SlideShare uma empresa Scribd logo
O desenvolvimento sócio afetivo
da criança
O modelo explicativo que predomina sobre o sucesso da
transição das crianças da educação infantil para o ensino
fundamental parte do princípio de que os principais riscos e
fatores de proteção dependem basicamente da criança, no
que diz respeito a sua «prontidão» cognitiva e emocional no
momento do ingresso na educação infantil. De acordo com
essa hipótese, a maioria dos esforços de intervenção
envolve tentativas baseadas na escola para melhorar as
habilidades cognitivas e de autorregulação das crianças.
Apenas agora começam a ser produzidos estudos sobre o
contexto social e os relacionamentos que afetam a
transição das crianças para a escola. Surpreendentemente,
apesar do reconhecimento geral de que os
relacionamentos pais-filhos constituem um contexto
central para o desenvolvimento da criança, pouca atenção
tem sido dada ao papel que os pais desempenham na
transição da criança para o ensino fundamental, e
praticamente nenhuma atenção tem sido dada ao
planejamento ou à avaliação das intervenções destinadas
aos pais de crianças em idade pré-escolar. Nosso intuito é
preencher essa lacuna.
Têm sido bem documentados os desafios enfrentados pela criança que se
prepara para ingressar na educação infantil. O que torna especialmente
importante esse período de transição no desenvolvimento é a consistência das
evidências para uma «hipótese de trajetória», tanto nas amostras de classe
média como nas de baixa renda: o desempenho acadêmico e social da criança no
ciclo inicial do ensino fundamental é um preditor importante de seus resultados
escolares, sociais e de saúde mental ao longo do ensino fundamental e
médio. Essas constatações significam que as intervenções voltadas para melhorar
a situação da criança no momento de seu ingresso na escola podem trazer
benefícios no longo prazo.
As pesquisas que pretendem demonstrar a importância
dos relacionamentos pais-filhos na adaptação escolar da
criança apresentam diversas lacunas importantes. Faltam
estudos longitudinais que reconstituam as trajetórias
familiares ao longo da transição para a escola. As
informações sobre o papel potencial do pai na transição
são extremamente raras.
São muito poucos os estudos que examinam os demais
aspectos do contexto do sistema familiar que podem afetar o
desempenho da criança – por exemplo, a relação do casal. Por
fim, excetuando-se as intervenções iniciais baseadas na escola
que focalizam a prontidão da criança, dispomos de poucas
evidências sobre as intervenções que focalizam a família no
período pré-escolar, o que poderia ajudar as crianças a
enfrentar os novos desafios para uma escolarização bem-
sucedida.
O ingresso na escola infantil é um marco na vida da
criança, pois exige dela uma adaptação a um novo
contexto. A criança redimensiona seus padrões de
relação, seus comportamentos, suas concepções de
mundo, após a sua entrada na escola. Para a família, esse
início de escolarização também representa uma grande
mudança, sendo um desafio que pais e mães têm de
enfrentar.
É um momento delicado e importante, já que a família se sente ambivalente tanto para
estimular a autonomia da criança, quanto para confiar na Instituição.
Geralmente é difícil para pais e mães colocarem seus filhos pequenos numa escola. A
separação com a criança é vivida com ansiedade, devido a sensação de estar
abandonando-a. Existe, assim, um sentimento de culpa por deixar os filhos com
desconhecidos, que está presente muitas vezes como um fantasma, não expresso
claramente, mas sentido profundamente por pais e mães. Apesar de a Educação infantil
ter um bom conceito atualmente em nossa sociedade, ainda há insegurança e relutância
por parte das famílias em colocar seu filho na escola.
Com certeza, a escola tem uma missão crucial neste momento de adaptação, pois deve,
a cada novo aluno, redimensionar suas práticas, a fim de bem atender a ele e a sua
família. Muitas vezes torna-se complicado para o educador lidar com toda a carga
emocional existente nesse tipo de situação. Por outro lado, é fundamental que ele
possa oferecer um ambiente emocional adequado para ocorrer a adaptação,
preparando o grupo, a sala de aula e a si mesmo para a entrada de um novo membro.
Muitos sentimentos são suscitados quando a criança ingressa na escola infantil e eles
devem ser ouvidos, falados, reconhecidos, compreendidos. Um espaço de reflexão é
imprescindível para que famílias e educadores possam expor suas emoções e pensar
alternativas para auxiliar a criança a lidar com o processo de adaptação.
 http://www.enciclopedia-crianca.com/transicao-escolar/segundo-
especialistas/o-papel-dos-pais-na-transicao-da-crianca-para-escola
 http://www.apagina.pt/?aba=7&cat=182&doc=13340&mid=2
Trabalho Realizado Por:
• Anabela Silva;
• Daniela Pinto;
• Diana Sousa;
• Hugo Rocha;
• Rita Fernandes.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Educação de Crianças em Creches - Grupo União
Educação de Crianças em Creches - Grupo UniãoEducação de Crianças em Creches - Grupo União
Educação de Crianças em Creches - Grupo União
grupouniao
 
