SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
COLÉGIO QUINTAL MÁGICO
Rua Antônio Marconi, 600, Jardim Yolanda
CEP: 15061-570 – São José do Rio Preto
www.colegioquintalmagico.com.br
Fone: 17-32271456
Período de Adaptação Escolar
A entrada na Escola representa um importante momento para a criança que passa a conviver em um
novo ambiente, onde aprenderá a dividir espaços, brinquedos e afetos.
O papel da Escola não é o de substituir a família, mas de complementar esse papel, estendo vínculos
para além dela.
Para a criança, a Escola fornece oportunidades para uma profunda relação interpessoal, para além
daquela estabelecida com seus pais. Isso é muito importante, pois estimula nela uma maior independência e
autonomia, além de promover a socialização. Separar-se dos pais e ir à Escola é uma experiência intensa que
envolve muitos ganhos, exige e promove crescimento.
A criança que está indo pela primeira vez à Educação Infantil, não sabe o que vai encontrar. É um
ambiente novo, com pessoas estranhas a ela. O choro é muito natural e faz parte do processo. É muito
importante que passem segurança, no momento da separação, aos pequenos, pois isso os trará também
segurança. Frases do tipo: “mamãe vai trabalhar e volta para te buscar”, “fique tranquilo(a), mamãe tem
certeza que você vai se divertir muito aqui” trazem conforto às crianças, pois estão sendo ditas por aqueles
que são seus referenciais de confiança.
É muito comum, durante o período de adaptação, alterações na rotina da criança: problemas
alimentares, mudanças nos horários de sono, demonstração de ressentimento com os pais, agressividade,
recusa em vestir o uniforme ou em ir à escola, manhas ou birras, desafio de limites anteriormente
estabelecidos, entre outros. A criança tenta, inconscientemente, convencer os pais de que o melhor é ficar ao
lado deles. Tudo isso porque o novo os assusta muito. Passada a fase de adaptação e percebida a escola
como um ambiente seguro e divertido, todos esses comportamentos cessam. Trata-se de uma fase difícil para
a maioria das crianças, por isso, é preciso que os pais confiem na escola que escolheram e que estejam
convictos de sua decisão.
Dicas:
 A segurança da família é decisiva para o bom andamento da adaptação;
 Estejam certos de que, se procuraram uma escola é porque é o momento certo de matricular seu filho(a), é
chegada a hora;
 A vinda da criança para a escola deve ser preparada, contudo evite longas explicações, pois isso pode
despertar suspeitas e inseguranças. Seja objetivo;
 O choro é sempre muito frequente e deve ser encarado como parte do processo de separação dos pais e de
entrada em um ambiente novo. Não quer dizer que a criança não quer ficar na escola ou não gosta dela. Haja
com naturalidade e segurança;
 Evite comentários sobre a adaptação e comportamentos da criança na presença dela;
 É necessário extremo cuidado com os horários, um pequeno atraso na hora de vir buscar uma criança em
fase de adaptação pode deixá-la insegura;
 Cuidado com a aparente adaptação. Os pais devem respeitar o período estabelecido pela Escola a fim de
evitar regressões mais tarde;
 Cada criança reage de um modo e tem seu tempo de adaptação. Não se preocupe se o colega de seu filho
já se encontra adaptado e o seu não. Cada criança é única e a adaptação escolar deve ser respeitada;
 Despeça-se de seu filho, não omita sua ausência, ele confia em você;
Após os dois primeiros dias, seja breve e objetivo na despedida: isso fará com que se sinta mais seguro.
(Texto adapatado de “Manual de Adaptação Escolar por Simone Helen Drumond Ischkanian. Fonte:
http://www.simonehelendrumond.blogspot.com)
COLÉGIO QUINTAL MÁGICO
Rua Antônio Marconi, 600, Jardim Yolanda
CEP: 15061-570 – São José do Rio Preto
www.colegioquintalmagico.com.br
Fone: 17-32271456
Período de Adaptação Escolar
A entrada na Escola representa um importante momento para a criança que passa a conviver em um
novo ambiente, onde aprenderá a dividir espaços, brinquedos e afetos.
O papel da Escola não é o de substituir a família, mas de complementar esse papel, estendo vínculos
para além dela.
Para a criança, a Escola fornece oportunidades para uma profunda relação interpessoal, para além
daquela estabelecida com seus pais. Isso é muito importante, pois estimula nela uma maior independência e
autonomia, além de promover a socialização. Separar-se dos pais e ir à Escola é uma experiência intensa que
envolve muitos ganhos, exige e promove crescimento.
A criança que está indo pela primeira vez à Educação Infantil, não sabe o que vai encontrar. É um
ambiente novo, com pessoas estranhas a ela. O choro é muito natural e faz parte do processo. É muito
importante que passem segurança, no momento da separação, aos pequenos, pois isso os trará também
segurança. Frases do tipo: “mamãe vai trabalhar e volta para te buscar”, “fique tranquilo(a), mamãe tem
certeza que você vai se divertir muito aqui” trazem conforto às crianças, pois estão sendo ditas por aqueles
que são seus referenciais de confiança.
É muito comum, durante o período de adaptação, alterações na rotina da criança: problemas
alimentares, mudanças nos horários de sono, demonstração de ressentimento com os pais, agressividade,
recusa em vestir o uniforme ou em ir à escola, manhas ou birras, desafio de limites anteriormente
estabelecidos, entre outros. A criança tenta, inconscientemente, convencer os pais de que o melhor é ficar ao
lado deles. Tudo isso porque o novo os assusta muito. Passada a fase de adaptação e percebida a escola
como um ambiente seguro e divertido, todos esses comportamentos cessam. Trata-se de uma fase difícil para
a maioria das crianças, por isso, é preciso que os pais confiem na escola que escolheram e que estejam
convictos de sua decisão.
Dicas:
 A segurança da família é decisiva para o bom andamento da adaptação;
 Estejam certos de que, se procuraram uma escola é porque é o momento certo de matricular seu filho(a), é
chegada a hora;
 A vinda da criança para a escola deve ser preparada, contudo evite longas explicações, pois isso pode
despertar suspeitas e inseguranças. Seja objetivo;
 O choro é sempre muito frequente e deve ser encarado como parte do processo de separação dos pais e de
entrada em um ambiente novo. Não quer dizer que a criança não quer ficar na escola ou não gosta dela. Haja
com naturalidade e segurança;
 Evite comentários sobre a adaptação e comportamentos da criança na presença dela;
 É necessário extremo cuidado com os horários, um pequeno atraso na hora de vir buscar uma criança em
fase de adaptação pode deixá-la insegura;
 Cuidado com a aparente adaptação. Os pais devem respeitar o período estabelecido pela Escola a fim de
evitar regressões mais tarde;
 Cada criança reage de um modo e tem seu tempo de adaptação. Não se preocupe se o colega de seu filho
já se encontra adaptado e o seu não. Cada criança é única e a adaptação escolar deve ser respeitada;
 Despeça-se de seu filho, não omita sua ausência, ele confia em você;
Após os dois primeiros dias, seja breve e objetivo na despedida: isso fará com que se sinta mais seguro.
(Texto adapatado de “Manual de Adaptação Escolar por Simone Helen Drumond Ischkanian. Fonte:
http://www.simonehelendrumond.blogspot.com)
526e366bb400b186256077b2bed1d7f7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto de adaptação
Projeto de adaptaçãoProjeto de adaptação
Projeto de adaptaçãoDébora Weber
 
