SlideShare uma empresa Scribd logo
FERIMENTOS
E
HEMORRAGIAS
INSTRUTOR
CARLOS EDUARDO
FERIDA
Resultado de deformidades ou
lesões nos tecidos produzidas por
ação de agentes físicos, químicos ou
biológicos.
HEMORRAGIAS:
Sangramento contínuo provocado por
ruptura de um vaso sanguíneo.
Ferimento em que ocorre corte, perfuração ou laceração da pele.
CLASSIFICAÇÃO DOS FERIMENTOS:
FERIMENTO ABERTO:
FERIMENTO FECHADO:
Ferimento por contusão em que a pele permanece íntegra.
FERIMENTOS PENETRANTES:
CLASSIFICAÇÃO DOS FERIMENTOS:
AVULSÕES
OU
AMPUTAÇÕES
CLASSIFICAÇÃO DOS FERIMENTOS:
FERIMENTO
POR
ESMAGAMENTO
Hemorragias e ferimentos
FERIDAS ASSOCIADAS COM
FRATURAS
CLASSIFICAÇÃO DOS FERIMENTOS
FERIMENTOS
Cabeça
Condutas:
1- Imobilizar a Cervical
conforme a Biomecânica;
2- Curativo Local: Controlar o
sangramento; Não aplicar
pressão excessiva; realizar
enfaixamento;
3- Não obstruir canal auditivo;
4- Manter-se preparado para
RCP e SBV;
OLHOS
1- Avaliar sangramentos,
edemas, presença de corpo
estranho, desvios das
órbitas;
2- Curativo local para ambos
os olhos;
3- Não aplicar pressão direta
no globo ocular;
4- Não remover objetos
perfurantes;
5- Lavar com água ou Soro por
15 minutos em casos de
Queimaduras;
6- Não aplicar lavagem na
presença de objetos
Empalados;
FERIMENTOS
FERIMENTOS
Orelha
1- Realizar curativo (gaze+esparadrapo);
2- Não ocluir o canal auditivo;
3- Não remover objetos Empalados.
Face
1-Atentar-se para o risco de Obstrução de VAS.
2- Avaliar fraturas ósseas da face, lesões orais: avulsão
de dentes, sangramentos..
3- Utilizar pressão suficiente para cessar o sangramento;
4- Retirar corpos estranhos da boca, não remover
objetos empalados.
Face
NARIZ
Epistaxe:Sangramento pelo Nariz
Vítimas conscientes com Epistaxe sem riscos
de TRM(Lesão na medula):
peça a Vítima que respire momentaneamente
pela boca;
- solicite que assente-se incline e a cabeça para
frente e faça compressão na base do nariz
promovendo pressão e consequentemente
controle da Hemorragia = Hemostasia.
FERIMENTOS
FERIMENTO ABERTO NA CERVICAL
1- Trate como possível portador de TRM até
que se prove o contrário;
2- Mantenha SBV;
3- Realize curativo oclusivo.
Observe se existe Ferimento Aspirante.
4- Não aplicar pressão excessiva sobre as VAS.
FERIMENTO NO TÓRAX : ASPIRANTE
FERIMENTO NO ABDOME
1- Manter a Vítima em decúbito dorsal;
2- Atentar-se para episódios de vômitos e perigo
de aspiração;
3- Não tentar reposicionar os orgãos eviscerados para
a cavidade abdominal;
4- Estabilizar objetos Empalados;
5- Cobrir vísceras com curativo oclusivo de preferência
umidificado com água ou soro; pode optar por uso de
faixas ou toalhas enfaixando levemente o abdômen;
6- Imobilização adequada e encaminhamento
hospitalar.
Vítimas sem suspeitas de TRM podem ser transportadas
com os joelhos flertidos.
FERIMENTO NO ABDOME:
FERIMENTO NO ABDOME
FERIMENTO NA REGIÃO GENITAL
1- Realizar curativo oclusivo;
2- Flexionar os membros inferiores;
3- Transporte.
AMPUTAÇÕES
1- Assistir a Vítima e estar preparado para RCP e
SBV;
2- Curativo oclusivo do membro amputado;
