Oxidos

2.370 visualizações

Publicada em

óxidos definição nomenclatura e classificação

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.370
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oxidos

  1. 1. Professor Fábio Oisiovici 1. ÓXIDOS Toda substância binária, ou seja, constituída por apenas dois elementos, que apresentar o oxigênio como o elemento mais eletronegativo será classificada como um óxido. Observando os compostos a seguir, CaO CO2 Al2O3 H2O N2O5 verificamos que todos são binários e apresentamo oxigênio como elemento mais eletronegativo, logo todos são classificados como óxidos. Uma substância que merece muita atenção é o OF2. Note que este composto embora seja binário e tenha o elemento oxigênio, não pode ser classificado como óxido, pois o flúor é mais eletronegativo que o oxigênio. 1.1. FORMULAÇÃO DOS ÓXIDOS Para fazer a fórmula de um óxido basta colocar o elemento com o seu número de oxidação, que será semprepositivo, e o oxigênio à sua direita com o seu nox, que NORMALMENTE, é igual a -2. Caso os índices sejammúltiplos devemos simplifica-los. Veja os exemplos a seguir:
  2. 2. 1.2. NOMENCLATURA DOS ÓXIDOS NORMAIS Os óxidos normais são aqueles onde o oxigênio apresenta nox -2. A nomenclatura desses óxidos podeser estudada da seguinte maneira: 1º caso : Quando o elemento apresenta nox fixo Neste caso o nome do óxido será Óxidode ( citao nome do elemento) Exemplos: CaO : óxido de sódio K2O : óxido de potássio Al2O3: óxido de alumínio Ag2O: óxido de prata 2º caso : Quando o elemento apresenta nox variável Neste caso é permitido duas nomenclaturas: A) Óxido de ( citao nome do elementoe o seunox em algarismos romanos ) Exemplos: SO3 : óxido de enxofre VI
  3. 3. Cl2O5: óxido de cloro V CO2: óxido de carbono IV N2O3: óxido de nitrogênio III B)  Indica o número de oxigênios usandoprefixos (mono, di, tri, etc)  Soma a palavra óxido e citaa partículaDE  Indica o número de átomos do outro elementousandoprefixos(di, tri, etc). Exemplos: SO3 : trióxido de enxofre Cl2O5: pentóxido de dicloro CO2: dióxido de carbono N2O3: trióxido de dinitrogênio Existem alguns elementos que apresentam apenas dois números de oxidação e que possuemoutra nomenclatura. Dentre esses elementos destacam-seo cobre, com nox +1 e +2, o ferro, com nox +2 e +3, e o chumbo, com nox +2 e +4. Para esses elementos, além das duas nomenclaturas citadas, pode-setambém fazer Óxido( citao nome do elemento) +oso( se for o menor nox) ou Óxido( citao nome do elemento) + ico( se for o maior nox) Exemplos: Fe2O3 : óxido de ferro III ou trióxido de diferro ou óxido férrico(+3 é o maior nox do ferro) PbO: óxido de chumbo II ou monóxido de chumbo ou óxido plumboso(+2 é o menor nox do chumbo)
  4. 4. Cu2O: óxido de cobreI ou monóxido de cobre ou óxido cuproso(+1 é o menor nox do cobre) 1.3. CLASSIFICAÇÃODOS ÓXIDOS NORMAIS A) Óxidos Básicos Esses óxidos em contato com a água reagem formando bases. Em contato com ácidos eles reagem formando sale água. Óxido básico + água→ base Óxido básico + ácido → sal+ água São óxidos de metais comnox igual a +1 e +2. Os mais importantes dessa categoria são os óxidos de metais alcalinos e alcalino-terrosos. Dentre os óxidos básicos, destacam-se: CaO : Óxidode cálcio, também conhecido como cal viva ou virgem. A cal é bastante utilizada na indústria química, petroquímica, na construção civil,
  5. 5. para pinturas, na estabilização de solos, saneamento básico, para tratamento de água, desinfecção de instalações rurais, etc. Essa substância utilizada na forma de pintura além de promover a desinfecção melhora a aparência da instalação, pois passa a impressão de limpeza. K2O: Óxidode potássio. Encontrado nas cinzas da madeira, podendo ser utilizado para fabricar sabão. O sabão fabricado sessa maneira é conhecido como “sabão de cinzas”. B) Óxidos Ácidos ou Anidridos Esses óxidos em contato com a água reagem formando ácidos. Em contato com bases eles reagem formando sal e água. Óxido ácido + água→ ácido Óxido ácido + base → sal + água Reagem também com os óxidos básicos formando sais Óxido ácido + Óxido básico → sal Os elementos mais importantes que formamóxidos ácidos se situam, na tabela periódica, na extremidade oposta aos metais alcalinos e alcalino- terrosos.
  6. 6. Metais com o número de oxidação alto, geralmente +6 e + 7, formam também óxidos dessetipo. Na tabela anterior destacam-seCr e Mn, metais que quando apareceremcom nox elevado vão formar óxidos ácidos. O nome anidrido quer dizer “ácido sem água”. Isto porque óxidos ácidos podem ser originados quando os ácidos “perdem” água. A tabela abaixo reúne os elementos mais importantes, e seus respectivos números de oxidação, que formamos óxidos ácidos. Essas informações são úteis também para fazer uma nomenclatura particular dos anidridos. Nessa nomenclatura é obrigado citar a palavra ANIDRIDO !!!!Primeiro verifica-seo número de oxidação do elemento e depois o seu prefixo( se houver) e sufixo. Depois é só introduzir o nome do elemento no espaço indicado. Observeos exemplos a seguir:
  7. 7. Cl2O5 : o nox do cloro é igual a +5, logo no nome aparecerá o sufixo _ ico. O nome então será ANIDRIDOCLÓRICO. Cl2O : o nox do cloro é igual a +1, logo no nome aparecerá o prefixo hipo ___ e o sufixo _ oso. O nome então será ANIDRIDO HIPOCLOROSO. SO2 : o nox do enxofre é igual a +4, logo no nome aparecerá o sufixo _oso. O nome então será ANIDRIDO SULFUROSO. SO3 : o nox do enxofre é igual a +6, logo no nome aparecerá o sufixo _ ico. O nome então será ANIDRIDOSULFÚRICO. Mn2O7 : o nox do manganês é igual a +7, logo no nome aparecerá o prefixo per ___ e o sufixo _ ico. O nome então será ANIDRIDO PERMANGÂNICO. Para os óxidos a seguir P2O3 CrO3 Br2O Cl2O7 I2O5 temos, respectivamente, anidrido fosforoso, anidrido crômico, anidrido hipobromoso, anidrido perclórico e anidrido iódico. Nessegrupo de óxidos destacam-se:
  8. 8. SOx : óxidos de enxofre ( SO2 e SO3) Quando lançados na atmosfera, por ação antrópicaou não, podem provocar umfenômeno ambiental conhecido como “chuva ácida”, pois esses gases reagem coma água da chuva aumentando a sua acidez. Quando um vulcão está em atividade verifica-seum lançamento de uma enorme quantidade de óxidos de enxofre na atmosfera. No filme O Inferno deDante o lançamento desses óxidos ocorreu em um lago o que provocou a morte dos peixes, dentre outras consequências. CO2: Anidridocarbônicoou gás carbônico. O aumento da concentração desseóxido na atmosfera, principalmente pela queima de combustíveis de origem fóssil, vem intensificando o efeito estufa, provocando o aquecimento global.
  9. 9. É também o gás encontrado nas bebidas gaseificadas e o gás liberado na decomposição do fermento químico que faz a massa do bolo crescer. C) ÓXIDOS NEUTROS OUINDIFERENTES São óxidos que não reagem com ácidos, bases e água. Uma confusão frequente é achar que eles não reagem com substância alguma, mas logo a seguir citaremos algumas reações que acontecem com a participação dessas substâncias. Os três óxidos neutros são : CO : Monóxidode carbono. Produzido principalmente em reações de combustão incompleta, verificada normalmente em motores automotivos, ele reage com a hemoglobina do sanguepodendo provocar até a morte. Bombeiros reforçamcuidados para evitar morte por asfixiade monóxido de carbono A morte de Carina Pissetti, de 18 anos, provocada supostamente pelo gás monóxido de carbono, despertounovamente a preocupaçãodo Corpo de Bombeirossobre os cuidadosque se devem ter no uso de aquecedoresa gás. Carina foi encontrada morta no banheiro do apartamento em que morava, em Curitiba. A prevenção é a melhor dica para evitar envenenamentos. "Masé preciso saber reconhecer sintomas. Por exemplo, em níveis moderadoso COpode causar doresde cabeça, enjôos, confusão
  10. 10. mental, náusease desmaios", explica. "Em baixos níveis, o CO pode causar esmorecimento, náuseas, ligeirosenjôos, podendo afetara saúde depois de algum tempo", completa. (...) Identificadosossintomas, o tenente aconselha que imediatamente as pessoas procurem um localcom ar fresco, abra janelase portas, desligue equipamentosque utilizam combustíveis e saia de casa. Procurar atendimento médico, avisando-o sobre um possível envenenamento, e chamar o Corpo de Bombeiros. (http://www.gazetadopovo.com.br/parana/conteudo.phtml?id=673120 ) N2O : Óxido nitroso. Gás do risoou gás hilariante. Usado em consultórios odontológicos como objetivo de fazer a sedação consciente, ou seja, o gás age relaxando o paciente enquanto o anestesia, mas sem que ele perca a consciência e possa reagir a estímulos. Após ser inalado, o gás alcança os pulmões, passa pelos alvéolos pulmonares e chega à corrente sanguínea, atingindo o sistema nervoso central, aumentando a tolerância à dor. No motor de um carro o óxido nitroso é aquecido, e por isso ele se decompõe em oxigênio e nitrogênio. A injeção de óxido nitroso em um motor significaque mais oxigênio está disponível durante a combustão. Como há mais oxigênio, também se pode injetar mais combustível, permitindo que o mesmo motor produza mais potência. NO : óxido nítrico. Substância que participa do processo deereção e quando lançada na atmosfera é considerada um poluente, pois essegás pode reagir com o oxigênio do ar formando o NO2, óxido que reagirá com a água para formar ácidos. D) ÓXIDOS MISTOS, DUPLOS OUSALINOS. Esses óxidos reagem como sefossem a mistura de dois outros óxidos do mesmo elemento. È muito fácil reconhecer essetipo de óxido, pois todos apresentama fórmula M3O4, onde M é um metal. Veja os exemplos a seguir:
  11. 11. Fe3O4 : óxido duplo, mistoou salinode ferro. Principal componente da magnetita (ímã comum). Essa substância secomporta como se fosse formada por Fe2O3 e FeO. Pb3O4 : óxido duplo, mistoou salinode chumbo. Principalcomponente do zarcão (tinta utilizada para evitar a ferrugem). Essa substância se comporta como se fosseformada por PbO2 e PbO. E) ÓXIDOSANFÓTEROS São óxidos que possuemum comportamento ambíguo, pois frente a um ácido eles se comportamcomo um óxido básico; e na presençade uma base secomportam como óxidos ácidos. Tanto a base como o ácido com o qual os óxidos anfóteros reagemdevem ser fortes, com caráter químico bem pronunciado. Ao reagirem com esses ácidos e bases fortes, produzem sale água. Considerando a reação ZnO(s) + H2SO4(aq) → ZnSO4(aq) + H2O(l) verificamos que o ZnO reagiu com um ácido, logo nessa situação ele apresenta comportamento de óxido básico. Porémnessa reação ZnO(s) + 2NaOH(aq) → Na2ZnO2(aq) + H2O(l) o ZnO reagiu com uma base, logo nessa situação ele apresenta comportamento de óxido ácido.
