O PROGRAMA UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS, AENFERMAGEM DA UEL E A COMUNIDADE: AÇÕESDE HUMANIZAÇÃO NO MUNICÍPIO DE TAMARANA.  ...
INTRODUÇÃOPrograma de Extensão Universidade Sem Fronteiras -    USF, desenvolvido pela Secretaria da Ciência,  Tecnologia ...
OBJETIVOEste trabalho visa relatar as ações desenvolvidas  pelo curso de Enfermagem da Universidade  Estadual de Londrina,...
METODOLOGIA        Trata-se de um relato de experiência. LOCAL : Tamarana : população de 12.232 habitantes            IDH ...
METODOLOGIA     Foram realizadas 4 oficinas sobre humanização com 113             trabalhadores de saude do municipio.  O ...
RESULTADOS                   METODOLOGIA   As oficinas de Humanização geraram um diagnóstico sobre a condição do          ...
RESULTADOS                     METODOLOGIA           deficiências de infra-estrutura e falta de equipamentosquestões rel...
RESULTADOS – já foi efetivado:alterações nos horários de visitas e                                          contratação ...
RESULTADOS     Permanece em discussão:                          Pendentes:                                       a criaçã...
CONCLUSÃO  As oficinas culminaram em várias ações efetivas para a solução dos problemas identificados. Assim, o Programa U...
REFERÊNCIAS•Secretaria do Estado da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior. Coordenadoria de EnsinoSuperior. Unidade Gesto...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: Ações de humanização do município Tamarana

985 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
985
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Programa Universidade sem Fronteiras, a enfermagem da UEL e a cumunidade: Ações de humanização do município Tamarana

  1. 1. O PROGRAMA UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS, AENFERMAGEM DA UEL E A COMUNIDADE: AÇÕESDE HUMANIZAÇÃO NO MUNICÍPIO DE TAMARANA. Elaine Alves Celso Passos Junior Flávia Meneguetti Pieri Elma Mathias Dessunti Edite Mitie Kikuchi Maria Helena Dantas de Menezes Guariente Denise Andrade Pereira Meier
  2. 2. INTRODUÇÃOPrograma de Extensão Universidade Sem Fronteiras - USF, desenvolvido pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado do Paraná, financia projetos interdisciplinares de extensão nos municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano - IDH, e com a participação de estudantes e profissionais recém-formados.
  3. 3. OBJETIVOEste trabalho visa relatar as ações desenvolvidas pelo curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Londrina, por meio do Programa USF, no município de Tamarana no Estado do Paraná.
  4. 4. METODOLOGIA Trata-se de um relato de experiência. LOCAL : Tamarana : população de 12.232 habitantes IDH de 0, 683 (BRASIL, 2011). A pobreza atinge 42,42% dos seus moradores.A rede municipal de saúde é composta por um hospital com 22 leitos, um serviço ambulatorial com atendimento interdisciplinar e 3 unidades básicas de saúde.
  5. 5. METODOLOGIA Foram realizadas 4 oficinas sobre humanização com 113 trabalhadores de saude do municipio. O grupo realizou um diagnóstico da situação do município emrelação aos parâmetros de Humanização definidos pelo Ministérioda Saúde (BRASIL 2010) (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2001), seguido da elaboração de sugestões para superação das dificuldades edefinição de ações de humanização em relação aos profissionais e usuários.
  6. 6. RESULTADOS METODOLOGIA As oficinas de Humanização geraram um diagnóstico sobre a condição do município como:a necessidade melhora na comunicação, no acolhimento e nos relacionamentos interpessoais.a necessidade de ajustes em questões de ordem administrativa, por exemplo: melhora no fluxo de atendimento, planejamento estratégico, levantamento da rede de apoio do município.
  7. 7. RESULTADOS METODOLOGIA deficiências de infra-estrutura e falta de equipamentosquestões relacionadas ao trabalhador como: ausência de clareza nas normas de serviço e organograma, a falta de equipamentos de proteção individual, pouco reconhecimento profissional e carência de feedback positivo.
  8. 8. RESULTADOS – já foi efetivado:alterações nos horários de visitas e contratação de novos profissionais; nas refeições dos pacientes e trabalhadores;  melhora no fluxo de atendimentoinício de reformas para melhora da parceria com a universidade para infra estrutura; continuidade da educação permanente compra de equipamentos, insumos  mobilização dos funcionários para a e roupas; organização sindical, elaboração de Plano de Cargos e Salários e para a construção de sede recreativa do sindicato.melhora no fluxo de informações;
  9. 9. RESULTADOS Permanece em discussão: Pendentes: a criação de área de lazer aos pacientes e a inclusão da categoria médica na áreas de conforto para os funcionários;proposição de ações de humanização; a sinalização das áreas de serviço; a melhoria nas condições de acessibilidade  adequações no processo de para os usuários;  a contratação de vigias e seguranças; trabalho em saúde; a criação de um serviço de ouvidoria no município;  a elaboração de protocolos de  a construção de salas de triagem nas atendimento aos usuários Unidades Básicas de Saúde, o retorno das reuniões mensais com as equipes de saúde, incluindo a participação dequestões de relação interpessoal e representantes da comunidade trabalho em grupo.
  10. 10. CONCLUSÃO As oficinas culminaram em várias ações efetivas para a solução dos problemas identificados. Assim, o Programa Universidade Sem Fronteiras viabilizou financeiramente aaproximação da academia com o município potencializando a integração ensino-serviço-comunidade, necessária ao contínuo aperfeiçoamento da assistência à saúde e dos processos de formação dos profissionais da área.
  11. 11. REFERÊNCIAS•Secretaria do Estado da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior. Coordenadoria de EnsinoSuperior. Unidade Gestora do Fundo Paraná. Programa de Extensão UniversitáriaUniversidade sem Fronteiras. Subprograma: ações de Apoio a Saúde. Edital nº 06/2009.Curitiba. Agosto de 2009.•Ministério da Saúde. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Secretaria deGestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Departamento de Gestão da Educação emSaúde. Brasília, 2009. 64 p.•BRASIL. Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar. Secretaria deAssistência à Saúde, Ministério da Saúde. 2001. Disponível em www.saude.gov.br, acessoem 06-05-2011

×