SlideShare uma empresa Scribd logo
“O silêncio eterno desses espaços infinitos me apavora.”
Pascal
Introdução
 Substituição da teoria geocêntrica pela
heliocêntrica.
 Galileu geometrizou o Universo.
 Grécia Antiga e Idade Média – concepção de
ciência desligada da técnica e
desinteressada de aplicação prática do
saber.
 Classe comercial emergente – burguesia.
 Indivíduo se destaca pelo seu esforço e
capacidade de trabalho.
 Mentalidade capitalista.
 Renascimento científico – expressão de uma
nova burguesia.
1. Características do
pensamento moderno
 Desenvolvimento da mentalidade crítica.
 Questionamento da autoridade da Igreja e o
saber aristotélico.
 Racionalismo – interesse pelo método.
 René Descartes (1596-1650) – passa a se
preocupar com o sujeito que conhece, mais
do que com o objeto conhecido.
 Método – sentido de invenção e descoberta, e
não possibilidade de demonstração
organizada do que já se sabe.
 Século XVII – ciência rompe com a filosofia
aristotélico-escolástica e sai em busca de
seu próprio caminho.
 Antropocentrismo em detrimento ao
teocentrismo.
 Laicização do saber, da moral, da política.
 Reforma protestante – a cada um o direito
de interpretação bíblica.
 Valorização do saber ativo em oposição ao
saber contemplativo dos antigos.
2. Galileu: as duas novas
ciências
 1638 – Holanda – lança a obra discursos e
demonstrações matemáticas sobre duas
novas ciências.
 Relaciona a hipótese Copernicana às leis da
mecânica, ligando a ciência da astronomia à
fisica.
 Nascimento da física moderna.
A nova física
 Galileu Galilei – italiano – responsável pela
superação do aristotelismo e pelo advento
da moderna concepção de ciência.
 Perseguições política e religiosa.
 Condenado pela Inquisição.
 Abjuração em público.
 Prisão domiciliar a partir de 1633.
Contribuições de Galileu:
 Astronomia.
 Física:
 Óptica geométrica (lentes, reflexão e
refração da luz);
 Termologia (invenção do termômetro);
 Hidrostática;
 Óptica física (teoria sobre a natureza da
luz);
 Mecânica (fundamentos).
 Galileu valoriza a experiência se
preocupando com a descrição dos
fenômenos.
 Descrição quantitativa do fenômeno.
 Galileu recusa a teoria aristotélica.
 O procedimento de Galileu não é sempre
indutivo (parte de fatos para leis), também
realiza experiências mentais imaginando
situações impossíveis de verificar
experimentalmente tirando conclusões
desses raciocínios.
 Separação entre ciência e filosofia.
O heliocentrismo e
geometrização do espaço
 O geocentrismo é de certa forma confirmado
pelo senso comum (percebe-se que a Terra é
imóvel e que o Sol gira à sua volta - Bíblia).
 Nicolau Copérnico (1473-1543) expõe o
heliocentrismo. Apresentada como simples
hipótese.
 O telescópio proporciona a Galileu
descobertas valiosas.
 Desfaz-se a diferença entre Terra e Céus
(mundo supralunar)
3. A expansão do espírito
científico
 Kepler (1571-1630) descobre as leis do
movimento planetário.
 William Gilbert – estuda fenômenos elétricos e
descobre as propriedades do ímã.
 Boyle e Mariotte – estudam a elasticidade do
gás.
 Von Guericke – inventa a bomba a vácuo e a
máquina elétrica.
 Palcal e Torricelli – criam o barômetro e
descobrem a pressão atmosférica.
 Huygens – desenvolve a teoria ondulatória
da luz.
 Na matemática, surge a geometria analítica
com Fermat e Descartes.
 O cálculo diferencial com Newton e Leibniz.
 O cálculo das probabilidades com Pascal.
 A anatomia teve a contribuição de Vesalius.
 Servet e Harvey explicam a circulação
sanguínea.
 Hooke descreve a estrutura celular das
plantas.
A síntese newtoniana
 Isaac Newton (1642-1727) nasce no ano
em que morre Galileu.
 Os resultados obtidos por Galileu e
Descartes possibilitaram a Newton a
elaboração da teoria da gravitação
universal.
 O sistema newtoniano realiza a maior
síntese científica sobre a natureza do
mundo físico.
Teoria da Gravitação de Newton
 “A força de atração é proporcional às
massas e inversamente proporcional ao
quadrado das distâncias”.
 Estudos sobre óptica e a contribuição
para a matemática, com a teoria do
cálculo infinitesimal.
 Na primeira metade do século XX, a
teoria da relatividade e a física quântica
suplantaram o paradigma newtoniano.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
Isaquel Silva
 
O surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaO surgimento da filosofia
O surgimento da filosofia
Alison Nunes
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
Marcioveras
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
Marcos Azevedo
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
harlissoncarvalho
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
José Ferreira Júnior
 
Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.
Dênis Ribas
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
dmflores21
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Iluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismoIluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismo
Elton Zanoni
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
joana71
 
Introdução à história
Introdução à históriaIntrodução à história
Introdução à história
Paulo Alexandre
 
Platão
PlatãoPlatão
Filosofia clássica
Filosofia clássicaFilosofia clássica
Filosofia clássica
Helena Morita
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
Daniel Alves Bronstrup
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
Douglas Barraqui
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
Edenilson Morais
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
Aulas de História
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
Daniel Alves Bronstrup
 
Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
Edirlene Fraga
 

Mais procurados (20)

Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)Segundo reinado (1840 1889)
Segundo reinado (1840 1889)
 
O surgimento da filosofia
O surgimento da filosofiaO surgimento da filosofia
O surgimento da filosofia
 
ESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURTESCOLA DE FRANKFURT
ESCOLA DE FRANKFURT
 
Aula revolução industrial
Aula revolução industrialAula revolução industrial
Aula revolução industrial
 
Liberalismo
LiberalismoLiberalismo
Liberalismo
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 
Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.Aula sobre o iluminismo.
Aula sobre o iluminismo.
 
Cruzadas
CruzadasCruzadas
Cruzadas
 
O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)O Renascimento - 7º Ano (2017)
O Renascimento - 7º Ano (2017)
 
Iluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismoIluminismo e liberalismo
Iluminismo e liberalismo
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
Introdução à história
Introdução à históriaIntrodução à história
Introdução à história
 
Platão
PlatãoPlatão
Platão
 
Filosofia clássica
Filosofia clássicaFilosofia clássica
Filosofia clássica
 
Renascimento cultural
Renascimento culturalRenascimento cultural
Renascimento cultural
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Crise do sistema colonial
Crise do sistema colonialCrise do sistema colonial
Crise do sistema colonial
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 19183ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
3ºano - Primeira Guerra Mundial - 1914 a 1918
 
Filosofia política
Filosofia políticaFilosofia política
Filosofia política
 

Destaque

Revolução cientifica sec. XVII-XVIII
Revolução cientifica sec. XVII-XVIIIRevolução cientifica sec. XVII-XVIII
Revolução cientifica sec. XVII-XVIII
mmarijose
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Nelson Faustino
 
A RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIII
A RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIIIA RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIII
A RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIII
José Alemão
 
lumininsmo a revolução científica e o iluminismo na europa
lumininsmo a revolução científica e o iluminismo na europalumininsmo a revolução científica e o iluminismo na europa
lumininsmo a revolução científica e o iluminismo na europa
HCA_10I
 
A revolução científica dos séculos xvii e xviii
A revolução científica dos séculos xvii e xviiiA revolução científica dos séculos xvii e xviii
A revolução científica dos séculos xvii e xviii
Carlos Pinheiro
 
Revolução científica
Revolução científicaRevolução científica
Revolução científica
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Globalização e revolução cientifica
Globalização e revolução cientificaGlobalização e revolução cientifica
Globalização e revolução cientifica
Alan
 
A revolução científica
A revolução científicaA revolução científica
A revolução científica
Luis De Sousa Rodrigues
 
RevoluçãO Industrial
RevoluçãO IndustrialRevoluçãO Industrial
RevoluçãO Industrial
Sílvia Mendonça
 
2 A RevoluçãO CientíFica Progresso E TradiçãO
2   A RevoluçãO CientíFica Progresso E TradiçãO2   A RevoluçãO CientíFica Progresso E TradiçãO
2 A RevoluçãO CientíFica Progresso E TradiçãO
Hist8
 
