SlideShare uma empresa Scribd logo
MANDAMENTOS
1° AMAR A DEUS SOBRE TODAS
AS COISAS
Direitos de Deus
2° NÃO TOMAR SEU SANTO NOME
EM VÃO
Direitos de Deus
3° GUARDAR DOMINGOS E FESTAS
DE GUARDA
Direitos de Deus
4° HONRAR PAI E MÃE Direitos humanos
5° NÃO MATAR Direitos humanos
6° NÃO PECAR CONTRA A
CASTIDADE
Direitos humanos
7° NÃO ROUBAR Direitos humanos
8° NÃO LEVANTAR FALSO
TESTEMUNHO
Direitos humanos
9° NÃO DESEJAR A MULHER DO
PRÓXIMO
Direitos humanos
10° NÃO COBIÇAR AS COISAS
ALHEIAS
Direitos humanos
Os 10 mandamentos da Lei de Deus são para toda humanidade ,os
princípios básicos da moralidade e ética humana; o mínimo indispensável
para uma sociedade justa.
A base dos 10 mandamentos é o texto bíblico de Êxodo 20, 2-17 e,
também, Deuteronômio 5,6-21. A Igreja, no período em que as pessoas
tinham menos acesso a textos escritos, porque eram caros, formulou-os
de maneira catequética, e é desta forma que utilizaremos em nosso
resumo, a base é o Catecismo da Igreja Católica.
1 - Amar a Deus sobre todas as coisas.
Amar a Deus no próximo, através do nosso irmão. Temos que nos
assemelharmos à Ele, e para isso nos temos que:
- Amar a todos
- A todos perdoar.
- A todos servir
- E a ninguém excluir
Quando fomos batizados nós nos tornamos cristãos. Isso quer dizer que nós
não somos apenas amigos de Cristo, mas que estamos inseridos (fazemos
parte) no seu projeto de salvação, de restauração.
Nós temos que a exemplo de Jesus Cristo restaurar a vida da sociedade.
2 - Não tomar seu santo nome em vão.
- Proíbe todo uso impróprio do nome de Deus.
- Respeito - consequência do amor
- Jurar usando o nome de Deus
3 - Guardar domingos e festas de guarda
- Assistir e participar das missas - um único dia para adorar e
louvar a Deus.
4 - Honrar Pai e Mãe
- Respeito aos pais
- Obediência
- Diálogo
Na primeira parte da vida nós nos perguntamos qual o sentido daquilo que a
gente fez, o que a gente é. Na segunda parte da vida nos temos à sabedoria.
Na primeira parte nos devemos nos orientar pelos mais velhos porque eles
têm a sabedoria e a experiência.
5 - Não matar
Só Deus tem o direito de tirar a vida.
- Aborto
- Eutanásia
- Suicídio
- Homicídio
6 - Não pecar contra a castidade
Integração correta da sexualidade na pessoa
- Namoro
- Se manter puro (corpo e alma)
- Relacionamento superficial dos jovens .Pensamento: Sempre que uma
pessoa procura um prazer a curto prazo, vai ter um sofrimento a longo
prazo.
7 - Não roubar
- Apropriar-se do que não é seu
- Roubar a paz
8 - Não levantar falso testemunho
- Matar com a língua.
- Desmoralizar
- Ter misericórdia com o próximo
Quando falar, falar com a pessoa certa, pedir a orientação do Espírito
Santo.
Jesus disse: Não é o que entra pela boca que causa mal e sim o que sai
da boca.
9 - Não desejar a mulher do próximo
- Respeito ao compromisso assumido pelos outros
- Matrimônio
- A importância da família
10 - Não cobiçar as coisas alheias
- Sermão da Montanha - Mt. 5, 1 - 12
"O SER tem que estar acima do TER“
Quando Jesus morreu na cruz Ele realizou a salvação.
Na hora de sua morte, o sacrifício de Cristo se torna a fonte de onde
brotará o perdão dos pecados portanto, para todo pecado existe perdão,
apenas um único é imperdoável: é você morrer sem acreditar em Deus,
é o pecado contra o Espírito Santo, é o pecado da pessoa que não
aceita o amor de Deus e o seu perdão.
Qual a utilidade em minha vida?
São úteis à vida de cada um de nós, porque, o pecado deixou a luz da
nossa razão obscurecida, e também, gerou o desvio da vontade. É o
que afirma o Catecismo (n. 2071), citando São Boaventura, que foi um
monge franciscano do século XIII.
Os dez mandamentos são atuais?
Sim, os dez mandamentos são atuais, o Catecismo afirma que “são
obrigações” graves (n. 2072). Logo, o descuido na vivência desses nos
colocam as matérias que, precisam ser confessadas quando fazemos
nosso exame de consciência.
O Sermão da Montanha, também conhecido
como Sermão do Monte, é o conjunto
de ensinamentos principais que Jesus deu aos
seus discípulos. Esses ensinamentos são
conhecidos como o Sermão da Montanha porque
Jesus tinha o hábito de ensinar no monte, onde
