SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
ESCOLA ESTADUAL BOULANGER PUCCI
                        AVALIAÇÃO – 1º BIMESTRE (P1)

 Data: _____/_______/2011 Disciplina: Química         Valor: 7,0 pontos      Professor: Claudinei O. Oliveira

Turma: 3º ____       Aluno (a): ___________________________________________________
  1- Por volta de 1777 um químico alemão chamado Bergman propôs que se dividissem as
substâncias em compostos orgânicos e inorgânicos. Outro químico, chamado Berzelius, criou o
conceito da “Teoria da Força Vital”. Um discípulo de Berzelius, chamado Friedrich Wöhler, sintetizou a
amônia a partir do Cianato de amônio, desbancando a teoria de Berzelius, a força vital. Um químico,
chamado Kekulé se interessou por tudo isso e começou a postular o elemento Carbono, para
desvendar o que é esse carbono que aparece tanto nos compostos orgânicos e quais são as
características dele. Sobre as características do elemento Carbono, marque            V   (verdadeiro) ou       F
(falso) nas afirmações abaixo:                                                                        2,0 pontos


  ( V )O carbono faz quatro ligações simples;
                                                           Escreva abaixo da questão os
                                                               postulados de Kekulé.
  ( F )Todas as ligações do carbono são iguais;

  ( V )O carbono é capaz de formar cadeias com outros carbonos;

  ( V )O carbono pode fazer ligações simples, duplas e triplas com outro carbono, formando cadeias;

  ( V )As quatro ligações simples do carbono são iguais;

  ( F )O carbono faz duas ligações simples , uma dupla e uma tripla.

   ( V )O carbono só pode realizar ligações entre carbonos se houver pelo menos um átomo de
hidrogênio entre as ligações



  2- Indique o número de carbonos primários, secundários, terciários e quaternários nas cadeias
carbônicas abaixo:                                                                                     1,0 ponto




  a)                                                        b)
                                O que são carbonos primários, secundários,
                                        terciários e quaternários?
3–. Um quimioterápico utilizado no tratamento do câncer é a sarcomicina, cuja fórmula estrutural
pode ser representada por:                                                                           1,0 ponto

                               Escreva sua fórmula molecular e indique o número de carbonos
                             secundários existentes em uma molécula desse quimioterápico.



                                   Fórmula molecular: C7H7O3

                                   No de carbonos secundários: 2

   4 – Hidrocarboneto é um composto químico constituído essencialmente por átomos de carbono e
de hidrogênio. O número de átomos de hidrogênio em hidrocarbonetos pode ser determinado, se o
número de átomos de carbono for conhecido, utilizando as seguintes equações:                            2,0 ponto

   Alcanos: CnH2n+2                                      Alcinos: CnH2n-2
   Alcenos: CnH2n                                        Alcadienos: CnH2n-2
   Dê nome aos hidrocarbonetos abaixo:
                                                Tipo de HC: alcano
   a)                                           Fórmula molecular: C7H16


                                                Tipo de HC: alceno
   b)                                           Fórmula molecular: C7H14


                                                Tipo de HC: alceno
   c)                                           Fórmula molecular: C6H12


                                                Tipo de HC: alcino
   d)                                           Fórmula molecular: C6H10


                                                Tipo de HC: alcadieno
   e)                                           Fórmula molecular: C4H6


   5 – Identifique a cadeia carbônica principal da molécula abaixo e indique quantos carbonos
secundários ela possui:
1,0 pontos                                                              cadeia carbônica principal




No de carbonos: 4                         Se a molécula acima fosse apenas a cadeia
                                           carbônica principal, qual seria a fórmula

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaCésar Milani
 
Haletos Orgânicos
Haletos OrgânicosHaletos Orgânicos
Haletos OrgânicosKaires Braga
 
Folha 16 aula condutividade elétrica
Folha 16 aula condutividade elétricaFolha 16 aula condutividade elétrica
Folha 16 aula condutividade elétricaRikardo Coimbra
 
3º ano aulas 01 e 02 - evolução dos modelos atômicos
3º ano   aulas 01 e 02 - evolução dos modelos atômicos3º ano   aulas 01 e 02 - evolução dos modelos atômicos
3º ano aulas 01 e 02 - evolução dos modelos atômicosAlpha Colégio e Vestibulares
 
