Encontro dos Professores de Ciências da Rede Municipal de Ipatinga<br />Refletindo sobre a Avaliação <br />no contexto esc...
Pauta<br />Informes<br />Mostra do Parque da Ciência (21 e 22/10/2011)<br />inscrição até 06/10 <br />Avaliação do Planeja...
Avaliação do Planejamento (3º Bimestre)<br />
A avaliação no contexto escolar<br />SOMATIVA<br />PROCESSUAL<br />diagnóstica<br />FORMATIVA<br />OPERATÓRIA<br />DIALÓGI...
“A avaliação se constitui em um processo de busca de compreensão da realidade escolar, com o fim de subsidiar as tomadas d...
O que ensinamos?<br />“Conhecer os conteúdos a serem ensinados é a menor das coisas, quando se<br />pretende instruir algu...
O que avaliamos?<br />Dados: signo ou conjunto de signos com significados diversos.<br />Informações: Conjunto de dados co...
ANÁLISE DE QUESTÕES DE PROVA ESCRITAMORETTO, 2002<br />
	Exploração Exagerada da Memorização <br />1. Relacione o nome das aranhasvenenosas:<br />	1. aranhamarrom		(   ) Latrodec...
Classificar<br />Relacionar<br />Reunir<br />Analisar<br />memorizar<br />Sintetizar<br />Transferir<br />Representar<br /...
Questões com Problemas de Linguagem No Comando<br />QUESTÃO: Como é a organização das abelhas numa colméia?<br />RESPOSTAS...
Mais uma...<br />Questão:<br />	“Em quantas partes se divide o corpo de um crustáceo?”<br />RESPOSTA DO ALUNO: “Depende da...
  Toda pergunta busca uma resposta. <br />   A clareza e a precisão da segunda dependerá muito da estrutura da primeira.<b...
“SE TIVERMOS QUE ELABORAR PROVAS, QUE SEJAM BEM FEITAS, ATINGINDO SEU REAL OBJETIVO, QUE É VERIFICAR SE HOUVE APRENDIZAGEM...
Recomendações para Elaboração da Prova Escrita (MORETTO, 2002; NUHS & TOMIO, 2011) <br />Determinar objetivo da questão;<b...
Questões de múltipla escolha<br />
BISCOITOS DE QUEIJO<br />INGREDIENTES<br />300 GRAMAS DE QUEIJO PARMESÃO RALADO<br />250 GRAMAS DE MARGARINA<br />300 GRAM...
Antes e depois da prova...<br />ANTES: propor atividades que permita ao aluno a prática dos conteúdos procedimentais relac...
Fonte de pesquisa<br />BIZZO, Nélio. Ciências: fácil ou difícil? São Paulo: Ática, 2002.<br />NUHS, A. C.; TOMIO, D.  A pr...
Diretrizes da Avaliação da Rede<br />Data: 31 de outubro em todas as escolas.<br />Formato: 30 questões objetivas com 4 al...
Diretrizes da Avaliação da Rede<br />Correção das questões objetivas: responsabilidade do aplicador, exceto professor de L...
Diretrizes da Avaliação da Rede<br />Pontuação<br />Questões objetivas: 3 pontos cada uma das 30 questões (90 pontos).<br ...
OBJETIVOS A SEREM AVALIADOS POR ANO<br />
6º ano<br />Reconhecer a importância da água para a vida dos ecossistemas e a manutenção da riqueza de sua biodiversidade,...
7º ano<br />Reconhecer os principais filos do reino animal e dar exemplos de cada um desses grupos.<br />Identificar as pr...
8º ano<br />Relacionar os sistemas que formam o aparelho locomotor, evidenciando suas funções.<br />Identificar as regiões...
9º ano<br />Conhecer as unidades básicas do sistema internacional de unidades.<br />Definir e exemplificar movimentos e re...
Descritores Prova Brasil<br />  O descritor é uma associação entre conteúdos curriculares e operações mentais desenvolvida...
