SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
teoria da literatura
Prosa e verso
    Manoel Neves
A PROSA
                                 aspectos técnicos
Estruturado em parágrafos [linhas regulares q vão até o final da margem direita], o texto em
prosa é linear, evolutivo, e, a priori, exige preocupação maior c/ o sentido e não c/ a forma.
                      O CANGURU BRANCO, Oswaldo França Júnior
        Como todos aqui têm suas raridades eu, para não me sentir diferente,
        peguei minha fortuna e comprei uma raridade. Fui comprá-la longe, na
        Austrália. E agora sou igual a todos, também tenho a minha raridade.
        Comprei um canguru branco. Não serve para nada, não faz nada, mas é
        uma raridade. É um canguru branco. E muitos me invejam e admiram.
O VERSO
                                aspectos técnicos
Estruturado em linhas irregulares que não vão até o final da página, o verso pode articular
                                   poemas épicos
 poemas q contam histórias [poemas épicos] e q apresentam os mesmos elementos que a
narrativa [narrador, personagem, tempo, espaço, enredo]: O desertor, Morte e vida severina
                                   poemas líricos
  poemas centrados em torno da subjetividade de um eu e que apresentam comentários,
      sentimentos, emoções ou mesmo fazem reflexão sobre o próprio fazer poético.
O POEMA ÉPICO
      prosa e verso
E foi assim que o operário
Do edifício em construção
Que sempre dizia sim
Começou a dizer não.
E aprendeu a notar coisas
A que não dava atenção:
Notou que sua marmita
Era o prato do patrão
Que sua cerveja preta
Era o uísque do patrão
Que seu macacão de zuarte
Era o terno do patrão
Que o casebre onde morava
Era a mansão do patrão
Que seus dois pés andarilhos
Eram as rodas do patrão
Que a dureza do seu dia
Era a noite do patrão
Que sua imensa fadiga
Era amiga do patrão.
POESIA E EXPRESSIVIDADE
                aspectos técnicos
nem todos poemas líricos falam de sentimentos ou emoções
            poético             prosaico
               belo             cotidiano
             especial            comum
            incomum             dia-a-dia
POESIA E EXPRESSIVIDADE
        poético ou prosaico
    ANTIODE, João Cabral de Melo Neto
           Poesia, te escrevia flor
            Sabendo que és fezes
     Fezes como um cogumelo qualquer
          Nascendo em nossa boca
      MERDA E OURO, Paulo Leminski
             Merda é veneno.
          No entanto, não há nada
            que seja mais bonito
           que uma bela cagada.
        Cagam ricos, cagam padres,
         cagam reis e cagam fadas.
       Não há merda que se compare
         à bosta da pessoa amada.
 LEITURA SILENCIOSA, José Américo Miranda
              Já li seu corpo
               Com os olhos
             Agora quero lê-lo
                Em braile.
O LIRISMO
                        aspectos técnicos
consiste na revelação da subjetividade, do sentimento, da emoção; pode ser
  social              filosófico           amoroso           metalinguístico
 política              mundo                  amor                poema
sociedade               morte               amado[a]               verso
 história              homem               afetividade            estrofe
economia                 vida         sentimento amoroso       fazer poético
POESIA E EXPRESSIVIDADE
         espécies de lirismo
 RONDÓ DA RONDA NOTURNA, Ricardo Aleixo
POESIA E EXPRESSIVIDADE
        espécies de lirismo
    DESENCANTO, Manuel Bandeira
    Eu faço versos como quem chora
    De desalento... de desencanto...
      Fecha meu livro, se por agora
   Não tens motivo nenhum de pranto.
  Meu verso é sangue. Volúpia ardente...
     Tristeza esparsa... remorso vão...
   Dói-me nas veias. Amargo e quente,
       Cai, gota a gota, do coração.
    E nestes versos de angústia rouca
       Assim dos lábios a vida corre,
    Deixando um acre sabor na boca.
   – Eu faço versos como quem morre.
POESIA E EXPRESSIVIDADE
      espécies de lirismo
    O SEU OLHAR, Arnaldo Antunes
POESIA E EXPRESSIVIDADE
      espécies de lirismo
   SEM TÍTULO, Augusto de Campos
POESIA E EXPRESSIVIDADE
                                espécies de lirismo
                               PESSOA, Arnaldo Antunes
Coisa que acaba. Troço que tem fim. Sujeito. Que não dura, que se extingue. Míngua.
Negócio finito, que finda. Festa que termina. Coisa que passa, se apaga, fina. Pessoa. Troço
que definha. Que será cinzas. Que o chão devora. Fogo que o vento assopra. Bolha que
estoura. Sujeito. Líquido que evapora. Lixo que se joga fora. Coisa que não sobra, soçobra,
vai embora. Que nada fixa. A foto amarela o filme queima embolora a memória falha o
papel se rasga se perde não se repete. Pessoa. Pedaço de perda. Coisa que cessa, fenece,
apodrece. Fome que se sacia. Negócio que some, que se consome. Sujeito. Água que o sol
seca, que a terra bebe. Algo que morre, falece, desaparece. Cara, bicho, objeto. Nome que
se esquece.
POESIA E EXPRESSIVIDADE
      espécies de lirismo
   ALÇAR AS NUVENS, Manoel Neves

