Revisão inicial 9º ano.

30.329 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
2 comentários
12 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
30.329
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
844
Comentários
2
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revisão inicial 9º ano.

  1. 1. ANÁLISE SINTÁTICA PROF.ª: CAROL LOÇASSO DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA
  2. 2. O ESTUDO DA SINTAXE
  3. 3. PREDICAÇÃO VERBAL Em função da relação que os verbos estabelecem com outras palavras, podemos dividi-los de duas maneiras: verbos de ligação verbos significativos
  4. 4. é todo verbo que liga o sujeito ao predicado. Hipótese E se Deus é canhoto e criou com a mão esquerda ? Isso explica, talvez,as coisas deste mundo. Carlos Drummond de Andrade Verbo de ligação
  5. 5. Principais verbos de ligação: <ul><li>S er </li></ul><ul><li>E star </li></ul><ul><li>C ontinuar </li></ul><ul><li>A ndar </li></ul><ul><li>P ermanecer / parecer </li></ul><ul><li>F icar </li></ul><ul><li>T ornar-se </li></ul>
  6. 6. VERBOS SIGNIFICATIVOS <ul><li>São aqueles que expressam uma informação: </li></ul><ul><li>Verbos intransitivos - exprimem uma ideia completa. </li></ul><ul><li>À noite, o cachorro latia intensamente. </li></ul><ul><li>Verbos transitivos - não têm sentido completo; exigem um complemento. </li></ul><ul><li>Podem ser: diretos, indiretos ou bitransitivos (direto e indireto). </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Verbo transitivo direto - exige complemento sem preposição. </li></ul><ul><li>A chuva de ontem inundou nossa rua. </li></ul><ul><li>Verbo transitivo indireto - exige complemento com preposição. </li></ul><ul><li>Todos os participantes concordaram com o projeto. </li></ul><ul><li>Verbo bitransitivo - exige dois complementos: um com preposição e outro sem preposição. </li></ul><ul><li>O clube enviou cartas a todos os associados. </li></ul>
  8. 8. Uma questão de contexto: <ul><li>A canoa virou rapidamente. (VI) </li></ul><ul><li>O motorista virou o carro à direta. (VTD) </li></ul><ul><li>Meu chefe virou fera. (VL) </li></ul><ul><li>O aluno falou muito bem. (VI) </li></ul><ul><li>O aluno falou palavras belas. (VTD) </li></ul><ul><li>O aluno falou palavras belas ao professor. (VTDI) </li></ul><ul><li>Estávamos muito cansados. (VL) </li></ul><ul><li>A mobília estava num dos cômodos da casa. (VI) </li></ul>
  9. 9. TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO São dois os termos essenciais (ou principais) de uma oração: SUJEITO - ser sobre o qual se dá uma informação e concorda com o verbo. PREDICADO - informação que se dá a respeito do sujeito. Obs.: Podemos ter uma oração sem sujeito, mas nunca sem predicado.
  10. 10. Ser sobre o qual se dá uma informação e que concorda com o verbo. O SUJEITO
  11. 11. Sujeito simples - possui apenas um núcleo (que pode ser representado por um substantivo, pronome, ou qualquer palavra substantivada). É facílimo este problema ! (núcleo =problema) O sete é um número cabalístico. (Núcleo = sete) As novas e eficientes técnicas de cultivo à lavoura ajudaram a aumentar a nossa produção. (Núcleo= técnicas)
  12. 12. <ul><li>Aquele seu andar era-me bem conhecido. </li></ul><ul><li>(Núcleo=andar) </li></ul>(Núcleo= pessoa ) Toda pessoa tem direito à Educação.
