Palestra Espírita - O espiritismo como educação

3.369 visualizações

Publicada em

Baseado no livro "Espiritismo e Educação" de Ney Lobo e nas obras básicas da Doutrina Espírita

Obs.: O último slide refere-se a uma estória de uma corrida, na qual o "eu" é o único concorrente de si mesmo.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.369
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
252
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra Espírita - O espiritismo como educação

  1. 1. Espiritismo: tríplice aspecto• Filosofia• Ciência• Religião (moral)
  2. 2. Educar: do latim educere.(e= fora; ducere= conduzir) Tirar, extrair (de dentro)de alguma coisa.Ney Lobo (Espiritismo e Educação)
  3. 3. Objetivos essenciais (gerais)da EDUCAÇÃO: O desenvolvimento e/ou oaperfeiçoamento do homem
  4. 4. Pedagogia tradicional (educação formal)
  5. 5. Pedagogia espírita(educação integral) Ex.: Pestalozzi
  6. 6. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  7. 7. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  8. 8. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  9. 9. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  10. 10. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  11. 11. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  12. 12. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  13. 13. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  14. 14. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  15. 15. Força docente da doutrina(princípios fundamentas)1 – Deus2 – Espírito3 – Comunicação4 – Mediunidade5 – Reencarnação 6 – Responsabilidade 7 – Evolução 8 – Cristo 9 – Caridade 10 – Pluralidade
  16. 16. Processo pedagógico da evolução do Espírito:  O educando é um espírito reencarnado;
  17. 17. Processo pedagógico da evolução do Espírito:  Todo espírito é criado por Deus e possui potencialidades naturais;
  18. 18. Processo pedagógico da evolução do Espírito:  O educando possui idéias inatas e tendências trazidas de seu passado (vidas anteriores);
  19. 19. Processo pedagógico da evolução do Espírito:  A formação de hábitos morais deve preponderar sobre a instrução intelectual;
  20. 20. Processo pedagógico da evolução do Espírito:  O educando deve construir sua perfectibilidade;
  21. 21. Processo pedagógico da evolução do Espírito:  A reencarnação é instrumento pedagógico divino;
  22. 22. Processo pedagógico da evolução do Espírito:  O Amor, sentimento maior, comanda a educação do Espírito.
  23. 23. O avanço da virtude faz recuar o vício
  24. 24. Características do homem moral, tendo por basea questão 941 de “O Livro dos Espíritos” (Allan Kardec):  Elevação acima das necessidades artificiais das paixões;  Moderação dos seus desejos;  Conduta de calma e serenidade;  Felicidade com o bem que faz;  Superação das contrariedades sem dor (resignação).
  25. 25. “O Livro dos Espíritos” (Allan Kardec) Questão 918: Por que indícios se pode reconhecer em um homem o progresso real que lhe elevará o Espírito na hierarquia espírita? “O Espírito prova a sua elevação quando todos os atos da sua vida corpórea constituem a prática da lei de Deus e quando compreende por antecipação a vida espiritual”.
  26. 26. “O Livro dos Espíritos” (Allan Kardec) Questão 919: Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal? “Um sábio da antigüidade vo-lo disse: Conhece-te a ti mesmo.”
  27. 27. A auto-educação Reforma íntima Elevar, transformar, despertarconsciências, contribuindo paraa mudança interna dos homens, que redundará também numa evolução externa.
  28. 28. “A aptidão é o estadopotencial de determinadaperfeição, capacidade a serdesenvolvida. Toda aptidãotende a atualizar-se(vir à realidade)”.Ney Lobo (Espiritismo e Educação)
  29. 29. Questão 685-a:“Há um elemento que não seponderou bastante, e sem o qual aciência econômica não passa deteoria: a educação. Não a educaçãointelectual, mas a moral, e nem aindaa educação moral pelos livros, mas aque consiste na arte de formar oscaracteres, aquela que cria os hábitosadquiridos.”O livro dos Espíritos (Allan Kardec)
  30. 30. Os 3 parâmetros da Pedagogia Espírita: A liberdade
  31. 31. Os 3 parâmetros da Pedagogia Espírita: A liberdade A ação
  32. 32. Os 3 parâmetros da Pedagogia Espírita: A liberdade A ação O amor
  33. 33. Que JESUSnos abençoe!

×