           alçar as nuvens
          soprar segredos
          nos teus cabelos
           alçar as nuvens
          levar brinquedos
          pros teus desejos
           alçar as nuvens
           soltar os elos
          deste meu medo
           alçar as nuvens
           dizer teu nome
          no meu degredo
A PROSA POÉTICA
                                  prosa e verso
           parágrafo                   lirismo               figuras de ling.

                      ORIENTAÇÃO, Guimarães Rosa [fragmento]
Ora, casaram-se. Com festa, a comedida comédia: noiva e noivo e bolo. O par – o
compimpo – til no i, pingo no a, o que de ambos, parecidos como uma rapadura e uma
escada. Ele, gravata no pescoço, aos pimpolins de gato, feliz como um assovio. Ela,
pomposa, ovante feito galinha que pôs. Só não se davam o braço. No que não, o mundo
não movendo-se, em sua válida intraduzibilidade.
Nem se soube o que se passaram, depois, nesse rio-acima. Lolalita dona-de-casa, de
panelas, leque e badulaques, num oco. Quim, o novo-casado, de mesuras sem cura, com
esquisitâncias e coisinhezas, lunático-de-mel, ainda mais felizquim. Deu a ela um quimão
de baeta, lenço bordado, peça de seda, os chinelinhos de pano.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
ESCOLAS LITERÁRIAS.pptESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
ESCOLAS LITERÁRIAS.pptCsarMarin3
 
Folha de-redação-enem
Folha de-redação-enemFolha de-redação-enem
Folha de-redação-enemMayra Souza
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poemaionasilva
 
Classes Gramaticais - Revisão
Classes Gramaticais - RevisãoClasses Gramaticais - Revisão
Classes Gramaticais - RevisãoMary Alvarenga
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15GernciadeProduodeMat
 
Gênero textual: Cordel
Gênero textual: CordelGênero textual: Cordel
Gênero textual: CordelMary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Intertextualidade
IntertextualidadeIntertextualidade
Intertextualidade
 
Romantismo - aula
Romantismo - aulaRomantismo - aula
Romantismo - aula
 
Conotaçao- denotaçao
Conotaçao- denotaçaoConotaçao- denotaçao
Conotaçao- denotaçao
 
ESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
ESCOLAS LITERÁRIAS.pptESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
ESCOLAS LITERÁRIAS.ppt
 
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANOINTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO: CUIDE DAS SUAS ATITUDES – 8º OU 9º ANO
 
Prosa romântica
Prosa românticaProsa romântica
Prosa romântica
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Romantismo prosa
Romantismo prosaRomantismo prosa
Romantismo prosa
 
