Aula iii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli

91 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
91
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula iii - ate-fiscal-ms-prof. onei f. savioli

  1. 1. SIMULADO – AULA - III ATE/FISCAL MS Prof. Onei F. Savioli NEONONLINE.COM.BR 1 81. [Téc. Contabilidade-(P21)-PETROBRAS/2011- CESGRANRIO].(Q.26) Considere a legenda a seguir. • AC = Ativo Circulante • ANC = Ativo Não Circulante • PC = Passivo Circulante • PNC = Passivo Não Circulante • PL = Patrimônio Líquido Qual equação do patrimônio caracteriza a ocorrência de Passivo a Descoberto? a) (AC + ANC ) – (PC + PNC – PL) d) (AC + ANC) – (PC – PNC + PL) b) (AC + ANC – PL) – (PC + PNC) e) (AC + ANC) + (PC – PNC – PL) c) (AC – ANC + PL) + (PC – PNC) 82. [Fiscal de Rendas-(PO)-(CT01)-SEFAZ-RJ/2009-FGV].(Q.72] O contador da Cia. Quartzo Rosa incorreu em um erro no reconhecimento da apropriação da receita de juros sobre o investimento em debêntures, deixando de contabilizar a receita de juros no ano corrente. Antes que qualquer ajuste seja efetuado, esse erro gera o seguinte efeito no patrimônio da empresa: a)subavalição do ativo, do lucro líquido e do patrimônio líquido. b)subavaliação do passivo, do patrimônio líquido e do lucro líquido. c)superavaliação do ativo, do lucro líquido e do patrimônio líquido. d)superavaliação do passivo, do patrimônio líquido e do lucro líquido. e)subavaliação do ativo e do resultado e superavaliação do patrimônio líquido.
  2. 2. SIMULADO – AULA - III ATE/FISCAL MS Prof. Onei F. Savioli NEONONLINE.COM.BR 2 Dados para resolução das questões 83 e 84: Operações com matéria prima Indústria X, em 30 maio 2011. Compra a prazo na Indústria Y, conforme detalhamento na Nota Fiscal Custo IPI Total 2.000,00 200,00 2.200,00 Venda à vista das mesmas mercadorias para a Transportadora Z por R$ 3.000,00 Informações complementares sobre as três empresas: • são tributadas pelo lucro real • estão submetidas ao método não cumulativo do PIS e COFINS • não têm créditos tributários anteriores de nenhum imposto ou taxa • estão localizadas no mesmo estado • só operam no território nacional • submetem-se às alíquotas da tabela abaixo. ICMS IPI PIS COFINS 18% 10% 1,65% 7,60% 83. [Contador (a)-Júnior-(Edital Nº 1)-(P9)-PETROBRAS/2011- CESGRANRIO].(Q.48) Considerando somente as operações apresentadas, as informações recebidas e as determinações tributárias em vigor, a COFINS a ser paga pela Comercial X, em reais, é a)228,00 b)79,04 c)76,00 d)62,32
  3. 3. SIMULADO – AULA - III ATE/FISCAL MS Prof. Onei F. Savioli NEONONLINE.COM.BR 3 e)60,80 84. [Contador (a)-Júnior-(Edital Nº 1)-(P9)-PETROBRAS/2011- CESGRANRIO].(Q.49) Considerando somente as operações apresentadas, as informações recebidas e as determinações tributárias em vigor, o PIS a ser pago pela Comercial X, em reais, é a)10,23 b)13,20 c)13,53 d)16,50 e)49,50 85. (NEON). Conceito e objetivos da auditoria interna, é correto afirmar, exceto: a) A Auditoria Interna é exercida nas pessoas jurídicas de direito público, interno ou externo, e de direito privado. b) A Auditoria Interna compreende os exames, análises, avaliações, levantamentos e comprovações, metodologicamente estruturados para a avaliação da integridade, adequação, eficácia, eficiência e economicidade dos processos, dos sistemas de informações e de controles internos integrados ao ambiente, e de gerenciamento de riscos, com vistas a assistir à administração da entidade no cumprimento de seus objetivos. c) A atividade da Auditoria Interna está estruturada em procedimentos, com enfoque técnico, objetivo, sistemático e disciplinado, e tem por finalidade agregar valor ao resultado da organização, apresentando subsídios para o aperfeiçoamento dos processos, da gestão e dos controles internos, por meio da recomendação de soluções para as não-conformidades apontadas nos relatórios. d) A Auditoria Interna deve ser documentada por meio de papéis de trabalho, elaborados em meio físico ou eletrônico, que devem ser organizados e arquivados de forma sistemática e racional. e) A Auditoria Interna verifica controle internos e sistema de informações visando assistir à administração da entidade no cumprimento de seus objetivos, apresentando subsídios para o aperfeiçoamento dos processos.
  4. 4. SIMULADO – AULA - III ATE/FISCAL MS Prof. Onei F. Savioli NEONONLINE.COM.BR 4 86. (NEON). Auditoria independente conforme NBCTA 200, os seguintes termos possuem os significados atribuídos a seguir, exceto: a)Evidências de auditoria são as informações utilizadas pelo auditor para fundamentar suas conclusões em que se baseia a sua opinião. As evidências de auditoria incluem informações contidas nos registros contábeis subjacentes às demonstrações contábeis e outras informações. b)Para fins das NBC TAs: a suficiência das evidências de auditoria é a medida da quantidade da evidência de auditoria. A quantidade necessária da evidência de auditoria é afetada pela avaliação do auditor dos riscos de distorção relevante e também pela qualidade de tal evidência; e a adequação da evidência de auditoria é a medida da qualidade da evidência de auditoria; isto é, sua relevância e confiabilidade no fornecimento de suporte às conclusões em que se baseia a opinião do auditor. c)Risco de auditoria é o risco de que o auditor expresse uma opinião de auditoria inadequada quando as demonstrações contábeis não contiverem distorção relevante. O risco de auditoria é uma função dos riscos de distorção relevante e do risco de detecção. d)Risco de detecção é o risco de que os procedimentos executados pelo auditor para reduzir o risco de auditoria a um nível aceitavelmente baixo não detectem uma distorção existente que possa ser relevante, individualmente ou em conjunto com outras distorções. e)Risco de distorção relevante é o risco de que as demonstrações contábeis contenham distorção relevante antes da auditoria. 87. (NEON). CPC 08 – Custos de Transação e Prêmios na Emissão de Títulos e Valores Mobiliários. Objetivo. Qual o objetivo da presente Norma:
  5. 5. SIMULADO – AULA - III ATE/FISCAL MS Prof. Onei F. Savioli NEONONLINE.COM.BR 5 a)A presente Norma regula a contabilização e evidenciação dos custos de transação incorridos na distribuição primária de ações ou bônus de subscrição, na aquisição e alienação de ações próprias, na captação de recursos por meio da contratação de empréstimos ou financiamentos ou pela emissão de títulos de dívida, bem como dos prêmios na emissão de debêntures e outros instrumentos de dívida ou de patrimônio líquido, exceto. b)são somente aqueles incorridos e diretamente atribuíveis às atividades necessárias exclusivamente à consecução das transações, como exemplos: de custos de transação são: i) gastos com elaboração de prospectos e relatórios; ii) remuneração de serviços profissionais de terceiros (advogados, contadores, auditores, consultores, profissionais de bancos de investimento, corretores etc.); e outros... c)são os custos ou as despesas que representam o ônus pago ou a pagar como remuneração direta do recurso tomado emprestado do financiador derivado dos fatores tempo, risco, inflação, câmbio, índice específico de variação de preços e assemelhados; incluem, portanto, os juros, a atualização monetária, a variação cambial etc., mas não incluem taxas, descontos, prêmios, despesas administrativas, honorários etc. são a soma das despesas financeiras, dos custos de transação, prêmios, descontos, ágios, deságios e assemelhados, a qual representa a diferença entre os valores recebidos e os valores pagos (ou a pagar) a terceiros. d)despesas financeiras são os custos ou as despesas que representam o ônus pago ou a pagar como remuneração direta do recurso tomado emprestado do financiador derivado dos fatores tempo, risco, inflação, câmbio, índice específico de variação de preços e assemelhados; incluem, portanto, os juros, a atualização monetária, a variação cambial etc., incluem taxas, descontos, prêmios, despesas administrativas, honorários etc. e)encargos financeiros são a soma das despesas financeiras, dos custos de transação, prêmios, descontos, ágios, deságios e assemelhados, a qual representa a diferença entre os
  6. 6. SIMULADO – AULA - III ATE/FISCAL MS Prof. Onei F. Savioli NEONONLINE.COM.BR 6 valores recebidos e os valores pagos (ou a pagar) a terceiros. Prêmio na emissão de debêntures ou de outros títulos e valores mobiliários é o valor recebido que supera o de resgate desses títulos na data do próprio recebimento ou o valor formalmente atribuído aos valores mobiliários. 88. Resolução 1.424/2013. Investimentos em coligada, em controlada e em empreendimento controlados em conjunto, sobre o tema é correto afirmar, exceto: a)Coligada é a entidade sobre a qual o investidor tem influência significativa. Controle conjunto é o compartilhamento, contratualmente convencionado, do controle de negócio, que existe somente quando decisões sobre as atividades relevantes exigem o consentimento unânime das partes que compartilham o controle. b)Demonstrações consolidadas são as demonstrações contábeis de um grupo econômico, em que ativos, passivos, patrimônio líquido, receitas, despesas e fluxos de caixa da controladora e de suas controladas são apresentados como se fossem uma única entidade econômica. c)Empreendimento controlado em conjunto (joint venture) é um acordo conjunto por meio do qual as partes, que detêm o controle em conjunto do acordo contratual, têm direitos sobre os passivos líquidos desse acordo. d)Influência significativa é o poder de participar das decisões sobre políticas financeiras e operacionais de uma investida, mas sem que haja o controle individual ou conjunto dessas políticas. Investidor conjunto (joint venture) é uma parte de um empreendimento controlado em conjunto (joint venture) que tem o controle conjunto desse empreendimento. e)Método da equivalência patrimonial é o método de contabilização por meio do qual o investimento é inicialmente reconhecido pelo custo e, a partir daí, é ajustado para refletir a alteração pós-aquisição na participação do investidor sobre os ativos líquidos da
  7. 7. SIMULADO – AULA - III ATE/FISCAL MS Prof. Onei F. Savioli NEONONLINE.COM.BR 7 investida. As receitas ou as despesas do investidor incluem sua participação nos lucros ou prejuízos da investida, e os outros resultados abrangentes do investidor incluem a sua participação em outros resultados abrangentes da investida. Negócio em conjunto é um negócio do qual duas ou mais partes têm controle conjunto.

×