Saúde

1.194 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre Saúde, preparada para apresentação para Escola Geração Criativa, em Ipatinga - MG

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.194
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
70
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • \n
  • Saúde

    1. 1. SaúdeRafael Reinehr
    2. 2. OMS“saúde não apenas como a ausênciade doença, mas como a situação deperfeito bem-estar físico, mental esocial”
    3. 3. Segre e Ferraz “saúde é um estado de razoável harmonia entre o sujeito e a sua própria realidade”
    4. 4. Saúde Física Alimentação Enfermidades em geral Atividade Física Higiene Exposição Ambiental (toxinas, cigarro, álcool, etc.) Genética Acidentes
    5. 5. Saúde Mental Estabilidade Assimilação de emocional Mudanças Adaptabilidade Perspectiva Sonhos Sentido para a Vida Capacidade para lidar com Estresse
    6. 6. Saúde Social trabalho ou Ocupação Acesso a Medicamentos, Renda Tratamentos, Terapias Família Relacionamentos Moradia Lazer
    7. 7. Preguiça
    8. 8. "Sejamos preguiçososem tudo, exceto ema m a r e e m b e b e r,exceto em sermospreguiçosos." Lessing
    9. 9. "O provérbio espanholdiz: Descansar es salud(Descansar é saúde)."
    10. 10. Slow FoodÓcio CriativoProcrastinação(Baianidade)Redeterapia
    11. 11. Relações no e com o Trabalho
    12. 12. Escolha de uma ocupação querealmente nos satisfaçaConfúcio dizia: “Teu único trabalho éencontrar um trabalho do qual realmentegoste. A partir daí, não trabalharás maisnenhum dia em tua vida.”
    13. 13. Manter bom relacionamento comcolegas de trabalhoTransparência nas relações notrabalhoBuscar espaços de produção criativa,valorização do trabalho
    14. 14. Frugalidade ouSimplicidade Voluntária
    15. 15. Ser frugal é ser simples em nossos costumes, em nossa forma deviver. É não correr demasiado em busca do ter, pois reconhece- se a ilusão de que isto é feito. É evitar o desperdício, é preocupar-se com a ecologia, é dispensar hábitos caros, é suprimir a necessidade de auto-gratificações constantes.
    16. 16. Atitude
    17. 17. Tempo
    18. 18. O que é saúde senão ter tempo e disposição para fazer aquiloque se gosta?" A riqueza de um ser humano é medida à justaequivalência do tempo no qual ele está fazendoexatamente aquilo que quer fazer."
    19. 19. Espiritualidade
    20. 20. "Não acredito que um indivíduo possa progredir espiritualmente,enquanto aqueles que o cercam estão sofrendo." Lidar com a intuição
    21. 21. Sustentabilidade e Resiliência
    22. 22. Sustentabilidade é deixar para asfuturas gerações o mesmo ou mais doque tomamos para nossa geração.
    23. 23. Resiliência é mais do quedesenvolvimento: é desenvolvimento +sustentabilidadeÉ poder manter o que se conquistouatravés do tempo, é perenidade...
    24. 24. Consenso
    25. 25. Quando não há consenso, é difícilhaver saúdeQuando não há consenso, há um ladovencedor e um lado vencidoQuando não há consenso, hásofrimento, portanto dor, portantoausência de saúde
    26. 26. Felicidade
    27. 27. Ser feliz é não querer nada mais do que oque você já tem.
    28. 28. "A felicidade só é real secompartilhada" - AlexanderSupertramp
    29. 29. Ninguém melhor do que você mesmopara saber o que é ser feliz.Felicidade é um sentimento individualque pode ser compartilhado comoutras pessoas. Pode ser irradiado,contagiar outros.
    30. 30. Conquistas/Parar de Buscar
    31. 31. Associamos felicidade comConquistas, mas a felicidadeestá no fato de que, naquelemomento, paramos de buscar.felicidade tem a ver com oFIM DA BUSCA
    32. 32. Impermanência/Viver o Presente
    33. 33. Em um pequeno vilarejo, um menino ganhade sua família um lindo cavalo. Ao verem obelo presente dado ao menino, todos à suavolta exclamam:- Que maravilha!E o mestre zen: Veremos...Passa se algum tempo e o menino, ao andarcom seu cavalo, cai e quebra a perna. Todoslamentam:- Que desgraça!E o mestre zen: Veremos...Depois de alguns anos, o país entra em guerra,e todos os jovens do vilarejo são convocadospara a luta e acabam morrendo, exceto ojovem com a perna enferma. Ao que a famíliaconclui:- Que maravilha!E o mestre zen: Veremos...
