Dossier Pessoal RVCC

161.346 visualizações

Publicada em

Portefólio

1 comentário
7 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
161.346
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.795
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.968
Comentários
1
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dossier Pessoal RVCC

  1. 1. O Dossier Pessoal RVCC Práticas, Modelos e Metodologias
  2. 2. O Que é o Dossier Pessoal? <ul><li>É um conjunto de documentos (fotografias, trabalhos de pesquisa, textos escritos, desenhos, …), reunidos num dossiê, acompanhados de uma reflexão do autor e organizados tendo em conta os objectivos que se pretende atingir/desenvolver. </li></ul><ul><li>Para o Processo RVCC o Portefólio/Dossier Pessoal é um documento de reflexão que deve espelhar a história de vida do adulto. </li></ul>
  3. 3. O Dossier Pessoal para o RVCC. <ul><li>O diálogo estabelecido e o trabalho desenvolvido em sessões com o profissional de RVC e com os formadores ajudam-no a reconhecer essas competências, cujas evidências ficarão reunidas num Dossier Pessoal, construído de forma autónoma ou com o apoio da equipa técnico-pedagógica, nomeadamente do profissional de RVC. Este dossier pessoal é um instrumento de cariz reflexivo no qual se explicitam e organizam, de forma estruturada, as evidências das competências do referencial de competências-chave aplicável, possibilitando o desenvolvimento, o acompanhamento e a avaliação do processo de RVCC. </li></ul>
  4. 4. O Dossier Pessoal: Reflexão.
  5. 5. O Dossier Pessoal: Reflexão. <ul><li>Para o Processo RVCC o Dossier que o adulto constrói é essencial. É por este documento que a equipa e os formadores farão a análise e avaliação das competências que o adulto detêm. </li></ul><ul><li>Este Dossier Pessoal deve estar organizado em função do adulto e não deve o adulto se moldar a uma estrutura demasiado rígida. </li></ul>
  6. 6. O Dossier Pessoal - Não deve ser: <ul><li>Um relato da História de Vida Pessoal . </li></ul><ul><li>Um arquivo de documentos. </li></ul><ul><li>Um conjunto de relatos de actividades diárias. </li></ul><ul><li>Um esquema simples de competências adquiridas. </li></ul><ul><li>Um instrumento fechado. </li></ul>
  7. 7. O Dossier Pessoal - Deve ser: <ul><li>Um relato de vida profissional com identificação de competências adquiridas em diferentes contextos. </li></ul><ul><li>Um instrumento de auto-avaliação com reflexão crítica sobre necessidades de melhoramento pessoal e formativo. </li></ul><ul><li>Um instrumento aberto. </li></ul>
  8. 8. O Dossier Pessoal – Análise. <ul><li>Quando se constrói um Dossier Pessoal para o RVCC a maioria da pessoas tem a tendência de fazer deste instrumento um “relato” da sua vida pessoal, com as alegrias e tristezas naturais. Ora, o Dossier Pessoal é tanto mais eficaz no seu objectivo quanto mais se distancia sem desumanizar dos factores da vida pessoal do Adulto. </li></ul>
  9. 9. O Dossier Pessoal – Estrutura <ul><li>Um Dossier Pessoal deve conter </li></ul><ul><li>Introdução. </li></ul><ul><li>Expectativas para o RVCC. </li></ul><ul><li>História de Vida (Evidências). </li></ul><ul><li>Evidências e Actividades nas Áreas dos Referenciais (pode e deve ser acompanhada por uma auto-avaliação do adulto sobre as suas lacunas e dificuldades na realização das tarefas propostas). </li></ul><ul><li>Documentação Oficial. (Caso existam acções de formação frequentadas uma breve reflexão sobre aprendizagens adquiridas). </li></ul><ul><li>Documentação Inerente ao Processo RVCC. </li></ul>