3- Se possível Recolher a parte amputada e colocá-la
em um saco de plástico fechado,este saco deve ser
colocado dentro de um outro saco/recipiente com
gelo ou água gelada;
4- Encaminhar a Vítitma até o Hospital juntamente
com a parte amputada.
HEMORRAGIAS
Perda contínua de Sangue.
Classificação: Externa e Interna
Arterial
Venosa
Capilar
SINAIS E SINTOMAS
Presença Vísivel do sangue;
Hipotermia dos órgãos;
Edema ou Rigidez da Cavidades Abdominal;
Náuseas e Vômitos (verificar presença de sangue);
Sinais de Choque:
•
•
•
•
•
Pulso fraco e rápido;
Pele fria e úmida;
Paciente ansioso, inquieto e com sede;
Respiração curta e rápida;
Alteração do nível de consciência;
Queda da PA.
PROCEDIMENTOS EM HEMORRAGIAS:
Use barreiras de Proteção para manipular a
Vítima: uso de equipamentos de proteção
individual: EPI
Não aplicar medicamentos ou qualquer outro
produto sobre o ferimento.
Realizar curativo compressivo
utilizando gases ou pano limpo,
fixar com faixas.
Não tente retirar objeto Empalado
estabilize-o.
OBJETOS EMPALADOS
ESTABILIZE-OS
PROCEDIMENTOS EM HEMORRAGIAS
DE MEMBROS
Fazer compressão local
suficiente para cessar o
sangramento (Hemostasia)
TORNIQUETES
 Utilizado como o ultimo recurso no atendimento à
ferimento hemorrágico, deve ser colocado próximo
ao local da lesão. Poderá ser mantido de 2 a 2,5h.
Em muitos casos tempo suficiente para deslocar
da cena ao bloco cirúrgico.
TORNIQUETE
ÚLTIMO RECURSO:
SOMENTE EM BRAÇO E COXA!
1- use panos resistentes e largos: mínimo de 10 cm de
largura.;
2- aplique acima da lesão sem que comprimir diretamente a
ferida;
3- se a ferida for na articulação aplique acima da
articulação
4- com o pano garroteie o membro circnundando-o por
duas vezes e dê um meio nó, coloque um pedaço de
haste ou madeira entre o nó e dê outro nó sobre a haste
ou madeira;
TORNIQUETE
5- Gire a haste até cessar a hemorragia, fixando-a para não
afrouxar. Não cubra o torniquete. Registre o horário.
6- Em casos extremos, em que ocorra cianose nas extremidades,
afrouxar o torniquete para perfundir a circulação das
extremidades e retorne com o torniquete;
7- aqueça a Vítima. Encaminhe para o Hospital.
8- Mantenha cuidados contínuos para SBV.
ÚLTIMO RECURSO:
SOMENTE EM BRAÇO E COXA!
Hemorragias e ferimentos
PROCEDIMENTOS EM HEMORRAGIAS
INTERNAS (FERIMENTO FECHADO)
Sinais e sintomas que auxiliam a detecção
deste tipo de ferimento:
1- Hipotermia e edema do orgão;
2- Rigidez abdominal;
3- Área de equimose em tórax e abdome;
4- Fratura de pelve ou ossos longos;
5- Ferida penetrante em crânio, tórax ou abdome.
PROCEDIMENTOS EM HEMORRAGIAS
INTERNAS (FERIMENTO FECHADO)
- Manter SBV;
- Mantenha a vítima em decúbito dorsal;
- Alinhar e imobilizar fraturas;
- Manter vítima em jejum;
- Transporte.
OBRIGADO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Administração de medicamentos por via endovenosa pdf
Administração de medicamentos por via endovenosa pdfAdministração de medicamentos por via endovenosa pdf
Administração de medicamentos por via endovenosa pdf
jaddy xavier
 