Adaptação & Acolhimento - Família
Adaptação & Acolhimento - Família Adaptação & Acolhimento - Família
Adaptação & Acolhimento - Família DANIELLE BUNA
 
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!""Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!"Myzer
 
Conselhos aos pais por simone helen drumond
Conselhos aos pais por simone helen drumondConselhos aos pais por simone helen drumond
Conselhos aos pais por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Coleção primeira infância folheto 11 o ritmo da criança
Coleção primeira infância   folheto 11 o ritmo da criançaColeção primeira infância   folheto 11 o ritmo da criança
Coleção primeira infância folheto 11 o ritmo da criançaAline Melo de Aguiar
 
Como lidar com situações difíceis - Durante e após o divórcio
Como lidar com situações difíceis - Durante e após o divórcioComo lidar com situações difíceis - Durante e após o divórcio
Como lidar com situações difíceis - Durante e após o divórcioBruna Engelmann
 
Leia com atençao.
Leia com atençao.Leia com atençao.
Leia com atençao.papacampos
 
Como participar da vida escolar dos filhos
Como participar da vida escolar dos filhosComo participar da vida escolar dos filhos
Como participar da vida escolar dos filhosFatinha Bretas
 
Da creche, ao jardim de infancia, á escola
Da creche, ao jardim de infancia, á escolaDa creche, ao jardim de infancia, á escola
Da creche, ao jardim de infancia, á escolaMatilde Paião
 
