ninguém pode dizer-se seu criador. É fruto do ensino coletivo dos Espíritos... Nada suprime do Evangelho: antes o completa e elucida.” (“A Gênese”, Capítulo XVII, item 40)
  23. 23. Reforma íntima “O homem que trabalha seriamente pelo seu próprio aperfeiçoamento assegura a sua felicidade desde esta vida; além da satisfação de sua consciência, isenta-se das misérias, materiais e morais, que são a consequência inevitável de suas imperfeições.” (“Obras Póstumas”, Credo Espírita)
  24. 24. Reforma íntima • Reforma íntima deve ser uma questão de fundo e não de forma. • “O espírita é reconhecido pelo esforço que faz para sua transformação moral e para vencer suas tendências para o mal.” (Allan Kardec)
  25. 25. Vivenciar a moral cristã não é fácil… Necessário renovar-se!
  26. 26. Conselho de Jesus para uma vida nova “Ninguém remenda roupa velha com retalho de pano novo; porque o remendo novo encolhe e rasga a roupa velha, aumentando o buraco.”
  27. 27. Conselho de Jesus para uma vida nova “Ninguém põe vinho novo em vasilhas velhas de couro. Se alguém fizer isso, as vasilhas rebentam, o vinho se perde, e as vasilhas ficam estragadas. Por isso, vinho novo é posto em vasilhas novas.” Jesus (Marcos, 2:21-22)
  28. 28. A transformação “E nisso consiste a proposta de Jesus: para coisas novas, novas atitudes.”
  29. 29. Muita paz a todos!

×