  12. 12. Os principais elementos que formamos óxidos anfóteros são Destacam-senessa categoria Al2O3 : óxido de alumínio. Principalconstituinte da bauxita, minério de onde se extrai o alumínio a partir de um processo chamado eletrólise ígnea. O alumínio obtido assimé utilizado na fabricação de diversos objetos, dentre eles panelas e latinhas de refrigerante. TiO2: dióxidode titânio. Pigmento branco usado na fabricação de tintas, papel e protetores solares.
  13. 13. ZnO : óxido de zinco. Produto encontrado em pomadas para assadura, protetores solares e pasta d’água. F) ÓXIDOS ANORMAIS –PERÓXIDOSESUPERÓXIDOS Os óxidos que apresentam o oxigênio com nox diferente de -2 são chamados de anormais. Os peróxidos apresentamo oxigênio com nox igual a -1 e na sua estrutura há um grupo de átomos conhecido como ponte peróxi -O-O- . Observeos exemplos Na2O2: peróxido de sódio CaO2: peróxido de cálcio O peróxido de maior importância é o H2O2 : peróxidode hidrogênio. Em solução é conhecido como água oxigenada, que além de ter a capacidade de clarear os pelos é também um antisséptico. Os superóxidos apresentamo oxigênio com nox igual a -1/2 . Observeos exemplos Na2O4: superóxido de sódio CaO4: superóxido de cálcio EXERCÍCIOS DESALA
  14. 14. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Baseado no texto a seguir, responda a(s) questão(ões) “... Por mais surpreendente que pareça, a desintegração do exército napoleônico pode ser atribuída a algo tão pequeno quanto um botão — um botão de estanho, para sermos mais exatos, do tipo que fechava todas as roupas no exército, dos sobretudos dos oficiais às calças e paletós dos soldados de infantaria. Quando a temperatura cai, o reluzente estanho metálico exposto ao oxigênio do ar começa a se tornar friável e a se esboroar (desfazer) num pó acinzentado e não metálico — continua sendo estanho, mas com forma estrutural diferente”. (Adaptado de Os Botões de Napoleão — Penny Le Couteur e Jay Burreson — p. 8). 1. O texto acima faz alusão a uma reação química, cujo produto é um pó acinzentado e não metálico. A alternativa que apresenta corretamente o nome e fórmula química dessa substância a) cloreto de estanho de fórmula 2SnC .l b) estanho metálico de fórmula o Sn . c) óxido de estanho VI de fórmula 2 3Sn O . d) peróxido de estanho de fórmula 3 2Sn O . e) óxido de estanho II de fórmula SnO. 2. Considere os seguintes óxidos: I. MgO II. CO III. CO2 IV. CrO3 V. Na2O Os óxidos que, quando dissolvidos em água pura, reagem produzindo bases são a) apenas II e III. b) apenas I e V. c) apenas III e IV. d) apenas IV e V. e) apenas I e II. 3. Em junho de 2012 ocorreu na cidade do Rio de Janeiro a Conferência Rio+20. Os principais focos de discussão dessa conferência diziam respeito à sustentabilidade do planeta e à poluição da água e do ar. Em relação a esse último aspecto, sabemos que alguns gases são importantes para a vida no planeta. A preocupação com esses gases é justificada, pois, de um modo geral, pode-se afirmar que a) o CH4 e o CO2 estão relacionados à radiação ultravioleta, o O3, à chuva ácida e os NOx, ao efeito estufa. b) o CH4 está relacionado à radiação ultravioleta, o O3 e o CO2, ao efeito estufa e os NOx, à chuva ácida. c) os NOx estão relacionados ao efeito estufa, o CH4 e o CO2, à radiação ultravioleta e o O3, à chuva ácida. d) o O3 está relacionado à radiação ultravioleta, o CH4 e o CO2, ao efeito estufa e os NOx, à chuva ácida. 4. A decomposição térmica do calcário, CaCO3, produz CO2 e CaO, ou seja, nessa transformação, um a) sal produz um óxido ácido e um óxido básico. b) sal produz dois óxidos ácidos. c) sal produz dois óxidos básicos.
  15. 15. d) ácido produz dois óxidos ácidos. e) ácido produz um óxido ácido e um óxido básico. 5. A exposição dos atletas ao sol intenso exige cuidados especiais com a pele. O dióxido de titânio é usado em vestimentas a fim de proteger os atletas da radiação solar. A fórmula química do dióxido de titânio é __________, trata-se de um óxido __________ formado por um __________ e oxigênio. A alternativa que completa corretamente as lacunas é: a) TiO2 – iônico – não metal b) Ti2O – molecular – não metal c) TiO2 – iônico – metal d) Ti2O – iônico – não metal e) TiO2 – molecular – metal Gabarito: Resposta da questão 1: [E] Resposta da questão 2: [B] Resposta da questão 3: [D] Resposta da questão 4: [A] Resposta da questão 5: [C] EXERCÍCIOSDE CASA 1. A chuva ácida é um tipo de poluição causada por contaminantes gerados em processos industriais que, na atmosfera, reagem com o vapor d’água. Dentre os contaminantes produzidos em uma região industrial, coletaram-se os óxidos SO3, CO, Na2O e MgO. Nessa região, a chuva ácida pode ser acarretada pelo seguinte óxido: a) SO3 b) CO c) Na2O d) MgO 2. A Química está intrinsecamente ligada ao desenvolvimento do homem, já que abarca todas as transformações de matérias e teorias correspondentes. No Império Romano, usava-se chumbo em utensílios de cozinha, encanamentos de água e recipientes para guardar bebidas como o vinho. Esse elemento químico na sua forma metálica não é venenoso, tanto que muitas
  16. 16. pessoas conseguem viver anos com bala de chumbo alojada no corpo. Já outras, que aspiram ou ingerem compostos de chumbo, podem até morrer de plumbismo. Crianças, em especial as que moram em casas cujas paredes foram pintadas com tinta à base de chumbo, correm o risco de, ao colocar farelos de tinta na boca, contrair plumbismo. Um dos compostos do chumbo é o Pb3O4. Em relação a esse composto, verifica-se que a) o Pb3O4 é um óxido misto ou duplo. b) o Pb3O4 é um óxido neutro. c) o Pb3O4 reage com o HBr produzindo brometo de etila,Br2 e água. d) no Pb3O4 o nox do chumbo é +4. e) o Pb3O4 é um oxido anfótero e, em razão disso, só reage com as bases fortes. 3. Nas condições ambientes, assinale a opção que contém apenas óxidos neutros. a) NO2, CO e Aℓ2O3 b) N2O, NO e CO c) N2O, NO e NO2 d) SiO2, CO2 e Aℓ2O3 e) SiO2, CO2 e CO 4. Quando aquecido ao ar, 1,65 g de um determinado elemento X forma 2,29 g de um óxido de fórmula X3O4. Das alternativas abaixo, assinale a opção que identifica o elemento X. a) Antimônio b) Arsênio c) Ouro d) Manganês e) Molibdênio TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Cerca de ¼ de todo o dióxido de carbono liberado pelo uso de combustíveis fósseis é absorvido pelo oceano, o que leva a uma mudança em seu pH e no equilíbrio do carbonato na água do mar. Se não houver uma ação rápida para reduzir as emissões de dióxido de carbono, essas mudanças podem levar a um impacto devastador em muitos organismos que possuem esqueletos, conchas e revestimentos, como os corais, os moluscos, os que vivem no plâncton, e no ecossistema marinho como um todo. 5. Levando em conta a capacidade da água de dissolver o dióxido de carbono, há uma proposta de se bombear esse gás para dentro dos oceanos, em águas profundas. Considerando-se o exposto no texto inicial e a proposta de bombeamento do dióxido de carbono nas águas profundas, pode-se concluir que esse bombeamento a) favoreceria os organismos que utilizariam o carbonato oriundo da dissolução do gás na água para formar suas carapaças ou exoesqueletos, mas aumentaria o nível dos oceanos. b) diminuiria o problema do efeito estufa, mas poderia comprometer a vida marinha. c) diminuiria o problema do buraco da camada de ozônio, mas poderia comprometer a vida marinha. d) favoreceria alguns organismos marinhos que possuem esqueletos e conchas, mas aumentaria o problema do efeito estufa. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: A sociedade atual é marcada pelo elevado grau de desenvolvimento tecnológico, que acarretou melhoria da qualidade e aumento da expectativa de vida da população. Ao mesmo tempo, esse desenvolvimento vem gerando graves problemas ambientais que representam ameaças à vida do planeta. Nesse contexto, o setor industrial tem um papel preponderante, do ponto de vista econômico, pela geração de bens e produtos; do ponto de vista social, pela geração de emprego e renda; mas também do ponto de vista ambiental, pela geração de resíduos. Considerando os aspectos positivos e os indicadores do atual desenvolvimento econômico do Brasil, destacam-se: a indústria química, de modo especial a petroquímica, graças aos altos investimentos em pesquisa, e a indústria da construção civil, cujo aquecimento deve-se, em grande parte, aos investimentos públicos em infraestrutura e habitação. Na indústria
  17. 17. petroquímica, a produção de polímeros sintéticos representa uma importante fonte de receita. Na construção civil, por exemplo, o produto mais importante é, sem dúvida, o cimento, devido à sua larga utilização em diversas fases da construção. 6. O óxido de alumínio, outro componente do cimento, apresenta as seguintes reações características: 2 3 3 2 3 2 2 (1) A O 6 HC 2 A C 3 H O (2) A O 2 KOH 2 KAIO H O       l l l l l A partir dessas reações, é correto afirmar: a) O 2 3A Ol comporta-se como um óxido ácido na reação 1. b) O 2 3A Ol comporta-se como um óxido básico na reação 2. c) Os produtos formados na reação 1 são ácido e água. d) Os produtos formados na reação 2 são óxido e água. e) O 2 3A Ol é um óxido anfótero. 7. A energia limpa é aquela que, durante os processos de produção e utilização, não libera ou libera poucos gases ou resíduos que agravam o aquecimento global. Sobre o ciclo de produção e utilização do etanol - que pode ser considerado uma fonte de energia limpa – verifica-se que, durante a) a sua utilização em motores, ocorre a emissão de clorofila na atmosfera, o que purifica o ar. b) a sua utilização em motores, ocorre a retenção total do CO2 pela água residual da queima desse combustível. c) a fase de crescimento dos vegetais, que são a matéria-prima da qual é extraído esse combustível, ocorre a absorção do CO2. d) a queima desse combustível, ocorre a produção de O2, elemento fundamental para o crescimento dos vegetais. e) a queima desse combustível, evita-se a emissão de qualquer resíduo poluente. 8. Cientistas da Austrália descobriram um meio de produzir roupas que se limpam sozinhas. A equipe de pesquisadores usou nanocristais de dióxido de titânio (TiO2) que, sob ação da luz solar, são capazes de decompor as partículas de sujeira na superfície de um tecido. O estudo apresentou bons resultados com fibras de algodão e seda. Nesses casos, foram removidas manchas de vinho, bastante resistentes. A nanocamada protetora poderá ser útil na prevenção de infecções em hospitais, uma vez que o dióxido de titânio também mostrou ser eficaz na destruição das paredes celulares de microrganismos que provocam infecções. O termo nano vem da unidade de medida nanômetro, que é a bilionésima parte de 1 metro. Veja. Especial Tecnologia. São Paulo: Abril, set. 2008 (adaptado). A partir dos resultados obtidos pelos pesquisadores em relação ao uso de nanocristais de dióxido de titânio na produção de tecidos e considerando uma possível utilização dessa substância no combate às infecções hospitalares, pode-se associar que os nanocristais de dióxido de titânio a) são pouco eficientes em ambientes fechados e escuros. b) possuem dimensões menores que as de seus átomos formadores. c) são pouco eficientes na remoção de partículas de sujeira de natureza orgânica. d) destroem microrganismos causadores de infecções, por meio de osmose celular. e) interagem fortemente com material orgânico devido à sua natureza apolar. 9. Numa aula prática de Química, um aluno colocou em um tubo de ensaio um pouco de água, 2 gotas de fenolftaleína e uma pequena porção de cinza de cigarro, rica em óxido de potássio e constatou que a mistura ficou rosa. Tal fato aconteceu, porque o óxido de potássio é .................... e reage com a água originando um(a) .................... . As palavras que completam corretamente as lacunas são
  18. 18. a) ácido e sal. b) básico e sal. c) neutro e ácido. d) básico e base. 10. Monóxido de Carbono – perigo à vista O monóxido de carbono é um gás incolor e inodoro presente na queima de combustíveis, fumaça de cigarros etc. Quando inalado, compete com o gás oxigênio ao combinar-se com a hemoglobina do sangue muito mais facilmente que esse. Assim, as células do corpo vão receber quantidade de oxigênio bem menor do que o necessário, pois a hemoglobina disponível para o transporte de oxigênio diminui, causando danos à saúde, podendo, até mesmo, levar à morte. Em recintos fechados, onde o fumo é liberado, tanto fumantes quanto não fumantes sofrem a ação desse gás no organismo. Considere que um fumante, em um recinto fechado, tenha ficado exposto das 22h às 6h do dia seguinte, a 450 ppm de monóxido de carbono proveniente da fumaça de cigarros. (ppm – partes do monóxido por milhão de partes de ar) Quantidade de CO necessária para desativar a hemoglobina (ppm) Tempo de exposição: 1h Tempo de exposição: 8h Porcentagem de hemoglobina desativada Efeitos na saúde 55 – 80 15 – 18 3 % Diminuição da atividade cardíaca, alteração no fluxo sanguíneo 110 – 170 30 – 45 6 % Problemas de visão, diminuição da capacidade de trabalho 280 – 575 75 – 155 10 a 20 % Pequenas dores de cabeça, problemas psicomotores 575 – 860 155 – 235 20 a 30 % Dores de cabeça intensas e náuseas 860 – 1155 235 – 310 30 a 40 % Náuseas, vômitos e diminuição da visão 1430 – 1710 390 – 470 40 a 60 % Convulsão, coma 1710 – 2000 470 – 550 60 a 70% Coma, diminuição da atividade cardíaca e respiratória 2000 – 2280 550 – 630 70 a 80% Morte Consultando a tabela acima, percebe-se que o efeito desse gás nessa pessoa será a) a diminuição da atividade cardíaca. b) pequena dor de cabeça. c) convulsão. d) dor de cabeça intensa e náuseas. e) a morte.