Educação Infantil
Educação InfantilEducação Infantil
Educação Infantil
Adriana Mércia
 
Apresentação cuidadores - SME Marília - SP 2014
Apresentação cuidadores - SME Marília - SP 2014Apresentação cuidadores - SME Marília - SP 2014
Apresentação cuidadores - SME Marília - SP 2014
Rosemary Batista
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
Jakeline Lemos
 
Apresentação do projeto
Apresentação do projetoApresentação do projeto
Apresentação do projeto
Eliana Santos
 
Pedagogia - Autismo
Pedagogia - AutismoPedagogia - Autismo
Pedagogia - Autismo
Aurivan
 
Intervenção precoce na infância
Intervenção precoce na infânciaIntervenção precoce na infância
Intervenção precoce na infância
Bertilia Madeira
 
Inclusão: desafios e conquistas - Autismo & Realidade
Inclusão: desafios e conquistas - Autismo & RealidadeInclusão: desafios e conquistas - Autismo & Realidade
Inclusão: desafios e conquistas - Autismo & Realidade
Autismo & Realidade
 
Autismo inclusão
Autismo inclusãoAutismo inclusão
Autismo inclusão
nuno2305
 
Apresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anosApresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anos
catialipa
 
Metodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantilMetodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantil
Marília Bogéa
 
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTILA IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
cefaprodematupa
 
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
asustecnologia
 
Autismo os educadores são a chave para inclusão!
Autismo  os educadores são a chave para inclusão!Autismo  os educadores são a chave para inclusão!
Autismo os educadores são a chave para inclusão!
Raline Guimaraes
 
Educação infantil
Educação infantilEducação infantil
Educação infantil
Clarice-Borges
 
Palestra ecaq-responsabilidade e compromisso dos pais na vida escolar
Palestra  ecaq-responsabilidade e compromisso dos pais na vida escolarPalestra  ecaq-responsabilidade e compromisso dos pais na vida escolar
Palestra ecaq-responsabilidade e compromisso dos pais na vida escolar
Anaí Peña
 
Plano de ação setor de psicologia
Plano de ação   setor de psicologiaPlano de ação   setor de psicologia
Plano de ação setor de psicologia
José H B Ramos
 
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇASA EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
Pedagogo Santos
 
Educação Inclusiva
Educação Inclusiva Educação Inclusiva
Educação Inclusiva
Heilane Santos
 
Autismo e educação
Autismo e educaçãoAutismo e educação
Autismo e educação
SimoneHelenDrumond
 

Mais procurados (20)

Educação de Crianças em Creches - Grupo União
Educação de Crianças em Creches - Grupo UniãoEducação de Crianças em Creches - Grupo União
Educação de Crianças em Creches - Grupo União
 
Educação Infantil
Educação InfantilEducação Infantil
Educação Infantil
 
Apresentação cuidadores - SME Marília - SP 2014
Apresentação cuidadores - SME Marília - SP 2014Apresentação cuidadores - SME Marília - SP 2014
Apresentação cuidadores - SME Marília - SP 2014
 
A importancia do brincar
A importancia do brincarA importancia do brincar
A importancia do brincar
 
Apresentação do projeto
Apresentação do projetoApresentação do projeto
Apresentação do projeto
 
Pedagogia - Autismo
Pedagogia - AutismoPedagogia - Autismo
Pedagogia - Autismo
 
Intervenção precoce na infância
Intervenção precoce na infânciaIntervenção precoce na infância
Intervenção precoce na infância
 
Inclusão: desafios e conquistas - Autismo & Realidade
Inclusão: desafios e conquistas - Autismo & RealidadeInclusão: desafios e conquistas - Autismo & Realidade
Inclusão: desafios e conquistas - Autismo & Realidade
 
Autismo inclusão
Autismo inclusãoAutismo inclusão
Autismo inclusão
 
Apresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anosApresentação autismo para maiores de 11anos
Apresentação autismo para maiores de 11anos
 
Metodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantilMetodologia da educação infantil
Metodologia da educação infantil
 
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTILA IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
A IMPORTÂNCIA DOS JOGOS E BRINCADEIRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
Educação Inclusiva - Atendimento Educacional Especializado Para A Deficiência...
 