Aula de feridas e curativos - Completa
Aula de feridas e curativos -  CompletaAula de feridas e curativos -  Completa
Aula de feridas e curativos - Completa
SMS - Petrópolis
 
Atendimento pré hospitalar
Atendimento pré hospitalarAtendimento pré hospitalar
Atendimento pré hospitalar
Mauricio Cesar Soares
 
Choque elétrico
Choque elétricoChoque elétrico
Choque elétrico
Leticiaefernando
 
Aula sobre Hemorragias
Aula sobre HemorragiasAula sobre Hemorragias
Aula sobre Hemorragias
Enf. Eloilson Carneiro
 
PRIMEIROS SOCORROS CHOQUE ELETRICO
PRIMEIROS SOCORROS  CHOQUE ELETRICOPRIMEIROS SOCORROS  CHOQUE ELETRICO
PRIMEIROS SOCORROS CHOQUE ELETRICO
Rodrigo Camilo Araujo
 
Primeiros Socorros - Afogamento
Primeiros Socorros - AfogamentoPrimeiros Socorros - Afogamento
Primeiros Socorros - Afogamento
Jade Oliveira
 
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROSNOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
Robson Peixoto
 
RCP
RCPRCP
Aula feridas e curativos
Aula feridas e curativosAula feridas e curativos
Aula feridas e curativos
Viviane da Silva
 
Queimaduras
QueimadurasQueimaduras
Queimaduras
Alexandre Donha
 
Afogamento
AfogamentoAfogamento
Aula primeiros socorros
Aula primeiros socorrosAula primeiros socorros
Aula primeiros socorros
Gizele Lima
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizado
rozenaisna
 
Dreno jp (jackson pratt)
Dreno jp (jackson pratt)Dreno jp (jackson pratt)
Dreno jp (jackson pratt)
Guilherme Barbosa
 
Primeiro socorros - Animais Peçonhentos e Envenenamento
Primeiro socorros - Animais Peçonhentos e EnvenenamentoPrimeiro socorros - Animais Peçonhentos e Envenenamento
Primeiro socorros - Animais Peçonhentos e Envenenamento
Adriano Barbosa de Sant'Ana
 
Urgência e emergência
Urgência e emergênciaUrgência e emergência
Urgência e emergência
Alexandre Donha
 
IBRAPH-SLIDES-PRIMEIROS-SOCORROS-LEI-LUCAS-1.pdf
IBRAPH-SLIDES-PRIMEIROS-SOCORROS-LEI-LUCAS-1.pdfIBRAPH-SLIDES-PRIMEIROS-SOCORROS-LEI-LUCAS-1.pdf
IBRAPH-SLIDES-PRIMEIROS-SOCORROS-LEI-LUCAS-1.pdf
FLA Dacio
 
Sinais Vitais
Sinais VitaisSinais Vitais
Sinais Vitais
Tamyres Magalhães
 
3ª aula atendimento inicial no trauma
3ª aula   atendimento inicial no trauma3ª aula   atendimento inicial no trauma
3ª aula atendimento inicial no trauma
Prof Silvio Rosa
 

Mais procurados (20)

Administração de medicamentos por via endovenosa pdf
Administração de medicamentos por via endovenosa pdfAdministração de medicamentos por via endovenosa pdf
Administração de medicamentos por via endovenosa pdf
 
Aula de feridas e curativos - Completa
Aula de feridas e curativos -  CompletaAula de feridas e curativos -  Completa
Aula de feridas e curativos - Completa
 
Atendimento pré hospitalar
Atendimento pré hospitalarAtendimento pré hospitalar
Atendimento pré hospitalar
 
Choque elétrico
Choque elétricoChoque elétrico
Choque elétrico
 
Aula sobre Hemorragias
Aula sobre HemorragiasAula sobre Hemorragias
Aula sobre Hemorragias
 
PRIMEIROS SOCORROS CHOQUE ELETRICO
PRIMEIROS SOCORROS  CHOQUE ELETRICOPRIMEIROS SOCORROS  CHOQUE ELETRICO
PRIMEIROS SOCORROS CHOQUE ELETRICO
 
Primeiros Socorros - Afogamento
Primeiros Socorros - AfogamentoPrimeiros Socorros - Afogamento
Primeiros Socorros - Afogamento
 
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROSNOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS
 
RCP
RCPRCP
RCP
 
Aula feridas e curativos
Aula feridas e curativosAula feridas e curativos
Aula feridas e curativos
 
Queimaduras
QueimadurasQueimaduras
Queimaduras
 
Afogamento
AfogamentoAfogamento
Afogamento
 
Aula primeiros socorros
Aula primeiros socorrosAula primeiros socorros
Aula primeiros socorros
 
Atendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizadoAtendimento inicial ao politraumatizado
Atendimento inicial ao politraumatizado
 
Dreno jp (jackson pratt)
Dreno jp (jackson pratt)Dreno jp (jackson pratt)
Dreno jp (jackson pratt)
 
Primeiro socorros - Animais Peçonhentos e Envenenamento
Primeiro socorros - Animais Peçonhentos e EnvenenamentoPrimeiro socorros - Animais Peçonhentos e Envenenamento
Primeiro socorros - Animais Peçonhentos e Envenenamento
 