havia mais espaço. O Sermão da Montanha
mostra como o cristão deve viver.
Podemos encontrar o Sermão da Montanha no
evangelho de Mateus, nos capítulos 5 a 7. Lemos
Mateus 5,1-2. (As Bem-aventuranças.)
Vendo aquelas multidões, Jesus subiu à montanha. Sentou-se e seus
discípulos aproximaram-se dele.
Então abriu a boca e lhes ensinava, dizendo:
Bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino
dos céus!
Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados!
Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra!
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão
saciados!
Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia!
Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus!
Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus!
Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o
Reino dos céus!
Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e
disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim.
Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois
assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.
“O Sermão da Montanha é o GPS da vida cristã”
(6 JUNHO 2016,Papa Francisco)
O texto bíblico das Bem-aventuranças , vem mostrar que a
vontade de Deus é que sejam derrubadas as estruturas de uma
sociedade corrompida pelo egoísmo e que seja estabelecida uma
sociedade nova, fraterna e justa.
Reter, segurar, acumular, ter ambição são atitudes que
constroem a desigualdade, a guerra, nunca a paz.
O texto mostra-se, então, muito pertinente aos dias atuais.
São promessas de Jesus .
“Prova de Amor maior não há
Do que dar a vida pelo irmão!”
Salmo 119,1-20
1 Como são felizes os que andam em caminhos irrepreensíveis,
que vivem conforme a lei do Senhor!
2 Como são felizes os que obedecem aos seus estatutos
e de todo o coração o buscam!
3 Não praticam o mal e andam nos caminhos do Senhor.
4 Tu mesmo ordenaste os teus preceitos para que sejam fielmente
obedecidos.
5 Quem dera fossem firmados os meus caminhos na obediência aos teus
decretos.
6 Então não ficaria decepcionado ao considerar todos os teus mandamentos
7 Eu te louvarei de coração sincero quando aprender as tuas justas
ordenanças.
8 Obedecerei aos teus decretos; nunca me abandones.
9 Como pode o jovem manter pura a sua conduta?
Vivendo de acordo com a tua palavra.
10 Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie
dos teus mandamentos.
11 Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti.
12 Bendito sejas, Senhor! Ensina-me os teus decretos.
13 Com os lábios repito todas as leis que promulgaste.
14 Regozijo-me em seguir os teus testemunhos como o que se regozija com
grandes riquezas.
14 Regozijo-me em seguir os teus testemunhos como o que se regozija com
grandes riquezas.
15 Meditarei nos teus preceitos e darei atenção às tuas veredas.
16 Tenho prazer nos teus decretos; não me esqueço da tua palavra.
17 Trata com bondade o teu servo para que eu viva e obedeça à tua palavra.
18 Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei.
19 Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus
mandamentos.
20 A minha alma consome-se de perene desejo das tuas ordenanças.
“Mestre, qual é o maior mandamento da lei?”
Jesus respondeu unindo dois mandamentos, o primeiro
que está no Dt 6,4ss: “amar a Deus acima de tudo”, e
o segundo que está no Levítico 19: “amar ao próximo”.
Jesus, então, assim, se expressou:
“Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração,
de toda a tua alma e de todo o teu entendimento!
Esse é o maior e o primeiro mandamento.
O segundo é semelhante a esse: Amarás ao teu
próximo como a ti mesmo”.
E concluiu sua fala, dizendo: “Toda a lei e os profetas
dependem desses dois mandamentos”.
Antigamente esta ordem de Deus era assim: “amarás o
teu próximo como a ti mesmo”;
– Hoje é assim: “ameis uns aos outro como eu
vos amei”.
Notou a diferença? Jesus acrescentou a expressão “como eu
vos amei”. É por isso que Cristo disse que era um novo
mandamento: porque foi aperfeiçoado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na CatequeseDez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Marta Isabel Castro
 
