SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
Baixar para ler offline
1ª série do Ensino Médio
ARTE
VANGUARDAS EUROPEIAS
Apropriar-se do patrimônio artístico de diferentes tempos e lugares,
compreendendo a sua diversidade, bem como os processos de
legitimação das manifestações artísticas na sociedade, desenvolvendo
visão crítica e histórica.
SEMANA 35
Lista de atividades referente ao dia 08 de novembro de 2021.
HABILIDADE
A
dança
(1909),
de
Henri
Matisse,
é
uma
obra
com
características
fauvistas
VANGUARDAS EUROPEIAS
FAUVISMO
- movimento artístico da pintura francesa do início
do século XX.
- é um contra movimento em relação ao
impressionismo vigente, pois os artistas associados
ao fauvismo procuram uma leveza e uma
intensidade de colorações divergentes da prática
impressionista.
Vincent Van Gogh (1853 – 1890) e Paul Gauguin (1848 – 1903).
A
dança
(1909),
de
Henri
Matisse,
é
uma
obra
com
características
fauvistas
VANGUARDAS EUROPEIAS
FAUVISMO
Características:
• temática leve baseada nas emoções e na alegria de
viver, normalmente sem motivação crítica ou política;
• gradiente de cores reduzido;
• as cores exercem papel central nas obras
determinando limites, volume, relevo e perspectiva;
• as cores têm um emprego emocional e não realista.
Vincent Van Gogh (1853 – 1890) e Paul Gauguin (1848 – 1903).
A
dança
(1909),
de
Henri
Matisse,
é
uma
obra
com
características
fauvistas
VANGUARDAS EUROPEIAS
FAUVISMO
A
tela
O
Grito
(1893)
de
Edvard
Munch.
À
direita,
detalhe
VANGUARDAS EUROPEIAS
EXPRESSIONISMO
Edvard Munch (1863 – 1944); Paul Klee (1879 –
1940); Wassily Kandinsky (1866 – 1944); Cândido
Portinari (1903 – 1962); Diego Rivera (1886 –
1957).
- movimento artístico heterogêneo e
multidisciplinar predominantemente alemão e
situado entre os anos de 1905 e 1920.
VANGUARDAS EUROPEIAS
EXPRESSIONISMO
A
tela
O
Grito
(1893)
de
Edvard
Munch.
À
direita,
detalhe
Características:
• visão trágica do ser humano expressa por meio de
exagero e distorção da realidade visual;
• pessimismo existencial do indivíduo fruto da
sociedade moderna;
• deformidade dos objetos e desprezo pela
perspectiva e iluminação;
• temática individualista focada na subjetividade e
na irracionalidade;
• o uso de linhas fortes e cores puras se dão de
modo emotivo, retorcido e agressivo.
VANGUARDAS EUROPEIAS
EXPRESSIONISMO
A
tela
O
Grito
(1893)
de
Edvard
Munch.
À
direita,
detalhe
Primeira
Aquarela
Abstrata
(1910),
do
russo
Wassily
Kandinsky
VANGUARDAS EUROPEIAS
ABSTRACIONISMO
Wassily Kandinsky (1866-1944); Piet Mondrian (1872-
1944); Paul Klee (1879-1940); Willem de Kooning
(1904-1997); Kasimir Malevich (1879-1935)
- Na pintura, abstracionista não há relação entre a
realidade, cores e formas.
Primeira
Aquarela
Abstrata
(1910),
do
russo
Wassily
Kandinsky
VANGUARDAS EUROPEIAS
ABSTRACIONISMO
Características:
• Abstracionismo sensível ou informal – predominam os
sentimentos e emoções e as cores são associadas com
elementos da natureza. Por exemplo, a obra Domingo, de
Kandinsky.
• Abstracionismo Geométrico – cores e formas são
organizadas de acordo com as composições geométricas.
Por exemplo, as obras de Piet Mondrian: ele buscava a
essência dos objetos que se harmonizam com o universo.
Retratada em 'Árvore Vermelha’.
Primeira
Aquarela
Abstrata
(1910),
do
russo
Wassily
Kandinsky
VANGUARDAS EUROPEIAS
ABSTRACIONISMO
À
esquerda,
O
poeta
(1911),
de
Picasso.
À
direita,
Violino
e
Castiçal
(1910),
de
Braque.
À
esquerda,
Homem
no
Café
(1914),
de
Juan
Gris.
À
direita,
Mulher
com
Violão
(1908),
de
Braque
VANGUARDAS EUROPEIAS
CUBISMO ANALÍTICO
Pablo Picasso (1881 – 1973); Georges Braque (1882 –
1963); Juan Gris (1887 – 1927); Robert Delaunay
(1885 – 1941); Fernand Léger (1881 – 1955)
- No cubismo analítico há a representação dos objetos
por meio da subversão do plano de perspectiva, ou
seja, a sobreposição de distintos pontos de vistas
perspectivos na retratação de um mesmo objeto.
VANGUARDAS EUROPEIAS
CUBISMO ANALÍTICO
À
esquerda,
O
poeta
(1911),
de
Picasso.
À
direita,
Violino
e
Castiçal
(1910),
de
Braque.
Características:
• utilização de abstrações geométricas;
• subversão e sobreposição de perspectivas (das
visualidades do objeto, de características estruturais
não visuais do objeto e de características ambientais
e de uso do objeto: trompe l’oeil);
• claro e escuro perdem função de representar
profundidade ou relevo;
• coloração de austeridade em que predominam os