  19. 19. 11. O prefeito de uma determinada cidade consultou a população, que tem forte consciência ecológica e pratica princípios de sustentabilidade, para autorizar a instalação de uma nova indústria na região. Para tanto, a comunidade pesquisou e decidiu que, tendo em vista o fato de a cidade ficar em uma região chuvosa, é importante, para evitar problemas decorrentes da chuva ácida, que a indústria a ser instalada tenha um rígido controle nas suas emissões de gás a) N2 b) O2 c) CO2 d) SO2 e) H2 12. No ano de 2011 houve uma erupção de grandes proporções no Chile, envolvendo o vulcão Puyehue. Dentre as substâncias lançadas na atmosfera durante erupções vulcânicas, encontram-se, principalmente, a sílica 2(SiO ), o gás carbônico, a água e o gás denominado anidrido sulfuroso, cuja fórmula é 2SO . De acordo com o que foi exposto, verifica-se que a) o gás carbônico e o anidrido sulfuroso são, respectivamente, o monóxido de carbono e o dióxido de enxofre. b) todas as substâncias mencionadas são óxidos, com exceção da água, que é um peróxido. c) a sílica, em solução aquosa, origina uma base, enquanto que o anidrido sulfuroso origina um ácido. d) o anidrido sulfuroso e o dióxido de carbono são óxidos ácidos, porém somente o anidrido sulfuroso é o principal responsável pelo fenômeno da chuva ácida. e) o gás carbônico e a sílica são também denominados, respectivamente, de peróxido de carbono e dióxido de silício. Gabarito: Resposta da questão 1: [A] Resposta da questão 2: [A] Resposta da questão 3: [B] Resposta da questão 4: [D] Resposta da questão 5: [B] Resposta da questão 6: [E] Resposta da questão 7: [C] Resposta da questão 8:
  20. 20. [A] Resposta da questão 9: [D] Resposta da questão 10: [C] Resposta da questão 11: [D] Resposta da questão 12: [D]
  21. 21. 2. ÓXIDOS Toda substância binária, ou seja, constituída por apenas dois elementos, que apresentar o oxigênio como o elemento mais eletronegativo será classificada como um óxido. Observando os compostos a seguir, CaO CO2 Al2O3 H2O N2O5 verificamos que todos são binários e apresentamo oxigênio como elemento mais eletronegativo, logo todos são classificados como óxidos. Uma substância que merece muita atenção é o OF2. Note que este composto embora seja binário e tenha o elemento oxigênio, não pode ser classificado como óxido, pois o flúor é mais eletronegativo que o oxigênio. 2.1. FORMULAÇÃO DOS ÓXIDOS Para fazer a fórmula de um óxido basta colocar o elemento com o seu número de oxidação, que será semprepositivo, e o oxigênio à sua direita com o seu nox, que NORMALMENTE, é igual a -2. Caso os índices sejammúltiplos devemos simplifica-los. Veja os exemplos a seguir:
  22. 22. 2.2. NOMENCLATURA DOS ÓXIDOS NORMAIS Os óxidos normais são aqueles onde o oxigênio apresenta nox -2. A nomenclatura desses óxidos podeser estudada da seguinte maneira: 1º caso : Quando o elemento apresenta nox fixo Neste caso o nome do óxido será Óxidode ( citao nome do elemento) Exemplos: CaO : óxido de sódio K2O : óxido de potássio Al2O3: óxido de alumínio Ag2O: óxido de prata 2º caso : Quando o elemento apresenta nox variável Neste caso é permitido duas nomenclaturas: A) Óxido de ( citao nome do elementoe o seunox em algarismos romanos ) Exemplos: SO3 : óxido de enxofre VI Cl2O5: óxido de cloro V CO2: óxido de carbono IV N2O3: óxido de nitrogênio III B)  Indica o número de oxigênios usandoprefixos (mono, di, tri, etc)  Soma a palavra óxido e citaa partículaDE
  23. 23.  Indica o número de átomos do outro elementousandoprefixos(di, tri, etc). Exemplos: SO3 : trióxido de enxofre Cl2O5: pentóxido de dicloro CO2: dióxido de carbono N2O3: trióxido de dinitrogênio Existem alguns elementos que apresentam apenas dois números de oxidação e que possuemoutra nomenclatura. Dentre esses elementos destacam-seo cobre, com nox +1 e +2, o ferro, com nox +2 e +3, e o chumbo, com nox +2 e +4. Para esses elementos, além das duas nomenclaturas citadas, pode-setambém fazer Óxido( citao nome do elemento) +oso( se for o menor nox) ou Óxido( citao nome do elemento) + ico( se for o maior nox) Exemplos: Fe2O3 : óxido de ferro III ou trióxido de diferro ou óxido férrico(+3 é o maior nox do ferro) PbO: óxido de chumbo II ou monóxido de chumbo ou óxido plumboso(+2 é o menor nox do chumbo) Cu2O: óxido de cobreI ou monóxido de cobre ou óxido cuproso(+1 é o menor nox do cobre) 2.3. CLASSIFICAÇÃODOS ÓXIDOS NORMAIS A) Óxidos Básicos Esses óxidos em contato com a água reagem formando bases. Em contato com ácidos eles reagem formando sale água.
  24. 24. Óxido básico + água→ base Óxido básico + ácido → sal + água São óxidos de metais comnox igual a +1 e +2. Os mais importantes dessa categoria são os óxidos de metais alcalinos e alcalino-terrosos. Dentre os óxidos básicos, destacam-se: CaO : Óxidode cálcio, também conhecido como cal viva ou virgem. A cal é bastante utilizada na indústria química, petroquímica, na construção civil, para pinturas, na estabilização de solos, saneamento básico, para tratamento de água, desinfecção de instalações rurais, etc. Essa substância utilizada na forma de pintura além de promover a desinfecção melhora a aparência da instalação, pois passa a impressão de limpeza. K2O:
  25. 25. Óxidode potássio. Encontrado nas cinzas da madeira, podendo ser utilizado para fabricar sabão. O sabão fabricado sessa maneira é conhecido como “sabão de cinzas”. B) Óxidos Ácidos ou Anidridos Esses óxidos em contato com a água reagem formando ácidos. Em contato com bases eles reagem formando sal e água. Óxido ácido + água→ ácido Óxido ácido + base → sal + água Reagem também com os óxidos básicos formando sais Óxido ácido + Óxido básico → sal Os elementos mais importantes que formamóxidos ácidos se situam, na tabela periódica, na extremidade oposta aos metais alcalinos e alcalino- terrosos. Metais com o número de oxidação alto, geralmente +6 e + 7, formam também óxidos dessetipo. Na tabela anterior destacam-seCr e Mn, metais que quando apareceremcom nox elevado vão formar óxidos ácidos.
  26. 26. O nome anidrido quer dizer “ácido sem água”. Isto porque óxidos ácidos podem ser originados quando os ácidos “perdem” água. A tabela abaixo reúne os elementos mais importantes, e seus respectivos números de oxidação, que formamos óxidos ácidos. Essas informações são úteis também para fazer uma nomenclatura particular dos anidridos. Nessa nomenclatura é obrigado citar a palavra ANIDRIDO !!!! Primeiro verifica-seo número de oxidação do elemento e depois o seu prefixo( se houver) e sufixo. Depois é só introduzir o nome do elemento no espaço indicado. Observeos exemplos a seguir: Cl2O5 : o nox do cloro é igual a +5, logo no nome aparecerá o sufixo _ ico. O nome então será ANIDRIDOCLÓRICO. Cl2O : o nox do cloro é igual a +1, logo no nome aparecerá o prefixo hipo ___ e o sufixo _ oso. O nome então será ANIDRIDO HIPOCLOROSO. SO2 : o nox do enxofre é igual a +4, logo no nome aparecerá o sufixo _oso. O nome então será ANIDRIDO SULFUROSO. SO3 : o nox do enxofre é igual a +6, logo no nome aparecerá o sufixo _ ico. O nome então será ANIDRIDOSULFÚRICO.
  27. 27. Mn2O7 : o nox do manganês é igual a +7, logo no nome aparecerá o prefixo per ___ e o sufixo _ ico. O nome então será ANIDRIDO PERMANGÂNICO. Para os óxidos a seguir P2O3 CrO3 Br2O Cl2O7 I2O5 temos, respectivamente, anidrido fosforoso, anidrido crômico, anidrido hipobromoso, anidrido perclórico e anidrido iódico. Nessegrupo de óxidos destacam-se: SOx : óxidos de enxofre ( SO2 e SO3) Quando lançados na atmosfera, por ação antrópicaou não, podem provocar umfenômeno ambiental conhecido como “chuva ácida”, pois esses gases reagem coma água da chuva aumentando a sua acidez.
