Aula 04 - O Projeto de Pesquisa

1.023 visualizações

Publicada em

Aula 04 - O Projeto de Pesquisa

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.023
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 04 - O Projeto de Pesquisa

  1. 1. O Projeto de Pesquisa Metodologia e Técnica de Pesquisa MsRayana Loreto
  2. 2. Éumplanejamentodepesquisarealizadocientificamentecomumpadrãoouarcabouçoespecíficoparacontrolartodooprocessodepesquisa; OProjetodePesquisaconsideraaaplicaçãodoMétodoCientífico; Aelaboraçãodeumprojetodepesquisaéumprocessoemque,apartirdeumanecessidade, seescolheumtemae,gradativamente,define-seumproblemaeasformasdesoluciona-lo. Projeto de Pesquisa
  3. 3. Apresentação:envolveacapaeafolhaderostodoprojeto.DocumentosCgesp. Introdução:éaprimeirapartedotexto, definindoanaturezadotrabalhoeotemainvestigado; LendoaIntrodução,oleitordevesentir-seesclarecidoarespeitodotrabalho; OcapítuloIntroduçãoéformadopelasseçõesSituaçãoProblema,Hipóteses,Objetivos, JustificativaeEstruturadoTrabalho. Apresentação e Introdução
  4. 4. Situação Problema Asituaçãoproblemaédivididaemtrêsetapas: Tema; Delimitaçãodotema; Problemadepesquisa. Introdução
  5. 5. Situação Problema Temaéoassuntoquesedesejaprovaroudesenvolver; Otemadefinidocomprecisãopassaaseconstituirumproblema; Otemaéumaproposiçãoabrangente; Aformulaçãodoproblemaémaisespecífica:indicaexatamentequaladificuldadequesepretenderesolver; Oproblemadeveserenunciadonaformadeumapergunta. Introdução
  6. 6. Escolha do Tema Deveatenderaosinteressesdopesquisadoreassuasqualificaçõeselimitações. Verificarseexistemfontesdeconsultadisponíveis; emexistindosãopassíveisdemanuseio;bemcomorecursosfinanceirosemateriais? Opesquisadortemconhecimentopréviosobreoassunto? Oassuntopesquisadopodetrazercontribuiçãoparaasociedadeeaciência? Qualaimportânciadoassuntoemtermoscientíficosepráticos? Respondeapergunta:oqueestudar?
  7. 7.  Como definir o tema?  Conhecimento anterior do tema;  Pesquisas em andamento (internet);  Literatura científica, pesquisa bibliográfica;  Idéias de professores (orientador) e colegas;  Idéias pessoais originais;  Necessidades do mercado! Escolha do Tema Introdução
  8. 8. Histórica:consisteemindicaraorigemhistóricadotema,quandoiniciaramaspesquisassobreoassunto; Teórica:levantamentodasprincipaiscorrentesteóricasqueinvestigamoassunto; Delimitação do Tema Introdução DELIMITAÇÃODOESTUDO:definiçãodaabrangênciadoestudoemquestão(público-alvo, amplitudegeográfica,etc.); FONTE:ESTUDOEXPLORATÓRIO
  9. 9.  “Problema de pesquisa implica em uma questão que envolve uma dificuldade teórica ou prática para a qual se quer encontrar uma resposta (solução)”.  Procedimentos para se chegar ao problema: a) Compreender o tema (leitura); b) Delimitação do tema; c) Transformação do tema em problema. Problema de Pesquisa Introdução
  10. 10. Oconhecimentopréviodoassuntofacilitaaelaboraçãodoproblema; Importanterealizarumaimersãosistemáticanoobjetodeestudo; Realizaroestudodaliteraturaexistente; Discutiroassuntocompessoasqueacumulemexperiênciaspráticas; Oproblemadeveserenunciadonaformadeumapergunta. Como formular problemas? Introdução
  11. 11. Redigiroproblemaemformadepergunta:facilitaaidentificaçãodoquerealmentesequerpesquisar; Deveserclaroepreciso:ostermosusadosdevemserclaros,semdeixarmargemparainterpretaçãodúbia; Deveserempírico:nemsempreéfácilatenderaesserequisito,ouseja,oproblemadeveevitarenvolverjuízosdevalores; Deveserpassíveldesolução:deve-seconheceratecnologiaadequadaàsolução,emnãoconhecendoéprecisoprocederasinvestigaçõesnecessáriasaoseudomínio; Deveserdelimitadoaumadimensãoviável:deve-sereduziratarefaaumaspectoquepossasertratadodentrodeumúnicoestudo,oudivididoemsub-problemasaseremestudadosseparadamente Como formular problemas? Introdução
  12. 12. Situação Problema Exemplos: Tema:Papeldoenfermeiro; Problema:Qualopapeldoenfermeironasrelaçõeshospitalaresdonívelterciáriodeatençãoasaúde? Tema:PerfilProfissional; Problema:QuaisasdiferençasentreaSecretariaExecutivaeoAdministradorformadopelaUFT? KEY -Problema: forma de pergunta??? Introdução
  13. 13. Exercício –Parte 01 Formargrupos; Definirtemaseproblemasdepesquisa.