Quinhentismo
Quinhentismo Quinhentismo
Quinhentismo
 
Poema 6º ano
Poema 6º anoPoema 6º ano
Poema 6º ano
 
Notícia gênero textual
Notícia gênero textualNotícia gênero textual
Notícia gênero textual
 
Humanismo - Literatura
Humanismo - LiteraturaHumanismo - Literatura
Humanismo - Literatura
 
Diferença entre fato e opinião
Diferença entre fato e opiniãoDiferença entre fato e opinião
Diferença entre fato e opinião
 
Conto
ContoConto
Conto
 
Folha de-redação-enem
Folha de-redação-enemFolha de-redação-enem
Folha de-redação-enem
 
Atividade de português: Orações coordenadas sindéticas – 8º ou 9º ano ...
   Atividade de português: Orações coordenadas sindéticas – 8º ou 9º ano     ...   Atividade de português: Orações coordenadas sindéticas – 8º ou 9º ano     ...
Atividade de português: Orações coordenadas sindéticas – 8º ou 9º ano ...
 
Poesia e poema
Poesia e poemaPoesia e poema
Poesia e poema
 
Classes Gramaticais - Revisão
Classes Gramaticais - RevisãoClasses Gramaticais - Revisão
Classes Gramaticais - Revisão
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
 
Gênero textual: Cordel
Gênero textual: CordelGênero textual: Cordel
Gênero textual: Cordel
 

Destaque

Plano de aula prosa e poesia (4° bimestre)
Plano de aula prosa e poesia (4° bimestre) Plano de aula prosa e poesia (4° bimestre)
Plano de aula prosa e poesia (4° bimestre) JH COSTA
 
Prosa x poema x soneto
Prosa x poema x sonetoProsa x poema x soneto
Prosa x poema x sonetoValeria Nunes
 
Aula Poesia
Aula PoesiaAula Poesia
Aula PoesiaAldean
 
Conceito generos-e-poetica
Conceito generos-e-poeticaConceito generos-e-poetica
Conceito generos-e-poeticaLudmiilaa
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIASEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIAMarcelo Fernandes
 
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+FalaLinguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+Falajayarruda
 
Exercícios de metrificação
Exercícios de metrificaçãoExercícios de metrificação
Exercícios de metrificaçãoma.no.el.ne.ves
 
Poesia, poeta, poema lara trindade 7-a
Poesia, poeta, poema   lara trindade 7-aPoesia, poeta, poema   lara trindade 7-a
Poesia, poeta, poema lara trindade 7-ae- Arquivo
 
Interpretação de texto
Interpretação de textoInterpretação de texto
Interpretação de textoCicero Luciano
 
Variantes Linguísticas na Música
Variantes Linguísticas na MúsicaVariantes Linguísticas na Música
Variantes Linguísticas na MúsicaPricila Yessayan
 
Linguagem, língua e fala
Linguagem, língua e falaLinguagem, língua e fala
Linguagem, língua e falaJirede Abisai
 
Elaboração de biografia
Elaboração de biografia Elaboração de biografia
Elaboração de biografia Edson Alves
 
Lingua em uso linguagem e lingua
Lingua em uso   linguagem e linguaLingua em uso   linguagem e lingua
Lingua em uso linguagem e linguaMoises Ribeiro
 

Destaque (20)

Prosa e Poesia
Prosa e PoesiaProsa e Poesia
Prosa e Poesia
 
Plano de aula prosa e poesia (4° bimestre)
Plano de aula prosa e poesia (4° bimestre) Plano de aula prosa e poesia (4° bimestre)
Plano de aula prosa e poesia (4° bimestre)
 
Prosa x poema x soneto
Prosa x poema x sonetoProsa x poema x soneto
Prosa x poema x soneto
 
Aula Poesia
Aula PoesiaAula Poesia
Aula Poesia
 
Conceito generos-e-poetica
Conceito generos-e-poeticaConceito generos-e-poetica
Conceito generos-e-poetica
 