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
SEDUC-PA
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
Catequista Josivaldo
 
Os dez mandamentos e jesus cristo
Os dez mandamentos e jesus cristoOs dez mandamentos e jesus cristo
Os dez mandamentos e jesus cristo
Pr. Ladislau Rodrigues de Jesus
 
Programação I Retiro da Crisma 2011
Programação I Retiro da Crisma 2011Programação I Retiro da Crisma 2011
Programação I Retiro da Crisma 2011
garzella
 
Estudo sobre Maria
Estudo sobre MariaEstudo sobre Maria
Estudo sobre Maria
marquione ban
 
Primeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDFPrimeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDF
Lucas Martins
 
21 dias para despertar (Campanha de Jejum e Oração)
21 dias para despertar (Campanha de Jejum e Oração)21 dias para despertar (Campanha de Jejum e Oração)
21 dias para despertar (Campanha de Jejum e Oração)
NovaAliancaOnline
 
1º encontro Quem sou eu?
1º encontro   Quem sou eu?1º encontro   Quem sou eu?
1º encontro Quem sou eu?
Juliana Cristina M. Muniz
 
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/20121º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
Adriano de Paula
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I
Itamar Freire
 
Material de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristãMaterial de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristã
Catequese Anjos dos Céus
 
Apostila doutrina dos_apstolos 2
Apostila doutrina dos_apstolos 2Apostila doutrina dos_apstolos 2
Apostila doutrina dos_apstolos 2
Wilton Santos
 
Ano Litúrgico
Ano Litúrgico Ano Litúrgico
Ano Litúrgico
José Vieira Dos Santos
 
Normas Universais sobre o Ano Litúrgico e Calendário
Normas Universais sobre o Ano Litúrgico e CalendárioNormas Universais sobre o Ano Litúrgico e Calendário
Normas Universais sobre o Ano Litúrgico e Calendário
Rodrigo Thiago Passos Silva
 
A missa– parte por parte
A missa– parte por parteA missa– parte por parte
A missa– parte por parte
Jean
 
Maria
MariaMaria
Pregação para crianças Pecado
Pregação para crianças PecadoPregação para crianças Pecado
Pregação para crianças Pecado
Rogerio Souza
 
Formação em Liturgia
Formação em LiturgiaFormação em Liturgia
Formação em Liturgia
iaymesobrino
 
EBD Fé com Libras - Dez Mandamentos
EBD Fé com Libras - Dez MandamentosEBD Fé com Libras - Dez Mandamentos
EBD Fé com Libras - Dez Mandamentos
Nara Dias
 

Mais procurados (20)

Dez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na CatequeseDez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
Dez Mandamentos para Pais com Filhos na Catequese
 
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
 
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhosA CRISMA Catequese para pais e padrinhos
A CRISMA Catequese para pais e padrinhos
 
Os dez mandamentos e jesus cristo
Os dez mandamentos e jesus cristoOs dez mandamentos e jesus cristo
Os dez mandamentos e jesus cristo
 
Programação I Retiro da Crisma 2011
Programação I Retiro da Crisma 2011Programação I Retiro da Crisma 2011
Programação I Retiro da Crisma 2011
 
Estudo sobre Maria
Estudo sobre MariaEstudo sobre Maria
Estudo sobre Maria
 
Primeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDFPrimeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDF
 
21 dias para despertar (Campanha de Jejum e Oração)
21 dias para despertar (Campanha de Jejum e Oração)21 dias para despertar (Campanha de Jejum e Oração)
21 dias para despertar (Campanha de Jejum e Oração)
 
1º encontro Quem sou eu?
1º encontro   Quem sou eu?1º encontro   Quem sou eu?
1º encontro Quem sou eu?
 