  10. 10. O Dossier Pessoal – Estrutura (II) <ul><li>Um Dossier Pessoal deve conter </li></ul><ul><li>7. Documentação, Avaliação e Análise das actividades realizadas em formação complementar, caso exista. </li></ul><ul><li>8. Reflexão sobre a frequência do Processo RVCC. </li></ul><ul><li>9. Análise e Auto-Avaliação de Competências Aferidas pelo Adulto, assim como, análise realizada pelos formadores(as) das diferentes áreas e técnicos(as). </li></ul><ul><li>10. Espaço aberto para o Futuro (onde o adulto é aconselhado a colocar novas documentações/registos). </li></ul><ul><li>11. Ficha de Orientação (onde o adulto pode registar dicas, informações e outros dados sobre como continuar os seu estudos). </li></ul><ul><li>12. Rascunhos de todos os trabalhos e actividades realizadas. </li></ul>
  11. 11. O Dossier Pessoal – História de Vida <ul><li>Na História de Vida do adulto, em relato, este deve ser orientado pelo(a) profissional RVCC para construir um instrumento que o faça olhar para o que escreveu e procurar evidenciar dois factores: </li></ul><ul><li>As evidências de acordo com os Referenciais. </li></ul><ul><li>As lacunas ou necessidades de formação complementar para superar as suas dificuldades. </li></ul>
  12. 12. O Dossier Pessoal – Áreas de Competência <ul><li>Os formadores devem acompanhar o adulto na elaboração das actividades de reconhecimento de competências procurando essencialmente que este venha a colocar no dossier não só as evidências exigidas como, num processo de auto e hetero análise lhe permitam, ao adulto, uma verificação de melhorias necessárias para um futuro desenvolvimento de mais competências e para uma melhor qualificação. </li></ul>
  13. 13. O Dossier Pessoal – Avaliador Externo <ul><li>Cabe ao Avaliador Externo tornar as lacunas/necessidades de melhoria, numa potencial estratégia de motivação do adulto para o continuar dos estudos/formação. Esta necessária leitura do dossier permite dirigir uma orientação estratégica muito mais pessoal e objectiva sempre que se encontrem neste instrumento, para além das evidências, uma auto-reflexão do adulto. </li></ul>
  14. 14. O Dossier Pessoal – Exemplo <ul><li>Tomemos um exemplo. </li></ul><ul><li>Um adulto refere que é electricista. Sem carteira profissional e com pouca formação (2 Acções). </li></ul><ul><li>Quem deve intervir e que registos devem estar presentes em Dossier só destes 2 factores? </li></ul>
  15. 15. O Dossier Pessoal – Exemplo <ul><li>Resposta: </li></ul><ul><li>3 Membros da Equipa do Processo RVCC devem intervir: </li></ul><ul><li>O Profissional RVCC. </li></ul><ul><li>O Formador de Cidadania. </li></ul><ul><li>O Avaliador Externo (Em sessão de Júri) </li></ul>
  16. 16. O Dossier Pessoal – Exemplo <ul><li>O que deve ir para o Dossier Pessoal? </li></ul><ul><li>O registo das acções realizadas. </li></ul><ul><li>Um análise sumária feita pelo adulto sobre aprendizagens adquiridas nestas formações. </li></ul><ul><li>Uma análise do adulto, em auto-reflexão sobre necessidades futuras de formação que pensa vir a necessitar. </li></ul><ul><li>As Evidências das Competências adquiridas, registo esse que pode ser feito com o apoio do formador(a) de Cidadania. </li></ul>
  17. 17. O Dossier Pessoal – Conclusão <ul><li>Um Dossier Pessoal do Processo RVCC é essencialmente um instrumento para a avaliação das competências do adulto, mas deve também ser um instrumento reflexivo para este. O acompanhamento pelos elementos do CNO é essencial para a qualidade global do processo de cada um dos adultos e dos resultados de uma qualificação futura que este veja a obter. Essencialmente o Dossier Pessoal tem que ser um instrumento que: Evidencie; Problematize e Oriente! </li></ul>

×