Autismo os educadores são a chave para inclusão!
Autismo  os educadores são a chave para inclusão!Autismo  os educadores são a chave para inclusão!
Autismo os educadores são a chave para inclusão!
 
Educação infantil
Educação infantilEducação infantil
Educação infantil
 
Palestra ecaq-responsabilidade e compromisso dos pais na vida escolar
Palestra  ecaq-responsabilidade e compromisso dos pais na vida escolarPalestra  ecaq-responsabilidade e compromisso dos pais na vida escolar
Palestra ecaq-responsabilidade e compromisso dos pais na vida escolar
 
Plano de ação setor de psicologia
Plano de ação   setor de psicologiaPlano de ação   setor de psicologia
Plano de ação setor de psicologia
 
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇASA EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
A EDUCAÇÃO EM UMA PRÁTICA INCLUSIVA, ACOLHENDO AS DIFERENÇAS
 
Educação Inclusiva
Educação Inclusiva Educação Inclusiva
Educação Inclusiva
 
Autismo e educação
Autismo e educaçãoAutismo e educação
Autismo e educação
 

Semelhante a O desenvolvimento sócio afetivo da criança

Acolhimento Escolar GABI.pptx
Acolhimento Escolar GABI.pptxAcolhimento Escolar GABI.pptx
Acolhimento Escolar GABI.pptx
Gabih Rocha
 
Influência da família no ensino aprendizagem 3 2015
Influência da família no ensino aprendizagem 3  2015Influência da família no ensino aprendizagem 3  2015
Influência da família no ensino aprendizagem 3 2015
cefaprodematupa
 
Relacionamento Família-Escola - Claudinéia da Silva Barbosa - Psicologia Esco...
Relacionamento Família-Escola - Claudinéia da Silva Barbosa - Psicologia Esco...Relacionamento Família-Escola - Claudinéia da Silva Barbosa - Psicologia Esco...
Relacionamento Família-Escola - Claudinéia da Silva Barbosa - Psicologia Esco...
Claudinéia Barbosa
 
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagemAspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Claudenice Conceição da Silva
 
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLARADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
Janaina Silveira
 
A importância do meio familiar no processo de aprendizagem da criança
A importância do meio familiar no processo de aprendizagem da criançaA importância do meio familiar no processo de aprendizagem da criança
A importância do meio familiar no processo de aprendizagem da criança
Miriam Martins Nunes
 
Monografia João Pedagogia 2012
Monografia João Pedagogia 2012Monografia João Pedagogia 2012
Monografia João Pedagogia 2012
Biblioteca Campus VII
 
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Susana Costa
 
Familia_Escola
Familia_EscolaFamilia_Escola
Familia_Escola
simpala
 
Orientaçõs para período diagnóstico
Orientaçõs para período diagnósticoOrientaçõs para período diagnóstico
Orientaçõs para período diagnóstico
josivaldopassos
 
Orientaçõs para período de sondagem
Orientaçõs para período de sondagemOrientaçõs para período de sondagem
Orientaçõs para período de sondagem
josivaldopassos
 
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagemAs+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
pedagogia para licenciados
 
(In)disci..
(In)disci..(In)disci..
(In)disci..
Luciana
 
(In)disci..
(In)disci..(In)disci..
(In)disci..
Luciana
 
A familia e a dificuldades de aprendizagem
A familia e a dificuldades de aprendizagemA familia e a dificuldades de aprendizagem
A familia e a dificuldades de aprendizagem
Miria Silva
 
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLATCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
JJOAOPAULO7
 
INP-Aula 12.pptx
INP-Aula 12.pptxINP-Aula 12.pptx
INP-Aula 12.pptx
EdgarFaustinoRodrigu
 
Inserçao da criança na creche
Inserçao da criança na crecheInserçao da criança na creche
Inserçao da criança na creche
Fatinha Bretas
 
Img033
Img033Img033
Img033
Vila Salete
 
Projeto mestrado educação concluído
Projeto mestrado educação concluídoProjeto mestrado educação concluído
Projeto mestrado educação concluído
Liliane da Silva
 

Semelhante a O desenvolvimento sócio afetivo da criança (20)

Acolhimento Escolar GABI.pptx
Acolhimento Escolar GABI.pptxAcolhimento Escolar GABI.pptx
Acolhimento Escolar GABI.pptx
 
Influência da família no ensino aprendizagem 3 2015
Influência da família no ensino aprendizagem 3  2015Influência da família no ensino aprendizagem 3  2015
Influência da família no ensino aprendizagem 3 2015
 
Relacionamento Família-Escola - Claudinéia da Silva Barbosa - Psicologia Esco...
Relacionamento Família-Escola - Claudinéia da Silva Barbosa - Psicologia Esco...Relacionamento Família-Escola - Claudinéia da Silva Barbosa - Psicologia Esco...
Relacionamento Família-Escola - Claudinéia da Silva Barbosa - Psicologia Esco...
 