Slide iluminismo
Slide iluminismoSlide iluminismo
Slide iluminismo
Isabel Aguiar
 
A Revolução Científica
A Revolução CientíficaA Revolução Científica
A Revolução Científica
Rui Neto
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
O método experimental e o progresso do conhecimento
O método experimental e o progresso do conhecimentoO método experimental e o progresso do conhecimento
O método experimental e o progresso do conhecimento
Diogo.Verissimo
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Ana Barreiros
 
RevoluçAo Industrial
RevoluçAo IndustrialRevoluçAo Industrial
RevoluçAo Industrial
Ana Batista
 
revolução industrial
revolução industrialrevolução industrial
revolução industrial
Ana Batista
 
Método experimental
Método experimentalMétodo experimental
Método experimental
Pablo Aguilar
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
Edenilson Morais
 
A revolução cientifica
A revolução cientificaA revolução cientifica
A revolução cientifica
Tiago Simoes
 

Destaque (20)

Revolução cientifica sec. XVII-XVIII
Revolução cientifica sec. XVII-XVIIIRevolução cientifica sec. XVII-XVIII
Revolução cientifica sec. XVII-XVIII
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
A RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIII
A RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIIIA RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIII
A RevoluçãO Cientifica na Europa dos Séculos XVII e XVIII
 
lumininsmo a revolução científica e o iluminismo na europa
lumininsmo a revolução científica e o iluminismo na europalumininsmo a revolução científica e o iluminismo na europa
lumininsmo a revolução científica e o iluminismo na europa
 
A revolução científica dos séculos xvii e xviii
A revolução científica dos séculos xvii e xviiiA revolução científica dos séculos xvii e xviii
A revolução científica dos séculos xvii e xviii
 
Revolução científica
Revolução científicaRevolução científica
Revolução científica
 
Globalização e revolução cientifica
Globalização e revolução cientificaGlobalização e revolução cientifica
Globalização e revolução cientifica
 
A revolução científica
A revolução científicaA revolução científica
A revolução científica
 
RevoluçãO Industrial
RevoluçãO IndustrialRevoluçãO Industrial
RevoluçãO Industrial
 
2 A RevoluçãO CientíFica Progresso E TradiçãO
2   A RevoluçãO CientíFica Progresso E TradiçãO2   A RevoluçãO CientíFica Progresso E TradiçãO
2 A RevoluçãO CientíFica Progresso E TradiçãO
 
Slide iluminismo
Slide iluminismoSlide iluminismo
Slide iluminismo
 
A Revolução Científica
A Revolução CientíficaA Revolução Científica
A Revolução Científica
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
O método experimental e o progresso do conhecimento
O método experimental e o progresso do conhecimentoO método experimental e o progresso do conhecimento
O método experimental e o progresso do conhecimento
 
Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
RevoluçAo Industrial
RevoluçAo IndustrialRevoluçAo Industrial
RevoluçAo Industrial
 
revolução industrial
revolução industrialrevolução industrial
revolução industrial
 
Método experimental
Método experimentalMétodo experimental
Método experimental
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
A revolução cientifica
A revolução cientificaA revolução cientifica
A revolução cientifica
 

Semelhante a A revolução científica do século xvii

A construção da modernidade europeia
A construção da modernidade europeiaA construção da modernidade europeia
A construção da modernidade europeia
Susana Simões
 
História da ciência
História da ciênciaHistória da ciência
História da ciência
professoraivanilda
 
As concepções modernas de ciência
As concepções modernas de ciênciaAs concepções modernas de ciência
As concepções modernas de ciência
bvalleh
 
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento OcidentalParadigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Alan
 
Ética, revoluções cientificas e Iluminismo.pptx
Ética, revoluções cientificas  e Iluminismo.pptxÉtica, revoluções cientificas  e Iluminismo.pptx
Ética, revoluções cientificas e Iluminismo.pptx
SamaraSilva883286
 
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
Octavio Silvério de Souza Vieira Neto
 
Historia da fisica
Historia da fisica Historia da fisica
Historia da fisica
Marines Adiers Alves Pereira
 
Galileu galilei
Galileu galileiGalileu galilei
Galileu galilei
Brenna Pacheco
 
A Nova Aliança - resumo do livro
A Nova Aliança - resumo do livroA Nova Aliança - resumo do livro
A Nova Aliança - resumo do livro
Zara Hoffmann
 