    34. 34. Um famoso mestre espiritual aproximou-se do Portal principaldo palácio do Rei. Nenhum dos guardas tentou pará-lo,constrangidos, enquanto ele entrou e dirigiu-se aonde o Rei empessoa estava solenemente sentado, em seu trono."O que vós desejais?" perguntou o Monarca, imediatamentereconhecendo o visitante."Eu gostaria de um lugar para dormir aqui nesta hospedaria,"replicou o mestre."Mas aqui não é uma hospedaria, bom homem," disse o Rei,divertido, "Este é o meu palácio.""Posso lhe perguntar a quem pertenceu este palácio antes devós?" perguntou o mestre."Meu pai. Ele está morto.""E a quem pertenceu antes dele?""Meu avô," disse o Rei já bastante intrigado, "Mas ele tambémestá morto.""Sendo este um lugar onde pessoas vivem por um curto espaçode tempo e então partem - vós me dizeis que tal lugar NÃO Éuma hospedaria?"
    35. 35. Mudança/Ir com o Fluxo
    36. 36. “A vida é uma série de mudanças naturais e espontâneas. Nãoresista a elas – isso só criará sofrimento. Deixe a realidade serrealidade. Deixe as coisas fluirem naturalmente da forma quequiserem.”- Lao Tzu“Ria, respire e vá devagar.”- Thich Nhat Hahn
    37. 37. Alteridade
    38. 38. Compreender o outro usando suaprópria lente, e não somente a nossa.
    39. 39. Olhar sob diversas perspectivas
    40. 40. Descolonização do Imaginário
    41. 41. Trata justamente de libertar o indivíduo, trazendo-o devolta à singularidade roubada pelas forçasnormalizadoras e homogeneizadoras que subvertem opensamento, fazendo-o acreditar nos ideais que osistema estabelecido propaga
    42. 42. Desapego
    43. 43. Ter desapego é deixar ir. É não nosdeixar possuir por aquilo quepossuimosMais: é não valorizar o ter acima doSer.É desligar-se do excesso de ligação àscoisas, aos bens, às relações.
    44. 44. Decrescimento
    45. 45. “Pois será uma satisfaçãoperfeitamente positiva ingeriralimentos sadios, ter menos barulho,estar num meio ambiente equilibrado,não mais sofrer restrições decirculação etc.” - Jacques Ellul
    46. 46. Reavaliar, Reconceitualizar,Reestruturar, Relocalizar, Redistribuir,Reduzir, Reutilizar, Reciclar
    47. 47. “O altruísmo deveria preceder o egoísmo, a cooperação,preceder a competição desenfreada, o prazer do lazer,preceder a obsessão pelo trabalho, a importância da vidasocial, preceder o consumo ilimitado, o gosto pela belaobra, preceder a eficiência produtivista, o razoável,preceder o racional etc. O problema é que os valoresatuais são sistêmicos. Isso significa que são suscitados eestimulados pelo sistema e que, em contrapartida,contribuem para reforçá-lo. É claro que a escolha de umaética pessoal diferente, como a simplicidade voluntária,pode mudar a direção da tendência e solapar as basesimaginárias do sistema, mas sem um questionamentoradical deste último, a mudança corre o risco de serlimitada.”- Serge Latouche
    48. 48. A principal mensagem que um foco no decrescimentodeve passar é a de que consumindo menos estaremosnão só reduzindo danos à Natureza mas também, porconseqüência, necessitaremos trabalhar menos, fazendocom que todos possam também trabalhar menos e vivermelhor. Com isso, teremos mais tempo livre para gastarcom coisas que só podem nos fazer bem, como ler,escutar música, criar, brincar, passear, cuidar e educarnossos filhos, interagir com nossos amigos e familiares eaté mesmo contemplar a vida e o mundo.