Exercicio de Eletrização
Exercicio de EletrizaçãoExercicio de Eletrização
Exercicio de EletrizaçãoDaniel Brito
 
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 7 Q. Org I Eng. Quim. 2007
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 7  Q. Org I Eng. Quim.  2007Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 7  Q. Org I Eng. Quim.  2007
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 7 Q. Org I Eng. Quim. 2007Profª Cristiana Passinato
 
Funções inorgânicas
Funções inorgânicasFunções inorgânicas
Funções inorgânicasSilvio Gentil
 
Nomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicosNomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicosKarol Maia
 
Quimica 001 substancias e misturas
Quimica  001 substancias e misturasQuimica  001 substancias e misturas
Quimica 001 substancias e misturascon_seguir
 
Resumo hidrocarbonetos - alcenos, ciclenos e alcinos, propriedades e nomenc...
Resumo   hidrocarbonetos - alcenos, ciclenos e alcinos, propriedades e nomenc...Resumo   hidrocarbonetos - alcenos, ciclenos e alcinos, propriedades e nomenc...
Resumo hidrocarbonetos - alcenos, ciclenos e alcinos, propriedades e nomenc...Profª Alda Ernestina
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG... RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...Ezequias Guimaraes
 
Nomenclatura compostos
Nomenclatura compostosNomenclatura compostos
Nomenclatura compostoscon_seguir
 
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º CClasses funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º Cliceuterceiroc
 
Polaridade e interações
Polaridade e interaçõesPolaridade e interações
Polaridade e interaçõespaolazeroum
 
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)Karol Maia
 

Mais procurados (20)

Lista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vidaLista exercícios evolução e origem da vida
Lista exercícios evolução e origem da vida
 
Lista de exercicios óxidos
Lista de exercicios    óxidosLista de exercicios    óxidos
Lista de exercicios óxidos
 
Prova estudos orientados história 6 ano
Prova estudos orientados história 6 anoProva estudos orientados história 6 ano
Prova estudos orientados história 6 ano
 
Haletos Orgânicos
Haletos OrgânicosHaletos Orgânicos
Haletos Orgânicos
 
Folha 16 aula condutividade elétrica
Folha 16 aula condutividade elétricaFolha 16 aula condutividade elétrica
Folha 16 aula condutividade elétrica
 
3º ano aulas 01 e 02 - evolução dos modelos atômicos
3º ano   aulas 01 e 02 - evolução dos modelos atômicos3º ano   aulas 01 e 02 - evolução dos modelos atômicos
3º ano aulas 01 e 02 - evolução dos modelos atômicos
 
Exercicio de Eletrização
Exercicio de EletrizaçãoExercicio de Eletrização
Exercicio de Eletrização
 
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 7 Q. Org I Eng. Quim. 2007
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 7  Q. Org I Eng. Quim.  2007Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 7  Q. Org I Eng. Quim.  2007
Sandrogreco Gabarito Da Lista De ExercíCios 7 Q. Org I Eng. Quim. 2007
 
Funções inorgânicas
Funções inorgânicasFunções inorgânicas
Funções inorgânicas
 
Sais
SaisSais
Sais
 
Revisão de mol 3 ano
Revisão de mol 3 anoRevisão de mol 3 ano
Revisão de mol 3 ano
 
Nomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicosNomenclatura dos compostos_organicos
Nomenclatura dos compostos_organicos
 
Quimica 001 substancias e misturas
Quimica  001 substancias e misturasQuimica  001 substancias e misturas
Quimica 001 substancias e misturas
 
Resumo hidrocarbonetos - alcenos, ciclenos e alcinos, propriedades e nomenc...
Resumo   hidrocarbonetos - alcenos, ciclenos e alcinos, propriedades e nomenc...Resumo   hidrocarbonetos - alcenos, ciclenos e alcinos, propriedades e nomenc...
Resumo hidrocarbonetos - alcenos, ciclenos e alcinos, propriedades e nomenc...
 
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
 RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG... RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
RELATÓRIO DE AULA PRÁTICA: REAÇÕES DOS METAIS ALCALINOS E OBTENÇÃO DO HIDROG...
 