  28. 28. Quando um vulcão está em atividade verifica-seum lançamento de uma enorme quantidade de óxidos de enxofre na atmosfera. No filme O Inferno deDante o lançamento desses óxidos ocorreu em um lago o que provocou a morte dos peixes, dentre outras consequências. CO2: Anidridocarbônicoou gás carbônico. O aumento da concentração desseóxido na atmosfera, principalmente pela queima de combustíveis de origem fóssil, vem intensificando o efeito estufa, provocando o aquecimento global. É também o gás encontrado nas bebidas gaseificadas e o gás liberado na decomposição do fermento químico que faz a massa do bolo crescer. C) ÓXIDOS NEUTROS OUINDIFERENTES
  29. 29. São óxidos que não reagem com ácidos, bases e água. Uma confusão frequente é achar que eles não reagem com substância alguma, mas logo a seguir citaremos algumas reações que acontecem com a participação dessas substâncias. Os três óxidos neutros são : CO : Monóxidode carbono. Produzido principalmente em reações de combustão incompleta, verificada normalmente em motores automotivos, ele reage com a hemoglobina do sanguepodendo provocar até a morte. Bombeiros reforçamcuidados para evitar morte por asfixiade monóxido de carbono A morte de Carina Pissetti, de 18 anos, provocada supostamente pelo gás monóxido de carbono, despertounovamente a preocupaçãodo Corpo de Bombeirossobre os cuidadosque se devem ter no uso de aquecedoresa gás. Carina foi encontrada morta no banheiro do apartamento em que morava, em Curitiba. A prevenção é a melhor dica para evitar envenenamentos. "Masé preciso saber reconhecer sintomas. Por exemplo, em níveis moderadoso COpode causar doresde cabeça, enjôos, confusão mental, náusease desmaios", explica. "Em baixos níveis, o CO pode causar esmorecimento, náuseas, ligeirosenjôos, podendo afetara saúde depois de algum tempo", completa. (...) Identificadosossintomas, o tenente aconselha que imediatamente as pessoas procurem um localcom ar fresco, abra janelase portas, desligue equipamentosque utilizam
  30. 30. combustíveis e saia de casa. Procurar atendimento médico, avisando-o sobre um possível envenenamento, e chamar o Corpo de Bombeiros. (http://www.gazetadopovo.com.br/parana/conteudo.phtml?id=673120 ) N2O : Óxido nitroso. Gás do risoou gás hilariante. Usado em consultórios odontológicos como objetivo de fazer a sedação consciente, ou seja, o gás age relaxando o paciente enquanto o anestesia, mas sem que ele perca a consciência e possa reagir a estímulos. Após ser inalado, o gás alcança os pulmões, passa pelos alvéolos pulmonares e chega à corrente sanguínea, atingindo o sistema nervoso central, aumentando a tolerância à dor. No motor de um carro o óxido nitroso é aquecido, e por isso ele se decompõe em oxigênio e nitrogênio. A injeção de óxido nitroso em um motor significaque mais oxigênio está disponível durante a combustão. Como há mais oxigênio, também se pode injetar mais combustível, permitindo que o mesmo motor produza mais potência. NO : óxido nítrico. Substância que participa do processo deereção e quando lançada na atmosfera é considerada um poluente, pois essegás pode reagir com o oxigênio do ar formando o NO2, óxido que reagirá com a água para formar ácidos. D) ÓXIDOS MISTOS, DUPLOS OUSALINOS. Esses óxidos reagem como sefossema mistura de dois outros óxidos do mesmo elemento. È muito fácil reconhecer essetipo de óxido, pois todos apresentama fórmula M3O4, onde M é um metal. Veja os exemplos a seguir: Fe3O4 : óxido duplo, mistoou salinode ferro. Principal componente da magnetita (ímã comum). Essa substância secomporta como se fosse formada por Fe2O3 e FeO.
  31. 31. Pb3O4 : óxido duplo, mistoou salinode chumbo. Principalcomponente do zarcão (tinta utilizada para evitar a ferrugem). Essa substância se comporta como se fosseformada por PbO2 e PbO. E) ÓXIDOSANFÓTEROS São óxidos que possuemum comportamento ambíguo, pois frente a um ácido eles se comportamcomo um óxido básico; e na presençade uma base secomportam como óxidos ácidos. Tanto a base como o ácido com o qual os óxidos anfóteros reagemdevem ser fortes, com caráter químico bem pronunciado. Ao reagirem com esses ácidos e bases fortes, produzem sale água. Considerando a reação ZnO(s) + H2SO4(aq) → ZnSO4(aq) + H2O(l) verificamos que o ZnO reagiu com um ácido, logo nessa situação ele apresenta comportamento de óxido básico. Porémnessa reação ZnO(s) + 2NaOH(aq) → Na2ZnO2(aq) + H2O(l) o ZnO reagiu com uma base, logo nessa situação ele apresenta comportamento de óxido ácido. Os principais elementos que formamos óxidos anfóteros são
  32. 32. Destacam-senessa categoria Al2O3 : óxido de alumínio. Principalconstituinte da bauxita, minério de onde se extrai o alumínio a partir de um processo chamado eletrólise ígnea. O alumínio obtido assim é utilizado na fabricação de diversos objetos, dentre eles panelas e latinhas de refrigerante. TiO2: dióxidode titânio. Pigmento branco usado na fabricação de tintas, papel e protetores solares. ZnO : óxido de zinco. Produto encontrado em pomadas para assadura, protetores solares e pasta d’água.
  33. 33. F) ÓXIDOS ANORMAIS –PERÓXIDOSESUPERÓXIDOS Os óxidos que apresentam o oxigênio com nox diferente de -2 são chamados de anormais. Os peróxidos apresentamo oxigênio com nox igual a -1 e na sua estrutura há um grupo de átomos conhecido como ponte peróxi -O-O- . Observeos exemplos Na2O2: peróxido de sódio CaO2: peróxido de cálcio O peróxido de maior importância é o H2O2 : peróxidode hidrogênio. Em solução é conhecido como água oxigenada, que além de ter a capacidade de clarear os pelos é também um antisséptico. Os superóxidos apresentamo oxigênio com nox igual a -1/2 . Observeos exemplos Na2O4: superóxido de sódio CaO4: superóxido de cálcio EXERCÍCIOS DESALA TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Baseado no texto a seguir, responda a(s) questão(ões) “... Por mais surpreendente que pareça, a desintegração do exército napoleônico pode ser atribuída a algo tão pequeno quanto um botão — um botão de estanho, para sermos mais
  34. 34. exatos, do tipo que fechava todas as roupas no exército, dos sobretudos dos oficiais às calças e paletós dos soldados de infantaria. Quando a temperatura cai, o reluzente estanho metálico exposto ao oxigênio do ar começa a se tornar friável e a se esboroar (desfazer) num pó acinzentado e não metálico — continua sendo estanho, mas com forma estrutural diferente”. (Adaptado de Os Botões de Napoleão — Penny Le Couteur e Jay Burreson — p. 8). 1. O texto acima faz alusão a uma reação química, cujo produto é um pó acinzentado e não metálico. A alternativa que apresenta corretamente o nome e fórmula química dessa substância a) cloreto de estanho de fórmula 2SnC .l b) estanho metálico de fórmula o Sn . c) óxido de estanho VI de fórmula 2 3Sn O . d) peróxido de estanho de fórmula 3 2Sn O . e) óxido de estanho II de fórmula SnO. 2. Considere os seguintes óxidos: I. MgO II. CO III. CO2 IV. CrO3 V. Na2O Os óxidos que, quando dissolvidos em água pura, reagem produzindo bases são a) apenas II e III. b) apenas I e V. c) apenas III e IV. d) apenas IV e V. e) apenas I e II. 3. Em junho de 2012 ocorreu na cidade do Rio de Janeiro a Conferência Rio+20. Os principais focos de discussão dessa conferência diziam respeito à sustentabilidade do planeta e à poluição da água e do ar. Em relação a esse último aspecto, sabemos que alguns gases são importantes para a vida no planeta. A preocupação com esses gases é justificada, pois, de um modo geral, pode-se afirmar que a) o CH4 e o CO2 estão relacionados à radiação ultravioleta, o O3, à chuva ácida e os NOx, ao efeito estufa. b) o CH4 está relacionado à radiação ultravioleta, o O3 e o CO2, ao efeito estufa e os NOx, à chuva ácida. c) os NOx estão relacionados ao efeito estufa, o CH4 e o CO2, à radiação ultravioleta e o O3, à chuva ácida. d) o O3 está relacionado à radiação ultravioleta, o CH4 e o CO2, ao efeito estufa e os NOx, à chuva ácida. 4. A decomposição térmica do calcário, CaCO3, produz CO2 e CaO, ou seja, nessa transformação, um a) sal produz um óxido ácido e um óxido básico. b) sal produz dois óxidos ácidos. c) sal produz dois óxidos básicos. d) ácido produz dois óxidos ácidos. e) ácido produz um óxido ácido e um óxido básico. 5. A exposição dos atletas ao sol intenso exige cuidados especiais com a pele. O dióxido de titânio é usado em vestimentas a fim de proteger os atletas da radiação solar. A fórmula química do dióxido de titânio é __________, trata-se de um óxido __________ formado por um
  35. 35. __________ e oxigênio. A alternativa que completa corretamente as lacunas é: a) TiO2 – iônico – não metal b) Ti2O – molecular – não metal c) TiO2 – iônico – metal d) Ti2O – iônico – não metal e) TiO2 – molecular – metal Gabarito: Resposta da questão 1: [E] Resposta da questão 2: [B] Resposta da questão 3: [D] Resposta da questão 4: [A] Resposta da questão 5: [C] EXERCÍCIOSDE CASA 1. A chuva ácida é um tipo de poluição causada por contaminantes gerados em processos industriais que, na atmosfera, reagem com o vapor d’água. Dentre os contaminantes produzidos em uma região industrial, coletaram-se os óxidos SO3, CO, Na2O e MgO. Nessa região, a chuva ácida pode ser acarretada pelo seguinte óxido: a) SO3 b) CO c) Na2O d) MgO 2. A Química está intrinsecamente ligada ao desenvolvimento do homem, já que abarca todas as transformações de matérias e teorias correspondentes. No Império Romano, usava-se chumbo em utensílios de cozinha, encanamentos de água e recipientes para guardar bebidas como o vinho. Esse elemento químico na sua forma metálica não é venenoso, tanto que muitas pessoas conseguem viver anos com bala de chumbo alojada no corpo. Já outras, que aspiram ou ingerem compostos de chumbo, podem até morrer de plumbismo. Crianças, em especial as que moram em casas cujas paredes foram pintadas com tinta à base de chumbo, correm o risco de, ao colocar farelos de tinta na boca, contrair plumbismo. Um dos compostos do chumbo é o Pb3O4. Em relação a esse composto, verifica-se que a) o Pb3O4 é um óxido misto ou duplo.