Urgência e emergência
Urgência e emergênciaUrgência e emergência
Urgência e emergência
 
IBRAPH-SLIDES-PRIMEIROS-SOCORROS-LEI-LUCAS-1.pdf
IBRAPH-SLIDES-PRIMEIROS-SOCORROS-LEI-LUCAS-1.pdfIBRAPH-SLIDES-PRIMEIROS-SOCORROS-LEI-LUCAS-1.pdf
IBRAPH-SLIDES-PRIMEIROS-SOCORROS-LEI-LUCAS-1.pdf
 
Sinais Vitais
Sinais VitaisSinais Vitais
Sinais Vitais
 
3ª aula atendimento inicial no trauma
3ª aula   atendimento inicial no trauma3ª aula   atendimento inicial no trauma
3ª aula atendimento inicial no trauma
 

Semelhante a Hemorragias e ferimentos

hemorragiaseferimentos-211005165237.pptx
hemorragiaseferimentos-211005165237.pptxhemorragiaseferimentos-211005165237.pptx
hemorragiaseferimentos-211005165237.pptx
DiegoMenezes36
 
Primeiros socorros 1
Primeiros socorros 1Primeiros socorros 1
Primeiros socorros 1
Ane Costa
 
Treinamento de Primeiros socorros
Treinamento de Primeiros socorros Treinamento de Primeiros socorros
Treinamento de Primeiros socorros
Ane Costa
 
Treinamento de Primeiros Socorros.pptIT 17
Treinamento de Primeiros Socorros.pptIT 17Treinamento de Primeiros Socorros.pptIT 17
Treinamento de Primeiros Socorros.pptIT 17
DiegoMenezes36
 
Taet a10 - primeiros socorros
Taet   a10 - primeiros socorrosTaet   a10 - primeiros socorros
Taet a10 - primeiros socorros
May Mello
 
PRIMEIROSSOCORROS.ppt
PRIMEIROSSOCORROS.pptPRIMEIROSSOCORROS.ppt
PRIMEIROSSOCORROS.ppt
consultingtecnico
 
QUEIMADURAS EDITADO-1.pdf
QUEIMADURAS EDITADO-1.pdfQUEIMADURAS EDITADO-1.pdf
QUEIMADURAS EDITADO-1.pdf
JessicaAngelo5
 
QUEIMADURAS EDITADO.pptx
QUEIMADURAS EDITADO.pptxQUEIMADURAS EDITADO.pptx
QUEIMADURAS EDITADO.pptx
JessicaAngelo5
 
QUEIMADURAS .pptx
QUEIMADURAS .pptxQUEIMADURAS .pptx
QUEIMADURAS .pptx
JessicaAngelo5
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
sibelinha21
 
vdocuments.pub_treinamento-de-primeiros-socorros [Salvo automaticamente].ppt
vdocuments.pub_treinamento-de-primeiros-socorros [Salvo automaticamente].pptvdocuments.pub_treinamento-de-primeiros-socorros [Salvo automaticamente].ppt
vdocuments.pub_treinamento-de-primeiros-socorros [Salvo automaticamente].ppt
CELEYCOELHODESOUZA
 
Trauma.pptx
Trauma.pptxTrauma.pptx
Trauma.pptx
FilipeBoleiro
 
Apostilha do tripulante de ambulância
Apostilha do tripulante de ambulânciaApostilha do tripulante de ambulância
Apostilha do tripulante de ambulância
Dalila_Marcao
 
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptxNoções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
KatiuciaVieira1
 
Afogamentos, choque, queimaduras, intoxicação-1-1.pptx
Afogamentos, choque, queimaduras, intoxicação-1-1.pptxAfogamentos, choque, queimaduras, intoxicação-1-1.pptx
Afogamentos, choque, queimaduras, intoxicação-1-1.pptx
RGTREINAMENTOS1
 
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptxAPRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
SESMTPLDF
 
Segurança e primeiros socorros
Segurança e primeiros socorrosSegurança e primeiros socorros
Segurança e primeiros socorros
Julio Papeschi
 
PRIMEIROS SOCORROS.pptx
PRIMEIROS SOCORROS.pptxPRIMEIROS SOCORROS.pptx
PRIMEIROS SOCORROS.pptx
apptotalandaimes
 
Noções de Primeiros Socorros - NPS
Noções de Primeiros Socorros - NPSNoções de Primeiros Socorros - NPS
Noções de Primeiros Socorros - NPS
Carol Quadros
 