Nomenclatura compostos
Nomenclatura compostosNomenclatura compostos
Nomenclatura compostos
 
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º CClasses funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
Classes funcionais Profª Ana Paula (Quimíca) - 3º C
 
Polaridade e interações
Polaridade e interaçõesPolaridade e interações
Polaridade e interações
 
Avaliação de química do 3° bimestre 2° ano - av2
Avaliação de química do 3° bimestre   2° ano - av2Avaliação de química do 3° bimestre   2° ano - av2
Avaliação de química do 3° bimestre 2° ano - av2
 
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
Entalpia de formação e energia de ligação (2 ano)
 

Semelhante a P1 3º anob 1ºbimestre_1_corrigida

Apostila de Química para Enem e Vestibulares -UFJF - Profª. Maria Patrícia
Apostila de Química para Enem e Vestibulares -UFJF - Profª. Maria PatríciaApostila de Química para Enem e Vestibulares -UFJF - Profª. Maria Patrícia
Apostila de Química para Enem e Vestibulares -UFJF - Profª. Maria PatríciaJose Carlos Machado Cunha
 
Química Orgânica - Nomenclatura de Compostos Orgânicos e Hidrocarbonetos
Química Orgânica - Nomenclatura de Compostos Orgânicos e HidrocarbonetosQuímica Orgânica - Nomenclatura de Compostos Orgânicos e Hidrocarbonetos
Química Orgânica - Nomenclatura de Compostos Orgânicos e HidrocarbonetosCarson Souza
 
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia14 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1Joyce Fagundes
 
Aula 15 -_química_orgânica
Aula 15 -_química_orgânicaAula 15 -_química_orgânica
Aula 15 -_química_orgânicaLukasSeize
 
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptxEnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptxEzaineSouza
 
Exerc. química orgânica
Exerc. química orgânicaExerc. química orgânica
Exerc. química orgânicaWander Wesley
 
Organica[1]
Organica[1]Organica[1]
Organica[1]NAUMES
 
QUÍM. ORG.- Classificação de cadeias carbônicas
QUÍM. ORG.- Classificação de cadeias carbônicasQUÍM. ORG.- Classificação de cadeias carbônicas
QUÍM. ORG.- Classificação de cadeias carbônicasProfessor Maurício Monteiro
 
Revisão para prova terceiros anos
Revisão para  prova terceiros anosRevisão para  prova terceiros anos
Revisão para prova terceiros anosDIRLUIZ
 
Funcão hidrocarboneto
Funcão hidrocarbonetoFuncão hidrocarboneto
Funcão hidrocarbonetoGlayson Sombra
 
Quimica 003 quimica organica
Quimica  003 quimica organicaQuimica  003 quimica organica
Quimica 003 quimica organicacon_seguir
 
Hidrocarbonetos
HidrocarbonetosHidrocarbonetos
HidrocarbonetosAna Dias
 
Química orgânica 3°a
Química orgânica 3°aQuímica orgânica 3°a
Química orgânica 3°aangelalbres
 
Química orgânica 3°a
Química orgânica 3°aQuímica orgânica 3°a
Química orgânica 3°aangelalbres
 
Quimica 003 funcoes organicas
Quimica  003 funcoes organicasQuimica  003 funcoes organicas
Quimica 003 funcoes organicascon_seguir
 

Semelhante a P1 3º anob 1ºbimestre_1_corrigida (20)

P1 3º anoa 1ºbimestre_1_corrigida
P1 3º anoa 1ºbimestre_1_corrigidaP1 3º anoa 1ºbimestre_1_corrigida
P1 3º anoa 1ºbimestre_1_corrigida
 
Correção de avaliação 3º ano
Correção de avaliação 3º anoCorreção de avaliação 3º ano
Correção de avaliação 3º ano
 
Apostila de Química para Enem e Vestibulares -UFJF - Profª. Maria Patrícia
Apostila de Química para Enem e Vestibulares -UFJF - Profª. Maria PatríciaApostila de Química para Enem e Vestibulares -UFJF - Profª. Maria Patrícia
Apostila de Química para Enem e Vestibulares -UFJF - Profª. Maria Patrícia
 