tons ocres e transições do preto ao branco passando
pelos tons de cinza.
VANGUARDAS EUROPEIAS
CUBISMO ANALÍTICO
À
esquerda,
O
poeta
(1911),
de
Picasso.
À
direita,
Violino
e
Castiçal
(1910),
de
Braque.
Pablo Picasso (1881 – 1973); Georges Braque (1882
– 1963); Kurt Schwitters (1887 - 1948); Henri
Matisse (1869 - 1954); Robert Motherwell (1915 -
1991)
- A ideia de sintético deve-se ao fato de os artistas
apropriarem-se de qualquer coisa ao seu alcance. O
mundo entra na obra de arte sob o crivo e deleite dos
artistas. As obras têm características tridimensionais
e contornos de sombras reais, colocando-se como
híbridas entre a pintura e a escultura.
VANGUARDAS EUROPEIAS
CUBISMO ANALÍTICO
À
esquerda,
Homem
no
Café
(1914),
de
Juan
Gris.
À
direita,
Mulher
com
Violão
(1908),
de
Braque
Características:
• apropriação e integração, na obra de arte, de tudo
que está ao alcance das mãos do artista;
• sobreposição do próprio deleite do artista sobre os
demais planos já sobrepostos no cubismo analítico:
trompe l’esprit;
• elementos tridimensionais como relevo, textura e
sombra na feitura das obras;
• temática leve, tendo como objeto cenas do cotidiano
e/ou artefatos comuns.
VANGUARDAS EUROPEIAS
CUBISMO ANALÍTICO
À
esquerda,
Homem
no
Café
(1914),
de
Juan
Gris.
À
direita,
Mulher
com
Violão
(1908),
de
Braque
Velocidade
do
Automóvel
(1913),
de
Giacomo
Balla
VANGUARDAS EUROPEIAS
FUTURISMO
Características:
• Antitradicionalismo: liberdade de criação, sem as amarras da arte
acadêmica;
• Defesa da “higiene mental”: eliminar a “sujeira”, isto é, o pensamento
tradicional;
• Renovação: para construir algo novo é preciso destruir o que já existe;
• Perspectiva otimista, inspirada pela evolução tecnológica, em relação
ao futuro da humanidade;
• Valorização do heroico, grandioso e dinâmico;
• Culto à guerra e à violência;
• Iconoclastia: contrário a símbolos, convenções e tradições;
• Exaltação das máquinas: automóveis e aviões;
• Culto à velocidade e à tecnologia.
Velocidade
do
Automóvel
(1913),
de
Giacomo
Balla
VANGUARDAS EUROPEIAS
CUBISMO ANALÍTICO
Filippo Tommaso Marinetti (1876-1944): literatura;
Umberto Boccioni (1882-1916): pintura; Carlo Carrà
(1881-1966): pintura; Giacomo Balla (1871-1958): pintura;
Gino Severini (1883-1966): pintura; Luigi Russolo (1885-
1947): pintura; Antonio Sant’Elia (1888-1916): projeto de
arquitetura; Francesco Balilla Pratella (1880-1955): música
Velocidade
do
Automóvel
(1913),
de
Giacomo
Balla
VANGUARDAS EUROPEIAS
CUBISMO ANALÍTICO
Duchamp
foi
um
dos
expoentes
do
Dadá.
À
esquerda,
posa
com
Roda
de
Bicicleta.
À
direita,
Fonte.
VANGUARDAS EUROPEIAS
DADAISMO
Características:
• Rompimento com os modelos tradicionais e clássicos;
• Espírito vanguardista e de protesto;
• Espontaneidade, improvisação e irreverência artística;
• Anarquismo e niilismo;
• Busca do caos e desordem;
• Teor ilógico e irracional;
• Caráter irônico, radical, destrutivo, agressivo e
pessimista;
- Assim como o nome, a arte não significava nada, da
mesma forma que a guerra.
Duchamp
foi
um
dos
expoentes
do
Dadá.
À
esquerda,
posa
com
Roda
de
Bicicleta.
À
direita,
Fonte.
VANGUARDAS EUROPEIAS
DADAISMO
Características:
• Aversão à guerra e aos valores burgueses;
• Rejeição ao nacionalismo e ao materialismo;
• Crítica ao consumismo e ao capitalismo;
• Elementos fugiam do racional e eram combinados
por acaso;
• Os artistas negavam a sua cultura e representavam
um protesto;
• Obras que utilizavam a colagem para retratar o
estilo, com críticas e sátiras à desordem da Europa.
Duchamp
foi
um
dos
expoentes
do
Dadá.
À
esquerda,
posa
com
Roda
de
Bicicleta.
À
direita,
Fonte.
VANGUARDAS EUROPEIAS
DADAISMO
Marcel Duchamp: poeta, pintor e escultor francês;
Max Ernst: pintor alemão; Raoul Hausmann: poeta e
artista plástico austríaco; Hugo Ball: poeta e filósofo
alemão; Richard Huelsenbeck: escritor e psicanalista
alemão; Sophie Täuber: artista plástica suíça.
Duchamp
foi
um
dos
expoentes
do
Dadá.
À
esquerda,
posa
com
Roda
de
Bicicleta.
À
direita,
Fonte.
VANGUARDAS EUROPEIAS
DADAISMO
A
persistência
da
memória
(1931),
do
pintor
espanhol
Salvador
Dalí
VANGUARDAS EUROPEIAS
SURREALISMO
- Tal movimento é tomado por motivação política e
revolucionária, porém acreditando que a revolução
não se daria por meio da luta de classes organizada ou
por partidos políticos, mas iniciar-se-ia, de fato, com a
revolução da sensibilidade.
- A revolução dos desejos, dos sentidos, do inconsciente
conduziria a uma revolução moral, econômica e
