Definições de jogo

13.976 visualizações

Publicada em

1 comentário
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.976
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
224
Comentários
1
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Definições de jogo

  1. 1. Definição de Jogo PIAGET E VIGOTSKY
  2. 2. PIAGET
  3. 3. PIAGET <ul><li>Para Piaget (1978), as manifestações lúdicas estão presentes no desenvolvimento da inteligência, e essas vinculam-se aos estágios do desenvolvimento cognitivo. Cada momento do desenvolvimento relaciona-se a uma atividade lúdica e esse processo ocorre em todos os indivíduos. (BARBOSA, S. L; BOTELHO, H. S. ) </li></ul>
  4. 4. PIAGET <ul><li>O sujeito quando joga assimila e pode transformar a sua realidade. Esse processo está permeado pelo processo de adaptação, e por duas funções complementares: a assimilação e a acomodação. </li></ul>
  5. 5. PIAGET <ul><li>Na concepção piagetiana, os jogos consistem numa simples assimilação funcional, num exercício das ações individuais já aprendidas gerando, ainda, um sentimento de prazer pela ação lúdica em si e pelo domínio sobre as ações. Portanto, os jogos têm dupla função: consolidar os esquemas já formados e dar prazer ou equilíbrio emocional à criança. ( PASSERINO, L. M.) </li></ul>
  6. 6. PIAGET <ul><li>Portanto para Piaget (1998) a atividade lúdica é o berço obrigatório das atividades intelectuais da criança sendo por isso, indispensável à prática educativa. ( WEB, C.) </li></ul>
  7. 7. VYGOTSKY
  8. 8. VYGOTSKY <ul><li>Para Vygostky (1979), há uma relação estreita entre o jogo e a aprendizagem, ou seja, o desenvolvimento cognitivo aparece a partir da interação da criança com as pessoas com quem ela mantém contato regularmente. </li></ul>
  9. 9. VYGOTSKY <ul><li>Na visão de Vygotsky (1979), percebe-se que a brincadeira, o jogo, são atividades específica da infância, e nessas é que a criança recria a realidade usando sistemas simbólicos. </li></ul>
  10. 10. VYGOTSKY <ul><li>Vygotsky (1989: 109), “é enorme a influência do brinquedo no desenvolvimento de uma criança. É no brinquedo que a criança aprende a agir numa esfera cognitiva, ao invés de agir numa esfera visual externa, dependendo das motivações e tendências internas, e não por incentivos fornecidos por objetos externos”. ( WEB, C. ) </li></ul>
  11. 11. VYGOTSKY <ul><li>“ As maiores aquisições de uma criança são conseguidas no brinquedo, aquisições que no futuro tornar-se-ão seu  nível básico de ação real  e moralidade (Vygotsky, 1998)”. ( WEB, C. ) </li></ul>
  12. 12. Referências <ul><li>PASSERINO, L. M. Avaliação de jogos educativos computarizados ( http://www.c5.cl/ieinvestiga/actas/tise98/html/trabajos/jogosed/index.htm ). Faria, Anália Rodrigues de. O desenvolvimento da criança e do adolescente segundo Piaget. Ed. Ática, 3º edição, 1995. </li></ul><ul><li>WEB, C. ( http://www.coladaweb.com/pedagogia/jean-piaget ). PIAGET, J. A psicologia da criança. Ed Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998. </li></ul><ul><li>WEB, C. ( http://www.coladaweb.com/pedagogia/jean-piaget ). VYGOTSKY, L. 1989. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes. </li></ul><ul><li>BARBOSA, S. L; BOTELHO, H. S. Jogos e brincadeiras na educação infantil. (  http://www.webartigos.com/articles/11853/1/Jogos-e-Brincadeiras-na-Educacao-Infantil/pagina1.html#ixzz1RQ5krBdD ) </li></ul><ul><li>LIMA, S. A. ( http://www.psicopedagogiasal.com.br/index. php ? option = com_content&view = article&id =52: o-jogo-para-vygotsky&catid =11: artigos&Itemid =41 ). VYGOTSKY, L. S. (1979) - Pensamento e linguagem. Lisboa: Edições Antídoto.  </li></ul>

×