A RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIII

28.665 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
28.665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
883
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
350
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIII

  1. 1. A Revolução Científica na Europa e a permanência da tradição <ul><li>Trabalho realizado por: </li></ul><ul><li>Ana Sofia Palma 8ºB </li></ul><ul><li>Olga Cojusneanu 8ºB </li></ul>
  2. 2. O Nascimento do Método Científico <ul><li>O renascimento foi um período de renovação, em que o espírito critico do homem e a sua curiosidade o levaram a querer conhecer a origem e funcionamento de tudo o que o rodeava. Foi esse espírito de curiosidade, nos séculos XVII e XVIII, que levou a que se assistisse na Europa a um desenvolvimento cientifico de tão grandes dimensões que é considerado uma verdadeira </li></ul><ul><li>Tendo como base o princípio de que nada podia ser considerado como verdadeiro sem ser confirmado pela Razão e pela experiência, surgiu um novo método – </li></ul>Revolução Científica Método Experimental ou Científico
  3. 3. O que o cientista deve fazer… <ul><li>O cientista devia começar por duvidar de tudo o que não fosse evidente e racional. </li></ul><ul><li>Para atingir o conhecimento ia repetindo as experiências até à obtenção de um conhecimento verdadeiro. </li></ul><ul><li>Assim começando pela observação dos factos, levantava-se um problema e formulava-se uma hipótese de explicação do mesmo; fazia-se a experimentação dessa hipótese que, ao ser confirmada, se transformava em lei cientifica. Era o inicio da investigação cientifica. </li></ul><ul><li>(James Watt) </li></ul><ul><li>(Newton) </li></ul>
  4. 4. Os avanços da ciência moderna e o desenvolvimento da técnica <ul><li>TELESCÓPIO BARÓMETRO PÁRA-RAIOS AERÓSTATO </li></ul><ul><li>A invenção de um conjunto de novos instrumentos contribuiu para o desenvolvimento cientifico dos séculos XVII e XVIII. </li></ul><ul><li>O telescópio na astronomia, o microscópio na medicina, o termómetro, o barómetro e o relógio de pêndulo foram alguns desses novos instrumentos que permitiram a realização de investigações mais rigorosas e completas e proporcionaram novas áreas de conhecimento. O pára-raios, a pilha e os aeróstatos ou balões de ar aquecido foram outros importantes inventos desta época. </li></ul>
  5. 5. O alargamento do conhecimento do Mundo <ul><li>Nesta época, a curiosidade do Homem fez alargar o conhecimento do Mundo. </li></ul><ul><li>Apoiados no desenvolvimento das ciências, navegadores ingleses, franceses e holandeses </li></ul><ul><li>partiram à descoberta de muitas regiões ainda desconhecidas e inexploradas, permitindo </li></ul><ul><li>assim o desenvolvimento da * Cartografia e da Geografia . </li></ul><ul><li>Muitos governantes apoiaram e financiaram estas viagens, pois estavam interessados em </li></ul><ul><li>ocupar novos territórios e aumentar o seu prestigio e poder. </li></ul><ul><li>* Cartografia é a ciência que trata da concepção, produção, difusão, utilização e estudo dos mapas. </li></ul>
  6. 6. FIM

×