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/20121º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
1º Encontro de Pais e Catequistas 24/05/2012
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I
 
Material de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristãMaterial de apoio à iniciação cristã
Material de apoio à iniciação cristã
 
Apostila doutrina dos_apstolos 2
Apostila doutrina dos_apstolos 2Apostila doutrina dos_apstolos 2
Apostila doutrina dos_apstolos 2
 
Ano Litúrgico
Ano Litúrgico Ano Litúrgico
Ano Litúrgico
 
Normas Universais sobre o Ano Litúrgico e Calendário
Normas Universais sobre o Ano Litúrgico e CalendárioNormas Universais sobre o Ano Litúrgico e Calendário
Normas Universais sobre o Ano Litúrgico e Calendário
 
A missa– parte por parte
A missa– parte por parteA missa– parte por parte
A missa– parte por parte
 
Maria
MariaMaria
Maria
 
Pregação para crianças Pecado
Pregação para crianças PecadoPregação para crianças Pecado
Pregação para crianças Pecado
 
Formação em Liturgia
Formação em LiturgiaFormação em Liturgia
Formação em Liturgia
 
EBD Fé com Libras - Dez Mandamentos
EBD Fé com Libras - Dez MandamentosEBD Fé com Libras - Dez Mandamentos
EBD Fé com Libras - Dez Mandamentos
 

Semelhante a Os 10 mandamentos

EVANGELHO ESSENCIAL
EVANGELHO ESSENCIALEVANGELHO ESSENCIAL
EVANGELHO ESSENCIAL
Edgard Filho
 
Voz da Paróquia - Setembro 2012
Voz da Paróquia - Setembro 2012Voz da Paróquia - Setembro 2012
Voz da Paróquia - Setembro 2012
jesmioma
 
Evangelho essencial
Evangelho essencialEvangelho essencial
Evangelho essencial
Luiz Gonzaga Scalzitti
 
Legislador e Juiz_Lição_original com textos_942014
Legislador e Juiz_Lição_original com textos_942014Legislador e Juiz_Lição_original com textos_942014
Legislador e Juiz_Lição_original com textos_942014
Gerson G. Ramos
 
Voz da Paróquia - Setembro 2011
Voz da Paróquia - Setembro 2011Voz da Paróquia - Setembro 2011
Voz da Paróquia - Setembro 2011
jesmioma
 
Voz da Paróquia - Setembro 2011
Voz da Paróquia - Setembro 2011Voz da Paróquia - Setembro 2011
Voz da Paróquia - Setembro 2011
Fernando Chapeiro
 
Jovens nao conf. mas sendo forma
Jovens nao conf. mas sendo formaJovens nao conf. mas sendo forma
Jovens nao conf. mas sendo forma
Nivaldo R. Santos
 
Fevereiro 2011
Fevereiro 2011Fevereiro 2011
Fevereiro 2011
jesmioma
 
Voz da Paróquia - Fevereiro 2011
Voz da Paróquia - Fevereiro 2011Voz da Paróquia - Fevereiro 2011
Voz da Paróquia - Fevereiro 2011
Fernando Chapeiro
 
Livro tom certo.docx
Livro tom certo.docxLivro tom certo.docx
Livro tom certo.docx
luiz antonio nicolau
 
Os mandamentos
Os mandamentosOs mandamentos
Os mandamentos
Helio Diniz
 
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL I
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL IDUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL I
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL I
Cristiane Patricio
 
A lei de Deus e a lei de Cristo_Lição_original com textos_822014
A lei de Deus e a lei de Cristo_Lição_original com textos_822014A lei de Deus e a lei de Cristo_Lição_original com textos_822014
A lei de Deus e a lei de Cristo_Lição_original com textos_822014
Gerson G. Ramos
 
Lição 01 - O Relativismo Moral.
Lição 01 - O Relativismo Moral.Lição 01 - O Relativismo Moral.
Lição 01 - O Relativismo Moral.
Marcus Wagner
 
Na mente ou no coração
Na mente ou no coraçãoNa mente ou no coração
Na mente ou no coração
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Quenia Damata
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
guestc5d870
 