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagemAspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
Aspectos psicomotores das dificuldades de aprendizagem
 
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLARADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
ADOLESCENTES GRÁVIDAS: OS DESAFIOS E AS PERSPECTIVAS NO CONTEXTO ESCOLAR
 
A importância do meio familiar no processo de aprendizagem da criança
A importância do meio familiar no processo de aprendizagem da criançaA importância do meio familiar no processo de aprendizagem da criança
A importância do meio familiar no processo de aprendizagem da criança
 
Monografia João Pedagogia 2012
Monografia João Pedagogia 2012Monografia João Pedagogia 2012
Monografia João Pedagogia 2012
 
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
Respostas sociais e educativas para crianças e jovens- A criança e o jovem no...
 
Familia_Escola
Familia_EscolaFamilia_Escola
Familia_Escola
 
Orientaçõs para período diagnóstico
Orientaçõs para período diagnósticoOrientaçõs para período diagnóstico
Orientaçõs para período diagnóstico
 
Orientaçõs para período de sondagem
Orientaçõs para período de sondagemOrientaçõs para período de sondagem
Orientaçõs para período de sondagem
 
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagemAs+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
As+emoções+como+elementos+facilitadores+da+aprendizagem
 
(In)disci..
(In)disci..(In)disci..
(In)disci..
 
(In)disci..
(In)disci..(In)disci..
(In)disci..
 
A familia e a dificuldades de aprendizagem
A familia e a dificuldades de aprendizagemA familia e a dificuldades de aprendizagem
A familia e a dificuldades de aprendizagem
 
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLATCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
TCC - RELAÇÃO FAMÍLIA E ESCOLA
 
INP-Aula 12.pptx
INP-Aula 12.pptxINP-Aula 12.pptx
INP-Aula 12.pptx
 
Inserçao da criança na creche
Inserçao da criança na crecheInserçao da criança na creche
Inserçao da criança na creche
 
Img033
Img033Img033
Img033
 
Projeto mestrado educação concluído
Projeto mestrado educação concluídoProjeto mestrado educação concluído
Projeto mestrado educação concluído
 

Mais de Diana Sousa

Características comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticasCaracterísticas comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticas
Diana Sousa
 
Desenvolvimento físico e psicomotor da criança
Desenvolvimento físico e psicomotor da criançaDesenvolvimento físico e psicomotor da criança
Desenvolvimento físico e psicomotor da criança
Diana Sousa
 
Portefólio da linguagem
Portefólio da linguagemPortefólio da linguagem
Portefólio da linguagem
Diana Sousa
 
Fatores de risco e fatores de proteção no desenvolvimento da criança
Fatores de risco e fatores de proteção no desenvolvimento da criançaFatores de risco e fatores de proteção no desenvolvimento da criança
Fatores de risco e fatores de proteção no desenvolvimento da criança
Diana Sousa
 
Desenvolvimento cognitivo
Desenvolvimento cognitivoDesenvolvimento cognitivo
Desenvolvimento cognitivo
Diana Sousa
 
Deficiência mental
Deficiência mentalDeficiência mental
Deficiência mental
Diana Sousa
 
Consequências e Tipos de Drogas
Consequências e Tipos de DrogasConsequências e Tipos de Drogas
Consequências e Tipos de Drogas
Diana Sousa
 

Mais de Diana Sousa (7)

Características comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticasCaracterísticas comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticas
 
Desenvolvimento físico e psicomotor da criança
Desenvolvimento físico e psicomotor da criançaDesenvolvimento físico e psicomotor da criança
Desenvolvimento físico e psicomotor da criança
 
Portefólio da linguagem
Portefólio da linguagemPortefólio da linguagem
Portefólio da linguagem
 
Fatores de risco e fatores de proteção no desenvolvimento da criança
Fatores de risco e fatores de proteção no desenvolvimento da criançaFatores de risco e fatores de proteção no desenvolvimento da criança
Fatores de risco e fatores de proteção no desenvolvimento da criança
 
Desenvolvimento cognitivo
Desenvolvimento cognitivoDesenvolvimento cognitivo
Desenvolvimento cognitivo
 
Deficiência mental
Deficiência mentalDeficiência mental
Deficiência mental
 
Consequências e Tipos de Drogas
Consequências e Tipos de DrogasConsequências e Tipos de Drogas
Consequências e Tipos de Drogas
 