  14. 14. Hipóteses Suafunçãoéguiareorientarotrabalhodopesquisador; Ashipótesesdevem,obrigatoriamente,estarrelacionadasaumateoria(baseempírica). Dificilmenteaparecememestudosexploratórios; Geralmenteaparecememestudosexperimentais; Geralmentesãodispensáveisemestudosdescritivos,porqueosobjetivosdemarcamclaramenteestetipodeestudo; NormalmentenãosãofeitosestudosexperimentaisnostrabalhosdeconclusãodoCursodeContabilidade; Introdução
  15. 15. Hipóteses As principais fontesde hipóteses são: Observação; Resultados de outras pesquisas; Teorias; Experiência pessoal; Intuição. Introdução
  16. 16. Objetivos  São padrões de sucesso para a avaliação da pesquisa;  Orientam a revisão da literatura e a metodologia a ser empregada;  Instrumento para a realização mais efetiva e eficaz da pesquisa;  Iniciam com um verbo no infinitivo;  Geralmente apresentam um único verbo. Introdução
  17. 17. Objetivo Geral Defineopropósitodotrabalho; Possuiumcaráteramploededifícilavaliação; Decorredoproblemadepesquisa. Introdução
  18. 18. Objetivos Específicos Definemitensespecíficosquedeverãoserabordadosparaqueoobjetivogeralpossaseratingido; Introdução
  19. 19. EXEMPLO Tema:Hábitosalimentares; Problema:QuaisoshábitosalimentaresdascriançasdaescolaX? Hipóteses: –H1 –Os hábitos alimentares das crianças da escola X são adequados. –H2 –Os hábitos alimentares das crianças da escola X são inadequados. ObjetivoGeral:AnalisaroshábitosalimentaresdascriançasdaescolaX; ObjetivosEspecíficos: –identificar os alimentos que as crianças da escola X trazem de casa; –verificar os alimentos que as crianças da escola X compram na cantina da escola.
  20. 20. Exercício –Parte 02 Formargrupospessoas; Definirobjetivos;
  21. 21. Justificativa Reflexãosobreapropostadoprojetoeasituaçãodentrodoatualcontextocientífico; Podemserusadosreferências(autores)najustificativa; Ajustificativadeveresponderaquestão:porquê? Introdução
  22. 22. Justificativa Relatarporqueéconvenientelevarainvestigaçãoadianteequaisosbenefíciosquesederivamdela; Critériosparaavaliarovalorpotencialdeumainvestigação(Sampieriet.al.,1991): Conveniência:paraquemserve? Relevânciasocial:quemsebeneficiarádoestudo? Implicaçõespráticas; Valorteórico; Utilidademetodológica. Introdução
  23. 23. Referencial Teórico TambémchamadodeFundamentaçãoTeóricaouRevisãodaLiteratura; Constitui-senabaseparaotrabalho; Devesercapazdeisentaropesquisadordeeventuaiscríticasquantoàinconsistênciadesuasafirmações; Apanhadogeralsobreosprincipaistrabalhosjárealizados,revestidosdeimportância,porseremcapazesdefornecerdadosatuaiserelevantesrelacionadosaotema.