“Tive fome e me destes de comer” – O Ministério do Serviço Social
“Tive fome e me destes de comer” – O Ministério do Serviço Social“Tive fome e me destes de comer” – O Ministério do Serviço Social
“Tive fome e me destes de comer” – O Ministério do Serviço Social
JUERP
 
Treinamento PPT
Treinamento PPTTreinamento PPT
Treinamento PPT
Daniel LKTS
 
EBJ - Encontro 12/02/12
EBJ - Encontro 12/02/12EBJ - Encontro 12/02/12
EBJ - Encontro 12/02/12
EBJ IPBCP
 

Semelhante a Os 10 mandamentos (20)

EVANGELHO ESSENCIAL
EVANGELHO ESSENCIALEVANGELHO ESSENCIAL
EVANGELHO ESSENCIAL
 
Voz da Paróquia - Setembro 2012
Voz da Paróquia - Setembro 2012Voz da Paróquia - Setembro 2012
Voz da Paróquia - Setembro 2012
 
Evangelho essencial
Evangelho essencialEvangelho essencial
Evangelho essencial
 
Legislador e Juiz_Lição_original com textos_942014
Legislador e Juiz_Lição_original com textos_942014Legislador e Juiz_Lição_original com textos_942014
Legislador e Juiz_Lição_original com textos_942014
 
Voz da Paróquia - Setembro 2011
Voz da Paróquia - Setembro 2011Voz da Paróquia - Setembro 2011
Voz da Paróquia - Setembro 2011
 
Voz da Paróquia - Setembro 2011
Voz da Paróquia - Setembro 2011Voz da Paróquia - Setembro 2011
Voz da Paróquia - Setembro 2011
 
Jovens nao conf. mas sendo forma
Jovens nao conf. mas sendo formaJovens nao conf. mas sendo forma
Jovens nao conf. mas sendo forma
 
Fevereiro 2011
Fevereiro 2011Fevereiro 2011
Fevereiro 2011
 
Voz da Paróquia - Fevereiro 2011
Voz da Paróquia - Fevereiro 2011Voz da Paróquia - Fevereiro 2011
Voz da Paróquia - Fevereiro 2011
 
Livro tom certo.docx
Livro tom certo.docxLivro tom certo.docx
Livro tom certo.docx
 
Os mandamentos
Os mandamentosOs mandamentos
Os mandamentos
 
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL I
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL IDUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL I
DUREZA DA LEI NOS DEIXA SEM GRAÇA - VÓL I
 
A lei de Deus e a lei de Cristo_Lição_original com textos_822014
A lei de Deus e a lei de Cristo_Lição_original com textos_822014A lei de Deus e a lei de Cristo_Lição_original com textos_822014
A lei de Deus e a lei de Cristo_Lição_original com textos_822014
 
Lição 01 - O Relativismo Moral.
Lição 01 - O Relativismo Moral.Lição 01 - O Relativismo Moral.
Lição 01 - O Relativismo Moral.
 
Na mente ou no coração
Na mente ou no coraçãoNa mente ou no coração
Na mente ou no coração
 
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
Adolescer +, O adolescente e a santificação, lição 9
 
Marcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa MaduraMarcas De Uma Pessoa Madura
Marcas De Uma Pessoa Madura
 
“Tive fome e me destes de comer” – O Ministério do Serviço Social
“Tive fome e me destes de comer” – O Ministério do Serviço Social“Tive fome e me destes de comer” – O Ministério do Serviço Social
“Tive fome e me destes de comer” – O Ministério do Serviço Social
 
Treinamento PPT
Treinamento PPTTreinamento PPT
Treinamento PPT
 
EBJ - Encontro 12/02/12
EBJ - Encontro 12/02/12EBJ - Encontro 12/02/12
EBJ - Encontro 12/02/12
 

Último

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 

Último (18)