Transição escolar
Transição escolarTransição escolar
Transição escolarbeaescd
 
Crescimento e desenvolvimento da criança
Crescimento e desenvolvimento da criançaCrescimento e desenvolvimento da criança
Crescimento e desenvolvimento da criançaMardonessilva
 
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º anoJussara Moreira
 
Desenvolvimento físico e psicomotor da criança
Desenvolvimento físico e psicomotor da criançaDesenvolvimento físico e psicomotor da criança
Desenvolvimento físico e psicomotor da criançaDiana Sousa
 

Mais procurados (19)

Projeto de adaptação
Projeto de adaptaçãoProjeto de adaptação
Projeto de adaptação
 
10 dicas para melhorar o desempenho escolar do seu filho
10 dicas para melhorar o desempenho escolar do seu filho10 dicas para melhorar o desempenho escolar do seu filho
10 dicas para melhorar o desempenho escolar do seu filho
 
Adaptação & Acolhimento - Família
Adaptação & Acolhimento - Família Adaptação & Acolhimento - Família
Adaptação & Acolhimento - Família
 
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!""Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
"Pais apoiantes, filhos brilhantes!"
 
Conselhos aos pais por simone helen drumond
Conselhos aos pais por simone helen drumondConselhos aos pais por simone helen drumond
Conselhos aos pais por simone helen drumond
 
Coleção primeira infância folheto 11 o ritmo da criança
Coleção primeira infância   folheto 11 o ritmo da criançaColeção primeira infância   folheto 11 o ritmo da criança
Coleção primeira infância folheto 11 o ritmo da criança
 
Como lidar com situações difíceis - Durante e após o divórcio
Como lidar com situações difíceis - Durante e após o divórcioComo lidar com situações difíceis - Durante e após o divórcio
Como lidar com situações difíceis - Durante e após o divórcio
 
Leia com atençao.
Leia com atençao.Leia com atençao.
Leia com atençao.
 
Foldem encontro de pais
Foldem encontro de paisFoldem encontro de pais
Foldem encontro de pais
 
Como participar da vida escolar dos filhos
Como participar da vida escolar dos filhosComo participar da vida escolar dos filhos
Como participar da vida escolar dos filhos
 
Img033
Img033Img033
Img033
 
Da creche, ao jardim de infancia, á escola
Da creche, ao jardim de infancia, á escolaDa creche, ao jardim de infancia, á escola
Da creche, ao jardim de infancia, á escola
 
Caratula portugues
Caratula portuguesCaratula portugues
Caratula portugues
 
Educar p.f.
Educar p.f.Educar p.f.
Educar p.f.
 
Transição escolar
Transição escolarTransição escolar
Transição escolar
 
Crescimento e desenvolvimento da criança
Crescimento e desenvolvimento da criançaCrescimento e desenvolvimento da criança
Crescimento e desenvolvimento da criança
 
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
1ª reuniao de pais emsa 6º ao 9º ano
 
Pais e filhos
Pais e filhosPais e filhos
Pais e filhos
 
Desenvolvimento físico e psicomotor da criança
Desenvolvimento físico e psicomotor da criançaDesenvolvimento físico e psicomotor da criança
Desenvolvimento físico e psicomotor da criança
 

Semelhante a 526e366bb400b186256077b2bed1d7f7

Volta as aulas no berçario e no maternal simone helen drumond
Volta as aulas no berçario e no maternal simone helen drumondVolta as aulas no berçario e no maternal simone helen drumond
Volta as aulas no berçario e no maternal simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...Susana Costa
 
5 passos pra uma adaptação segura
5 passos pra uma adaptação segura5 passos pra uma adaptação segura
5 passos pra uma adaptação seguraLetrare
 
Orientaçõs para período diagnóstico
Orientaçõs para período diagnósticoOrientaçõs para período diagnóstico
Orientaçõs para período diagnósticojosivaldopassos
 
Orientaçõs para período de sondagem
Orientaçõs para período de sondagemOrientaçõs para período de sondagem
Orientaçõs para período de sondagemjosivaldopassos
 
Inserçao da criança na creche
Inserçao da criança na crecheInserçao da criança na creche
Inserçao da criança na crecheFatinha Bretas
 
Acolhimento Escolar GABI.pptx
Acolhimento Escolar GABI.pptxAcolhimento Escolar GABI.pptx
Acolhimento Escolar GABI.pptxGabih Rocha
 