Exemplos de habilidades de grande importância para a aprendizagem de Ciências<br />Interpretar texto com o auxílio de mate...
É possível associarmos os descritores aos nossos objetivos específicos?<br />
Objetivos: Reconhecer os estados físicos da água e as formas em que ela se apresenta nos ambientes.<br />Descritor: Ler in...
Objetivos: Identificar problemas ambientais e hipóteses relacionadas às suas causas, em descrições de situações reais.<br ...
Modelo do Formulário de Registro<br />
Sugerindo questões para a Avaliação<br />
Passos para a elaboração das questões<br />Selecionar o conteúdo e o objetivo.<br />Definir a situação problema.<br />Elab...
1.A Mata Atlântica é uma floresta úmida e seu interior é sombreado. Nela é comum a existência de muitas espécies de pequen...
Elaboração<br />Assessora Pedagógica: Priscila Franco Binatto<br />Blog: cenfopciências.wordpress.com<br />E-mail: cenfop....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Refletindo sobre a avaliação no contexto escolar

7.869 visualizações

Publicada em

Reflexão sobre a avaliação escrita no ensino de Ciências

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.869
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.264
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
136
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Refletindo sobre a avaliação no contexto escolar

  1. 1. Encontro dos Professores de Ciências da Rede Municipal de Ipatinga<br />Refletindo sobre a Avaliação <br />no contexto escolar<br /> 30 de Setembro de 2011<br />Assessora Pedagógica: Priscila Franco Binatto<br />
  2. 2. Pauta<br />Informes<br />Mostra do Parque da Ciência (21 e 22/10/2011)<br />inscrição até 06/10 <br />Avaliação do Planejamento (3º Bimestre)<br />A avaliação no contexto escolar<br />Diretrizes da Avaliação da Rede<br />Objetivos a serem verificados na avaliação<br />Formulário de registro dos resultados<br />
  3. 3. Avaliação do Planejamento (3º Bimestre)<br />
  4. 4. A avaliação no contexto escolar<br />SOMATIVA<br />PROCESSUAL<br />diagnóstica<br />FORMATIVA<br />OPERATÓRIA<br />DIALÓGICA<br />
  5. 5. “A avaliação se constitui em um processo de busca de compreensão da realidade escolar, com o fim de subsidiar as tomadas de decisões quanto ao direcionamento das intervenções, visando ao aprimoramento do trabalho escolar.” <br />(Sousa, 1995, pag. 63)<br />
  6. 6. O que ensinamos?<br />“Conhecer os conteúdos a serem ensinados é a menor das coisas, quando se<br />pretende instruir alguém. [...] <br />A verdadeira competência pedagógica não<br />consiste, de um lado, em relacionar os conteúdos a objetivos<br />e, de outro, a situações de aprendizagem.”<br />(PERRENOUD, 2000, p.26).<br />
  7. 7. O que avaliamos?<br />Dados: signo ou conjunto de signos com significados diversos.<br />Informações: Conjunto de dados com significado lógico.<br />Conhecimentos: informação que o sujeito se apropria, dando-lhe significado em sua estrutura cognitiva.<br />Habilidades: saber fazer.<br />Competências: capacidade de mobilizar recursos cognitivos visando abordar e resolver uma situação complexa<br />
  8. 8. ANÁLISE DE QUESTÕES DE PROVA ESCRITAMORETTO, 2002<br />