Primeiros Socorros.docx
Primeiros Socorros.docxPrimeiros Socorros.docx
Primeiros Socorros.docx
Yanes Souza
 

Semelhante a Hemorragias e ferimentos (20)

hemorragiaseferimentos-211005165237.pptx
hemorragiaseferimentos-211005165237.pptxhemorragiaseferimentos-211005165237.pptx
hemorragiaseferimentos-211005165237.pptx
 
Primeiros socorros 1
Primeiros socorros 1Primeiros socorros 1
Primeiros socorros 1
 
Treinamento de Primeiros socorros
Treinamento de Primeiros socorros Treinamento de Primeiros socorros
Treinamento de Primeiros socorros
 
Treinamento de Primeiros Socorros.pptIT 17
Treinamento de Primeiros Socorros.pptIT 17Treinamento de Primeiros Socorros.pptIT 17
Treinamento de Primeiros Socorros.pptIT 17
 
Taet a10 - primeiros socorros
Taet   a10 - primeiros socorrosTaet   a10 - primeiros socorros
Taet a10 - primeiros socorros
 
PRIMEIROSSOCORROS.ppt
PRIMEIROSSOCORROS.pptPRIMEIROSSOCORROS.ppt
PRIMEIROSSOCORROS.ppt
 
QUEIMADURAS EDITADO-1.pdf
QUEIMADURAS EDITADO-1.pdfQUEIMADURAS EDITADO-1.pdf
QUEIMADURAS EDITADO-1.pdf
 
QUEIMADURAS EDITADO.pptx
QUEIMADURAS EDITADO.pptxQUEIMADURAS EDITADO.pptx
QUEIMADURAS EDITADO.pptx
 
QUEIMADURAS .pptx
QUEIMADURAS .pptxQUEIMADURAS .pptx
QUEIMADURAS .pptx
 
Primeiros Socorros
Primeiros SocorrosPrimeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
vdocuments.pub_treinamento-de-primeiros-socorros [Salvo automaticamente].ppt
vdocuments.pub_treinamento-de-primeiros-socorros [Salvo automaticamente].pptvdocuments.pub_treinamento-de-primeiros-socorros [Salvo automaticamente].ppt
vdocuments.pub_treinamento-de-primeiros-socorros [Salvo automaticamente].ppt
 
Trauma.pptx
Trauma.pptxTrauma.pptx
Trauma.pptx
 
Apostilha do tripulante de ambulância
Apostilha do tripulante de ambulânciaApostilha do tripulante de ambulância
Apostilha do tripulante de ambulância
 
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptxNoções básicas de primeiros socorros .pptx
Noções básicas de primeiros socorros .pptx
 
Afogamentos, choque, queimaduras, intoxicação-1-1.pptx
Afogamentos, choque, queimaduras, intoxicação-1-1.pptxAfogamentos, choque, queimaduras, intoxicação-1-1.pptx
Afogamentos, choque, queimaduras, intoxicação-1-1.pptx
 
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptxAPRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
APRESENTAÇÃO PRIMEIROS SOCORROS 2023.pptx
 
Segurança e primeiros socorros
Segurança e primeiros socorrosSegurança e primeiros socorros
Segurança e primeiros socorros
 
PRIMEIROS SOCORROS.pptx
PRIMEIROS SOCORROS.pptxPRIMEIROS SOCORROS.pptx
PRIMEIROS SOCORROS.pptx
 
Noções de Primeiros Socorros - NPS
Noções de Primeiros Socorros - NPSNoções de Primeiros Socorros - NPS
Noções de Primeiros Socorros - NPS
 
Primeiros Socorros.docx
Primeiros Socorros.docxPrimeiros Socorros.docx
Primeiros Socorros.docx
 

Mais de DiegoAugusto86

legislação Básica
legislação Básicalegislação Básica
legislação Básica
DiegoAugusto86
 
ABNT_BombeiroCivil-Comentada.pptx
ABNT_BombeiroCivil-Comentada.pptxABNT_BombeiroCivil-Comentada.pptx
ABNT_BombeiroCivil-Comentada.pptx
DiegoAugusto86
 
legislao basica.pptx
legislao basica.pptxlegislao basica.pptx
legislao basica.pptx
DiegoAugusto86
 