1ª reuniao de pais E.M.S.A. Educação Infantil ao 5º Ano
1ª reuniao de pais E.M.S.A.  Educação Infantil ao 5º Ano1ª reuniao de pais E.M.S.A.  Educação Infantil ao 5º Ano
1ª reuniao de pais E.M.S.A. Educação Infantil ao 5º AnoJussara Moreira
 
1ª reuniao de pais emsa
1ª reuniao de pais emsa 1ª reuniao de pais emsa
1ª reuniao de pais emsa Jussara Moreira
 
Reunião infantil
Reunião infantil Reunião infantil
Reunião infantil Caio Brito
 
Powerpoint a criança e o j i
Powerpoint a criança e o j iPowerpoint a criança e o j i
Powerpoint a criança e o j iBela Catarina
 
Guia do aluno 2019
Guia do aluno 2019Guia do aluno 2019
Guia do aluno 2019JoaoLima116
 
Familia_Escola
Familia_EscolaFamilia_Escola
Familia_Escolasimpala
 

Semelhante a 526e366bb400b186256077b2bed1d7f7 (20)

Volta as aulas no berçario e no maternal simone helen drumond
Volta as aulas no berçario e no maternal simone helen drumondVolta as aulas no berçario e no maternal simone helen drumond
Volta as aulas no berçario e no maternal simone helen drumond
 
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
 
Cartaz adaptação escolar
Cartaz adaptação escolarCartaz adaptação escolar
Cartaz adaptação escolar
 
Volta às aulas
Volta às aulasVolta às aulas
Volta às aulas
 
5 passos pra uma adaptação segura
5 passos pra uma adaptação segura5 passos pra uma adaptação segura
5 passos pra uma adaptação segura
 
322 volta às aulas 1
322 volta às aulas 1322 volta às aulas 1
322 volta às aulas 1
 
A entrada dos adultos na creche
A entrada dos adultos na crecheA entrada dos adultos na creche
A entrada dos adultos na creche
 
Orientaçõs para período diagnóstico
Orientaçõs para período diagnósticoOrientaçõs para período diagnóstico
Orientaçõs para período diagnóstico
 
Orientaçõs para período de sondagem
Orientaçõs para período de sondagemOrientaçõs para período de sondagem
Orientaçõs para período de sondagem
 
Inserçao da criança na creche
Inserçao da criança na crecheInserçao da criança na creche
Inserçao da criança na creche
 
Acolhimento Escolar GABI.pptx
Acolhimento Escolar GABI.pptxAcolhimento Escolar GABI.pptx
Acolhimento Escolar GABI.pptx
 
1ª reuniao de pais E.M.S.A. Educação Infantil ao 5º Ano
1ª reuniao de pais E.M.S.A.  Educação Infantil ao 5º Ano1ª reuniao de pais E.M.S.A.  Educação Infantil ao 5º Ano
1ª reuniao de pais E.M.S.A. Educação Infantil ao 5º Ano
 
1ª reuniao de pais emsa
1ª reuniao de pais emsa 1ª reuniao de pais emsa
1ª reuniao de pais emsa
 
slide reuniao de pais.pptx
slide reuniao de pais.pptxslide reuniao de pais.pptx
slide reuniao de pais.pptx
 
E book aulas online.docx
E book aulas online.docxE book aulas online.docx
E book aulas online.docx
 
Reunião infantil
Reunião infantil Reunião infantil
Reunião infantil
 
Cartilha infantil
Cartilha infantilCartilha infantil
Cartilha infantil
 
Powerpoint a criança e o j i
Powerpoint a criança e o j iPowerpoint a criança e o j i
Powerpoint a criança e o j i
 
Guia do aluno 2019
Guia do aluno 2019Guia do aluno 2019
Guia do aluno 2019
 
Familia_Escola
Familia_EscolaFamilia_Escola
Familia_Escola
 

Mais de SimoneHelenDrumond

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfSimoneHelenDrumond
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfSimoneHelenDrumond
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfSimoneHelenDrumond
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfSimoneHelenDrumond
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...SimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfSimoneHelenDrumond
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfSimoneHelenDrumond
 

Mais de SimoneHelenDrumond (20)

BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdfBLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
BLOCO 1 DE ATIVIDADES DO MÉTODO DE PORTFÓLIOS EDUCACIONAIS.pdf
 
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdfATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
ATIVIDADES PARA CADERNO PEQUENO 1A.pdf
 
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdfARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
ARTIGO 1 - OS USOS DOS PORTFÓLIOS SHDI NA ALFABETIZAÇÃO .pdf
 
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdfARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
ARTIGO 1 - TEXTOS PONTILHADOS COM LETRA DE IMPRENSA .pdf
 
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdfARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
ARTIGO 1 - ALFABETIZAÇÃO COM AFETO .pdf
 
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...INCLUSÃO  AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
INCLUSÃO AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LEIS QUE...
 