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIASEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
SEMINÁRIO DE LITERATURA - TENDÊNCIAS CONTEMPORÂNEAS: PROSA e POESIA
 
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+FalaLinguagem,+LíNgua+E+Fala
Linguagem,+LíNgua+E+Fala
 
Exercícios de metrificação
Exercícios de metrificaçãoExercícios de metrificação
Exercícios de metrificação
 
Pemaecancao
PemaecancaoPemaecancao
Pemaecancao
 
Poesia, poeta, poema lara trindade 7-a
Poesia, poeta, poema   lara trindade 7-aPoesia, poeta, poema   lara trindade 7-a
Poesia, poeta, poema lara trindade 7-a
 
Interpretação de texto
Interpretação de textoInterpretação de texto
Interpretação de texto
 
Oficina de poesia visual
Oficina de poesia visualOficina de poesia visual
Oficina de poesia visual
 
Variantes Linguísticas na Música
Variantes Linguísticas na MúsicaVariantes Linguísticas na Música
Variantes Linguísticas na Música
 
Poesia, poema, poeta
Poesia, poema, poetaPoesia, poema, poeta
Poesia, poema, poeta
 
Contos
ContosContos
Contos
 
Linguagem, língua e fala
Linguagem, língua e falaLinguagem, língua e fala
Linguagem, língua e fala
 
Elaboração de biografia
Elaboração de biografia Elaboração de biografia
Elaboração de biografia
 
Lingua em uso linguagem e lingua
Lingua em uso   linguagem e linguaLingua em uso   linguagem e lingua
Lingua em uso linguagem e lingua
 
Generos literarios-2
Generos literarios-2Generos literarios-2
Generos literarios-2
 
Linguagem e língua
Linguagem e línguaLinguagem e língua
Linguagem e língua
 

Semelhante a Prosa e verso

Modernismo_em_Portugal_e_Fernando_Pessoa.pptx
Modernismo_em_Portugal_e_Fernando_Pessoa.pptxModernismo_em_Portugal_e_Fernando_Pessoa.pptx
Modernismo_em_Portugal_e_Fernando_Pessoa.pptxLUCELIOFERREIRADASIL
 
Fernando pessoa e ondjaki
Fernando pessoa e ondjakiFernando pessoa e ondjaki
Fernando pessoa e ondjakiRosário Cunha
 
A Geração De 45 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 45 - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaA Geração De 45 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 45 - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaHadassa Castro
 
prosas-seguidas-de-odes-mnimas_compress.pdf
prosas-seguidas-de-odes-mnimas_compress.pdfprosas-seguidas-de-odes-mnimas_compress.pdf
prosas-seguidas-de-odes-mnimas_compress.pdfCarolinaDeCastroCerv1
 
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de AndradeA Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andradevestibular
 
Carlos drumond de andrade
Carlos drumond de andradeCarlos drumond de andrade
Carlos drumond de andradeRita Santana
 
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptxANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptxPabloGabrielKdabra
 
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptxANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptxPabloGabrielKdabra
 
Romantismo poesia - 2ª geração
Romantismo   poesia -  2ª geraçãoRomantismo   poesia -  2ª geração
Romantismo poesia - 2ª geraçãoLuciene Gomes
 
Modernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faseModernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faserillaryalvesj
 
Ultrarromantismo 110908200110-phpapp01
Ultrarromantismo 110908200110-phpapp01Ultrarromantismo 110908200110-phpapp01
Ultrarromantismo 110908200110-phpapp01MAIRY RIBEIRO Maíre
 
Diapositivos dia da poesia
Diapositivos dia da poesiaDiapositivos dia da poesia
Diapositivos dia da poesiaguesta742e2e
 
Florbela Espanca
Florbela Espanca Florbela Espanca
Florbela Espanca Davi Lima
 
Segunda geração da poesia romântica
Segunda geração da poesia românticaSegunda geração da poesia romântica
Segunda geração da poesia românticama.no.el.ne.ves
 