Combate a Incêndio - Urbano avançado
Combate a Incêndio - Urbano avançadoCombate a Incêndio - Urbano avançado
Combate a Incêndio - Urbano avançado
DiegoAugusto86
 
Segurança contra incêndio e pânico
Segurança contra incêndio e pânico Segurança contra incêndio e pânico
Segurança contra incêndio e pânico
DiegoAugusto86
 
Primeiros Socorros
Primeiros Socorros Primeiros Socorros
Primeiros Socorros
DiegoAugusto86
 
Equipamentos de incêndio
Equipamentos de incêndio Equipamentos de incêndio
Equipamentos de incêndio
DiegoAugusto86
 
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOPREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO
DiegoAugusto86
 
MÉTODOS DE EXTINÇÃO
MÉTODOS DE EXTINÇÃOMÉTODOS DE EXTINÇÃO
MÉTODOS DE EXTINÇÃO
DiegoAugusto86
 
Teoria do Fogo
Teoria do FogoTeoria do Fogo
Teoria do Fogo
DiegoAugusto86
 
NORMAS ABNT SOBRE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
NORMAS ABNT SOBRE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS NORMAS ABNT SOBRE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
NORMAS ABNT SOBRE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
DiegoAugusto86
 
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL
DiegoAugusto86
 
MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
 MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
DiegoAugusto86
 
riscos em instalações e serviços com eletricidade
riscos em instalações e serviços com eletricidaderiscos em instalações e serviços com eletricidade
riscos em instalações e serviços com eletricidade
DiegoAugusto86
 
Anexos NR 33
Anexos NR 33Anexos NR 33
Anexos NR 33
DiegoAugusto86
 
Guia Técnico Da NR33
Guia Técnico Da NR33Guia Técnico Da NR33
Guia Técnico Da NR33
DiegoAugusto86
 
Nr 33 básico gestão segurança e saúde
Nr 33 básico   gestão segurança e saúdeNr 33 básico   gestão segurança e saúde
Nr 33 básico gestão segurança e saúde
DiegoAugusto86
 
Glossário NR 33
Glossário NR 33Glossário NR 33
Glossário NR 33
DiegoAugusto86
 
Nr 35 capacete cordas e cadeirinhas
Nr  35 capacete cordas e cadeirinhasNr  35 capacete cordas e cadeirinhas
Nr 35 capacete cordas e cadeirinhas
DiegoAugusto86
 
Primeiros socorros - Brigada Orgânica
Primeiros socorros - Brigada Orgânica Primeiros socorros - Brigada Orgânica
Primeiros socorros - Brigada Orgânica
DiegoAugusto86
 

Mais de DiegoAugusto86 (20)

legislação Básica
legislação Básicalegislação Básica
legislação Básica
 
ABNT_BombeiroCivil-Comentada.pptx
ABNT_BombeiroCivil-Comentada.pptxABNT_BombeiroCivil-Comentada.pptx
ABNT_BombeiroCivil-Comentada.pptx
 
legislao basica.pptx
legislao basica.pptxlegislao basica.pptx
legislao basica.pptx
 
Combate a Incêndio - Urbano avançado
Combate a Incêndio - Urbano avançadoCombate a Incêndio - Urbano avançado
Combate a Incêndio - Urbano avançado
 
Segurança contra incêndio e pânico
Segurança contra incêndio e pânico Segurança contra incêndio e pânico
Segurança contra incêndio e pânico
 
Primeiros Socorros
Primeiros Socorros Primeiros Socorros
Primeiros Socorros
 
Equipamentos de incêndio
Equipamentos de incêndio Equipamentos de incêndio
Equipamentos de incêndio
 
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOPREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO
 
MÉTODOS DE EXTINÇÃO
MÉTODOS DE EXTINÇÃOMÉTODOS DE EXTINÇÃO
MÉTODOS DE EXTINÇÃO
 
Teoria do Fogo
Teoria do FogoTeoria do Fogo
Teoria do Fogo
 
NORMAS ABNT SOBRE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
NORMAS ABNT SOBRE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS NORMAS ABNT SOBRE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
NORMAS ABNT SOBRE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS
 
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL
EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO COLETIVA E INDIVIDUAL
 
MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
 MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
MEDIDAS DE CONTROLE DOS RISCOS ELÉTRICOS
 
riscos em instalações e serviços com eletricidade
riscos em instalações e serviços com eletricidaderiscos em instalações e serviços com eletricidade
riscos em instalações e serviços com eletricidade
 