  36. 36. b) o Pb3O4 é um óxido neutro. c) o Pb3O4 reage com o HBr produzindo brometo de etila,Br2 e água. d) no Pb3O4 o nox do chumbo é +4. e) o Pb3O4 é um oxido anfótero e, em razão disso, só reage com as bases fortes. 3. Nas condições ambientes, assinale a opção que contém apenas óxidos neutros. a) NO2, CO e Aℓ2O3 b) N2O, NO e CO c) N2O, NO e NO2 d) SiO2, CO2 e Aℓ2O3 e) SiO2, CO2 e CO 4. Quando aquecido ao ar, 1,65 g de um determinado elemento X forma 2,29 g de um óxido de fórmula X3O4. Das alternativas abaixo, assinale a opção que identifica o elemento X. a) Antimônio b) Arsênio c) Ouro d) Manganês e) Molibdênio TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Cerca de ¼ de todo o dióxido de carbono liberado pelo uso de combustíveis fósseis é absorvido pelo oceano, o que leva a uma mudança em seu pH e no equilíbrio do carbonato na água do mar. Se não houver uma ação rápida para reduzir as emissões de dióxido de carbono, essas mudanças podem levar a um impacto devastador em muitos organismos que possuem esqueletos, conchas e revestimentos, como os corais, os moluscos, os que vivem no plâncton, e no ecossistema marinho como um todo. 5. Levando em conta a capacidade da água de dissolver o dióxido de carbono, há uma proposta de se bombear esse gás para dentro dos oceanos, em águas profundas. Considerando-se o exposto no texto inicial e a proposta de bombeamento do dióxido de carbono nas águas profundas, pode-se concluir que esse bombeamento a) favoreceria os organismos que utilizariam o carbonato oriundo da dissolução do gás na água para formar suas carapaças ou exoesqueletos, mas aumentaria o nível dos oceanos. b) diminuiria o problema do efeito estufa, mas poderia comprometer a vida marinha. c) diminuiria o problema do buraco da camada de ozônio, mas poderia comprometer a vida marinha. d) favoreceria alguns organismos marinhos que possuem esqueletos e conchas, mas aumentaria o problema do efeito estufa. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: A sociedade atual é marcada pelo elevado grau de desenvolvimento tecnológico, que acarretou melhoria da qualidade e aumento da expectativa de vida da população. Ao mesmo tempo, esse desenvolvimento vem gerando graves problemas ambientais que representam ameaças à vida do planeta. Nesse contexto, o setor industrial tem um papel preponderante, do ponto de vista econômico, pela geração de bens e produtos; do ponto de vista social, pela geração de emprego e renda; mas também do ponto de vista ambiental, pela geração de resíduos. Considerando os aspectos positivos e os indicadores do atual desenvolvimento econômico do Brasil, destacam-se: a indústria química, de modo especial a petroquímica, graças aos altos investimentos em pesquisa, e a indústria da construção civil, cujo aquecimento deve-se, em grande parte, aos investimentos públicos em infraestrutura e habitação. Na indústria petroquímica, a produção de polímeros sintéticos representa uma importante fonte de receita. Na construção civil, por exemplo, o produto mais importante é, sem dúvida, o cimento, devido à sua larga utilização em diversas fases da construção. 6. O óxido de alumínio, outro componente do cimento, apresenta as seguintes reações características:
  37. 37. 2 3 3 2 3 2 2 (1) A O 6 HC 2 A C 3 H O (2) A O 2 KOH 2 KAIO H O       l l l l l A partir dessas reações, é correto afirmar: a) O 2 3A Ol comporta-se como um óxido ácido na reação 1. b) O 2 3A Ol comporta-se como um óxido básico na reação 2. c) Os produtos formados na reação 1 são ácido e água. d) Os produtos formados na reação 2 são óxido e água. e) O 2 3A Ol é um óxido anfótero. 7. A energia limpa é aquela que, durante os processos de produção e utilização, não libera ou libera poucos gases ou resíduos que agravam o aquecimento global. Sobre o ciclo de produção e utilização do etanol - que pode ser considerado uma fonte de energia limpa – verifica-se que, durante a) a sua utilização em motores, ocorre a emissão de clorofila na atmosfera, o que purifica o ar. b) a sua utilização em motores, ocorre a retenção total do CO2 pela água residual da queima desse combustível. c) a fase de crescimento dos vegetais, que são a matéria-prima da qual é extraído esse combustível, ocorre a absorção do CO2. d) a queima desse combustível, ocorre a produção de O2, elemento fundamental para o crescimento dos vegetais. e) a queima desse combustível, evita-se a emissão de qualquer resíduo poluente. 8. Cientistas da Austrália descobriram um meio de produzir roupas que se limpam sozinhas. A equipe de pesquisadores usou nanocristais de dióxido de titânio (TiO2) que, sob ação da luz solar, são capazes de decompor as partículas de sujeira na superfície de um tecido. O estudo apresentou bons resultados com fibras de algodão e seda. Nesses casos, foram removidas manchas de vinho, bastante resistentes. A nanocamada protetora poderá ser útil na prevenção de infecções em hospitais, uma vez que o dióxido de titânio também mostrou ser eficaz na destruição das paredes celulares de microrganismos que provocam infecções. O termo nano vem da unidade de medida nanômetro, que é a bilionésima parte de 1 metro. Veja. Especial Tecnologia. São Paulo: Abril, set. 2008 (adaptado). A partir dos resultados obtidos pelos pesquisadores em relação ao uso de nanocristais de dióxido de titânio na produção de tecidos e considerando uma possível utilização dessa substância no combate às infecções hospitalares, pode-se associar que os nanocristais de dióxido de titânio a) são pouco eficientes em ambientes fechados e escuros. b) possuem dimensões menores que as de seus átomos formadores. c) são pouco eficientes na remoção de partículas de sujeira de natureza orgânica. d) destroem microrganismos causadores de infecções, por meio de osmose celular. e) interagem fortemente com material orgânico devido à sua natureza apolar. 9. Numa aula prática de Química, um aluno colocou em um tubo de ensaio um pouco de água, 2 gotas de fenolftaleína e uma pequena porção de cinza de cigarro, rica em óxido de potássio e constatou que a mistura ficou rosa. Tal fato aconteceu, porque o óxido de potássio é .................... e reage com a água originando um(a) .................... . As palavras que completam corretamente as lacunas são a) ácido e sal. b) básico e sal. c) neutro e ácido. d) básico e base. 10. Monóxido de Carbono – perigo à vista
  38. 38. O monóxido de carbono é um gás incolor e inodoro presente na queima de combustíveis, fumaça de cigarros etc. Quando inalado, compete com o gás oxigênio ao combinar-se com a hemoglobina do sangue muito mais facilmente que esse. Assim, as células do corpo vão receber quantidade de oxigênio bem menor do que o necessário, pois a hemoglobina disponível para o transporte de oxigênio diminui, causando danos à saúde, podendo, até mesmo, levar à morte. Em recintos fechados, onde o fumo é liberado, tanto fumantes quanto não fumantes sofrem a ação desse gás no organismo. Considere que um fumante, em um recinto fechado, tenha ficado exposto das 22h às 6h do dia seguinte, a 450 ppm de monóxido de carbono proveniente da fumaça de cigarros. (ppm – partes do monóxido por milhão de partes de ar) Quantidade de CO necessária para desativar a hemoglobina (ppm) Tempo de exposição: 1h Tempo de exposição: 8h Porcentagem de hemoglobina desativada Efeitos na saúde 55 – 80 15 – 18 3 % Diminuição da atividade cardíaca, alteração no fluxo sanguíneo 110 – 170 30 – 45 6 % Problemas de visão, diminuição da capacidade de trabalho 280 – 575 75 – 155 10 a 20 % Pequenas dores de cabeça, problemas psicomotores 575 – 860 155 – 235 20 a 30 % Dores de cabeça intensas e náuseas 860 – 1155 235 – 310 30 a 40 % Náuseas, vômitos e diminuição da visão 1430 – 1710 390 – 470 40 a 60 % Convulsão, coma 1710 – 2000 470 – 550 60 a 70% Coma, diminuição da atividade cardíaca e respiratória 2000 – 2280 550 – 630 70 a 80% Morte Consultando a tabela acima, percebe-se que o efeito desse gás nessa pessoa será a) a diminuição da atividade cardíaca. b) pequena dor de cabeça. c) convulsão. d) dor de cabeça intensa e náuseas. e) a morte. 11. O prefeito de uma determinada cidade consultou a população, que tem forte consciência ecológica e pratica princípios de sustentabilidade, para autorizar a instalação de uma nova indústria na região. Para tanto, a comunidade pesquisou e decidiu que, tendo em vista o fato de a cidade ficar em uma região chuvosa, é importante, para evitar problemas decorrentes da chuva ácida, que a indústria a ser instalada tenha um rígido controle nas suas emissões de gás a) N2
  39. 39. b) O2 c) CO2 d) SO2 e) H2 12. No ano de 2011 houve uma erupção de grandes proporções no Chile, envolvendo o vulcão Puyehue. Dentre as substâncias lançadas na atmosfera durante erupções vulcânicas, encontram-se, principalmente, a sílica 2(SiO ), o gás carbônico, a água e o gás denominado anidrido sulfuroso, cuja fórmula é 2SO . De acordo com o que foi exposto, verifica-se que a) o gás carbônico e o anidrido sulfuroso são, respectivamente, o monóxido de carbono e o dióxido de enxofre. b) todas as substâncias mencionadas são óxidos, com exceção da água, que é um peróxido. c) a sílica, em solução aquosa, origina uma base, enquanto que o anidrido sulfuroso origina um ácido. d) o anidrido sulfuroso e o dióxido de carbono são óxidos ácidos, porém somente o anidrido sulfuroso é o principal responsável pelo fenômeno da chuva ácida. e) o gás carbônico e a sílica são também denominados, respectivamente, de peróxido de carbono e dióxido de silício. Gabarito: Resposta da questão 1: [A] Resposta da questão 2: [A] Resposta da questão 3: [B] Resposta da questão 4: [D] Resposta da questão 5: [B] Resposta da questão 6: [E] Resposta da questão 7: [C] Resposta da questão 8: [A] Resposta da questão 9: [D]
  40. 40. Resposta da questão 10: [C] Resposta da questão 11: [D] Resposta da questão 12: [D] 3. ÁCIDOS Os ácidos, segundo Arrhenius, são substâncias moleculares que, em água, ionizam e geram soluções iônicas onde o único cátion encontrado é o H+. Esse cátion nada mais é do que um próton, por isso costuma-se dizer que ácidos são substâncias que em água ionizam e liberam como único cátion o próton H+. Simbolicamente temos: HCl(aq) → H+ (aq) + Cl- (aq) H2SO4(aq) →2 H+ (aq) + SO4 2- (aq) Esse grupo de substâncias apresentam as seguintes propriedades:  São compostos moleculares.  Em água conduzem eletricidade pois geram soluções iônicas, ou seja, são eletrólitos.  As soluções ácidas têm sabor azedo. Por questões didáticas os ácidos são divididos em dois grandes grupos: os hidrácidos, que são aqueles que não têm oxigênio na molécula, e os oxiácidos, aqueles que têm na sua estrutura o elemento oxigênio. 3.1 HIDRÁCIDOS Os hidrácidos podem ser formulados colocando-se o H+ ao lado de Ax-, onde A pode ser um ametal, um semi metal ou os radicais cianeto, CN-, ou isocianeto, NC-. A nomenclatura é feita escrevendo-se a palavra ácido ( nome do elemento ou radical) + ídrico. HCl(aq): ácido clorídrico HBr(aq): ácido bromídrico
  41. 41. HI(aq): ácido iodídrico HF(aq): ácido fluorídrico H2S(aq): ácido sulfídrico H2Te(aq): ácido telurídrico H2Se(aq): ácido selenídrico HCN(aq): ácido cianídrico HNC(aq):ácido isocianídrico Alguns hidrácidos merecem destaque: HCl(aq) : ácido clorídrico. É vendido no comércio para limpeza doméstica com o nome de ácido muriático. Também é encontrado no suco gástrico do estômago. Os antiácidos estomacais atuam neutralizando esse ácido. HCN(aq) : ácido cianídrico. Quando puro o HCN é um gás conhecido como cianeto de hidrogênio, substância muito venenosa capaz de matar em pouco tempo. É produzido nas câmaras de gás para efetuar a pena de morte. Várias tragédias no passado tiveram como pano de fundo o envenenamento por inalação de vapores de HCN. Grandes partes dos plásticos contêm na sua composição compostos nitrogenados que por combustão libertam gás cianídrico. Em 1973, em Paris, um incêndio a bordo de um avião matou 119 passageiros e em 1980 em acidente igual morreram 303 peregrinos em Riyadh, Arábia Saudita, por combustão de material plástico que produziu gás cianídrico. H2S(aq) : ácido sulfídrico. Quando puro é um gás chamado de sulfeto de hidrogênio, de cheiro desagradável, por isso conhecido como o gás que tem cheiro de “ovo podre”. Na natureza é proveniente dos campos de petróleo e gás natural, das águas subterrâneas, das zonas pantanosas, etc. O mau cheiro das flatulências vem de pequenas quantidades de sulfeto de hidrogênio presentena mistura de gases.