política, por consequência.
A
persistência
da
memória
(1931),
do
pintor
espanhol
Salvador
Dalí
VANGUARDAS EUROPEIAS
SURREALISMO
Características:
• escrita/produção automática: permite ao artista a
ação criativa por impulso, sem planejamento, sem
racionalismo, somente o fluxo criativo;
• materiais fantásticos, fantasmáticos e oníricos como
base para as criações;
• arte como meio para a revolução da sensibilidade e
do inconsciente (freudismo), para aí sim alcançar a
transformação social-econômica-política (marxismo).
A
persistência
da
memória
(1931),
do
pintor
espanhol
Salvador
Dalí
VANGUARDAS EUROPEIAS
SURREALISMO
[Literatura] André Breton (1896 – 1966); Louis
Aragon (1897 - 1982); Georges Bataille (1897 -
1962); [dramaturgia] Antonin Artaud (1896 – 1948);
[artes visuais] Pablo Picasso (1881 - 1973); René
Magritte (1898 - 1967); Frida Kahlo (1907 - 1954);
Salvador Dalí (1904 - 1989); Juan Miró (1893 -
1983).
A
persistência
da
memória
(1931),
do
pintor
espanhol
Salvador
Dalí
VANGUARDAS EUROPEIAS
SURREALISMO
#Foco nas atividades
ATIVIDADE 01
(ENEM/2017-adaptada) Leia os textos a seguir.
TEXTO I
UCHAMP.
M.
Roda
de
bicicleta.
Aço
e
madeira,
1,3
m
x
64
cm
x
42
cm.
1913.
Museu
de
Arte
Moderna
de
Nova
York.
CONTINUAÇÃO DA ATIVIDADE 01
TEXTO II
Ao ser questionado sobre seu processo de criação de ready-mades, Marcel Duchamp
afirmou:
– Isto dependia do objeto; em geral, era preciso tomar cuidado com o seu look. E muito
difícil escolher um objeto porque depois de quinze dias você começa a gostar dele ou a
detestá-lo. E preciso chegar a qualquer coisa com uma indiferença tal que você não tenha
nenhuma emoção estética. A escolha do ready-made é sempre baseada na indiferença
visual e, ao mesmo tempo, numa ausência total de bom ou mau gosto.
CABANNE, P. Marcel Duchamp: engenheiro do tempo perdido. São Paulo: Perspectiva, 1987 (adaptado).
CONTINUAÇÃO DA ATIVIDADE 01
Relacionando o texto e a imagem da obra, entende-se que o artista Marcel Duchamp,
ao criar os ready-mades, inaugurou um modo de fazer arte que consiste em
(A) designar ao artista de vanguarda a tarefa de ser o artífice da arte do século XX.
(B) considerar a forma dos objetos como elemento essencial da obra de arte.
(C) revitalizar de maneira radical o conceito clássico do belo na arte.
(D) criticar os princípios que determinam o que é uma obra de arte.
(E) atribuir aos objetos industriais o status de obra de arte.
(D) criticar os princípios que determinam o que é uma obra de arte.
ATIVIDADE 02
(ENEM/2015-adaptada) Observe a imagem a seguir.
MAGRITTE,
R.
A
reprodução
proibida.
Óleo
sobre
tela,
81,3
x
65cm.
Museum
Bojmans
Van
Buningen,
Holanda,
1937.
CONTINUAÇÃO DA ATIVIDADE 02
Relacionando o texto e a imagem da obra, entende-se que o artista Marcel Duchamp, ao
criar os ready-mades, inaugurou um modo de fazer arte que consiste em
O Surrealismo configurou-se como uma das vanguardas artísticas europeias do início do
século XX. René Magritte, pintor belga, apresenta elementos dessa vanguarda em suas
produções.
Um traço do Surrealismo presente nessa pintura é o/a
(A) justaposição de elementos díspares, observada na imagem do homem no espelho.
(B) crítica ao passadismo, exposta na dupla imagem do homem olhando sempre para frente.
(C) construção de perspectiva, apresentada na sobreposição de planos visuais.
(D) processo de automatismo, indicado na repetição da imagem do homem.
(E) procedimento de colagem, identificado no reflexo do livro no espelho.
(A) justaposição de elementos díspares, observada na imagem do homem no espelho.
#DICAS
Atenção aos gêneros textuais com predominância
argumentativa. Fazer um mapa mental sobre os
principais movimentos artísticos de vanguarda no
início do século XX na Europa (Expressionismo;
Fauvismo ou Fovismo; Cubismo; Abstracionismo;
Futurismo; Dadaísmo; Surrealismo), a partir da análise
do vídeo, disponível em: http://gg.gg/vqmw7, e da
pesquisa, disponível em: http://gg.gg/vqmwh,
ressaltando o contexto, as características e os principais
artistas desses movimentos artísticos.
Mapa
Mental
Vanguardas
Europeias
–
Lit.
Disponível
em:
http://gg.gg/wbkqn.
Acesso
em:
21
out.
2021.
ARTE | SEMANA 35 | 3ª Série | VANGUARDAS EUROPEIAS
ARTE | SEMANA 35 | 3ª Série | VANGUARDAS EUROPEIAS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Tabela "Vanguardas Europeias"
Tabela "Vanguardas Europeias"Tabela "Vanguardas Europeias"
Tabela "Vanguardas Europeias"
 