Física 1º ano parte 1
Física 1º ano   parte 1Física 1º ano   parte 1
Física 1º ano parte 1
Fabiana Gonçalves
 
Do mito à ciência
Do mito à ciênciaDo mito à ciência
Do mito à ciência
Aldenei Barros
 
Trabalho galileu galilei
Trabalho galileu galileiTrabalho galileu galilei
Trabalho galileu galilei
REYELTONCAMPELOSIQUE
 
A Nova Aliança cap.1
A Nova Aliança cap.1A Nova Aliança cap.1
A Nova Aliança cap.1
Zara Hoffmann
 
11 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 111 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 1
Carla Freitas
 
Raízes Históricas e Críticas da Inter e Transdisciplinaridade
Raízes Históricas e Críticas da Inter e TransdisciplinaridadeRaízes Históricas e Críticas da Inter e Transdisciplinaridade
Raízes Históricas e Críticas da Inter e Transdisciplinaridade
Simone Athayde
 
A ciência e a evolução do método científico
A ciência e a evolução do método científicoA ciência e a evolução do método científico
A ciência e a evolução do método científico
Fernando Alcoforado
 
História da Ciência - Ciência Moderna
História da Ciência - Ciência ModernaHistória da Ciência - Ciência Moderna
História da Ciência - Ciência Moderna
Kelvin Oliveira
 
Trabalho de filo pavla 23 mp
Trabalho de filo pavla 23 mpTrabalho de filo pavla 23 mp
Trabalho de filo pavla 23 mp
alemisturini
 
Trabalho 11 mp 11
Trabalho 11 mp  11Trabalho 11 mp  11
Trabalho 11 mp 11
alemisturini
 
Racionalismo erick 25 tp
Racionalismo erick 25 tpRacionalismo erick 25 tp
Racionalismo erick 25 tp
alemisturini
 

Semelhante a A revolução científica do século xvii (20)

A construção da modernidade europeia
A construção da modernidade europeiaA construção da modernidade europeia
A construção da modernidade europeia
 
História da ciência
História da ciênciaHistória da ciência
História da ciência
 
As concepções modernas de ciência
As concepções modernas de ciênciaAs concepções modernas de ciência
As concepções modernas de ciência
 
Paradigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento OcidentalParadigmas do Pensamento Ocidental
Paradigmas do Pensamento Ocidental
 
Ética, revoluções cientificas e Iluminismo.pptx
Ética, revoluções cientificas  e Iluminismo.pptxÉtica, revoluções cientificas  e Iluminismo.pptx
Ética, revoluções cientificas e Iluminismo.pptx
 
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica4   as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
4 as revoluções da modernidade - agrícola, religiosa e científica
 
Historia da fisica
Historia da fisica Historia da fisica
Historia da fisica
 
Galileu galilei
Galileu galileiGalileu galilei
Galileu galilei
 
A Nova Aliança - resumo do livro
A Nova Aliança - resumo do livroA Nova Aliança - resumo do livro
A Nova Aliança - resumo do livro
 
Física 1º ano parte 1
Física 1º ano   parte 1Física 1º ano   parte 1
Física 1º ano parte 1
 
Do mito à ciência
Do mito à ciênciaDo mito à ciência
Do mito à ciência
 
Trabalho galileu galilei
Trabalho galileu galileiTrabalho galileu galilei
Trabalho galileu galilei
 
A Nova Aliança cap.1
A Nova Aliança cap.1A Nova Aliança cap.1
A Nova Aliança cap.1
 
11 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 111 ha m4 u4 1
11 ha m4 u4 1
 
Raízes Históricas e Críticas da Inter e Transdisciplinaridade
Raízes Históricas e Críticas da Inter e TransdisciplinaridadeRaízes Históricas e Críticas da Inter e Transdisciplinaridade
Raízes Históricas e Críticas da Inter e Transdisciplinaridade
 
A ciência e a evolução do método científico
A ciência e a evolução do método científicoA ciência e a evolução do método científico
A ciência e a evolução do método científico
 
História da Ciência - Ciência Moderna
História da Ciência - Ciência ModernaHistória da Ciência - Ciência Moderna
História da Ciência - Ciência Moderna
 