Química Orgânica - Nomenclatura de Compostos Orgânicos e Hidrocarbonetos
Química Orgânica - Nomenclatura de Compostos Orgânicos e HidrocarbonetosQuímica Orgânica - Nomenclatura de Compostos Orgânicos e Hidrocarbonetos
Química Orgânica - Nomenclatura de Compostos Orgânicos e Hidrocarbonetos
 
Hidrocarboneto
HidrocarbonetoHidrocarboneto
Hidrocarboneto
 
12ª classe prova 2010
12ª classe                prova 201012ª classe                prova 2010
12ª classe prova 2010
 
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia14 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
4 apostila-de-química-orgânica-maria-patrícia1
 
Aula 15 -_química_orgânica
Aula 15 -_química_orgânicaAula 15 -_química_orgânica
Aula 15 -_química_orgânica
 
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptxEnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
EnsMed_Quimica_3ano_slides_aula 01.pptx
 
Exerc. química orgânica
Exerc. química orgânicaExerc. química orgânica
Exerc. química orgânica
 
Organica[1]
Organica[1]Organica[1]
Organica[1]
 
QUÍM. ORG.- Classificação de cadeias carbônicas
QUÍM. ORG.- Classificação de cadeias carbônicasQUÍM. ORG.- Classificação de cadeias carbônicas
QUÍM. ORG.- Classificação de cadeias carbônicas
 
Revisão para prova terceiros anos
Revisão para  prova terceiros anosRevisão para  prova terceiros anos
Revisão para prova terceiros anos
 
Funcão hidrocarboneto
Funcão hidrocarbonetoFuncão hidrocarboneto
Funcão hidrocarboneto
 
Quimica 003 quimica organica
Quimica  003 quimica organicaQuimica  003 quimica organica
Quimica 003 quimica organica
 
Slid de cris
Slid de crisSlid de cris
Slid de cris
 
Hidrocarbonetos
HidrocarbonetosHidrocarbonetos
Hidrocarbonetos
 
Química orgânica 3°a
Química orgânica 3°aQuímica orgânica 3°a
Química orgânica 3°a
 
Química orgânica 3°a
Química orgânica 3°aQuímica orgânica 3°a
Química orgânica 3°a
 
Quimica 003 funcoes organicas
Quimica  003 funcoes organicasQuimica  003 funcoes organicas
Quimica 003 funcoes organicas
 

Mais de Escola Pública/Particular (20)

ATIVIDADE_10_Nomenclatura de Hidrocarbonetos.pdf
ATIVIDADE_10_Nomenclatura de Hidrocarbonetos.pdfATIVIDADE_10_Nomenclatura de Hidrocarbonetos.pdf
ATIVIDADE_10_Nomenclatura de Hidrocarbonetos.pdf
 
ATIVIDADE ESTEQUIOMETRIA.pdf
ATIVIDADE ESTEQUIOMETRIA.pdfATIVIDADE ESTEQUIOMETRIA.pdf
ATIVIDADE ESTEQUIOMETRIA.pdf
 
ATIVIDADE DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA_1º ANO.pdf
ATIVIDADE DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA_1º ANO.pdfATIVIDADE DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA_1º ANO.pdf
ATIVIDADE DISTRIBUIÇÃO ELETRÔNICA_1º ANO.pdf
 
Progressão Parcial 3º Ano
Progressão Parcial 3º AnoProgressão Parcial 3º Ano
Progressão Parcial 3º Ano
 
Estudos2
Estudos2Estudos2
Estudos2
 
Estudos1
Estudos1Estudos1
Estudos1
 
Estudos3
Estudos3Estudos3
Estudos3
 
Sal e oxidos
Sal e oxidosSal e oxidos
Sal e oxidos
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
Cinética Química 2
Cinética Química 2Cinética Química 2
Cinética Química 2
 
Ácido e Base de Arrhenius
Ácido e Base de ArrheniusÁcido e Base de Arrhenius
Ácido e Base de Arrhenius
 
Cinetica1
Cinetica1Cinetica1
Cinetica1
 
Atividade Cálculos estequiométricos
Atividade Cálculos estequiométricosAtividade Cálculos estequiométricos
Atividade Cálculos estequiométricos
 