Arte de nosso tempo 3º ano 2021
Arte de nosso tempo   3º ano 2021Arte de nosso tempo   3º ano 2021
Arte de nosso tempo 3º ano 2021
 
Vanguardas europeias: Futurismo, Cubismo, Expressionismo, Dadaísmo e Surrealismo
Vanguardas europeias: Futurismo, Cubismo, Expressionismo, Dadaísmo e SurrealismoVanguardas europeias: Futurismo, Cubismo, Expressionismo, Dadaísmo e Surrealismo
Vanguardas europeias: Futurismo, Cubismo, Expressionismo, Dadaísmo e Surrealismo
 
Mapa mental arte barroca
Mapa mental   arte barrocaMapa mental   arte barroca
Mapa mental arte barroca
 
97753484 atividade-de-artes-expressionismo
97753484 atividade-de-artes-expressionismo97753484 atividade-de-artes-expressionismo
97753484 atividade-de-artes-expressionismo
 
História da Arte - Barroco
História da Arte - BarrocoHistória da Arte - Barroco
História da Arte - Barroco
 
A semana de arte moderna (1922) apresentação
A semana de arte moderna (1922) apresentaçãoA semana de arte moderna (1922) apresentação
A semana de arte moderna (1922) apresentação
 
Semana da Arte Moderna
Semana da Arte ModernaSemana da Arte Moderna
Semana da Arte Moderna
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 
A semana da arte moderna
A semana da arte moderna   A semana da arte moderna
A semana da arte moderna
 
Barroco
Barroco   Barroco
Barroco
 
arte-no-enem-2015.pptx
arte-no-enem-2015.pptxarte-no-enem-2015.pptx
arte-no-enem-2015.pptx
 
Introdução à literatura
Introdução à literaturaIntrodução à literatura
Introdução à literatura
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Arte século XX
Arte século XXArte século XX
Arte século XX
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
O realismo no Brasil
O realismo no BrasilO realismo no Brasil
O realismo no Brasil
 
Dadismo
DadismoDadismo
Dadismo
 

Semelhante a ARTE | SEMANA 35 | 3ª Série | VANGUARDAS EUROPEIAS

Vanguardas Europeias - Dadaísmo
Vanguardas Europeias - Dadaísmo  Vanguardas Europeias - Dadaísmo
Vanguardas Europeias - Dadaísmo Luan Lucena
 
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e AbstracionismoApresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e AbstracionismoGabriel Ferraciolli
 
Arte abstrata 2º ano médio Novo Colégio
Arte abstrata 2º ano médio Novo ColégioArte abstrata 2º ano médio Novo Colégio
Arte abstrata 2º ano médio Novo ColégioCLEBER LUIS DAMACENO
 
Movimento Dada
Movimento DadaMovimento Dada
Movimento Dadahcaslides
 
Ensino médio 1o. bimestre- a arte da primeira metade do século xx-expression...
Ensino médio  1o. bimestre- a arte da primeira metade do século xx-expression...Ensino médio  1o. bimestre- a arte da primeira metade do século xx-expression...
Ensino médio 1o. bimestre- a arte da primeira metade do século xx-expression...ArtesElisa
 
As grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAs grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAna Barreiros
 
História da arte arte moderna
História da arte   arte modernaHistória da arte   arte moderna
História da arte arte modernaLú Carvalho
 
Aula 5 Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aula 5   Fauvismo Expressionismo CubismoAula 5   Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aula 5 Fauvismo Expressionismo CubismoAline Okumura
 

Semelhante a ARTE | SEMANA 35 | 3ª Série | VANGUARDAS EUROPEIAS (20)

Vanguardas2019.
Vanguardas2019.Vanguardas2019.
Vanguardas2019.
 