  42. 42. 3.2 OXIÁCIDOS Essetipo de ácido pode ser originado de uma reação mostrada anteriormente: óxido ácido + água → ácido O ácido formado dessa forma irá conter obrigatoriamente o elemento oxigênio. Observeo exemplo a seguir: CO2(g) + H2O(l) → H2CO3(aq) Para formar o produto basta somar as duas moléculas colocando o hidrogênio na frente da fórmula e o oxigênio por último. Devemos simplificar os índices quando possível. SO3(g) + H2O(l) → H2SO4(aq) N2O3(g) + H2O(l) → 2 HNO2(aq) Cl2O(g) + H2O(l) → 2 HClO(aq) Cl2O7(l) + H2O(l) → 2 HClO4(aq) Os ácidos assimobtidos apresentamo mesmo nome dos anidridos ( óxidos ácidos ) que os originaram. A tabela
  43. 43. ainda deve ser utilizada. O primeiro passo é determinar o nox do elemento central e depois consultar as informações contidas nela. Por exemplo, o carbono no ácido de fórmula H2CO3(aq) apresenta número de oxidação +4. Consultando a tabela sabemos que o nome desseácido é ácido carbônico. Usando essemesmo procedimento para os ácidos H2SO4(aq) enxofre com nox +6 ácido sulfúrico HNO2(aq) nitrogênio com nox +3 ácido nitroso HClO(aq) cloro comnox +1 ácido hipocloroso HClO4(aq) cloro comnox +7 ácido perclórico Treinando mais um pouco, para os ácidos HMnO4(aq), H2SO3(aq), HNO3(aq) e HIO4(aq) temos, respectivamente, ácido permangânico, ácido sulfuroso, ácido nítrico e ácido periódico. Destacam-se, dentreos oxiácidos H2SO4(aq): ácido sulfúrico. Umdos principais vilões da chuva ácida. Muito utilizado em indústrias químicas e, por isso, um alto consumo dessa substância é um indicativo do desenvolvimento industrial do mesmo. Também utilizado na produção de fertilizantes agrícolas. Substância extremamente corrosiva epor isso muito perigosa. Em um ataque aparentemente sem motivação, uma estudante universitária de 21 anos teve o rosto desfigurado após ser atacada com ácido sulfúrico em Bogotá. De acordo com o canal colombiano City e o jornal El Tiempo, ela caminhava para o trabalho quando um homem de bicicleta jogou o líquido, que provocou queimaduras profundas. (http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/14264/conteudo+opera.shtml ) HNO3(aq):ácido nítrico. Outro grandevilão da chuva ácida. Usado na produção de explosivos, fertilizantes, etc. H3PO4(aq): ácido ( orto)fosfórico. Podeser formado pela reação do anidrido fosfórico, P2O5, comtrês moléculas de água. Daí vem o prefixo orto* ( P2O5 + 3 H2O → 2 H3PO4 ). Usado na indústria de sabão e
  44. 44. detergentes, medicamentos, farmacêutica, etc. Ele aparece na composição de refrigerantes, como a Coca-Cola, com o nome INS 338, que servecomo regulador de acidez. * caso a reação ocorra comapenas uma molécula de água, deve-seutilizar o prefixo metae, comduas moléculas de água, o prefixo usado é o piro. P2O5 + H2O → 2 HPO3 ácido metafosfórico P2O5 + 2 H2O → H4P2O7 ácido pirofosfórico 3.3 CLASSIFICAÇAO DOSÁCIDOS a) Quanto à volatilidade. Os ácidos que apresentam baixa temperatura de ebulição passa facilmente para o estado gasoso e, por isso, são classificados como voláteis. Aqueles queapresentam uma temperatura de ebulição relativamente elevada passamcommais dificuldade para o estado gasoso e, por isso, são classificados como fixos. Esses ácidos normalmente possuemmuitos átomos por molécula ( a partir de sete ) Fixos : H2SO4, H3PO4 e H3BO3. Voláteis: HCN, HCl, H2S, H2CO3, etc.
  45. 45. b) Quanto ao número de hidrogênios ionizáveis. Os hidrogênio ionizáveis são aqueles que podem ser liberados em solução quando um ácido é colocado em contato com a água. Nos hidrácidos todos os hidrogênios presentes na molécula são ionizáveis. Aplicando a classificação usando essecritério temos HCl(aq) → H+ (aq) + Cl- (aq) monoácido ou ácido monoprótico H2S(aq) → 2 H+ (aq) + S2- (aq) diácido ou ácido diprótico Geralmente para os oxiácidos o número de átomos de hidrogênio coincide com o número de hidrogênios ionizáveis. HNO3(aq) → H+ (aq) + NO3 - (aq) monoácido ou ácido monoprótico H2SO4(aq) →2 H+ (aq) + SO4 2- (aq) diácido ou ácido diprótico H3PO4(aq) →3 H+ (aq) + PO4 3- (aq) triiácido ou ácido triprótico H4P2O7(aq) →4 H+ (aq) + P2O7 2- (aq) tetrácido ou ácido tetraprótico Existem dois ácidos onde o número de átomos de hidrogênio NÃO coincide com o número de hidrogênios ionizáveis. São eles Ácidofosforoso H3PO3(aq) →2 H+ (aq) + HPO3 2- (aq) diácido ou ácido diprótico Ácidohipofosforoso H3PO2(aq) → H+ (aq) + H2PO3 - (aq) monoácido ou ácido monoprótico Nos oxiácidos os hidrogênios ionizáveis se encontram ligados diretamente a átomos de oxigênio, como podemos perceber ao analisar a fórmula estrutural.
  46. 46. c) Quanto ao grau de ionização ( α ). O grau de ionização indica quantas moléculas ionizam em um total de 100 moléculas. Observando as informações a seguir podemos interpretar da seguinte forma: de cada 100 moléculas de HF dissolvidas emágua, apenas 8 delas sofremionização. Já para o HCl, de
  47. 47. cada 100 moléculas dissolvidas em água, 92 sofremionização. Então quando comparamos as duas soluções de mesma concentração de HF e HCl, verificamos que a solução de HCl apresenta uma maior concentração de íons e por isso conduz melhor eletricidade do que a solução de HF. Dizemos por isso que o ácido clorídrico, HCl, é um eletrólito mais forte que o ácido fluorídrico, HF. IMPORTANTE Um ácido que ioniza mais do que outro, gera uma solução com maior concentração de íons e por isso é mais forte! Usando ainda as informações acima, podemos concluir que o ácido sulfúrico, H2SO4, é mais forte que o ácido fosfórico, H3PO4. Podemos adotar os parâmetros como referência Para os hidrácidos as determinações experimentais mostramque Já para os oxiácidos existe uma regra prática que ajuda bastanteno reconhecimento da forçado ácido. Devemos calcular um valor, n, fazendo onde w = número de átomos de oxigênio
  48. 48. x = número de hidrogênios ionizáveis y = número de átomos do elemento central Quanto maior o valor de n, mais forte é o ácido. Se n= 2 ou 3, o ácido será forte. Se n=1, ele será moderado ( médio ) e se n = 0 ele será fraco. Exemplo: Temos que tomar cuidado com o ácido carbônico, H2CO3, pois essa regra não é válida para ele. As determinações experimentais indicam que esse ácido é muito fraco. EXERCÍCIOS DESALA 1. Observa-se que uma solução aquosa saturada de HCl libera uma substância gasosa. Uma estudante de química procurou representar, por meio de uma figura, os tipos de partículas que predominam nas fases aquosa e gasosa desse sistema – sem representar as partículas de água. A figura com a representação mais adequada seria a) b) c)
  49. 49. d) e) 2. A chuva ácida é um tipo de poluição causada por contaminantes gerados em processos industriais que, na atmosfera, reagem com o vapor d’água. Dentre os contaminantes produzidos em uma região industrial, coletaram-se os óxidos SO3, CO, Na2O e MgO. Nessa região, a chuva ácida pode ser acarretada pelo seguinte óxido: a) SO3 b) CO c) Na2O d) MgO 3. Observe o esquema representado abaixo. Sabe-se que a força de um ácido, na teoria, é indicada por uma grandeza chamada grau de ionização (α ), isto é, pela relação matemática entre o número de moléculas ionizadas e o número total de moléculas dissolvidas. Na prática, para os oxiácidos, existe uma relação estreita entre a quantidade de H ácido e o número de átomos de oxigênios (O) presente na molécula do oxiácido. Assim sendo, em qual das soluções – de mesma concentração e na mesma temperatura – a lâmpada do esquema apresenta maior brilho? a) 2 3H CO . b) 4HC O .l c) 4 4H SiO . d) 3HNO . e) 3 2H PO . 4. Os ácidos 2 4 3 4 4H SO , H PO e HC Ol , são de grande importância na indústria (por exemplo, na produção de fertilizantes). Assinale a alternativa que apresenta corretamente a ordem crescente de acidez destas espécies.
  50. 50. a) 3 4 2 4 4H PO , H SO , HC O .l b) 2 4 3 4 4H SO , H PO , HC O .l c) 4 2 4 3 4HC O , H SO , H PO .l d) 4 3 4 2 4HC O , H PO , H SO .l e) 3 4 4 2 4H PO , HC O , H SO .l 5. (ENEM) O processo de industrialização tem gerado sérios problemas de ordem ambiental, econômica e social, entre os quais se pode citar a chuva ácida. Os ácidos usualmente presentes em maiores proporções na água da chuva são o H2CO3, formado pela reação do CO2 atmosférico com a água, o HNO3, o HNO2, o H2SO4 e o H2SO3. Esses quatro últimos são formados principalmente a partir da reação da água com os óxidos de nitrogênio e de enxofre gerados pela queima de combustíveis fósseis. A formação de chuva mais ou menos ácida depende não só da concentração do ácido formado, como também do tipo de ácido. Essa pode ser uma informação útil na elaboração de estratégias para minimizar esse problema ambiental. Se consideradas concentrações idênticas, quais dos ácidos citados no texto conferem maior acidez às águas das chuvas? a) HNO3 e HNO2. b) H2SO4 e H2SO3. c) H2SO3 e HNO2. d) H2SO4 e HNO3. e) H2CO3 e H2SO3. 6. Relativamente à formula molecular H2SO4, dados os números atômicos H (Z = 1); O (Z = 8); S (Z = 16), nota-se que: a) existem duas ligações iônicas, duas ligações covalentes normais e duas ligações covalentes dativas. b) todos os átomos da fórmula obedecem à regra do octeto. c) todas as ligações encontradas na molécula são do tipo ligação covalente apolar. d) o ácido apresenta dois hidrogênios ionizáveis. e) sua nomenclatura é ácido sulfuroso e sua classificação é triácido. EXERCÍCIOS DE CASA 1. O anidrido sulfúrico é o óxido de enxofre que em reação com a água forma o ácido sulfúrico. Nas regiões metropolitanas, onde o anidrido é encontrado em grandes quantidades na atmosfera, essa reação provoca a formação da chuva ácida. As fórmulas do anidrido sulfúrico e do ácido sulfúrico são, respectivamente: a) SO3 e H2SO4 b) SO4 e H2SO4 c) SO2 e H2SO3 d) SO e H2SO3 2. A cal extinta ou cal apagada (Ca(OH)2) é muito utilizada em construções de alvenaria (tijolo) para formar uma pasta que misturada à areia e ao cimento seca fazendo com que a parede de tijolos não caia. A maioria dos trabalhadores de construção civil não utiliza luvas para proteger as mãos após o manuzeio da argamassa de cal. Se a pessoa ficar muito tempo com resíduos de cal na mão, isto faz com que as mãos fiquem ressecadas; isto ocorre devido a uma reação química que remove a oleosidade da pele. Após um dia de trabalho é muito comum o profissional, mesmo após lavar as mãos, estar com elas toda cheia de resíduos de cal, que continua removendo a oleosidade remanescente. Para neutralizar esta cal da mão lavada, das substâncias a seguir o profissional poderá utilizar: a) vinagre. b) bicarbonato de sódio. c) pasta de dente. d) sal de cozinha.