  9. 9. Exploração Exagerada da Memorização <br />1. Relacione o nome das aranhasvenenosas:<br /> 1. aranhamarrom ( ) Latrodectes<br /> 2. armadeira ( ) Lycosa<br /> 3. tarântula ( ) Loxóceles<br /> 4. viúvanegra ( ) Ortognata<br /> 5. caranguejeira ( ) Phoneutria<br />2. Cite todas as capitaniashereditárias e seusrespectivosdonatários.<br />
  10. 10. Classificar<br />Relacionar<br />Reunir<br />Analisar<br />memorizar<br />Sintetizar<br />Transferir<br />Representar<br />Argumentar<br />
  11. 11. Questões com Problemas de Linguagem No Comando<br />QUESTÃO: Como é a organização das abelhas numa colméia?<br />RESPOSTAS: “É jóia”; “É maravilhosa”; “É muito legal”.<br />OUTRA FORMA DE PERGUNTAR:<br />Vimos, em nossas aulas de ciências, como é a organização das abelhas numa colméia; cada grupo de elementos da colméia tem uma função específica, para que o todo funcione em harmonia. Partindo desta idéia:<br />a) Escreva a função de, ao menos, quatro grupos de elementos da colméia;<br />b) Faça um paralelo entre o funcionamento da colméia e o de nossa escola, no tocante ao cumprimento das funções de cada um.<br />
  12. 12. Mais uma...<br />Questão:<br /> “Em quantas partes se divide o corpo de um crustáceo?”<br />RESPOSTA DO ALUNO: “Depende da cacetada”.<br />OUTRA FORMA DE PERGUNTAR:<br /> Sabemos que nosso corpo divide em cabeça, tronco e membros (superiores e inferiores). <br /> Da mesma forma, o corpo dos crustáceos tem uma divisão, que utilizamos para estudá-lo. Escreva o número de partes e cite a função de cada uma.<br />
  13. 13. Toda pergunta busca uma resposta. <br /> A clareza e a precisão da segunda dependerá muito da estrutura da primeira.<br /> Para tanto, as palavras de comando precisam ter sentido no contexto em que elas são usadas.<br />(Moretto, 2002)<br />
  14. 14. “SE TIVERMOS QUE ELABORAR PROVAS, QUE SEJAM BEM FEITAS, ATINGINDO SEU REAL OBJETIVO, QUE É VERIFICAR SE HOUVE APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA DE CONTEÚDOS RELEVANTES” <br />(MORETTO, 2002, p. 96)<br />
  15. 15. Recomendações para Elaboração da Prova Escrita (MORETTO, 2002; NUHS & TOMIO, 2011) <br />Determinar objetivo da questão;<br />verificar se o conteúdo é relevante no contexto;<br />relacionar as concepções prévias do aluno ligadas ao conteúdo explorado;<br />contextualizar a questão;<br />fazer as perguntas de forma clara e precisa;<br />deixar claras as regras e orientações;<br />propiciar a autoavaliação do aluno.<br />
  16. 16. Questões de múltipla escolha<br />
  17. 17. BISCOITOS DE QUEIJO<br />INGREDIENTES<br />300 GRAMAS DE QUEIJO PARMESÃO RALADO<br />250 GRAMAS DE MARGARINA<br />300 GRAMAS DE FARINHA DE TRIGO<br />MODO DE FAZER<br />COLOQUE O QUEIJO RALADO E A MARGARINA EM UMA TIGELA. JUNTE A FARINHA DE TRIGO ATÉ DAR O PONTO DE ENROLAR. FAÇA PEQUENAS BOLINHAS COM A MASSA. COLOQUE AS BOLINHAS EM UMA FORMA. LEVE AO FORNO POR 15 MINUTOS OU ATÉ QUE FIQUEM DOURADAS.<br />TEXTO BASE <br />ESTE TEXTO É<br />ENUNCIADO<br />A) UMA RECEITA. GABARITO<br />B) UMA NOTÍCIA. DISTRATOR<br />C) UMA PROPAGANDA. DISTRATOR <br />D) UM VERBETE DE DICIONÁRIO. DISTRATOR <br />ALTERNATIVAS<br />
  18. 18.