Anexos NR 33
Anexos NR 33Anexos NR 33
Anexos NR 33
 
Guia Técnico Da NR33
Guia Técnico Da NR33Guia Técnico Da NR33
Guia Técnico Da NR33
 
Nr 33 básico gestão segurança e saúde
Nr 33 básico   gestão segurança e saúdeNr 33 básico   gestão segurança e saúde
Nr 33 básico gestão segurança e saúde
 
Glossário NR 33
Glossário NR 33Glossário NR 33
Glossário NR 33
 
Nr 35 capacete cordas e cadeirinhas
Nr  35 capacete cordas e cadeirinhasNr  35 capacete cordas e cadeirinhas
Nr 35 capacete cordas e cadeirinhas
 
Primeiros socorros - Brigada Orgânica
Primeiros socorros - Brigada Orgânica Primeiros socorros - Brigada Orgânica
Primeiros socorros - Brigada Orgânica
 

Último

Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
maripinkmarianne
 
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
OttomGonalvesDaSilva
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
Anderson1783
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
KauFelipo
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
BrunaNeves80
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
paathizinhya
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
guilhermefontenele8
 

Último (7)

Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdfRelação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
Relação de Médicos e Prestadores 2023.pdf
 
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024mini curso de suturas para enfermeiros 2024
mini curso de suturas para enfermeiros 2024
 
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das MãosTREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
TREINAMENTO PROTEÇÃO DAS MÃOS.ppt Proteção das Mãos
 
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
9 - Nutrição e Longevidade - apóstila.pdf
 
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdfCirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
Cirurgia Bucomaxilofacial - Roberto Prado _ OCR.pdf
 
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RXPosicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
Posicionamento dos ombros para avalizaçao por RX
 
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdfNR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
NR 12 - OPERADOR DE CESTO AÉREO elet.pdf
 