  24. 24. Referencial Teórico Deverá responder as seguintes questões: –Quem já escreveu sobre o assunto? –O que já foi publicado? –Que aspectos já foram abordados? –Que lacunas existem? Possibilita identificar: –Elementos para evitar a duplicação de estudos sobre o assunto; –Possibilita um melhor delineamento do problema a ser estudado.
  25. 25. Referencial Teórico Podeconstituir-seembaseteórica: Aliteraturaespecializadanoassuntoemquestão; Resultadosdeoutraspesquisasrelacionadasaotema,anteriormenterealizadas; Depoimentosdeautoridadeseouexpertsnoassunto; Oreferencialteóricodevefocalizaradelimitaçãodotema; Façaumcapítuloseparadoparaabaseteórica; Confronteidéiasdediferentesautoresechegueaconclusões; Cuidadoaocontrariardeterminadosautoressemsustentaçãoteóricaparatanto.
  26. 26. Referencial Teórico Fundamentação Teórica constitui-se em uma síntese (comentada e criticada) da literatura. Não é simplesmente uma Relação Bibliográfica. IMPORTANTE!!! PLÁGIO!!!
  27. 27. Referencial Teórico Principaisdificuldades: Orelatoconstitui-senumacópiapuraesimplesdetextosdeoutrosautores; Nãohásubtítulosseparandoconteúdosdiversose,quandooshá,aausênciadefrasesdeligaçãotornadifícilperceberalógicadoautor; Nãorarosãoincluídostextosquenãotêmligaçãodiretacomotema; Faltamcitaçõesbibliográficas; Asnormasparacitaçõesereferênciasbibliográficassãoignoradas.
  28. 28. Referencial Teórico -Citações Mençãonotextodeumainformaçãocolhidaemoutrafonte.Podeserumatranscriçãoouparáfrase,diretaouindireta, defonteescritaouoral. Sãofeitasparaapoiarumahipótese, sustentarumaidéiaouilustrarumraciocíniopormeiodetranscriçõesouparáfrasesdetrechoscitadosnabibliografiaconsultada.
  29. 29. Referencial Teórico -Citações Transcriçãooucitaçãodireta: Équandotranscrevemosotextoutilizandoasprópriaspalavrasdoautor. Exemplo: SegundoVieira(1998,p.5)ovalordainformaçãoestá“diretamenteligadoàmaneiracomoelaajudaostomadoresdedecisõesaatingiremasmetasdaorganização”.
  30. 30. Referencial Teórico -Citações Paráfraseoucitaçãoindireta Éareproduçãodeidéiasdoautor.Éumacitaçãolivre, usandoassuaspalavrasparadizeromesmoqueoautordissenotexto.Contudo,aidéiaexpressacontinuasendodeautoriadoautorquevocêconsultou,porisso,énecessáriocitarafonte:darcréditoaoautordaidéia. Exemplo: Ovalordainformaçãoestárelacionadocomopoderdeajudaaostomadoresdedecisõesaatingiremosobjetivosdaempresa(VIEIRA,1998).
  31. 31. Referencial Teórico -Citações Citaçãodecitação Éamençãodeumdocumentoaoqualvocênãoteveacesso, masquetomouconhecimentoporcitaçãoemumoutrotrabalho. Usamosaexpressãolatinaapud“citadopor”paraindicaraobraquefoiretiradaacitação. Formadacitação:Sobrenome(es)doAutorOriginal(apudSobrenome(es)dosAutor(es)daobraqueretiramosacitação, anodepublicaçãodaqualretiramosacitação). Exemplo: Porter1986(apudCarvalho&Souza,1999,p.74)consideraque“avantagemcompetitivasurgefundamentalmentedovalorqueumaempresaconseguecriarparaseuscompradoresequeultrapassaocustodefabricaçãopelasempresas”.
  32. 32. Referencial Teórico -Citações Autoriadedoisautores Formadacitação:Sobrenomedoprimeiroautor;letra“e”;sobrenomedosegundoautor; Exemplo: “[...]umaorganizaçãoorientadaparaomercadoéaquelacujasaçõessãoconsistentescomoconceitodemarketing”(KohlieJaworski,1990, p.1,grifonosso).