Vanguardas Europeias - Dadaísmo
Vanguardas Europeias - Dadaísmo  Vanguardas Europeias - Dadaísmo
Vanguardas Europeias - Dadaísmo
 
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e AbstracionismoApresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
Apresentação de História da Arte - G5 - Fovismo, Cubismo e Abstracionismo
 
Arte abstrata 2º ano médio Novo Colégio
Arte abstrata 2º ano médio Novo ColégioArte abstrata 2º ano médio Novo Colégio
Arte abstrata 2º ano médio Novo Colégio
 
Vanguardas Européias
Vanguardas EuropéiasVanguardas Européias
Vanguardas Européias
 
Movimento Dada
Movimento DadaMovimento Dada
Movimento Dada
 
Arte
ArteArte
Arte
 
Vanguardas Européias
Vanguardas EuropéiasVanguardas Européias
Vanguardas Européias
 
O Modernismo na Arte
O Modernismo na ArteO Modernismo na Arte
O Modernismo na Arte
 
Ensino médio 1o. bimestre- a arte da primeira metade do século xx-expression...
Ensino médio  1o. bimestre- a arte da primeira metade do século xx-expression...Ensino médio  1o. bimestre- a arte da primeira metade do século xx-expression...
Ensino médio 1o. bimestre- a arte da primeira metade do século xx-expression...
 
As grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xxAs grandes ruturas no início do seculo xx
As grandes ruturas no início do seculo xx
 
Amanda job
Amanda jobAmanda job
Amanda job
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
10 arte moderna
10 arte moderna10 arte moderna
10 arte moderna
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
 
Impressionismo
Impressionismo Impressionismo
Impressionismo
 
História da arte arte moderna
História da arte   arte modernaHistória da arte   arte moderna
História da arte arte moderna
 
Marcel Duchamp - Dadaismo
Marcel Duchamp - DadaismoMarcel Duchamp - Dadaismo
Marcel Duchamp - Dadaismo
 
Dadaismo
DadaismoDadaismo
Dadaismo
 
Aula 5 Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aula 5   Fauvismo Expressionismo CubismoAula 5   Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aula 5 Fauvismo Expressionismo Cubismo
 

Mais de GoisBemnoEnem

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101) GoisBemnoEnem
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...GoisBemnoEnem
 
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMFormação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMGoisBemnoEnem
 
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemPlano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemGoisBemnoEnem
 
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULARBIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULARGoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSBIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSGoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSBIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSGoisBemnoEnem
 
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONFÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONGoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...GoisBemnoEnem
 
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS GoisBemnoEnem
 
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisBIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisGoisBemnoEnem
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALGoisBemnoEnem
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAGoisBemnoEnem
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...GoisBemnoEnem
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIALSOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIALGoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...GoisBemnoEnem
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...GoisBemnoEnem
 

Mais de GoisBemnoEnem (20)

LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101) LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC  (EM13LGG101)
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE BNCC (EM13LGG101)
 
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
Possibilidades De Alinhamento Entre A Bimestralização Do Dc-Goem E O Livro Di...
 
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEMFormação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
Formação Geral Básica | Bimestralização DC-GOEM
 
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da AprendizagemPlano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
Plano de Ampliação e Recomposição da Aprendizagem
 
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
GEOGRAFIA | SEMANA 39 | 2ª SÉRIE | BLOCOS ECONÔMICOS E ORGANIZAÇÕES INTERNACI...
 
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULARBIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE |  TECIDO MUSCULAR
BIOLOGIA | SEMANA 40 | 1ª SÉRIE | TECIDO MUSCULAR
 
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOSBIOLOGIA | SEMANA  39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
BIOLOGIA | SEMANA 39 | 1ª SÉRIE | HISTOLOGIA – TECIDOS
 
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOSBIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
BIOLOGIA | SEMANA 33 |1ª SÉRIE | TECIDOS HUMANOS
 
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTONFÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
FÍSICA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | LEIS DE NEWTON
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | TESE E ARGUMENTOS NOS TEXTOS OPINAT...
 
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
ESPANHOL | SEMANA 36 |3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E DISCURSOS NARRATIVOS
 
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientaisBIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
BIOLOGIA | SEMANA 35 | 1ª SÉRIE |Ecologia /Desequilíbrios ambientais
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIALMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO EXPONENCIAL
 
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICAMATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
MATEMÁTICA | SEMANA 35 | 3ª SÉRIE | FUNÇÃO LOGARÍTMICA
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
SOCIOLOGIA | SEMANA 24 | 1ª SÉRIE | KARL MARX E A CRÍTICA DA SOCIEDADE CAPITA...
 