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdfARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
ARTIGO ADAPTAÇÃO CURRICULAR.pdf
 
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdfARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
ARTIGO DIA MUNDIAL DO AUTISMO .pdf
 
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdfArtigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
Artigo Todos nós podemos ensinar algo novo para alguém.pdf
 
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdfARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
ARTIGO Quem tem direito ao atendimento educacional especializado.pdf
 
ARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdfARTIGO TDAH.pdf
ARTIGO TDAH.pdf
 
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdfARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
ARTIGO AUTISMO E AS VOGAIS SHDI 1.pdf
 
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdfArtigo A inclusão escolar de alunos .pdf
Artigo A inclusão escolar de alunos .pdf
 
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdfARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
ARTIGO O SOM DAS LETRAS 1A2023.pdf
 
ARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdfARTIGO 1 TDAH .pdf
ARTIGO 1 TDAH .pdf
 
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdfARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E COMUNICAÇÃO SÍLABAS.pdf
 
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
ARTIGO INCLUSÃO_AUTISMO E O DIREITO À EDUCAÇÃO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL E AS LE...
 
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdfARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
ARTIGO 1 AUTISMO E DEPRESSÃO.pdf
 
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdfARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
ARTIGO 1 SER MEDIADOR NA INCLUSÃO 1=2023.pdf
 
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdfARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
ARTIGO 1 A IMPORTANCIA DO DIAGNÓSTICO NA INCLUSÃO.pdf
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimWashingtonSampaio5
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 