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 

Os 10 mandamentos

  • 1.
  • 2.
  • 3. MANDAMENTOS 1° AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS Direitos de Deus 2° NÃO TOMAR SEU SANTO NOME EM VÃO Direitos de Deus 3° GUARDAR DOMINGOS E FESTAS DE GUARDA Direitos de Deus 4° HONRAR PAI E MÃE Direitos humanos 5° NÃO MATAR Direitos humanos 6° NÃO PECAR CONTRA A CASTIDADE Direitos humanos 7° NÃO ROUBAR Direitos humanos 8° NÃO LEVANTAR FALSO TESTEMUNHO Direitos humanos 9° NÃO DESEJAR A MULHER DO PRÓXIMO Direitos humanos 10° NÃO COBIÇAR AS COISAS ALHEIAS Direitos humanos
  • 4. Os 10 mandamentos da Lei de Deus são para toda humanidade ,os princípios básicos da moralidade e ética humana; o mínimo indispensável para uma sociedade justa. A base dos 10 mandamentos é o texto bíblico de Êxodo 20, 2-17 e, também, Deuteronômio 5,6-21. A Igreja, no período em que as pessoas tinham menos acesso a textos escritos, porque eram caros, formulou-os de maneira catequética, e é desta forma que utilizaremos em nosso resumo, a base é o Catecismo da Igreja Católica.
  • 5. 1 - Amar a Deus sobre todas as coisas. Amar a Deus no próximo, através do nosso irmão. Temos que nos assemelharmos à Ele, e para isso nos temos que: - Amar a todos - A todos perdoar. - A todos servir - E a ninguém excluir Quando fomos batizados nós nos tornamos cristãos. Isso quer dizer que nós não somos apenas amigos de Cristo, mas que estamos inseridos (fazemos parte) no seu projeto de salvação, de restauração. Nós temos que a exemplo de Jesus Cristo restaurar a vida da sociedade.
  • 6. 2 - Não tomar seu santo nome em vão. - Proíbe todo uso impróprio do nome de Deus. - Respeito - consequência do amor - Jurar usando o nome de Deus 3 - Guardar domingos e festas de guarda - Assistir e participar das missas - um único dia para adorar e louvar a Deus.
  • 7. 4 - Honrar Pai e Mãe - Respeito aos pais - Obediência - Diálogo Na primeira parte da vida nós nos perguntamos qual o sentido daquilo que a gente fez, o que a gente é. Na segunda parte da vida nos temos à sabedoria. Na primeira parte nos devemos nos orientar pelos mais velhos porque eles têm a sabedoria e a experiência. 5 - Não matar Só Deus tem o direito de tirar a vida. - Aborto - Eutanásia - Suicídio - Homicídio
  • 8. 6 - Não pecar contra a castidade Integração correta da sexualidade na pessoa - Namoro - Se manter puro (corpo e alma) - Relacionamento superficial dos jovens .Pensamento: Sempre que uma pessoa procura um prazer a curto prazo, vai ter um sofrimento a longo prazo. 7 - Não roubar - Apropriar-se do que não é seu - Roubar a paz
  • 9. 8 - Não levantar falso testemunho - Matar com a língua. - Desmoralizar - Ter misericórdia com o próximo Quando falar, falar com a pessoa certa, pedir a orientação do Espírito Santo. Jesus disse: Não é o que entra pela boca que causa mal e sim o que sai da boca. 9 - Não desejar a mulher do próximo - Respeito ao compromisso assumido pelos outros - Matrimônio - A importância da família
  • 10. 10 - Não cobiçar as coisas alheias - Sermão da Montanha - Mt. 5, 1 - 12 "O SER tem que estar acima do TER“ Quando Jesus morreu na cruz Ele realizou a salvação. Na hora de sua morte, o sacrifício de Cristo se torna a fonte de onde brotará o perdão dos pecados portanto, para todo pecado existe perdão, apenas um único é imperdoável: é você morrer sem acreditar em Deus, é o pecado contra o Espírito Santo, é o pecado da pessoa que não aceita o amor de Deus e o seu perdão.
  • 11. Qual a utilidade em minha vida? São úteis à vida de cada um de nós, porque, o pecado deixou a luz da nossa razão obscurecida, e também, gerou o desvio da vontade. É o que afirma o Catecismo (n. 2071), citando São Boaventura, que foi um monge franciscano do século XIII. Os dez mandamentos são atuais? Sim, os dez mandamentos são atuais, o Catecismo afirma que “são obrigações” graves (n. 2072). Logo, o descuido na vivência desses nos colocam as matérias que, precisam ser confessadas quando fazemos nosso exame de consciência.