Último

Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdfSistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras - SISFRON.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 

O desenvolvimento sócio afetivo da criança

  • 1. O desenvolvimento sócio afetivo da criança
  • 2. O modelo explicativo que predomina sobre o sucesso da transição das crianças da educação infantil para o ensino fundamental parte do princípio de que os principais riscos e fatores de proteção dependem basicamente da criança, no que diz respeito a sua «prontidão» cognitiva e emocional no momento do ingresso na educação infantil. De acordo com essa hipótese, a maioria dos esforços de intervenção envolve tentativas baseadas na escola para melhorar as habilidades cognitivas e de autorregulação das crianças.
  • 3. Apenas agora começam a ser produzidos estudos sobre o contexto social e os relacionamentos que afetam a transição das crianças para a escola. Surpreendentemente, apesar do reconhecimento geral de que os relacionamentos pais-filhos constituem um contexto central para o desenvolvimento da criança, pouca atenção tem sido dada ao papel que os pais desempenham na transição da criança para o ensino fundamental, e praticamente nenhuma atenção tem sido dada ao planejamento ou à avaliação das intervenções destinadas aos pais de crianças em idade pré-escolar. Nosso intuito é preencher essa lacuna.
  • 4. Têm sido bem documentados os desafios enfrentados pela criança que se prepara para ingressar na educação infantil. O que torna especialmente importante esse período de transição no desenvolvimento é a consistência das evidências para uma «hipótese de trajetória», tanto nas amostras de classe média como nas de baixa renda: o desempenho acadêmico e social da criança no ciclo inicial do ensino fundamental é um preditor importante de seus resultados escolares, sociais e de saúde mental ao longo do ensino fundamental e médio. Essas constatações significam que as intervenções voltadas para melhorar a situação da criança no momento de seu ingresso na escola podem trazer benefícios no longo prazo.
  • 5. As pesquisas que pretendem demonstrar a importância dos relacionamentos pais-filhos na adaptação escolar da criança apresentam diversas lacunas importantes. Faltam estudos longitudinais que reconstituam as trajetórias familiares ao longo da transição para a escola. As informações sobre o papel potencial do pai na transição são extremamente raras.
  • 6. São muito poucos os estudos que examinam os demais aspectos do contexto do sistema familiar que podem afetar o desempenho da criança – por exemplo, a relação do casal. Por fim, excetuando-se as intervenções iniciais baseadas na escola que focalizam a prontidão da criança, dispomos de poucas evidências sobre as intervenções que focalizam a família no período pré-escolar, o que poderia ajudar as crianças a enfrentar os novos desafios para uma escolarização bem- sucedida.
  • 7. O ingresso na escola infantil é um marco na vida da criança, pois exige dela uma adaptação a um novo contexto. A criança redimensiona seus padrões de relação, seus comportamentos, suas concepções de mundo, após a sua entrada na escola. Para a família, esse início de escolarização também representa uma grande mudança, sendo um desafio que pais e mães têm de enfrentar.
  • 8. É um momento delicado e importante, já que a família se sente ambivalente tanto para estimular a autonomia da criança, quanto para confiar na Instituição. Geralmente é difícil para pais e mães colocarem seus filhos pequenos numa escola. A separação com a criança é vivida com ansiedade, devido a sensação de estar abandonando-a. Existe, assim, um sentimento de culpa por deixar os filhos com desconhecidos, que está presente muitas vezes como um fantasma, não expresso claramente, mas sentido profundamente por pais e mães. Apesar de a Educação infantil ter um bom conceito atualmente em nossa sociedade, ainda há insegurança e relutância por parte das famílias em colocar seu filho na escola.
  • 9. Com certeza, a escola tem uma missão crucial neste momento de adaptação, pois deve, a cada novo aluno, redimensionar suas práticas, a fim de bem atender a ele e a sua família. Muitas vezes torna-se complicado para o educador lidar com toda a carga emocional existente nesse tipo de situação. Por outro lado, é fundamental que ele possa oferecer um ambiente emocional adequado para ocorrer a adaptação, preparando o grupo, a sala de aula e a si mesmo para a entrada de um novo membro. Muitos sentimentos são suscitados quando a criança ingressa na escola infantil e eles devem ser ouvidos, falados, reconhecidos, compreendidos. Um espaço de reflexão é imprescindível para que famílias e educadores possam expor suas emoções e pensar alternativas para auxiliar a criança a lidar com o processo de adaptação.
  • 11. Trabalho Realizado Por: • Anabela Silva; • Daniela Pinto; • Diana Sousa; • Hugo Rocha; • Rita Fernandes.