    49. 49. Generosidade
    50. 50. Estudos clínicos demonstram quepessoas que são naturalmente maisgenerosas tendem a ser mais felizes;é mais duradoura a satisfação degastar dinheiro com outras pessoas doque com bens materiais para si próprio
    51. 51. Compartilhar
    52. 52. Agir conforme aprópria Natureza
    53. 53. Dois monges estavam lavando suas tigelas no rio quando perceberam um escorpião que estava se afogando. Um dos monges imediatamente pegou-o e o colocou na margem. No processo ele foi picado. Ele voltou para terminar de lavar sua tigela e novamente o escorpião caiu no rio. O monge salvou o escorpião e novamente foi picado. O outro monge então perguntou:“Amigo, por que você continua a salvar o escorpião quando vocêsabe que sua natureza é agir com agressividade, picando-o?”“Porque,” replicou o monge, “agir com compaixão é a minhanatureza.”
    54. 54. Educação
    55. 55. “Se quiseres planejar para um ano,plante cereais. Se quiseres planejarpara trinta anos, plante árvores. Sequiseres planejar para cem anos,eduque o povo.” - Provérbio Chinês
    56. 56. Saúde sem Educação é a maior utopiapossível...
    57. 57. Centros de Educação em SaúdeRede Integrada de Educação em Saúde
    58. 58. Exemplo
    59. 59. "Nossos pés deixam pegadas na areia do tempo. Seestivermos no caminho errado, muitos nos seguirão,desviando-se do que é correto. Quando pensamos queuma ação é só por aquele momento e esquecemos queela deixa um rastro atrás de si, não estamos sendoresponsáveis.Todas as nossas ações afetam os seres humanos, dando-lhes alívio ou tristeza. Podemos fortalecê-los ou não.Podemos causar ferimentos ou curas. Podemos gerarconflitos ou resolvê-los. Podemos criar cataclismas oualgo nobre para a sociedade." - B.K.Jagdish
    60. 60. Ser Verde
    61. 61. “Como ser verde? Muitas pessoas nos perguntaram estaimportante questão. É realmente muito simples e nãorequer nenhum conhecimento especializado ouhabilidades complexas. Aqui está a resposta. Consumamenos. Compartilhe mais. Aproveite a vida.”- Penny Kemp e Derek Wall
    62. 62. “Ralar o joelho”
    63. 63. “Ralar o joelho” nos lembra de que,mesmo “doentes”, temos umacapacidade inata de recuperarmo-nosdas adversidadesÉ bom “ralar o joelho” de vez emquando, para nos sentirmos vivos...
    64. 64. Fugir
    65. 65. "Em tempos como este, a fuga é oúnico meio para manter-se vivo econtinuar a sonhar." - Henry LaboritTáticas de desaparecimento (deHakim Bey)
    66. 66. Rir
    67. 67. "Abençoados os que sabem rir de simesmos, porque nunca deixarão dedivertir-se" - Mort Walker
    68. 68. Revoltar-se
    69. 69. Estar de acordo com o status quo emuma sociedade doente, não é sersaudável. Revoltar-se é que é!
    70. 70. Desobedecer
    71. 71. Quando algo agride nosso bom senso,vai contra nosso juízo crítico, o que precisamos aprender a fazer é DESOBEDECER!
    72. 72. Diversidade... ...e respeito
    73. 73. Apimente a vida
    74. 74. Adoce a vida
    75. 75. Sabedoria
    76. 76. SAbedoria traz equilíbrio, traz a dosecerta...
    77. 77. Perceber que, na Natureza, algunsacontecimentos independem da nossavontadeAprender a lidar sabiamente comnossas emoções, entender os viésesque surgirem como partes inerentesda Vida
    78. 78. "Tudo é uma questão de manter amente quieta, a espinha ereta e ocoração tranqüilo" - Walter Franco
    79. 79. Pare!
    80. 80. “Dê uma espiadela no Sol.Olhe a Lua e as estrelas.Vislumbre a beleza dos verdes daTerra. Agora, pense.”Hildegard von Bingen
    81. 81. Ame! Ame muito!
    82. 82. E para não dizer que falei das flores...
    83. 83. Alimente-se bem
    84. 84. Exercite-se...
    85. 85. Beba comModeração
    86. 86. Durma Bem
    87. 87. E, se aindaacredita neles...
    88. 88. Consulte um médicoperiodicamente!
    89. 89. coolmeia@coolmeia.org

    ×