  13. 13. SUJEITO COMPOSTO - possui dois ou mais núcleos. O burro e o cavalo nadavam ao lado da canoa. Ela e o marido partiram para uma viagem. núcleo núcleo núcleo núcleo
  14. 14. <ul><li>SUJEITO OCULTO- ELÍPTICO OU DESINENCIAL - quando está implícito, isto é, quando não está expresso, mas se deduz do contexto. </li></ul><ul><li>Viajarei amanhã. (Eu) </li></ul><ul><li>O soldado saltou e aproximou-se. </li></ul><ul><li>(O sujeito soldado está expresso na primeira oração e elíptico na segunda). </li></ul>
  15. 15. SUJEITO INDETERMINADO Quando não se pode ou não se quer indicar o sujeito que pratica a ação. Podemos indeterminá-lo: usando-se o verbo na 3ª pessoa do plural, sem referência a qualquer sujeito já expresso. Bateram palmas no portãozinho da frente. De qualquer modo, foi judiação demitirem a moça.
  16. 16. <ul><li> Com verbo ativo na 3ª pessoa do singular + pronome SE. </li></ul><ul><li>Trata-se de fenômenos que a Ciência não explica. </li></ul><ul><li>Aqui vive-se bem. </li></ul><ul><li> Deixando o verbo no infinitivo impessoal. </li></ul><ul><li>Era penoso carregar aqueles fardos enormes. </li></ul><ul><li>É triste assistir a estas cenas repulsivas. </li></ul>
  17. 17. ORAÇÃO SEM SUJEITO <ul><li>São orações construídas com verbos impessoais, na 3ª pessoa do singular. </li></ul><ul><li>HAVER - ( no sentido de existir, acontecer, realizar-se, decorrer e fazer com ideia de tempo passado/decorrido). </li></ul><ul><li> Há plantas venenosas. </li></ul><ul><li> Deve haver leis mais sábias </li></ul><ul><li> Há dias que não o vejo. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>FAZER, PASSAR, SER, ESTAR ( com sentido de tempo ) </li></ul><ul><li>Faz dois anos que me formei. </li></ul><ul><li>Abria a janela, se estava calor. </li></ul><ul><li>Era(m) trinta de maio de 1980. (*) datas </li></ul><ul><li>Já passava das cinco da tarde. </li></ul><ul><li>VERBOS QUE INDICAM FENÔMENOS NATURAIS </li></ul><ul><li>Ventava muito durante a noite. </li></ul><ul><li>Nevou no Sul do país. </li></ul><ul><li>Choveu durante todo o verão. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Choveram cartas para você. </li></ul>Verbo usado em sentido figurado; possui sujeito. sujeito = cartas
  20. 20. O PREDICADO É a informação que temos a respeito do sujeito.
  21. 21. Exemplo: Os deputados e senadores do PT reuniram-se ontem, durante um almoço em Brasília . Sujeito composto (verbo reuniram-se ) Predicado
  22. 22. TERMOS RELACIONADOS AOS VERBOS  OBJETO DIRETO  OBJETO INDIRETO  AGENTE DA PASSIVA  ADJUNTO ADVERBIAL
  23. 23. OBJETO DIRETO Termo que completa o sentido dos verbos transitivos diretos, aparecendo sem a preposição exigida pelo verbo e sendo o destinatário do processo verbal.
  24. 24. <ul><li>“ Essas matérias dão uma sólida formação nas línguas maternas e estrangeiras, enfatizando seu emprego em diversas situações. (...) O Ibilce mantém ainda a Oficina de Tradução , que presta serviços à comunidade de São José do Rio Preto e região , incluindo faculdades e institutos da Unesp .” </li></ul><ul><li>(Guia de Profissões Unesp,2000) </li></ul>VTD VTDI OD
  25. 25. OBJETO DIRETO PREPOSICIONADO Há casos em que o objeto direto vem precedido de preposição. Isso ocorre principalmente: 1. quando o OD é um pronome pessoal tônico:  Deste modo prejudicas a ti e a ele . 2. Quando o OD é o pronome relativo QUEM:  Pedro tinha um filho a quem idolatrava. (idolatrava o filho ) 3. sendo o OD o numeral AMBOS(AS):  O aguaceiro caiu e molhou a ambos .