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIALSOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
SOCIOLOGIA | SEMANA 22 | 2ª SÉRIE | MOBILIDADE SOCIAL
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 ( 05/11/2021) | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E C...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE  | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 34 | 3ª SÉRIE | GÊNEROS TEXTUAIS E COMPARAÇÃO DE ...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) |  SUPORTE, GÊNERO E EN...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 24 | 3ª SÉRIE (19/08/2021) | SUPORTE, GÊNERO E EN...
 
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23  (13/08/2021)  | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
LÍNGUA PORTUGUESA | SEMANA 23 (13/08/2021) | 3ª SÉRIE | Procedimentos de le...
 

Último

organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 

Último (20)

organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 

ARTE | SEMANA 35 | 3ª Série | VANGUARDAS EUROPEIAS

  • 1. 1ª série do Ensino Médio ARTE VANGUARDAS EUROPEIAS
  • 2. Apropriar-se do patrimônio artístico de diferentes tempos e lugares, compreendendo a sua diversidade, bem como os processos de legitimação das manifestações artísticas na sociedade, desenvolvendo visão crítica e histórica. SEMANA 35 Lista de atividades referente ao dia 08 de novembro de 2021. HABILIDADE
  • 4. - movimento artístico da pintura francesa do início do século XX. - é um contra movimento em relação ao impressionismo vigente, pois os artistas associados ao fauvismo procuram uma leveza e uma intensidade de colorações divergentes da prática impressionista. Vincent Van Gogh (1853 – 1890) e Paul Gauguin (1848 – 1903). A dança (1909), de Henri Matisse, é uma obra com características fauvistas VANGUARDAS EUROPEIAS FAUVISMO
  • 5. Características: • temática leve baseada nas emoções e na alegria de viver, normalmente sem motivação crítica ou política; • gradiente de cores reduzido; • as cores exercem papel central nas obras determinando limites, volume, relevo e perspectiva; • as cores têm um emprego emocional e não realista. Vincent Van Gogh (1853 – 1890) e Paul Gauguin (1848 – 1903). A dança (1909), de Henri Matisse, é uma obra com características fauvistas VANGUARDAS EUROPEIAS FAUVISMO
  • 7. Edvard Munch (1863 – 1944); Paul Klee (1879 – 1940); Wassily Kandinsky (1866 – 1944); Cândido Portinari (1903 – 1962); Diego Rivera (1886 – 1957). - movimento artístico heterogêneo e multidisciplinar predominantemente alemão e situado entre os anos de 1905 e 1920. VANGUARDAS EUROPEIAS EXPRESSIONISMO A tela O Grito (1893) de Edvard Munch. À direita, detalhe
  • 8. Características: • visão trágica do ser humano expressa por meio de exagero e distorção da realidade visual; • pessimismo existencial do indivíduo fruto da sociedade moderna; • deformidade dos objetos e desprezo pela perspectiva e iluminação; • temática individualista focada na subjetividade e na irracionalidade; • o uso de linhas fortes e cores puras se dão de modo emotivo, retorcido e agressivo. VANGUARDAS EUROPEIAS EXPRESSIONISMO A tela O Grito (1893) de Edvard Munch. À direita, detalhe
  • 10. Wassily Kandinsky (1866-1944); Piet Mondrian (1872- 1944); Paul Klee (1879-1940); Willem de Kooning (1904-1997); Kasimir Malevich (1879-1935) - Na pintura, abstracionista não há relação entre a realidade, cores e formas. Primeira Aquarela Abstrata (1910), do russo Wassily Kandinsky VANGUARDAS EUROPEIAS ABSTRACIONISMO
  • 11. Características: • Abstracionismo sensível ou informal – predominam os sentimentos e emoções e as cores são associadas com elementos da natureza. Por exemplo, a obra Domingo, de Kandinsky. • Abstracionismo Geométrico – cores e formas são organizadas de acordo com as composições geométricas. Por exemplo, as obras de Piet Mondrian: ele buscava a essência dos objetos que se harmonizam com o universo. Retratada em 'Árvore Vermelha’. Primeira Aquarela Abstrata (1910), do russo Wassily Kandinsky VANGUARDAS EUROPEIAS ABSTRACIONISMO
  • 13. Pablo Picasso (1881 – 1973); Georges Braque (1882 – 1963); Juan Gris (1887 – 1927); Robert Delaunay (1885 – 1941); Fernand Léger (1881 – 1955) - No cubismo analítico há a representação dos objetos por meio da subversão do plano de perspectiva, ou seja, a sobreposição de distintos pontos de vistas perspectivos na retratação de um mesmo objeto. VANGUARDAS EUROPEIAS CUBISMO ANALÍTICO À esquerda, O poeta (1911), de Picasso. À direita, Violino e Castiçal (1910), de Braque.
