A elaboração do projeto político pedagógico

4.680 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado no III Encontro de Formação Continuada "Educação do Campo das Missões: Um debate necessário", realizado em São Luiz Gonzaga, em 24 de agosto de 2012, promoção 32ª CRE. Palestrante professora Elaine Maria Dias de Oliveira

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.680
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
241
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
170
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A elaboração do projeto político pedagógico

  1. 1. Elaboração/Reelaboração doProjeto PolíticoPedagógico Professora Elaine Maria Dias de Oliveira
  2. 2. Organização da Atividade1) Reflexão Inicial2) Apontamentos sobre formas de elaboração do3) Orientações para a elaboração/reelaboração do PPP.
  3. 3. Reflexão Inicial“O mundo do homem é do tamanho dos conceitos que conhece (...) Se compreendo o mundo através do vocabulário que, previamente, conheço, não existe meio de enriquecer minha visão do mundo se não amplio o meu vocabulário.” (...)
  4. 4.  “Se minha teoria para conhecer e atuar no planejamento é limitada, dificilmente poderei descobrir que só posso imaginar minhas propostas concretas de ação e governo dentro desse espaço limitado. Assim, qualquer deficiência de minha ação planejada para mudar o mundo não pode ser atribuída às teorias e métodos que reduzem e simplificam, artificialmente, seu tamanho mas, sim, a um mau manejo dessas teorias ou à sua aplicação inadequada.”
  5. 5.  “O congelamento de minha forma de conhecer corre em paralelo com a estagnação dos conceitos que manejo. Se, durante 25 anos, não pude renovar minha teoria de planejamento, é porque não pude ampliar o vocabulário da teoria social com que me aproximo do mundo. (...) Se paraliso minha capacidade de conhecer o mundo, paraliso meu vocabulário; se congelo meu vocabulário, detenho minha capacidade de conhecer o mundo.” Matos,1989
  6. 6. Planejamento“... É um processo técnico-político resultante do jogo dos atores em interação, conflito, cooperação e alianças, os quais têm suas próprias estratégias e sua particular visão dos problemas e da realidade. Como tal (...) constitui um processo aberto, em que o futuro está para ser construído pela interação dos atores.” Carlos Matus 1989
  7. 7. Planejamento“ (...) é uma ferramenta valiosa para formular um projeto politicamente sólido de transformação que oriente ações e decisões e aglutine os atores sociais com vistas à construir o futuro dos seus sonhos.” Carlos Matos 1989
  8. 8. Planejamento (...) é processo de busca de equilíbrio entre meios e fins, entre recursos e objetivos, visando ao melhor funcionamento de empresas, instituições, setores de trabalho, organizações grupais e outras atividades humanas. O ato de planejar é sempre processo de reflexão, de tomada de decisão sobre a ação; processo de previsão de necessidades e racionalização de emprego de meios (materiais) e recursos (humanos) disponíveis, visando à concretização de objetivos, em prazos determinados e etapas definidas, a partir dos resultados das avaliações (PADILHA, 2001, p. 30).
  9. 9. O Planejamento: (...) é um processo que "visa a dar respostas a um problema, estabelecendo fins e meios que apontem para sua superação, de modo a atingir objetivos antes previstos, pensando e prevendo necessariamente o futuro", mas considerando as condições do presente, as experiências do passado, os aspectos contextuais e os pressupostos filosófico, cultural, econômico e político de quem planeja e com quem se planeja. (Padilha, 2001, p. 63).
  10. 10. Projeto (...) é um documento produto do planejamento porque nele são registradas as decisões mais concretas de propostas futuristas. Trata-se de uma tendência natural e intencional do ser humano. Como o próprio nome indica, projetar é lançar para a frente, dando sempre a ideia de mudança, de movimento. Projeto representa o laço entre o presente e o futuro, sendo ele a marca da passagem do presente para o futuro.
  11. 11. Vídeo:
  12. 12. O Projeto: Todo projeto supõe ruptura com o presente e promessas para o futuro. Projetar significa tentar quebrar um estado confortável para arriscar-se, atravessar um período de instabilidade e buscar uma estabilidade em função de promessa que cada projeto contém de estado melhor do que o presente. Um projeto educativo pode ser tomado como promessa frente determinadas rupturas. As promessas tornam visíveis os campos de ação possível, comprometendo seus atores e autores. Gadotti (apud Veiga, 2001, p. 18),
  13. 13. O Projeto Político Pedagógico: “(...) é um instrumento teórico- metodológico que visa ajudar a enfrentar os desafios do cotidiano da escola, só que de uma forma refletida, consciente, sistematizada, o rgânica e, o que é essencial, participativa. É uma metodologia de trabalho que possibilita ressignificar a ação de todos os agentes da instituição”. Vasconcellos (1995p.143,)
  14. 14. PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO Estrutura Básica : Marco de Referencia:  -Marco Situacional  -Marco Doutrinal  -Marco Operativo Diagnostico Programação Normas e Rotinas
  15. 15. Marco de Referencia“ É a tomada de posição da instituição que planeja em relação à sua identidade, visão de mundo, utopia, valores, objetivos, compromissos. Expressa o “rumo”, o horizonte, a direção que a instituição escolheu fundamentada em elementos da filosofia, das ciências (...) Implica, portanto, opção e fundamentação.
  16. 16. Marco de Referencia: A. Marco Situacional: realidade existente. Onde estamos ? Como vemos a realidade ? B. Marco Doutrinal: realidade desejada: Fins. Para onde queremos ir ? C. Marco Operativo: realidade desejada: Meios. Que horizonte queremos para nossas ações, para nossa instituição?
  17. 17. Marco Situacional:Mundo Brasil Estado Município Escola
  18. 18. MARCO DOUTRINAL Ideal em termos de fins“... Corresponde à direção, ao horizonte maior, ao ideal geral da instituição (...) é a proposta de sociedade, pessoa e educação que o grupo assume. (...) Aqui são expressas as grandes opções do grupo, a utopia. Vasconcellos
  19. 19. MARCO OPERATIVO Ideal em termos de meios.“...corresponde a uma tomada de posição quanto aos grandes princípios da organização da instituição. (...) É a proposta dos critérios de ação para os diversos aspectos relevantes da instituição tendo em vista aquilo que queremos ou devemos ser. (...) É a utopia instrumental do grupo.
  20. 20. O marco operativo diz respeito à três grandes dimensões da instituição Dimensão pedagógica: Concepção de: conhecimento, de ensino e de aprendizagem; concepção de gestão; Teoria do conhecimento; Concepção Currículo; Concepção de conteúdos de ensino; Metodologia; Avaliação; Relação professor/aluno. A Dimensão Comunitária- Relacional:o A política de interfaces sociais- A Dimensão Administrativa:o A política para a organização institucional (gestão dos recursos materiais, humanos e financeiros)
  21. 21. Diagnóstico:Comparação entre a realidade vivida na instituição e o ideal escrito no marco referencial (Teoria da Instituição).
  22. 22. Programação:Definição dos objetivosDefinição das Políticas de Ação e suas respectivas EstratégiasDefinição das formas de controle do plano (avaliação)Definição das NormasEscritura das Rotinas
  23. 23. Orientação da Atividadeprática: Com base na pesquisa sócio antropológica discutir e descrever: a sociedade, o ser humano e a educação que temos; A sociedade, o ser humano, a educação que desejamos ter. Como vamos agir para construir a educação que desejamos ter.

×