Hemorragias e ferimentos

  • 2. FERIDA Resultado de deformidades ou lesões nos tecidos produzidas por ação de agentes físicos, químicos ou biológicos. HEMORRAGIAS: Sangramento contínuo provocado por ruptura de um vaso sanguíneo.
  • 3. Ferimento em que ocorre corte, perfuração ou laceração da pele. CLASSIFICAÇÃO DOS FERIMENTOS: FERIMENTO ABERTO: FERIMENTO FECHADO: Ferimento por contusão em que a pele permanece íntegra.
  • 8. FERIMENTOS Cabeça Condutas: 1- Imobilizar a Cervical conforme a Biomecânica; 2- Curativo Local: Controlar o sangramento; Não aplicar pressão excessiva; realizar enfaixamento; 3- Não obstruir canal auditivo; 4- Manter-se preparado para RCP e SBV;
  • 9. OLHOS 1- Avaliar sangramentos, edemas, presença de corpo estranho, desvios das órbitas; 2- Curativo local para ambos os olhos; 3- Não aplicar pressão direta no globo ocular; 4- Não remover objetos perfurantes; 5- Lavar com água ou Soro por 15 minutos em casos de Queimaduras; 6- Não aplicar lavagem na presença de objetos Empalados; FERIMENTOS
  • 10. FERIMENTOS Orelha 1- Realizar curativo (gaze+esparadrapo); 2- Não ocluir o canal auditivo; 3- Não remover objetos Empalados. Face 1-Atentar-se para o risco de Obstrução de VAS. 2- Avaliar fraturas ósseas da face, lesões orais: avulsão de dentes, sangramentos.. 3- Utilizar pressão suficiente para cessar o sangramento; 4- Retirar corpos estranhos da boca, não remover objetos empalados.
  • 11. Face
  • 12. NARIZ Epistaxe:Sangramento pelo Nariz Vítimas conscientes com Epistaxe sem riscos de TRM(Lesão na medula): peça a Vítima que respire momentaneamente pela boca; - solicite que assente-se incline e a cabeça para frente e faça compressão na base do nariz promovendo pressão e consequentemente controle da Hemorragia = Hemostasia. FERIMENTOS
  • 13. FERIMENTO ABERTO NA CERVICAL 1- Trate como possível portador de TRM até que se prove o contrário; 2- Mantenha SBV; 3- Realize curativo oclusivo. Observe se existe Ferimento Aspirante. 4- Não aplicar pressão excessiva sobre as VAS.
  • 14. FERIMENTO NO TÓRAX : ASPIRANTE
  • 15. FERIMENTO NO ABDOME 1- Manter a Vítima em decúbito dorsal; 2- Atentar-se para episódios de vômitos e perigo de aspiração; 3- Não tentar reposicionar os orgãos eviscerados para a cavidade abdominal; 4- Estabilizar objetos Empalados; 5- Cobrir vísceras com curativo oclusivo de preferência umidificado com água ou soro; pode optar por uso de faixas ou toalhas enfaixando levemente o abdômen; 6- Imobilização adequada e encaminhamento hospitalar. Vítimas sem suspeitas de TRM podem ser transportadas com os joelhos flertidos.
  • 18. FERIMENTO NA REGIÃO GENITAL 1- Realizar curativo oclusivo; 2- Flexionar os membros inferiores; 3- Transporte.
  • 19. AMPUTAÇÕES 1- Assistir a Vítima e estar preparado para RCP e SBV; 2- Curativo oclusivo do membro amputado; 3- Se possível Recolher a parte amputada e colocá-la em um saco de plástico fechado,este saco deve ser colocado dentro de um outro saco/recipiente com gelo ou água gelada; 4- Encaminhar a Vítitma até o Hospital juntamente com a parte amputada.
  • 20. HEMORRAGIAS Perda contínua de Sangue. Classificação: Externa e Interna Arterial Venosa Capilar
  • 21. SINAIS E SINTOMAS Presença Vísivel do sangue; Hipotermia dos órgãos; Edema ou Rigidez da Cavidades Abdominal; Náuseas e Vômitos (verificar presença de sangue); Sinais de Choque: • • • • • Pulso fraco e rápido; Pele fria e úmida; Paciente ansioso, inquieto e com sede; Respiração curta e rápida; Alteração do nível de consciência; Queda da PA.
  • 22. PROCEDIMENTOS EM HEMORRAGIAS: Use barreiras de Proteção para manipular a Vítima: uso de equipamentos de proteção individual: EPI Não aplicar medicamentos ou qualquer outro produto sobre o ferimento. Realizar curativo compressivo utilizando gases ou pano limpo, fixar com faixas. Não tente retirar objeto Empalado estabilize-o.
  • 24. PROCEDIMENTOS EM HEMORRAGIAS DE MEMBROS Fazer compressão local suficiente para cessar o sangramento (Hemostasia)
  • 25. TORNIQUETES  Utilizado como o ultimo recurso no atendimento à ferimento hemorrágico, deve ser colocado próximo ao local da lesão. Poderá ser mantido de 2 a 2,5h. Em muitos casos tempo suficiente para deslocar da cena ao bloco cirúrgico.
  • 26. TORNIQUETE ÚLTIMO RECURSO: SOMENTE EM BRAÇO E COXA! 1- use panos resistentes e largos: mínimo de 10 cm de largura.; 2- aplique acima da lesão sem que comprimir diretamente a ferida; 3- se a ferida for na articulação aplique acima da articulação 4- com o pano garroteie o membro circnundando-o por duas vezes e dê um meio nó, coloque um pedaço de haste ou madeira entre o nó e dê outro nó sobre a haste ou madeira;
  • 27. TORNIQUETE 5- Gire a haste até cessar a hemorragia, fixando-a para não afrouxar. Não cubra o torniquete. Registre o horário. 6- Em casos extremos, em que ocorra cianose nas extremidades, afrouxar o torniquete para perfundir a circulação das extremidades e retorne com o torniquete; 7- aqueça a Vítima. Encaminhe para o Hospital. 8- Mantenha cuidados contínuos para SBV. ÚLTIMO RECURSO: SOMENTE EM BRAÇO E COXA!
  • 29. PROCEDIMENTOS EM HEMORRAGIAS INTERNAS (FERIMENTO FECHADO) Sinais e sintomas que auxiliam a detecção deste tipo de ferimento: 1- Hipotermia e edema do orgão; 2- Rigidez abdominal; 3- Área de equimose em tórax e abdome; 4- Fratura de pelve ou ossos longos; 5- Ferida penetrante em crânio, tórax ou abdome.
  • 30. PROCEDIMENTOS EM HEMORRAGIAS INTERNAS (FERIMENTO FECHADO) - Manter SBV; - Mantenha a vítima em decúbito dorsal; - Alinhar e imobilizar fraturas; - Manter vítima em jejum; - Transporte.