  19. 19. Antes e depois da prova...<br />ANTES: propor atividades que permita ao aluno a prática dos conteúdos procedimentais relacionados à técnicas de estudo. <br />DEPOIS: elaborar instrumentos para que o aluno reflita sobre os seus acertos e erros e investigue outras possibilidades de respostas. A sistematização desse trabalho por escrito pode favorecer a aprendizagem.<br />
  20. 20. Fonte de pesquisa<br />BIZZO, Nélio. Ciências: fácil ou difícil? São Paulo: Ática, 2002.<br />NUHS, A. C.; TOMIO, D. A prova escrita como instrumento de avaliação da aprendizagem do aluno de Ciências. Estudos em Avaliação Educacional, São Paulo, v. 22, n. 49, p.259-284. 2011 <br />MORETTO, Vasco. PROVA: um momento privilegiado de estudo não um acerto de contas. Rio de Janeiro: DP&A editora, 2002.<br />OLIVEIRA, Cláudia de Oliveira. Indagações sobre o currículo: currículo e avaliação. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria da Educação Básica, 2008.<br />OLIVEIRA, Renato José de. A escola e o ensino de Ciências. São Leopoldo: UNISINOS, 2000.<br />SOUSA, S.Z. Avaliação Escolar: constatações e perspectivas. Revista de Educação AEC, Brasília -DF, ano 24,nº 94, p.59-66, jan./mar.,1995.<br />PERRENOUD, Phillipe. 10 novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed, 2000.<br />
  21. 21. Diretrizes da Avaliação da Rede<br />Data: 31 de outubro em todas as escolas.<br />Formato: 30 questões objetivas com 4 alternativas cada, tendo apenas uma alternativa correta por questão. (5 por disciplina) uma questão discursiva, cobrando habilidades de leitura, interpretação, escrita e produção de textual.<br />
  22. 22. Diretrizes da Avaliação da Rede<br />Correção das questões objetivas: responsabilidade do aplicador, exceto professor de Língua Portuguesa. A correção será feita a partir do gabarito e registrada no formulário da turma.<br />Correção das questões discursivas: professor de Língua Portuguesa.<br />
  23. 23. Diretrizes da Avaliação da Rede<br />Pontuação<br />Questões objetivas: 3 pontos cada uma das 30 questões (90 pontos).<br />Questão discursiva: 10 pontos<br />O professor que optar por utilizar o resultado da avaliação para o 4º bimestre poderá fazê-lo, somando o resultado obtido em sua disciplina com o os pontos obtidos na questão discursiva, podendo atribuir a cada uma o valor que achar conveniente.<br />
  24. 24. OBJETIVOS A SEREM AVALIADOS POR ANO<br />
  25. 25. 6º ano<br />Reconhecer a importância da água para a vida dos ecossistemas e a manutenção da riqueza de sua biodiversidade, destacando os ciclos da água na natureza. <br />Identificar problemas ambientais dos recursos hídricos e hipóteses relacionadas às suas causas, em descrições de situações reais.<br />Reconhecer que a pressão atmosférica é responsável pela ocorrência de inúmeros fenômenos que observamos em nosso cotidiano.<br />Reconhecer as causas da poluição atmosférica citando meios utilizados pelas indústrias para diminuir a poluição atmosférica e preservar o meio ambiente.<br />Relacionar as doenças de veiculação aérea destacando meios de prevenção mais eficazes.<br />
  26. 26. 7º ano<br />Reconhecer os principais filos do reino animal e dar exemplos de cada um desses grupos.<br />Identificar as principais características dos filos do reino animal.<br />Identificar as doenças humanas mais comuns causadas ou veiculadas por platelmintos, nematelmintos e artrópodes, bem como suas formas de prevenção.<br />
  27. 27. 8º ano<br />Relacionar os sistemas que formam o aparelho locomotor, evidenciando suas funções.<br />Identificar as regiões da coluna vertebral e desvios que podem apresentar.<br />Reconhecer os sentidos mais importantes para a comunicação do ser humano com o ambiente.<br />Analisar as relações existentes entre fonação e audição, gustação e olfação.<br />Identificar as doenças mais comuns que atacam a visão, fonação, audição, gustação e pele.<br />
