Planejamento

1.610 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.610
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
541
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planejamento

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Plano de curso e plano de aula Prof. Fernando Pimentel
  2. 2. Planejar é:  “A constante busca de aliar o para quê ao como, através da qual a observação criteriosa e investigativa torna-se, também, elemento indissociável do processo.” (Rodrigues, 2003, p. 03) Planejamento é:  “elaborar (decidir) que tipo de sociedade e de homem se quer e que tipo de ação educacional é necessária para isso (...) é propor uma série de ações (...) é revisar sempre.” (Gandin, 1985, p.22)
  3. 3. Plano é:   Conjunto de medidas ou providências a serem tomadas para realização de uma determinada evento. Se constitui naquilo que se tem a intenção de fazer Ou seja... Caracteriza-se como o elemento de aproximação ao cotidiano, como processo, a orientar a atividade docente.  Tornar claro o que o docente quer trabalhar com seus alunos.  É o processo constante através do qual a preparação, a realização e o acompanhamento se fundem. 
  4. 4. Tipos de planos de ensino  Plano de curso  Plano de unidade  Plano de aula
  5. 5. PLANO DE CURSO (PROGRAMA DE DISCIPLINA NUMA SÉRIE OU NÍVEL ESPECÍFICO / PREVISÃO INTERDISCIPLINAR) PLANO DE UNIDADE (DESMEMBRAMENTO DO PLANO ANTERIOR EM UNIDADES TEMÁTICAS / PODE ARTICULAR-SE COM O TRABALHO POR PROJETOS) PLANO DE AULA
  6. 6. Plano de Curso  é a sistematização da proposta geral de trabalho do professor naquela determinada disciplina ou área de estudo, numa dada realidade.
  7. 7. Estrutura de um Plano de curso:          Dados gerais (disciplina / série / aulas / previsão mensal de aulas) Justificativa da disciplina (apresentar o por quê, para que) Retrato sócio-cultural da turma Objetivos gerais / específicos Conteúdos Encaminhamento metodológico (geral/para o ano) Recursos Avaliação Bibliografia
  8. 8. Partes de um plano de curso         Objetivos do Curso Carga horária Organização curricular Componentes curriculares Estágios de Aprendizagem Horários Critérios e procedimentos de acompanhamento, avaliação, recuperação, promoção e retenção Certificação e Diplomas
  9. 9. Propósito de um plano de curso       Organização curricular da escola Conteúdos Objetivos Duração do curso Eixos Temáticos Competências
  10. 10. Plano de Aula  O Plano de Aula é a proposta de trabalho do professor para uma determinada aula ou conjunto de aulas, correspondendo ao nível de maior detalhamento e objetividade do processo de planejamento. Ele pode ter maior organicidade se estiver articulado ao plano de curso e ao projeto educativo.
  11. 11. Estrutura de um Plano de aula:          Dados essenciais (Escola, disciplina, unidade, conteúdo, data, horário,tempo, etc.) Introdução (consiste em: mobilização / incentivo/ abordagem inicial / problematização / levantamento da prática social inicial) Desenvolvimento provável da aula (método que o professor pretende desenvolver) Síntese integradora (atividades de fixação da proposta desenvolvida) Referências bibliográficas utilizadas Anexar às atividades programadas Exercícios previstos Prever espaço para registro de intervenções do professor Os recursos utilizados (mídias, materiais diversos)
  12. 12. Estrutura  Identificação do plano: Nome da instituição de ensino; Nome do curso; Módulo; Função; Sub-função; Área do conhecimento; Nome do professor ministrante; Período e carga horária; Tema da aula ou assunto;
  13. 13. Estrutura  Conteúdo (programático): Estabelecimento de tópicos na seqüência em que vão ser apresentados no decorrer da aula; Considerar que toda aula tem abertura, desenvolvimento e encerramento (início, meio e fim).
  14. 14. Estrutura  Objetivos: capacitar instrumentalizar os alunos
  15. 15. Estrutura  Estratégias Aulas expositivas; Dinâmicas; Debates; Seminários; Exercícios; Análises; Situações-problemas; E outros que o professor julgue necessário. (Procedimentos adotados para facilitar o processo de aprendizagem).
  16. 16. Estrutura  Recursos didáticos: Quadro de giz; Retroprojetor; Data show; Rádio; Cartazes; Painéis; Vídeo; DVD; E outros que o professor julgue necessário. (A designação dos recursos áudios-visuais mostra a dinâmica da aula).
  17. 17. Estrutura  Avaliação: Participação; Análise de caso; Atividades práticas; Situações-problemas; Apresentação de trabalhos; E outros que o professor julgue necessário. (designa de que forma o professor avaliará os alunos na aula).
  18. 18. Estrutura  Referências: Indicar conforme as normas vigentes, os autores e obras utilizados na preparação da aula; Indicar periódicos e sites visitados. (designa de que forma o professor avaliará os alunos na aula).
  19. 19. Propósito de um plano de aula         Inserir uma seqüência didática Roteiro de trabalho para o professor Planejar com objetivos, atividades, avaliação Ser feito todos os dias Conter o conteúdo a ser trabalhado Mostrar como será desenvolvida a aula (procedimentos) Informar como o aluno será avaliado Linguagem simples
  20. 20. Relação: Plano de Curso x Plano de Aula  Plano de Curso: se constitui na base fundamental para configuração do plano de aula.  Plano de aula: só pode ser elaborado após possuirmos inteiro conhecimento do Plano de Curso.
  21. 21. ELEMENTOS Análise da Realidade Projeção de Finalidades Formas de Mediação PLANO DE CURSO PLANO DE AULA Identificação Caracterização da Realidade Sujeitos Objeto Contexto Assunto Necessidade Objetivos da Escola Objetivos Gerais da Disciplina Objetivos Quadro Geral de Conteúdos Proposta Geral Metodológica Proposta de Avaliação Bibliografia Integração com outras disciplinas Integração com atividades extraclasse Normas Estabelecidas Observações Conteúdo Metodologia Tempo Recursos Avaliação Tarefa
  22. 22. Para concluir: O educador autêntico... “ É humilde e confiante. Mostra o que sabe e, ao mesmo tempo, está atento ao que não sabe. Mostra para o aluno a complexidade do aprender, a nossa ignorância, as nossas dificuldades. Ensina, aprendendo a relativizar, a valorizar a diferença, a aceitar o provisório. Aprender é passar da incerteza a uma certeza provisória que dá lugar a novas descobertas e a novas sínteses.”(Moran).
  23. 23. Bibliografia      http://educacao.qprocura.com.br/2008/07/planejam ento-x-plano-de-aula/ http://www.educador.brasilescola.com/orientacoes/ como-fazer-um-plano-aula.htm http://www.lendo.org/como-fazer-um-plano-deaula/ http://www.faculdadeexpoente.edu.br/upload/notici asarquivos/1243985734.PDF Xavier, M. Planejamento em destaque: análises menos convencionais. Mediação:2003.

×