  26. 26. 4. quando precisamos assegurar a clareza da frase, evitando que o OD seja tomado como sujeito:  “ Vence o mal ao remédio ”.  A Abel matou Caim. 5. em expressões de reciprocidade, para garantir a clareza e a eufonia da frase:  “ Os tigres despedaçam-se uns aos outros ”.
  27. 27. <ul><li>6. com nomes próprios ou comuns, referentes a pessoas, principalmente na expressão dos sentimentos ou por amor da eufonia da frase: </li></ul><ul><li>Judas traiu a Cristo . </li></ul><ul><li>Amemos a Deus sobre todas as coisas. </li></ul><ul><li>Em construções enfáticas, nas quais antecipamos o OD para dar-lhes realce: </li></ul><ul><li> A você é que não enganam! </li></ul>
  28. 28. 8. Com certos pronomes indefinidos, sobretudo referentes a pessoas:  A quantos a vida ilude! 9. Em certas construções enfáticas, como puxar (ou arrancar) da espada, pegar da penas, cumprir com o dever...  “ Chegou a costureira, pegou do pano , pegou da agulha ...”
  29. 29. CONCEITOS GERAIS <ul><li>Nos exemplos 1, 2,4 e 5 a preposição é de </li></ul><ul><li>rigor, nos outros casos, é facultativa. </li></ul><ul><li>Podem resumir-se em três as razões ou </li></ul><ul><li>finalidades do emprego do objeto direto </li></ul><ul><li>preposicionado: </li></ul><ul><li>- a clareza da frase, </li></ul><ul><li>- a harmonia da frase, </li></ul><ul><li>- a ênfase ou a força da expressão. </li></ul>
  30. 30. OBJETO INDIRET O É o termo que completa o verbo transitivo indireto, regido de preposição sendo, também o destinatário do processo verbal.
  31. 31. <ul><li> Todos os convidados participaram do jantar e doarão uma boa quantia em dinheiro à entidade educacional que, há tempos aspira à construção de uma sede própria nos arredores do Bairro Vila Nova. </li></ul>VTI VTDI OI
  32. 32. ANALISANDO O CONTEXTO: O objeto indireto pode ainda acompanhar verbos intransitivos ou verbos de ligação, que, no caso, poderão ser considerados acidentalmente como transitivos indiretos. Intransitivo transitivo indireto A bom entendedor meia palavra basta. Verbo de ligação transitivo indireto. Para mim tudo eram alegrias. Objeto indireto verbo Verbo Objeto indireto
  33. 33. Atenção! OS OBJETOS E OS PRONOMES OBLÍQUOS Tendo em vista uma boa coesão textual, podemos, muitas vezes, substituir palavras ou termos com função de objeto (direto ou indireto) por pronomes oblíquos. Eles continuarão a exercer a mesma função que a de antes. Ninguém me visitou. (OD) Rogo - lhe que fique . (OI) Avistaram - na de longe . (OD) Observação : O objeto indireto é sempre regido de preposição, mesmo sob a forma de pronome, que, no caso, aparece implícita: Rogo- lhe = rogo a você .
  34. 34. O AGENTE DA PASSIVA Função sintática que representa o ser que pratica a ação expressa pelo verbo passivo. A rainha era aclamada pela multidão . Muitos já estavam dominados por ele . Ele será acompanhado por ti . Era conhecida de todo mundo a sua fama.
  35. 35. TEMPO MODO LUGAR ADJUNTO ADVERBIAL Termo que exprime uma circunstância (tempo, modo, lugar, etc.) ou, em outras palavras, modifica o sentido do verbo, adjetivo ou advérbio Ele fala bem . Ele fala muito bem. Maria é mais alta que Raquel. Compreendo sem esforço . Errei por distração . Saí com meu pai .
  36. 36. <ul><li>Estudem bastante! </li></ul><ul><li>Aproveitem as aulas para tirar dúvidas! </li></ul><ul><li>Mil beijos..... </li></ul><ul><li>Carol </li></ul>

×