Trabalho de filo pavla 23 mp
Trabalho de filo pavla 23 mpTrabalho de filo pavla 23 mp
Trabalho de filo pavla 23 mp
 
Trabalho 11 mp 11
Trabalho 11 mp  11Trabalho 11 mp  11
Trabalho 11 mp 11
 
Racionalismo erick 25 tp
Racionalismo erick 25 tpRacionalismo erick 25 tp
Racionalismo erick 25 tp
 

Mais de Alan

As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019
Alan
 
Grecia antiga 1 termo a e b
Grecia antiga   1 termo a e bGrecia antiga   1 termo a e b
Grecia antiga 1 termo a e b
Alan
 
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialNeocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Alan
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
Alan
 
Belle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º anoBelle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º ano
Alan
 
Belle epoque
Belle epoqueBelle epoque
Belle epoque
Alan
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
Alan
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
Alan
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
Alan
 
Revisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da FilosofiaRevisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da Filosofia
Alan
 
As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1
Alan
 
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
Filosofia politica   de maquiavel a rosseauFilosofia politica   de maquiavel a rosseau
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
Alan
 
Manual do TCC
Manual do TCCManual do TCC
Manual do TCC
Alan
 
Como fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccComo fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tcc
Alan
 
Era dos paradigmas rené descartes
Era dos paradigmas  rené descartesEra dos paradigmas  rené descartes
Era dos paradigmas rené descartes
Alan
 
A teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesA teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de Aristóteles
Alan
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosófico
Alan
 
As teorias socialistas
As teorias socialistasAs teorias socialistas
As teorias socialistas
Alan
 
Lógica formal
Lógica formalLógica formal
Lógica formal
Alan
 
Dos pré socráticos ao medievais
Dos pré socráticos ao medievaisDos pré socráticos ao medievais
Dos pré socráticos ao medievais
Alan
 

Mais de Alan (20)

As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019As teorias socialistas 2019
As teorias socialistas 2019
 
Grecia antiga 1 termo a e b
Grecia antiga   1 termo a e bGrecia antiga   1 termo a e b
Grecia antiga 1 termo a e b
 
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundialNeocolonialismo e primeira guerra mundial
Neocolonialismo e primeira guerra mundial
 
Guerra civil espanhola
Guerra civil espanholaGuerra civil espanhola
Guerra civil espanhola
 
Belle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º anoBelle époque parte ii_3º ano
Belle époque parte ii_3º ano
 
Belle epoque
Belle epoqueBelle epoque
Belle epoque
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Revisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da FilosofiaRevisão Geral da História da Filosofia
Revisão Geral da História da Filosofia
 
As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1As teorias socialistas 1
As teorias socialistas 1
 
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
Filosofia politica   de maquiavel a rosseauFilosofia politica   de maquiavel a rosseau
Filosofia politica de maquiavel a rosseau
 
Manual do TCC
Manual do TCCManual do TCC
Manual do TCC
 
Como fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tccComo fazer uma boa introdução de tcc
Como fazer uma boa introdução de tcc
 
Era dos paradigmas rené descartes
Era dos paradigmas  rené descartesEra dos paradigmas  rené descartes
Era dos paradigmas rené descartes
 
A teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de AristótelesA teoria politica de Aristóteles
A teoria politica de Aristóteles
 
O conhecimento filosófico
O conhecimento filosóficoO conhecimento filosófico
O conhecimento filosófico
 
As teorias socialistas
As teorias socialistasAs teorias socialistas
As teorias socialistas
 
Lógica formal
Lógica formalLógica formal
Lógica formal
 
Dos pré socráticos ao medievais
Dos pré socráticos ao medievaisDos pré socráticos ao medievais
Dos pré socráticos ao medievais
 

Último

Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
davidreyes364666
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 

Último (20)

Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdfCopia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
Copia de cartilla de portugués 1 2024.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 