Apresentação poesia1
Apresentação poesia1Apresentação poesia1
Apresentação poesia1Soleducador1
 
A poesia de manuel bandeira
A poesia de manuel bandeiraA poesia de manuel bandeira
A poesia de manuel bandeirama.no.el.ne.ves
 

Semelhante a Prosa e verso (20)

Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Modernismo_em_Portugal_e_Fernando_Pessoa.pptx
Modernismo_em_Portugal_e_Fernando_Pessoa.pptxModernismo_em_Portugal_e_Fernando_Pessoa.pptx
Modernismo_em_Portugal_e_Fernando_Pessoa.pptx
 
Fernando pessoa e ondjaki
Fernando pessoa e ondjakiFernando pessoa e ondjaki
Fernando pessoa e ondjaki
 
A Geração De 45 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 45 - Prof. Kelly Mendes - LiteraturaA Geração De 45 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
A Geração De 45 - Prof. Kelly Mendes - Literatura
 
prosas-seguidas-de-odes-mnimas_compress.pdf
prosas-seguidas-de-odes-mnimas_compress.pdfprosas-seguidas-de-odes-mnimas_compress.pdf
prosas-seguidas-de-odes-mnimas_compress.pdf
 
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de AndradeA Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade
A Rosa do Povo - Carlos Drummond de Andrade
 
Carlos drumond de andrade
Carlos drumond de andradeCarlos drumond de andrade
Carlos drumond de andrade
 
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptxANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
 
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptxANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
ANÁLISE ALGUMA POESIA KDABRA.pptx
 
Romantismo poesia - 2ª geração
Romantismo   poesia -  2ª geraçãoRomantismo   poesia -  2ª geração
Romantismo poesia - 2ª geração
 
Gênero lírico no enem
Gênero lírico no enemGênero lírico no enem
Gênero lírico no enem
 
Modernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª faseModernismo brasil 1ª fase
Modernismo brasil 1ª fase
 
Ultrarromantismo 110908200110-phpapp01
Ultrarromantismo 110908200110-phpapp01Ultrarromantismo 110908200110-phpapp01
Ultrarromantismo 110908200110-phpapp01
 
Diapositivos dia da poesia
Diapositivos dia da poesiaDiapositivos dia da poesia
Diapositivos dia da poesia
 
Florbela Espanca
Florbela Espanca Florbela Espanca
Florbela Espanca
 
Segunda geração da poesia romântica
Segunda geração da poesia românticaSegunda geração da poesia romântica
Segunda geração da poesia romântica
 
Gênero lírico no enem
Gênero lírico no enemGênero lírico no enem
Gênero lírico no enem
 
Apresentação poesia1
Apresentação poesia1Apresentação poesia1
Apresentação poesia1
 
Poesia 8 1
Poesia 8 1Poesia 8 1
Poesia 8 1
 
A poesia de manuel bandeira
A poesia de manuel bandeiraA poesia de manuel bandeira
A poesia de manuel bandeira
 

Mais de ma.no.el.ne.ves

Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: LiteraturaSegunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: Literaturama.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasSegunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasSegunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação FísicaSegunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Físicama.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualSegunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisSegunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisma.no.el.ne.ves
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: ArtesSegunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artesma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e TecnologiasENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e Tecnologiasma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos GramaticaisENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos Gramaticaisma.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação FísicaENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação Físicama.no.el.ne.ves
 
ENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão TextualENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão Textualma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e InternetTerceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internetma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: LiteraturaTerceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literaturama.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação FísicaTerceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Físicama.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão TextualTerceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textualma.no.el.ne.ves
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: ArtesTerceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artesma.no.el.ne.ves
 
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010ma.no.el.ne.ves
 

Mais de ma.no.el.ne.ves (20)

Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: LiteraturaSegunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
Segunda aplicação do ENEM-2019: Literatura
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologiasSegunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
Segunda aplicação do ENEM-2019: Internet e tecnologias
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileirasSegunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
Segunda aplicação do ENEM-2019: Identidades brasileiras
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação FísicaSegunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
Segunda aplicação do ENEM-2019: Educação Física
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textualSegunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
Segunda aplicação do ENEM-2019: Compreensão textual
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticaisSegunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
Segunda aplicação do ENEM-2019: Aspectos gramaticais
 
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: ArtesSegunda aplicação do ENEM-2019: Artes
Segunda aplicação do ENEM-2019: Artes
 
ENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: LiteraturaENEM-2019: Literatura
ENEM-2019: Literatura
 
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e TecnologiasENEM-2019: Internet e Tecnologias
ENEM-2019: Internet e Tecnologias
 
ENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileirasENEM-2019: Identidades brasileiras
ENEM-2019: Identidades brasileiras
 
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos GramaticaisENEM-2019: Aspectos Gramaticais
ENEM-2019: Aspectos Gramaticais
 
ENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação FísicaENEM-2019: Educação Física
ENEM-2019: Educação Física
 
ENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão TextualENEM-2019: Compreensão Textual
ENEM-2019: Compreensão Textual
 
ENEM-2019: Artes
ENEM-2019: ArtesENEM-2019: Artes
ENEM-2019: Artes
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e InternetTerceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
Terceira aplicação do ENEM-2017: Tecnologias e Internet
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: LiteraturaTerceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
Terceira aplicação do ENEM-2017: Literatura
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação FísicaTerceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
Terceira aplicação do ENEM-2017: Educação Física
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão TextualTerceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
Terceira aplicação do ENEM-2017: Compreensão Textual
 
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: ArtesTerceira aplicação do ENEM-2017: Artes
Terceira aplicação do ENEM-2017: Artes
 
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
Análise da Prova de Redação da UERJ-2010
 