  • 14. Características: • utilização de abstrações geométricas; • subversão e sobreposição de perspectivas (das visualidades do objeto, de características estruturais não visuais do objeto e de características ambientais e de uso do objeto: trompe l’oeil); • claro e escuro perdem função de representar profundidade ou relevo; • coloração de austeridade em que predominam os tons ocres e transições do preto ao branco passando pelos tons de cinza. VANGUARDAS EUROPEIAS CUBISMO ANALÍTICO À esquerda, O poeta (1911), de Picasso. À direita, Violino e Castiçal (1910), de Braque.
  • 15. Pablo Picasso (1881 – 1973); Georges Braque (1882 – 1963); Kurt Schwitters (1887 - 1948); Henri Matisse (1869 - 1954); Robert Motherwell (1915 - 1991) - A ideia de sintético deve-se ao fato de os artistas apropriarem-se de qualquer coisa ao seu alcance. O mundo entra na obra de arte sob o crivo e deleite dos artistas. As obras têm características tridimensionais e contornos de sombras reais, colocando-se como híbridas entre a pintura e a escultura. VANGUARDAS EUROPEIAS CUBISMO ANALÍTICO À esquerda, Homem no Café (1914), de Juan Gris. À direita, Mulher com Violão (1908), de Braque
  • 16. Características: • apropriação e integração, na obra de arte, de tudo que está ao alcance das mãos do artista; • sobreposição do próprio deleite do artista sobre os demais planos já sobrepostos no cubismo analítico: trompe l’esprit; • elementos tridimensionais como relevo, textura e sombra na feitura das obras; • temática leve, tendo como objeto cenas do cotidiano e/ou artefatos comuns. VANGUARDAS EUROPEIAS CUBISMO ANALÍTICO À esquerda, Homem no Café (1914), de Juan Gris. À direita, Mulher com Violão (1908), de Braque
  • 18. Características: • Antitradicionalismo: liberdade de criação, sem as amarras da arte acadêmica; • Defesa da “higiene mental”: eliminar a “sujeira”, isto é, o pensamento tradicional; • Renovação: para construir algo novo é preciso destruir o que já existe; • Perspectiva otimista, inspirada pela evolução tecnológica, em relação ao futuro da humanidade; • Valorização do heroico, grandioso e dinâmico; • Culto à guerra e à violência; • Iconoclastia: contrário a símbolos, convenções e tradições; • Exaltação das máquinas: automóveis e aviões; • Culto à velocidade e à tecnologia. Velocidade do Automóvel (1913), de Giacomo Balla VANGUARDAS EUROPEIAS CUBISMO ANALÍTICO
  • 19. Filippo Tommaso Marinetti (1876-1944): literatura; Umberto Boccioni (1882-1916): pintura; Carlo Carrà (1881-1966): pintura; Giacomo Balla (1871-1958): pintura; Gino Severini (1883-1966): pintura; Luigi Russolo (1885- 1947): pintura; Antonio Sant’Elia (1888-1916): projeto de arquitetura; Francesco Balilla Pratella (1880-1955): música Velocidade do Automóvel (1913), de Giacomo Balla VANGUARDAS EUROPEIAS CUBISMO ANALÍTICO
  • 21. Características: • Rompimento com os modelos tradicionais e clássicos; • Espírito vanguardista e de protesto; • Espontaneidade, improvisação e irreverência artística; • Anarquismo e niilismo; • Busca do caos e desordem; • Teor ilógico e irracional; • Caráter irônico, radical, destrutivo, agressivo e pessimista; - Assim como o nome, a arte não significava nada, da mesma forma que a guerra. Duchamp foi um dos expoentes do Dadá. À esquerda, posa com Roda de Bicicleta. À direita, Fonte. VANGUARDAS EUROPEIAS DADAISMO
  • 22. Características: • Aversão à guerra e aos valores burgueses; • Rejeição ao nacionalismo e ao materialismo; • Crítica ao consumismo e ao capitalismo; • Elementos fugiam do racional e eram combinados por acaso; • Os artistas negavam a sua cultura e representavam um protesto; • Obras que utilizavam a colagem para retratar o estilo, com críticas e sátiras à desordem da Europa. Duchamp foi um dos expoentes do Dadá. À esquerda, posa com Roda de Bicicleta. À direita, Fonte. VANGUARDAS EUROPEIAS DADAISMO
  • 23. Marcel Duchamp: poeta, pintor e escultor francês; Max Ernst: pintor alemão; Raoul Hausmann: poeta e artista plástico austríaco; Hugo Ball: poeta e filósofo alemão; Richard Huelsenbeck: escritor e psicanalista alemão; Sophie Täuber: artista plástica suíça. Duchamp foi um dos expoentes do Dadá. À esquerda, posa com Roda de Bicicleta. À direita, Fonte. VANGUARDAS EUROPEIAS DADAISMO