A revolução científica do século xvii

  • 1. “O silêncio eterno desses espaços infinitos me apavora.” Pascal
  • 2. Introdução  Substituição da teoria geocêntrica pela heliocêntrica.  Galileu geometrizou o Universo.  Grécia Antiga e Idade Média – concepção de ciência desligada da técnica e desinteressada de aplicação prática do saber.  Classe comercial emergente – burguesia.
  • 3.  Indivíduo se destaca pelo seu esforço e capacidade de trabalho.  Mentalidade capitalista.  Renascimento científico – expressão de uma nova burguesia.
  • 4. 1. Características do pensamento moderno  Desenvolvimento da mentalidade crítica.  Questionamento da autoridade da Igreja e o saber aristotélico.  Racionalismo – interesse pelo método.  René Descartes (1596-1650) – passa a se preocupar com o sujeito que conhece, mais do que com o objeto conhecido.  Método – sentido de invenção e descoberta, e não possibilidade de demonstração organizada do que já se sabe.
  • 5.  Século XVII – ciência rompe com a filosofia aristotélico-escolástica e sai em busca de seu próprio caminho.  Antropocentrismo em detrimento ao teocentrismo.  Laicização do saber, da moral, da política.  Reforma protestante – a cada um o direito de interpretação bíblica.  Valorização do saber ativo em oposição ao saber contemplativo dos antigos.
  • 6. 2. Galileu: as duas novas ciências  1638 – Holanda – lança a obra discursos e demonstrações matemáticas sobre duas novas ciências.  Relaciona a hipótese Copernicana às leis da mecânica, ligando a ciência da astronomia à fisica.  Nascimento da física moderna.
  • 7. A nova física  Galileu Galilei – italiano – responsável pela superação do aristotelismo e pelo advento da moderna concepção de ciência.  Perseguições política e religiosa.  Condenado pela Inquisição.  Abjuração em público.  Prisão domiciliar a partir de 1633.
  • 8. Contribuições de Galileu:  Astronomia.  Física:  Óptica geométrica (lentes, reflexão e refração da luz);  Termologia (invenção do termômetro);  Hidrostática;  Óptica física (teoria sobre a natureza da luz);  Mecânica (fundamentos).
  • 9.  Galileu valoriza a experiência se preocupando com a descrição dos fenômenos.  Descrição quantitativa do fenômeno.  Galileu recusa a teoria aristotélica.  O procedimento de Galileu não é sempre indutivo (parte de fatos para leis), também realiza experiências mentais imaginando situações impossíveis de verificar experimentalmente tirando conclusões desses raciocínios.  Separação entre ciência e filosofia.
  • 10. O heliocentrismo e geometrização do espaço  O geocentrismo é de certa forma confirmado pelo senso comum (percebe-se que a Terra é imóvel e que o Sol gira à sua volta - Bíblia).  Nicolau Copérnico (1473-1543) expõe o heliocentrismo. Apresentada como simples hipótese.  O telescópio proporciona a Galileu descobertas valiosas.  Desfaz-se a diferença entre Terra e Céus (mundo supralunar)
  • 11. 3. A expansão do espírito científico  Kepler (1571-1630) descobre as leis do movimento planetário.  William Gilbert – estuda fenômenos elétricos e descobre as propriedades do ímã.  Boyle e Mariotte – estudam a elasticidade do gás.  Von Guericke – inventa a bomba a vácuo e a máquina elétrica.  Palcal e Torricelli – criam o barômetro e descobrem a pressão atmosférica.
  • 12.  Huygens – desenvolve a teoria ondulatória da luz.  Na matemática, surge a geometria analítica com Fermat e Descartes.  O cálculo diferencial com Newton e Leibniz.  O cálculo das probabilidades com Pascal.  A anatomia teve a contribuição de Vesalius.  Servet e Harvey explicam a circulação sanguínea.  Hooke descreve a estrutura celular das plantas.
  • 13. A síntese newtoniana  Isaac Newton (1642-1727) nasce no ano em que morre Galileu.  Os resultados obtidos por Galileu e Descartes possibilitaram a Newton a elaboração da teoria da gravitação universal.  O sistema newtoniano realiza a maior síntese científica sobre a natureza do mundo físico.
  • 14. Teoria da Gravitação de Newton  “A força de atração é proporcional às massas e inversamente proporcional ao quadrado das distâncias”.  Estudos sobre óptica e a contribuição para a matemática, com a teoria do cálculo infinitesimal.  Na primeira metade do século XX, a teoria da relatividade e a física quântica suplantaram o paradigma newtoniano.