  28. 28. 9º ano<br />Conhecer as unidades básicas do sistema internacional de unidades.<br />Definir e exemplificar movimentos e repouso de um corpo.<br />Distinguir massa e peso de um corpo.<br />Compreender os enunciados das Leis de Newton e sua aplicação prática. <br />
  29. 29. Descritores Prova Brasil<br /> O descritor é uma associação entre conteúdos curriculares e operações mentais desenvolvidas pelo aluno, que traduzem certas competências e habilidades. Os descritores:<br /> indicam habilidades gerais que se esperam dos alunos;<br />constituem a referência para seleção dos itens que devem compor uma prova de avaliação<br />
  30. 30. Exemplos de habilidades de grande importância para a aprendizagem de Ciências<br />Interpretar texto com o auxílio de material gráfico diverso.<br />Localizar informações explícitas em um texto.<br />Inferir o sentido de uma palavra ou expressão<br />Estimar a medida de grandezas utilizando unidades de medida convencionais ou não.<br />Ler informações e dados apresentados em tabelas.<br />Ler informações e dados apresentados em gráficos<br />
  31. 31. É possível associarmos os descritores aos nossos objetivos específicos?<br />
  32. 32. Objetivos: Reconhecer os estados físicos da água e as formas em que ela se apresenta nos ambientes.<br />Descritor: Ler informações e dados apresentados em gráficos.<br />Com base nas informações apresentadas no gráfico, assinale a alternativa incorreta: <br />A) A figura permite concluir que a água potável é um recurso escasso. <br />B) A maior parte da água disponível é salgada. <br />C) A atmosfera é responsável por uma pequena parcela da água do planeta. <br />D) A maior parte da água doce encontra-se em locais de fácil acesso. <br />
  33. 33. Objetivos: Identificar problemas ambientais e hipóteses relacionadas às suas causas, em descrições de situações reais.<br />Descritor: Interpretar texto com o auxílio de material gráfico diverso.<br /> O verbo sanear quer dizer tornar são, habitável, sanar, remediar, restituir ao estado normal. A expressão saneamento básico trata dos problemas relativos ao abastecimento d’água, à coleta e disposição dos esgotos sanitários, ao controle da poluição causada por esses esgotos, à drenagem urbana (águas pluviais) e ao acondicionamento, coleta, transporte e destino final dos resíduos sólidos.<br /> Um dos benefícios do saneamento básico é contribuir para a disposição dos esgotos sanitários. A foto ao lado evidencia uma situação em que:<br />A) o saneamento básico existe e contribui para evitar doenças.<br />B) a falta de saneamento básico contribui para propagar doenças. <br />C) a existência de saneamento básico contribui para a falta d’água.<br />D) o saneamento básico não existe e não há risco para a saúde dos habitantes.<br />
  34. 34. Modelo do Formulário de Registro<br />
  35. 35. Sugerindo questões para a Avaliação<br />
  36. 36. Passos para a elaboração das questões<br />Selecionar o conteúdo e o objetivo.<br />Definir a situação problema.<br />Elaborar, selecionar ou adaptar o texto base. (Descritores).<br />Elaborar o enunciado.<br />Elaborar as alternativas.<br />Revisar a questão.<br />Estabelecer parâmetro para a correção.<br />Elaborar o gabarito comentado.<br />
  37. 37.
  38. 38. 1.A Mata Atlântica é uma floresta úmida e seu interior é sombreado. Nela é comum a existência de muitas espécies de pequenas plantas verdes, de pequeno porte, sob certas superfícies do solo, sobre troncos e ramos de árvores. Essas plantas, não têm vasos condutores nem produzem flores. Produzem gametas e para se reproduzir dependem da água.<br />(Ciências – Seres Vivos – 6ª série C. BARROS e W. PAULINO)<br />Assinale a alternativa que se refere <br />ao grupo de plantas descrito acima.<br />(A) Briófitas <br />(B) Gimnospermas <br />(C) Angiospermas <br />(D) Pteridófitas<br />
  39. 39. Elaboração<br />Assessora Pedagógica: Priscila Franco Binatto<br />Blog: cenfopciências.wordpress.com<br />E-mail: cenfop.ciencias@gmail.com<br />

×