A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa

412 visualizações

Publicada em

Historia 8º ano- A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
412
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A cultura e o iluminismo em Portugal face à Europa

  1. 1. Introdução Neste trabalho vamos falar sobre: A revolução cientifica na Europa, O iluminismo na Europa e em Portugal e outros assuntos relacionados com estes temas.
  2. 2. A revolução cientifica na Europa e a permanência da tradição
  3. 3. Resistências à inovação: a Inquisição e o ensino tradicional Portugal começou a atrasar-se no conhecimento científico. A ação repressiva da Inquisição e do Índex foi os principais entraves à inovação. INQUISIÇÃO- O mesmo que Tribunal do Santo Ofício. Destinava- se a combater as heresias, ideias, atos ou palavras contrarias á doutrina oficial da Igreja. ÍNDEX- Lista de livros proibidos pela igreja por conterem ideias ofensivas para a religião católica.
  4. 4. A Igreja Católica receava que se instalasse na mente dos fiéis alguma dúvida sobre os dogmas da fé. Portugal isolou-se do avanço do conhecimento e continuou ligado ao saber tradicional, que foi perdendo validade.
  5. 5. O nascimento do método científico: Mas no século XVlll a ciência, finalmente, deu um grande passo. Esse passo foi ter-se criado um grande processo de trabalho: método científico.
  6. 6. O método científico é um conjunto de regras básicas de como se deve proceder a fim de produzir um conhecimento científico, quer seja este um novo conhecimento ou quer que seja este fruto de uma integração, correção ou uma expansão da área de abrangência de conhecimentos pré- existentes.
  7. 7. Esquema do Método científico
  8. 8. Francis Bacon, Galileu Galilei, René Descartes e Isaac Newton foram os grandes responsáveis pela conceção do método científico e, por isso, são considerados os pais da ciência moderna.
  9. 9. Os avanços da ciência moderna e o desenvolvimento da técnica: A ciência moderna avançou bastante e o desenvolvimento técnico avançou com esta
  10. 10. Denis Papin foi um físico e inventor francês que descobriu a força do vapor.
  11. 11. Thomas Savery foi um homem com grande gosto pela mecânica, matemática e filosofia natural. Por isso fabricou a primeira máquina a vapor para tirar água das minas.
  12. 12. Otto Von Guericke foi um físico alemão que comprovou a força do vácuo.
  13. 13. William Harvey foi um médico britâ- nico que descreveu corretamente os detalhes do sistema circulatório do sangue ao ser bombeado por todo o corpo pelo cora- ção.
  14. 14. Galileu Galilei foi um físico ,matemático, astrônomo e filósofo i- taliano que aperfeiçoou a luneta e construiu o telescópio.
  15. 15. Após a experiência de Bartolomeu de Gusmão os irmãos Montgolfier criaram os primeiros balões de ar aquecido.
  16. 16. Evangelista Torricelli foi um físico e mate- mático italiano que descobriu a pressão atmosférica.
  17. 17. James Watt foi um matemático e engenheiro es- cocês que construiu a máquina a vapor que revolucionou a indústria.
  18. 18. O alargamento do conhecimento do mundo: No século XVIII, as explorações marítimas continuaram a despertar interesse entre os Europeus. Descobriu-se ainda o desconhecido no nosso planeta: a região do Ártico e do Pacífico.
  19. 19. O iluminismo na Europa e em Portugal
  20. 20. No século XVlll, difundiu-se na Europa um movimento cultural que procurava instruir o Homem, iluminando-o com a Luz da Razão, da sabedoria e da cultura. Esse movimento foi o século das Luzes ou Iluminismo.
  21. 21. A critica da ordem estabelecida e a difusão de novas ideias Os filósofos iluministas tiveram uma posição muito crítica em relação à ordem estabelecida naquele tempo: atacaram intolerância educativa, despotismo político e desigualdade da sociedade de ordens.
  22. 22. Porém, não bastava criticar, também era preciso sugerir soluções novas para os problemas, uma nova ordem social e uma nova modalidade de organização política. Foi o que aconselhou e cumpriu Montesquieu ao separar os poderes, e Rousseau ao pensar na igualdade de direitos e na soberania popular.
  23. 23. Desenvolvimento e laicização do ensino: as reformas pombalinas As ideias iluministas chegaram a Portugal pelos estrangeiros. Jacob de Castro Sarmento, Ribeiro Sanches e Luís António Verney, foram alguns dos Portugueses estabelecidos no estrangeiro que lançaram duas críticas. As propostas deles iam ao sentido de se adotar um método de ensino mais experimental com as tendências internacionais.
  24. 24. A partir de 1759 o Marquês de Pombal iniciou a laicização e a reforma do ensino: fundou as escolas menores criou escolas régias fundou o Real Colégio dos Nobres fundou a aula do Comércio encerrou a Universidade de Évora reformou a Universidade de Coimbra, a qual foi dotada com novos estatutos, disciplinas experimentais e laboratórios
  25. 25. Conclusão Com este trabalho podemos concluir que A revolução cientifica na Europa e O iluminismo na Europa e em Portugal foram muito importantes para o desenvolvimento do nosso dia a dia.

×