Resumo_Equilíbrio iônico da água
Resumo_Equilíbrio iônico da águaResumo_Equilíbrio iônico da água
Resumo_Equilíbrio iônico da água
 
Propriedades
PropriedadesPropriedades
Propriedades
 
Projeto miniworkshop
Projeto miniworkshopProjeto miniworkshop
Projeto miniworkshop
 
Atividade Concentração Comum
Atividade Concentração ComumAtividade Concentração Comum
Atividade Concentração Comum
 
Estudos independentes3
Estudos independentes3Estudos independentes3
Estudos independentes3
 
Estudos independentes2
Estudos independentes2Estudos independentes2
Estudos independentes2
 
Estudos independentes
Estudos independentesEstudos independentes
Estudos independentes
 

Último

Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 

Último (20)

Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 

P1 3º anob 1ºbimestre_1_corrigida

  • 1. ESCOLA ESTADUAL BOULANGER PUCCI AVALIAÇÃO – 1º BIMESTRE (P1) Data: _____/_______/2011 Disciplina: Química Valor: 7,0 pontos Professor: Claudinei O. Oliveira Turma: 3º ____ Aluno (a): ___________________________________________________ 1- Por volta de 1777 um químico alemão chamado Bergman propôs que se dividissem as substâncias em compostos orgânicos e inorgânicos. Outro químico, chamado Berzelius, criou o conceito da “Teoria da Força Vital”. Um discípulo de Berzelius, chamado Friedrich Wöhler, sintetizou a amônia a partir do Cianato de amônio, desbancando a teoria de Berzelius, a força vital. Um químico, chamado Kekulé se interessou por tudo isso e começou a postular o elemento Carbono, para desvendar o que é esse carbono que aparece tanto nos compostos orgânicos e quais são as características dele. Sobre as características do elemento Carbono, marque V (verdadeiro) ou F (falso) nas afirmações abaixo: 2,0 pontos ( V )O carbono faz quatro ligações simples; Escreva abaixo da questão os postulados de Kekulé. ( F )Todas as ligações do carbono são iguais; ( V )O carbono é capaz de formar cadeias com outros carbonos; ( V )O carbono pode fazer ligações simples, duplas e triplas com outro carbono, formando cadeias; ( V )As quatro ligações simples do carbono são iguais; ( F )O carbono faz duas ligações simples , uma dupla e uma tripla. ( V )O carbono só pode realizar ligações entre carbonos se houver pelo menos um átomo de hidrogênio entre as ligações 2- Indique o número de carbonos primários, secundários, terciários e quaternários nas cadeias carbônicas abaixo: 1,0 ponto a) b) O que são carbonos primários, secundários, terciários e quaternários?
  • 2. 3–. Um quimioterápico utilizado no tratamento do câncer é a sarcomicina, cuja fórmula estrutural pode ser representada por: 1,0 ponto Escreva sua fórmula molecular e indique o número de carbonos secundários existentes em uma molécula desse quimioterápico. Fórmula molecular: C7H7O3 No de carbonos secundários: 2 4 – Hidrocarboneto é um composto químico constituído essencialmente por átomos de carbono e de hidrogênio. O número de átomos de hidrogênio em hidrocarbonetos pode ser determinado, se o número de átomos de carbono for conhecido, utilizando as seguintes equações: 2,0 ponto Alcanos: CnH2n+2 Alcinos: CnH2n-2 Alcenos: CnH2n Alcadienos: CnH2n-2 Dê nome aos hidrocarbonetos abaixo: Tipo de HC: alcano a) Fórmula molecular: C7H16 Tipo de HC: alceno b) Fórmula molecular: C7H14 Tipo de HC: alceno c) Fórmula molecular: C6H12 Tipo de HC: alcino d) Fórmula molecular: C6H10 Tipo de HC: alcadieno e) Fórmula molecular: C4H6 5 – Identifique a cadeia carbônica principal da molécula abaixo e indique quantos carbonos secundários ela possui: 1,0 pontos cadeia carbônica principal No de carbonos: 4 Se a molécula acima fosse apenas a cadeia carbônica principal, qual seria a fórmula