  51. 51. e) amido de milho. 3. Nos dias atuais, a preocupação com o meio ambiente começa a ser uma realidade no meio empresarial, vide o certificado ISO 14000 concedido a empresas que são consideradas "ambientalmente corretas". O Brasil apresenta uma série de candidatas para receberem este certificado; afinal, o país que apresenta uma das mais severas leis ambientais do mundo não poderia deixar de ser também o pioneiro nesta certificação. Um tópico com o qual o Governo Federal terá muito trabalho será quanto à emissão de gases poluentes, tais como o anidrido sulfúrico e o sulfuroso, que geram, ao reagirem com a umidade do ar, o ácido sulfúrico. As fórmulas desses dois gases poluentes são, respectivamente, a) SO2 e SO. b) SO3 e S2O3. c) SO2 e S2O3. d) SO3 e H2SO4. e) SO3 e SO2. 4. Um estudante realizou um experimento com um ovo cru e um copo contendo uma solução diluída de ácido clorídrico, como demonstrado a seguir. Sabe-se que a casca do ovo é constituída por carbonato de cálcio. Considerando-se essas informações, a explicação do processo pode ser feita da seguinte forma: a) o ovo afunda, ao final do experimento, porque, sem casca, ele se torna menos denso que a solução. b) a quantidade de ácido clorídrico diminui durante o experimento. c) as bolhas são formadas pela liberação de hidrogênio líquido. d) o pH da solução utilizada diminui ao longo do experimento. 5. Considere os seguintes óxidos (I, ll, III, IV e V): I. CaO lI. N2O5 III.Na2O IV. P2O5 V. SO3 Assinale a opção que apresenta os óxidos que, quando dissolvidos em água pura, tornam o meio ácido. a) Apenas I e IV. b) Apenas I, III e V. c) Apenas II e III. d) Apenas lI, IV e V. e) Apenas III e V. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: CAVALEIRO DO APOCALIPSE Com uma simples carta, o presidente americano George W. Bush conseguiu deixar o mundo todo em pânico. Em apenas 37 linhas, ele anunciava que não ratificaria o Protocolo de Kyoto,
  52. 52. acordo firmado com 40 países em 1997, com o objetivo de reduzir em 5,2% a emissão de gases - principalmente o gás carbônico - que provocam o chamado efeito estufa. Uma onda de protestos se seguiu, pois o recuo de Bush, na prática, inutilizava o acordo de Kyoto. Só os Estados Unidos são responsáveis por 35% da emissão de gases de efeito estufa. Teme-se inclusive que, sem a participação das empresas americanas, os mecanismos de compensação financeira criados para atrair outros países, como a China, caiam por terra. Desses mecanismos, o principal prevê que as indústrias menos perigosas, na sua maioria instaladas em países, em desenvolvimento, vendam bônus às que produzam mais gases. (CAVALEIRO do Apocalipse. Superinteressante, São Paulo, ano 15, n. 5, maio, 2001.) 6. Os escapamentos dos veículos automotores emitem gases como o monóxido (CO) e o dióxido de carbono (CO2), o óxido de nitrogênio (NO), o dióxido de enxofre (SO2) e outros. Sobre esses gases, uma característica correta é a que cita que a) o CO2 é tóxico para os seres humanos porque se liga à hemoglobina, impedindo-a de carregar o oxigênio para as células do corpo. b) a camada de valência do átomo de nitrogênio, na molécula de NO, possui 8 elétrons. c) os gases CO2, CO, SO2 e NO são classificados como óxidos ácidos. d) o SO2, em contato com a umidade do ar, provoca a chuva ácida. e) o CO é o principal poluente causador do efeito estufa. 7. A água destilada (pH = 7,0) em contato com o ar dissolve o dióxido de carbono (CO2) levando à formação de um composto que a deixa levemente ácida (pH ≈ 6,0). Nas grandes cidades, a queima de combustíveis fósseis produz gases, como os óxidos de nitrogênio e de enxofre, que reagem com a água produzindo compostos ainda mais ácidos. À precipitação dessas soluções aquosas denomina-se chuva ácida. Os gases como o dióxido de carbono, os óxidos de nitrogênio e o trióxido de enxofre, presentes no ar das grandes cidades, reagem com a água podendo formar, respectivamente, os ácidos a) carboxílico, nítrico e sulfídrico. b) acético, muriático e nítrico. c) carbônico, nítrico e sulfúrico. d) carbônico, sulfúrico e nítrico. e) clorídrico, nítrico e sulfúrico. 8. Diretores de uma grande indústria siderúrgica, para evitar o desmatamento e adequar a empresa às normas de proteção ambiental, resolveram mudar o combustível dos fornos da indústria. O carvão vegetal foi então substituído pelo carvão mineral. Entretanto, foram observadas alterações ecológicas graves em um riacho das imediações, tais como a morte dos peixes e dos vegetais ribeirinhos. Tal fato pode ser justificado em decorrência a) da diminuição de resíduos orgânicos na água do riacho, reduzindo a demanda de oxigênio na água. b) do aquecimento da água do riacho devido ao monóxido de carbono liberado na queima do carvão. c) da formação de ácido clorídrico no riacho a partir de produtos da combustão na água, diminuindo o pH. d) do acúmulo de elementos no riacho, tais como, ferro, derivados do novo combustível utilizado. e) da formação de ácido sulfúrico no riacho a partir dos óxidos de enxofre liberados na combustão. 9. Utilizando-se de alguns conceitos básicos de química, verifica-se que: a) Ao acertar os coeficientes estequiométricos de uma reação química, os produtos da reação devem apresentar substâncias mais energéticas b) A equação química CaO + CO2  pode ser classificada como reação de deslocamento c) Ácido Clorídrico dissolvido em água origina íons hidrônio e cloreto. d) Ácido clorídrico concentrado, açúcar e água, nessa mesma ordem, podem ser exemplos de solução, substância simples e substância composta e) O composto NaCℓO pode ser classificado como óxido.
  53. 53. 10. Uma substância tem fórmula HNO2. A função química a que pertence, o nome e o tipo de ligação que o hidrogênio apresenta nessa substância são, respectivamente a) ácido, ácido nítrico, covalente apolar. b) óxido, ácido nítrico, covalente apolar. c) óxido, ácido nitroso, covalente polar. d) ácido, ácido nitroso, covalente polar. 11. Certo informe publicitário alerta para o fato de que, se o indivíduo tem azia ou pirose com grande frequência, deve procurar um médico, pois pode estar ocorrendo refluxo gastroesofágico, isto é, o retorno do conteúdo ácido do estômago. A fórmula e o nome do ácido que, nesse caso, provoca a queimação, no estômago, a rouquidão e mesmo dor toráxica são: a) HCℓ e ácido clórico. b) HCℓO2 e ácido cloroso. c) HCℓO3 e ácido clorídrico. d) HCℓO3 e ácido clórico. e) HCℓ e ácido clorídrico. 12. A fórmula estrutural representa o ácido: a) fosfórico. b) metafosfórico. c) fosforoso. d) hipofosforoso. e) ortofosforoso. 13. Sobre o ácido fosfórico, são feitas as cinco afirmações seguintes.
  54. 54. I) Tem fórmula molecular H3PO4 e fórmula estrutural. II) É um ácido triprótico cuja molécula libera três íons H+ em água. III) Os três hidrogênios podem ser substituídos por grupos orgânicos formando ésteres. IV) É um ácido tóxico que libera, quando aquecido, PH3 gasoso de odor irritante. V) Reage com bases para formar sais chamados fosfatos. Dessas afirmações, estão corretas: a) I e II, somente. b) II, III e IV, somente. c) I e V, somente. d) III e V, somente. e) I, II, III e V, somente. 14. X, Y e Z representam genericamente três ácidos que, quando dissolvidos em um mesmo volume de água, à temperatura constante, comportam-se de acordo com a tabela Assinale as afirmações, considerando os três ácidos. I. X representa o mais forte. II. Z representa o mais fraco. III. Y apresenta o maior grau de ionização. Está(ão) correta (s) a) apenas I. b) apenas II. c) apenas III. d) apenas I e II. e) I, II e III.
  55. 55. Gabarito: Resposta da questão 1: [A] Resposta da questão 2: [A] Resposta da questão 3: [E] Resposta da questão 4: [B] Resposta da questão 5: [D] Resposta da questão 6: [D] Resposta da questão 7: [C] Resposta da questão 8: [E] Resposta da questão 9: [C] Resposta da questão 10: [D] Resposta da questão 11: [E] Resposta da questão 12: [C] Resposta da questão 13: [E] Resposta da questão 14: [C] 4. BASES OU HIDRÓXIDOS As bases, segundo Arrhenius, são substâncias que, em água, dissociam e geram soluções iônicas onde o únicoânion encontrado é o OH-. Esse ânios é conhecido como íon hidróxido ( hidroxila Simbolicamente temos: NaOHl(aq) → Na+ (aq) + OH- (aq)
  56. 56. Ba(OH)2(aq) →Ba2+ (aq) + 2 OH- (aq) Esse grupo de substâncias apresentam as seguintes propriedades: Geralmente são compostos iônicos, Em água conduzem eletricidade pois geram soluções iônicas, ou seja, são eletrólitos. As soluções básicas ou alcalinas têm sabor cáustico ou adstringe 4.1 FORMULAÇÃO DAS BASES As bases apresentam fórmula geral M(OH)x, onde M é um metal e x é o seu número de oxidação. Na+OH- Ba+2(OH)2- Al+3(OH)3- Fe+2(OH)2- Fe+3(OH)3- 4.2 NOMENCLATURA DAS BASES 1º CASO : Quando o metal tem nox fixo Hidróxido de ( cita o nome do metal ) NaOH : hidróxido de sódio Ba(OH)2 : hidróxido de bário Al(OH)3 : hidróxido de alumínio 2º CASO : Quando o metal tem nox variável Hidróxido de ( cita o nome do metal com o seu nox em algarismos romanos )
  57. 57. Fe(OH)2 : hidróxido de ferro II Fe(OH)3 : hidróxido de ferro III Para os elementos com apenas dosi números de oxidação é permitido fazer a nomenclatura com os sufixos –OSO e –ICO. Por exemplo: Lembre-se que o ferro tem dois números de oxidação : +2 e +3. Fe(OH)2 : hidróxido ferroso (menor nox) Fe(OH)3 : hidróxido férrico ( maior nox ) OBSERVAÇÃO: UMA BASE ESPECIAL Quando se borbulha amônia em água obtém-se uma solução aquosa de caráter básico NH3(g) + H2O(l) ↔ NH4 + (aq) + OH- (aq) Essa solução é conhecida como hidróxido de amônio ou amoníaco e é representada simbolicamente por NH4OH(aq). NaOH: hidróxido de sódio. Soda cáustica. Base corrosiva e perigosa utilizada na fabricação de sabão e detergentes, é utilizada também na produção de celulose, papel e alumínio. Ao manusear esse substância deve-se tomar muito cuidado, pois ela pode provocar “queimaduras”. Mg(OH)2 : hidróxido de magnésio. Base encontrada no leite de magnésia, antiácido estomacal e laxante.