Prosa e verso

  • 1. teoria da literatura Prosa e verso Manoel Neves
  • 2. A PROSA aspectos técnicos Estruturado em parágrafos [linhas regulares q vão até o final da margem direita], o texto em prosa é linear, evolutivo, e, a priori, exige preocupação maior c/ o sentido e não c/ a forma. O CANGURU BRANCO, Oswaldo França Júnior Como todos aqui têm suas raridades eu, para não me sentir diferente, peguei minha fortuna e comprei uma raridade. Fui comprá-la longe, na Austrália. E agora sou igual a todos, também tenho a minha raridade. Comprei um canguru branco. Não serve para nada, não faz nada, mas é uma raridade. É um canguru branco. E muitos me invejam e admiram.
  • 3. O VERSO aspectos técnicos Estruturado em linhas irregulares que não vão até o final da página, o verso pode articular poemas épicos poemas q contam histórias [poemas épicos] e q apresentam os mesmos elementos que a narrativa [narrador, personagem, tempo, espaço, enredo]: O desertor, Morte e vida severina poemas líricos poemas centrados em torno da subjetividade de um eu e que apresentam comentários, sentimentos, emoções ou mesmo fazem reflexão sobre o próprio fazer poético.
  • 4. O POEMA ÉPICO prosa e verso E foi assim que o operário Do edifício em construção Que sempre dizia sim Começou a dizer não. E aprendeu a notar coisas A que não dava atenção: Notou que sua marmita Era o prato do patrão Que sua cerveja preta Era o uísque do patrão Que seu macacão de zuarte Era o terno do patrão Que o casebre onde morava Era a mansão do patrão Que seus dois pés andarilhos Eram as rodas do patrão Que a dureza do seu dia Era a noite do patrão Que sua imensa fadiga Era amiga do patrão.
  • 5. POESIA E EXPRESSIVIDADE aspectos técnicos nem todos poemas líricos falam de sentimentos ou emoções poético prosaico belo cotidiano especial comum incomum dia-a-dia
  • 6. POESIA E EXPRESSIVIDADE poético ou prosaico ANTIODE, João Cabral de Melo Neto Poesia, te escrevia flor Sabendo que és fezes Fezes como um cogumelo qualquer Nascendo em nossa boca MERDA E OURO, Paulo Leminski Merda é veneno. No entanto, não há nada que seja mais bonito que uma bela cagada. Cagam ricos, cagam padres, cagam reis e cagam fadas. Não há merda que se compare à bosta da pessoa amada. LEITURA SILENCIOSA, José Américo Miranda Já li seu corpo Com os olhos Agora quero lê-lo Em braile.
  • 7. O LIRISMO aspectos técnicos consiste na revelação da subjetividade, do sentimento, da emoção; pode ser social filosófico amoroso metalinguístico política mundo amor poema sociedade morte amado[a] verso história homem afetividade estrofe economia vida sentimento amoroso fazer poético
  • 8. POESIA E EXPRESSIVIDADE espécies de lirismo RONDÓ DA RONDA NOTURNA, Ricardo Aleixo
  • 9. POESIA E EXPRESSIVIDADE espécies de lirismo DESENCANTO, Manuel Bandeira Eu faço versos como quem chora De desalento... de desencanto... Fecha meu livro, se por agora Não tens motivo nenhum de pranto. Meu verso é sangue. Volúpia ardente... Tristeza esparsa... remorso vão... Dói-me nas veias. Amargo e quente, Cai, gota a gota, do coração. E nestes versos de angústia rouca Assim dos lábios a vida corre, Deixando um acre sabor na boca. – Eu faço versos como quem morre.
  • 10. POESIA E EXPRESSIVIDADE espécies de lirismo O SEU OLHAR, Arnaldo Antunes
  • 11. POESIA E EXPRESSIVIDADE espécies de lirismo SEM TÍTULO, Augusto de Campos
  • 12. POESIA E EXPRESSIVIDADE espécies de lirismo PESSOA, Arnaldo Antunes Coisa que acaba. Troço que tem fim. Sujeito. Que não dura, que se extingue. Míngua. Negócio finito, que finda. Festa que termina. Coisa que passa, se apaga, fina. Pessoa. Troço que definha. Que será cinzas. Que o chão devora. Fogo que o vento assopra. Bolha que estoura. Sujeito. Líquido que evapora. Lixo que se joga fora. Coisa que não sobra, soçobra, vai embora. Que nada fixa. A foto amarela o filme queima embolora a memória falha o papel se rasga se perde não se repete. Pessoa. Pedaço de perda. Coisa que cessa, fenece, apodrece. Fome que se sacia. Negócio que some, que se consome. Sujeito. Água que o sol seca, que a terra bebe. Algo que morre, falece, desaparece. Cara, bicho, objeto. Nome que se esquece.
  • 13. POESIA E EXPRESSIVIDADE espécies de lirismo ALÇAR AS NUVENS, Manoel Neves alçar as nuvens soprar segredos nos teus cabelos alçar as nuvens levar brinquedos pros teus desejos alçar as nuvens soltar os elos deste meu medo alçar as nuvens dizer teu nome no meu degredo
  • 14. A PROSA POÉTICA prosa e verso parágrafo lirismo figuras de ling. ORIENTAÇÃO, Guimarães Rosa [fragmento] Ora, casaram-se. Com festa, a comedida comédia: noiva e noivo e bolo. O par – o compimpo – til no i, pingo no a, o que de ambos, parecidos como uma rapadura e uma escada. Ele, gravata no pescoço, aos pimpolins de gato, feliz como um assovio. Ela, pomposa, ovante feito galinha que pôs. Só não se davam o braço. No que não, o mundo não movendo-se, em sua válida intraduzibilidade. Nem se soube o que se passaram, depois, nesse rio-acima. Lolalita dona-de-casa, de panelas, leque e badulaques, num oco. Quim, o novo-casado, de mesuras sem cura, com esquisitâncias e coisinhezas, lunático-de-mel, ainda mais felizquim. Deu a ela um quimão de baeta, lenço bordado, peça de seda, os chinelinhos de pano.