526e366bb400b186256077b2bed1d7f7

  • 1. COLÉGIO QUINTAL MÁGICO Rua Antônio Marconi, 600, Jardim Yolanda CEP: 15061-570 – São José do Rio Preto www.colegioquintalmagico.com.br Fone: 17-32271456 Período de Adaptação Escolar A entrada na Escola representa um importante momento para a criança que passa a conviver em um novo ambiente, onde aprenderá a dividir espaços, brinquedos e afetos. O papel da Escola não é o de substituir a família, mas de complementar esse papel, estendo vínculos para além dela. Para a criança, a Escola fornece oportunidades para uma profunda relação interpessoal, para além daquela estabelecida com seus pais. Isso é muito importante, pois estimula nela uma maior independência e autonomia, além de promover a socialização. Separar-se dos pais e ir à Escola é uma experiência intensa que envolve muitos ganhos, exige e promove crescimento. A criança que está indo pela primeira vez à Educação Infantil, não sabe o que vai encontrar. É um ambiente novo, com pessoas estranhas a ela. O choro é muito natural e faz parte do processo. É muito importante que passem segurança, no momento da separação, aos pequenos, pois isso os trará também segurança. Frases do tipo: “mamãe vai trabalhar e volta para te buscar”, “fique tranquilo(a), mamãe tem certeza que você vai se divertir muito aqui” trazem conforto às crianças, pois estão sendo ditas por aqueles que são seus referenciais de confiança. É muito comum, durante o período de adaptação, alterações na rotina da criança: problemas alimentares, mudanças nos horários de sono, demonstração de ressentimento com os pais, agressividade, recusa em vestir o uniforme ou em ir à escola, manhas ou birras, desafio de limites anteriormente estabelecidos, entre outros. A criança tenta, inconscientemente, convencer os pais de que o melhor é ficar ao lado deles. Tudo isso porque o novo os assusta muito. Passada a fase de adaptação e percebida a escola como um ambiente seguro e divertido, todos esses comportamentos cessam. Trata-se de uma fase difícil para a maioria das crianças, por isso, é preciso que os pais confiem na escola que escolheram e que estejam convictos de sua decisão. Dicas:  A segurança da família é decisiva para o bom andamento da adaptação;  Estejam certos de que, se procuraram uma escola é porque é o momento certo de matricular seu filho(a), é chegada a hora;  A vinda da criança para a escola deve ser preparada, contudo evite longas explicações, pois isso pode despertar suspeitas e inseguranças. Seja objetivo;  O choro é sempre muito frequente e deve ser encarado como parte do processo de separação dos pais e de entrada em um ambiente novo. Não quer dizer que a criança não quer ficar na escola ou não gosta dela. Haja com naturalidade e segurança;  Evite comentários sobre a adaptação e comportamentos da criança na presença dela;  É necessário extremo cuidado com os horários, um pequeno atraso na hora de vir buscar uma criança em fase de adaptação pode deixá-la insegura;  Cuidado com a aparente adaptação. Os pais devem respeitar o período estabelecido pela Escola a fim de evitar regressões mais tarde;  Cada criança reage de um modo e tem seu tempo de adaptação. Não se preocupe se o colega de seu filho já se encontra adaptado e o seu não. Cada criança é única e a adaptação escolar deve ser respeitada;  Despeça-se de seu filho, não omita sua ausência, ele confia em você; Após os dois primeiros dias, seja breve e objetivo na despedida: isso fará com que se sinta mais seguro. (Texto adapatado de “Manual de Adaptação Escolar por Simone Helen Drumond Ischkanian. Fonte: http://www.simonehelendrumond.blogspot.com)
  • 2. COLÉGIO QUINTAL MÁGICO Rua Antônio Marconi, 600, Jardim Yolanda CEP: 15061-570 – São José do Rio Preto www.colegioquintalmagico.com.br Fone: 17-32271456 Período de Adaptação Escolar A entrada na Escola representa um importante momento para a criança que passa a conviver em um novo ambiente, onde aprenderá a dividir espaços, brinquedos e afetos. O papel da Escola não é o de substituir a família, mas de complementar esse papel, estendo vínculos para além dela. Para a criança, a Escola fornece oportunidades para uma profunda relação interpessoal, para além daquela estabelecida com seus pais. Isso é muito importante, pois estimula nela uma maior independência e autonomia, além de promover a socialização. Separar-se dos pais e ir à Escola é uma experiência intensa que envolve muitos ganhos, exige e promove crescimento. A criança que está indo pela primeira vez à Educação Infantil, não sabe o que vai encontrar. É um ambiente novo, com pessoas estranhas a ela. O choro é muito natural e faz parte do processo. É muito importante que passem segurança, no momento da separação, aos pequenos, pois isso os trará também segurança. Frases do tipo: “mamãe vai trabalhar e volta para te buscar”, “fique tranquilo(a), mamãe tem certeza que você vai se divertir muito aqui” trazem conforto às crianças, pois estão sendo ditas por aqueles que são seus referenciais de confiança. É muito comum, durante o período de adaptação, alterações na rotina da criança: problemas alimentares, mudanças nos horários de sono, demonstração de ressentimento com os pais, agressividade, recusa em vestir o uniforme ou em ir à escola, manhas ou birras, desafio de limites anteriormente estabelecidos, entre outros. A criança tenta, inconscientemente, convencer os pais de que o melhor é ficar ao lado deles. Tudo isso porque o novo os assusta muito. Passada a fase de adaptação e percebida a escola como um ambiente seguro e divertido, todos esses comportamentos cessam. Trata-se de uma fase difícil para a maioria das crianças, por isso, é preciso que os pais confiem na escola que escolheram e que estejam convictos de sua decisão. Dicas:  A segurança da família é decisiva para o bom andamento da adaptação;  Estejam certos de que, se procuraram uma escola é porque é o momento certo de matricular seu filho(a), é chegada a hora;  A vinda da criança para a escola deve ser preparada, contudo evite longas explicações, pois isso pode despertar suspeitas e inseguranças. Seja objetivo;  O choro é sempre muito frequente e deve ser encarado como parte do processo de separação dos pais e de entrada em um ambiente novo. Não quer dizer que a criança não quer ficar na escola ou não gosta dela. Haja com naturalidade e segurança;  Evite comentários sobre a adaptação e comportamentos da criança na presença dela;  É necessário extremo cuidado com os horários, um pequeno atraso na hora de vir buscar uma criança em fase de adaptação pode deixá-la insegura;  Cuidado com a aparente adaptação. Os pais devem respeitar o período estabelecido pela Escola a fim de evitar regressões mais tarde;  Cada criança reage de um modo e tem seu tempo de adaptação. Não se preocupe se o colega de seu filho já se encontra adaptado e o seu não. Cada criança é única e a adaptação escolar deve ser respeitada;  Despeça-se de seu filho, não omita sua ausência, ele confia em você; Após os dois primeiros dias, seja breve e objetivo na despedida: isso fará com que se sinta mais seguro. (Texto adapatado de “Manual de Adaptação Escolar por Simone Helen Drumond Ischkanian. Fonte: http://www.simonehelendrumond.blogspot.com)