  33. 33. Referencial Teórico -Citações Autoriadetrêsoumaisautores Formasdacitação: Kohliet.al.,1993,(p.473); Kohli,JaworskieKumar,1993,(p.473); Exemplo: “Amedidadeorientaçãoparaomercado(Markor) forneceograuqueumaunidadedenegóciosestáengajadaemgerarinteligênciademercado, disseminaressainteligência,verticalehorizontalmente,edesenvolvereimplementarprogramasdemarketingbaseadosnainteligênciagerada”(Kohliet.al.,1993,p.473).
  34. 34. Referencial Teórico -Citações Apresentação das citações no texto Paráfrase ou citação indireta: aparece fazendo parte normalmente do texto. Exemplo: ConformeCarvalho(2005),amudançadehábitodentrodoambienteescolarproduzresultadospositivosnaevoluçãodopesodacriançaeatéinfluênciaoshábitosdetodaafamília. .
  35. 35. Referencial Teórico -Citações Apresentaçãodascitaçõesnotexto Transcriçãooucitaçãodireta: a)Atétrêslinhas:aparecefazendopartenormalmentedotexto.OtextodevevirdestacadocomASPAS. Exemplo: Porter(apudCarvalho&Souza,1999,p.74)consideraque“avantagemcompetitivasurgefundamentalmentedovalorqueumaempresaconseguecriarparaseuscompradoresequeultrapassaocustodefabricaçãopelasempresas”.
  36. 36. Referencial Teórico -Citações Muitosnãogostamdapalavrareeducação.Masquandooassuntoéensinarparaascriançasqueumaalimentaçãosaudávelebalanceadapodeedevesergostosa,nãoexistemelhortermonodicionário(VIUNISKI,2005,p.7). Apresentaçãodascitaçõesnotexto Transcriçãooucitaçãodireta: b)Maisdetrêslinhas:espaçode4cmapartirdamargemesquerdaparatodasaslinhas.OtextoNÃODEVESERDESTACADOCOMASPAS. Exemplo: 4 cm
  37. 37. Método Metodologia:estudodométodo; Descrevetodososprocedimentostomadosnaoperacionalizaçãodapesquisa; OMétododeveexplicitarasaçõesrealizadaspararesponderaoproblemadepesquisa; Asdiversasetapasdométododevemserfundamentadas.
  38. 38. Método Tipodeestudo; Coletadedados; População-alvo/amostra; Análisededados.
  39. 39. MÉTODO Qualotipodeestudoserárealizado? Passo 1
  40. 40. Classificação das pesquisas Dopontodevistadesuanatureza:básicaouaplicada; Dopontodevistadaabordagemdoproblema:quantitativaouqualitativa; Dopontodevistadosseusobjetivos: exploratória,descritivaoucausal.
  41. 41. Método Descrevercomoosdadosserãocoletados; Serãocoletadosdadosprimáriosousecundários? Quaisastécnicasqueserãoutilizadasparaacoletadedados? Quaisasfontesqueserãoconsultadas? Serádesenvolvidoeaplicadoumquestionário? Serãoconduzidasentrevistas? Como os dados serão coletados? Passo 2
  42. 42. Método  Dados secundários: dados coletados para fins diferentes do problema em pauta. Podem ser localizados de forma rápida e barata;  Dados primários: dados originados pelo pesquisador para a finalidade específica de solucionar o problema em pauta;  Antes de planejar a pesquisa para a coleta de dados primários, o pesquisador deve analisar os dados secundários relevantes. Dados primários e secundários
  43. 43. Coletadedadossecundários: Fontesinternas:registrosdevendas(volume, sazonalidade),prontuários... Fontesexternas: Pesquisasanteriores; Trabalhosacadêmicos:artigos,monografias, dissertaçõeseteses; Institutosdepesquisa:IBGE,IBOPE,FEE, ACNielsen; Revistasespecializadas:Exame,IstoÉDinheiro; Jornais,sitesdeinternet(BDR),etc. Método
  44. 44. Obrigada

×