  • 25. - Tal movimento é tomado por motivação política e revolucionária, porém acreditando que a revolução não se daria por meio da luta de classes organizada ou por partidos políticos, mas iniciar-se-ia, de fato, com a revolução da sensibilidade. - A revolução dos desejos, dos sentidos, do inconsciente conduziria a uma revolução moral, econômica e política, por consequência. A persistência da memória (1931), do pintor espanhol Salvador Dalí VANGUARDAS EUROPEIAS SURREALISMO
  • 26. Características: • escrita/produção automática: permite ao artista a ação criativa por impulso, sem planejamento, sem racionalismo, somente o fluxo criativo; • materiais fantásticos, fantasmáticos e oníricos como base para as criações; • arte como meio para a revolução da sensibilidade e do inconsciente (freudismo), para aí sim alcançar a transformação social-econômica-política (marxismo). A persistência da memória (1931), do pintor espanhol Salvador Dalí VANGUARDAS EUROPEIAS SURREALISMO
  • 27. [Literatura] André Breton (1896 – 1966); Louis Aragon (1897 - 1982); Georges Bataille (1897 - 1962); [dramaturgia] Antonin Artaud (1896 – 1948); [artes visuais] Pablo Picasso (1881 - 1973); René Magritte (1898 - 1967); Frida Kahlo (1907 - 1954); Salvador Dalí (1904 - 1989); Juan Miró (1893 - 1983). A persistência da memória (1931), do pintor espanhol Salvador Dalí VANGUARDAS EUROPEIAS SURREALISMO
  • 29. ATIVIDADE 01 (ENEM/2017-adaptada) Leia os textos a seguir. TEXTO I UCHAMP. M. Roda de bicicleta. Aço e madeira, 1,3 m x 64 cm x 42 cm. 1913. Museu de Arte Moderna de Nova York.
  • 30. CONTINUAÇÃO DA ATIVIDADE 01 TEXTO II Ao ser questionado sobre seu processo de criação de ready-mades, Marcel Duchamp afirmou: – Isto dependia do objeto; em geral, era preciso tomar cuidado com o seu look. E muito difícil escolher um objeto porque depois de quinze dias você começa a gostar dele ou a detestá-lo. E preciso chegar a qualquer coisa com uma indiferença tal que você não tenha nenhuma emoção estética. A escolha do ready-made é sempre baseada na indiferença visual e, ao mesmo tempo, numa ausência total de bom ou mau gosto. CABANNE, P. Marcel Duchamp: engenheiro do tempo perdido. São Paulo: Perspectiva, 1987 (adaptado).
  • 31. CONTINUAÇÃO DA ATIVIDADE 01 Relacionando o texto e a imagem da obra, entende-se que o artista Marcel Duchamp, ao criar os ready-mades, inaugurou um modo de fazer arte que consiste em (A) designar ao artista de vanguarda a tarefa de ser o artífice da arte do século XX. (B) considerar a forma dos objetos como elemento essencial da obra de arte. (C) revitalizar de maneira radical o conceito clássico do belo na arte. (D) criticar os princípios que determinam o que é uma obra de arte. (E) atribuir aos objetos industriais o status de obra de arte. (D) criticar os princípios que determinam o que é uma obra de arte.
  • 32. ATIVIDADE 02 (ENEM/2015-adaptada) Observe a imagem a seguir. MAGRITTE, R. A reprodução proibida. Óleo sobre tela, 81,3 x 65cm. Museum Bojmans Van Buningen, Holanda, 1937.
  • 33. CONTINUAÇÃO DA ATIVIDADE 02 Relacionando o texto e a imagem da obra, entende-se que o artista Marcel Duchamp, ao criar os ready-mades, inaugurou um modo de fazer arte que consiste em O Surrealismo configurou-se como uma das vanguardas artísticas europeias do início do século XX. René Magritte, pintor belga, apresenta elementos dessa vanguarda em suas produções. Um traço do Surrealismo presente nessa pintura é o/a (A) justaposição de elementos díspares, observada na imagem do homem no espelho. (B) crítica ao passadismo, exposta na dupla imagem do homem olhando sempre para frente. (C) construção de perspectiva, apresentada na sobreposição de planos visuais. (D) processo de automatismo, indicado na repetição da imagem do homem. (E) procedimento de colagem, identificado no reflexo do livro no espelho. (A) justaposição de elementos díspares, observada na imagem do homem no espelho.
  • 34. #DICAS Atenção aos gêneros textuais com predominância argumentativa. Fazer um mapa mental sobre os principais movimentos artísticos de vanguarda no início do século XX na Europa (Expressionismo; Fauvismo ou Fovismo; Cubismo; Abstracionismo; Futurismo; Dadaísmo; Surrealismo), a partir da análise do vídeo, disponível em: http://gg.gg/vqmw7, e da pesquisa, disponível em: http://gg.gg/vqmwh, ressaltando o contexto, as características e os principais artistas desses movimentos artísticos. Mapa Mental Vanguardas Europeias – Lit. Disponível em: http://gg.gg/wbkqn. Acesso em: 21 out. 2021.