  • 12. O Sermão da Montanha, também conhecido como Sermão do Monte, é o conjunto de ensinamentos principais que Jesus deu aos seus discípulos. Esses ensinamentos são conhecidos como o Sermão da Montanha porque Jesus tinha o hábito de ensinar no monte, onde havia mais espaço. O Sermão da Montanha mostra como o cristão deve viver. Podemos encontrar o Sermão da Montanha no evangelho de Mateus, nos capítulos 5 a 7. Lemos Mateus 5,1-2. (As Bem-aventuranças.)
  • 13. Vendo aquelas multidões, Jesus subiu à montanha. Sentou-se e seus discípulos aproximaram-se dele. Então abriu a boca e lhes ensinava, dizendo: Bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino dos céus! Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados! Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra! Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados!
  • 14. Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia! Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus! Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus! Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus! Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim. Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós.
  • 15. “O Sermão da Montanha é o GPS da vida cristã” (6 JUNHO 2016,Papa Francisco)
  • 16. O texto bíblico das Bem-aventuranças , vem mostrar que a vontade de Deus é que sejam derrubadas as estruturas de uma sociedade corrompida pelo egoísmo e que seja estabelecida uma sociedade nova, fraterna e justa. Reter, segurar, acumular, ter ambição são atitudes que constroem a desigualdade, a guerra, nunca a paz. O texto mostra-se, então, muito pertinente aos dias atuais. São promessas de Jesus . “Prova de Amor maior não há Do que dar a vida pelo irmão!”
  • 17. Salmo 119,1-20 1 Como são felizes os que andam em caminhos irrepreensíveis, que vivem conforme a lei do Senhor! 2 Como são felizes os que obedecem aos seus estatutos e de todo o coração o buscam! 3 Não praticam o mal e andam nos caminhos do Senhor. 4 Tu mesmo ordenaste os teus preceitos para que sejam fielmente obedecidos. 5 Quem dera fossem firmados os meus caminhos na obediência aos teus decretos. 6 Então não ficaria decepcionado ao considerar todos os teus mandamentos 7 Eu te louvarei de coração sincero quando aprender as tuas justas ordenanças.
  • 18. 8 Obedecerei aos teus decretos; nunca me abandones. 9 Como pode o jovem manter pura a sua conduta? Vivendo de acordo com a tua palavra. 10 Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos. 11 Guardei no coração a tua palavra para não pecar contra ti. 12 Bendito sejas, Senhor! Ensina-me os teus decretos. 13 Com os lábios repito todas as leis que promulgaste. 14 Regozijo-me em seguir os teus testemunhos como o que se regozija com grandes riquezas.
  • 19. 14 Regozijo-me em seguir os teus testemunhos como o que se regozija com grandes riquezas. 15 Meditarei nos teus preceitos e darei atenção às tuas veredas. 16 Tenho prazer nos teus decretos; não me esqueço da tua palavra. 17 Trata com bondade o teu servo para que eu viva e obedeça à tua palavra. 18 Abre os meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei. 19 Sou peregrino na terra; não escondas de mim os teus mandamentos. 20 A minha alma consome-se de perene desejo das tuas ordenanças.
  • 20. “Mestre, qual é o maior mandamento da lei?” Jesus respondeu unindo dois mandamentos, o primeiro que está no Dt 6,4ss: “amar a Deus acima de tudo”, e o segundo que está no Levítico 19: “amar ao próximo”. Jesus, então, assim, se expressou: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento! Esse é o maior e o primeiro mandamento. O segundo é semelhante a esse: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo”. E concluiu sua fala, dizendo: “Toda a lei e os profetas dependem desses dois mandamentos”.
  • 21. Antigamente esta ordem de Deus era assim: “amarás o teu próximo como a ti mesmo”; – Hoje é assim: “ameis uns aos outro como eu vos amei”. Notou a diferença? Jesus acrescentou a expressão “como eu vos amei”. É por isso que Cristo disse que era um novo mandamento: porque foi aperfeiçoado.