  58. 58. Al(OH)3 : hidróxido de alumínio. Utilizado como antiácido estomacal. Ca(OH)2: hidróxido de cálcio. Também chamada de cal extinta ou apagada, substância produzida quando o óxido de cálcio, CaO ( óxido básico ) , reage co a água. CaO + H2O → Ca(OH)2 4.3 CLASSIFICAÇÃO DAS BASES A) Quanto ao número de OH- Em água as bases dissociam e liberam OH-, segundo as equações: NaOHl(aq) → Na+ (aq) + OH- (aq) monobase Ba(OH)2(aq) →Ba2+ (aq) + 2 OH- (aq) dibase Al(OH)3(aq) →Al3+ (aq) + 3 OH- (aq) tribase B) Quanto ao grau de dissociação Fortes: bases de metais alcalinos e de alcalino-terrosos. NaOH, KOH, Ca(OH)2, LiOH,etc. Fracas: as demais. C) Quanto à solubilidade em água Solúveis : bases de metais alcalinos e hidróxido de amônio. NaOH, KOH, LiOH, NH4OH. Pouco solúveis: bases de metais alcalino-terrosos: Ca(OH)2, Mg(OH)2.
  59. 59. Praticamente insolúveis: as demais 5. SAIS São via de regra compostos iônicos que podem ser originados através da reação entre um ácido e uma base. ácido + base → sal + água Essa reação é conhecida como NEUTRALIZAÇÃO. Vejamos os exemplos a seguir: Exemplo 01 NaOH(aq) + HCl(aq) → Lembre-se que em água a base libera OH- e o ácido H+, então NaOHl(aq)→ Na+ (aq) + OH- (aq) HCl(aq) → H+ (aq) + Cl- (aq) O H+ reage com o OH- e forma-sea água H+ (aq) + OH- (aq) → H2O(l) E o Na+ secombina com o Cl- para formar o sal. Na+ (aq) + Cl- (aq) → NaCl(aq) A reação então será
  60. 60. NaOH(aq) + HCl(aq) → NaCl(aq) + H2O(l) Exemplo 02 KOH(aq) + H2SO4(aq) → Lembre-se que em água a base libera OH- e o ácido H+, então KOH(aq) → K+ (aq) + OH- (aq) H2SO4(aq) → 2 H+ (aq) + SO4 -2 (aq) O H+ reage com o OH- e forma-sea água. Porémnessa reação vamos utilizar 2 KOH para que o número de H+ seja igual ao número de OH- e ocorra uma neutralização TOTAL. 2 KOH(aq) →2 K+ (aq) + 2 OH- (aq) H2SO4(aq) → 2 H+ (aq) + SO4 -2 (aq) Então 2 H+ (aq) + 2 OH- (aq) → 2 H2O(l) E o K+ se combina com o SO4 -2 para formar o sal. K+ (aq) + SO4 -2 (aq) → K2SO4(aq) A reação então será 2 KOH(aq) + H2SO4(aq) → K2SO4(aq) + 2 H2O(l) Outros exemplos:
  61. 61. 5.1 NOMENCLATURA Os sais que não contém o elemento oxigênio são chamados de haloides e apresentama terminação - ETO. Caso o cátion seja um metal comnox variáveldeve-se citar essenúmero em romanos. CaBr2: brometo de cálcio NaCl: cloreto de sódio KCN: cianeto de potássio NH4F: fluoreto de amônio FeS: sulfeto de ferro II ( ou sulfeto ferroso ) PbCl4: cloreto de chumbo IV ( ou cloreto plúmbico ) Os sais que contém o elemento oxigênio são classificados como oxissais e a nomenclatura é feita assim: Determina-seo nox do elemento central Consulta a tabela
  62. 62. Determina-seo nome do ácido e convertepara o sal Exemplos a) K2SO4 O nox do enxofre é +6 O nome do ácido seria sulfúrICO Transforma para sulfATO Logo o nome do salé SULFATO DEPOTÁSSIO b) NaClO O nox do cloro é +1 O nome do ácido seria hipoclorOSO Transforma para hipoclorITO Logo o nome do salé HIPOCLORITO DESÓDIO c) CaCO3 O nox do carbono é +4 O nome do ácido seria carbônICO Transforma para carbonATO Logo o nome do salé CARBONATO DE CÁLCIO
  63. 63. d) Zn3(PO4)2 O nox do fósforo é +5 O nome do ácido seria fosfórICO Transforma para fosfATO Logo o nome do salé FOSFATO DEZINCO e) AgNO3 O nox do nitrogênio é +3 O nome do ácido seria nitrOSO Transforma para nitrITO Logo o nome do salé NITRITO DEPRATA Mais exemplos de sais Na água mineral devemos encontrar sais. Veja o rótulo a seguir e identifique as substâncias.
  64. 64. Dentre os sais, destacam-se: Li2CO3 : carbonatode lítio. Agente estabilizador de humor e por isso utilizada para combater a depressão. NaClO : hipocloritode sódio. Em água tem ação desinfetante e por isso usado no tratamento de água. A sua utilização reduz a chance de apresentar doenças como diarreia, hepatite A, E. Coli, cólera, por exemplo. Encontrado na água sanitária.
  65. 65. CaCO3: carbonato de cálcio. Usado para reduzir a acidez dos solos. Quando aquecido se decompõe em CaO e CO2 através de um processo chamado de calcinação. É encontrado no calcário e na composição do mármore. Forma a carapaçade crustáceos eo esqueleto dos corais. NH4NO2: nitrito de amônio. Fertilizante. Pode também ser utilizado na fabricação de explosivos e bombas, tal como no atentado em Oklahoma City, em 1995, e no ataque em Oslo, em 2011, pelo atirador norueguês Anders Breivik. NaCl:cloretode sódio. Sal de cozinha. Usado na alimentação. Deve-se acrescentar sais de iodo (NaI, KI) ao sal de cozinha com o objetivo de se prevenir o bócio. Em solução aquosa em uma concentração de 0,9%(m/v) é conhecido como soro fisiológico. Usado também na conservação de carnes. 5.2 SAL HIDRATADO É o tipo de sal que traz na sua estrutura moléculas de água. CoCl2.6H2O :cloreto de cobalto II hexaidratado CaSO4.2H2O: sulfato de cálcio diidratado (gesso) 5.3 NEUTRALIZAÇÃO PARCIAL
  66. 66. Nesta reação a quantidade de H+ não é igual a quantidade de OH- e, por isso, na estrutura do sal encontramos H+ ou OH- . Quando houver excesso de H+ teremos a formação de um HIDROGENOSSAL,quando houver excesso de OH- , a reação produzirá umHIDROXISSAL. Observea reação entre o Mg(OH)2 eo HCl na proporção de1:1. apenas um OH- é neutralizado e o outro ficará na estrutura do sal. A reação então é escrita como Quando o H2SO4 reage com o NaOH na proporção de 1:1 , temos a neutralização de apenas um H+ e o outro será encontrado na estrutura do sal. Areação é escrita como A nomenclatura desses sais é feita como mostramos a seguir Mg(OH)Cl: hidroxicloreto de magnésio Ca(OH)CN: hidroxicianeto de cálcio Al(OH)2Br: diidroxi brometo de alumínio NaHSO4: hidrogenosulfato de sódio NaHCO3: hidrogenocarbonato desódio
  67. 67. KH2PO4: diidrogenofosfato depotássio CUIDADO! Os ácidos H3PO3 e H3PO2 possuem, respectivamente, dois e um hidrogênios ionizáveis, logo sais do tipo Li2HPO3 e NaH2PO2 não são hidrogenossais. Dentre os sais originados de neutralizações parciais, destaca-seo NaHCO3:bicarbonato de sódio. Usado como fermento químico, pois ao ser aquecido libera o gás CO2 e utilizado também para neutraliza ácidos pois a solução aquosa dessesal tem caráter básico. Devido a essefato pode ser usado em “gargarejos” para combater aftas. 5.4 SOLUBILIDADEDESAIS
  68. 68. 6. HIDRETOS São compostos binários ondeum dos dois elementos é o hidrogênio. Alguns hidretos já forammostrados em outras funções, por exemplo, HCl, NH3, H2O, etc. NaH: hidreto de sódio KH: hidreto de potássio CaH2: hidreto de cálcio. EXERCÍCIOS DESALA 1. O hipoclorito de sódio é um sal utilizado frequentemente em soluções aquosas como desinfetante e/ou agente alvejante. Esse sal pode ser preparado pela absorção do gás cloro em solução de hidróxido de sódio mantida sob resfriamento, de modo a prevenir a formação de clorato de sódio. As soluções comerciais de hipoclorito de sódio sempre contêm quantidade significativa de cloreto de sódio, obtido como subproduto durante a formação do hipoclorito. Assim, é correto afirmar que as fórmulas químicas do hipoclorito de sódio, clorato de sódio e cloreto de sódio são, respectivamente, a) 3NaC O, NaC Ol l e NaC .l b) 2 4NaC O , NaC Ol l e NaC .l c) 2NaC O, NaC Ol l e NaC .l d) 4NaC O, NaC Ol l e 2NaC O .l e) 2 3NaC O , NaC Ol l e NaC .l 2. O esquema apresentado a seguir mostra as regiões da língua que respondem mais intensamente aos diferentes sabores.
  69. 69. Considere as seguintes substâncias representadas quimicamente: 1. NaC l 2. H3CCOOH 3. C12H22O11 4. Fe 5. H2O São capazes de excitar as regiões I, II e III da língua, respectivamente, as seguintes substâncias apresentadas: a) 5, 1 e 2. b) 3, 1 e 2. c) 4, 2 e 1. d) 5, 4 e 3. e) 2, 3 e 5. 3. O ,NaCl o cloreto de sódio, é comercialmente conhecido como sal de cozinha. É uma das substâncias químicas de conhecimento mais antigo, tendo sido um dos primeiros materiais usados como moeda de pagamento, daí o termo salário. Pode ser utilizado na indústria de alimentação como conservante e secante de alguns produtos alimentícios. Nos processos industriais, serve para síntese de sódio metálico (Na), gás cloro 2C( ),l soda cáustica (NaOH) e gás hidrogênio (H2). A respeito das substâncias acima, verifica-se que Dados: Na = 23u, C l = 35u, O = 16u e H = 1u. a) no sal de cozinha, observamos uma ligação iônica, uma vez que ela ocorre entre o cloro que é um metal e o sódio que tem caráter não metálico bastante acentuado. b) o composto NaOH é uma base, cujo cátion tem nox variável, por isso seu nome é hidróxido de sódio. c) no gás hidrogênio, observamos uma ligação covalente apolar, normal e do tipo Pi ( ).π d) no gás cloro, observamos uma ligação iônica, por isso a sua geometria será sempre linear. e) o cloreto de sódio resulta da reação de neutralização do ácido clorídrico com o hidróxido de sódio. 4. Bicarbonato de sódio e carbonato de sódio são duas substâncias químicas muito presentes no cotidiano. Entre várias aplicações, o bicarbonato de sódio é utilizado como antiácido estomacal e fermento de pães e bolos, e o carbonato de sódio, conhecido como barrilha ou soda, tem sua principal aplicação na fabricação de vidro comum. As fórmulas químicas do bicarbonato de sódio e do carbonato de sódio estão corretas e respectivamente representadas em
  70. 70. a) NaHCO3 e NaOH. b) Na(CO3)2 e NaHCO3. c) NaHCO3 e Na2CO3. d) Na(HCO3)2 e NaOH. e) Na2HCO3 e Na2CO3. 5. Nitrogênio, fósforo e potássio podem estar presentes no solo na forma de nitrato de cálcio, ortofosfato de sódio e sulfato de potássio. A sequência que representa as substâncias citadas é: a)  2 2 Ca NO –  3 4 2 Na PO – 2 4K SO b) 3CaNO –  3 4 3 Na PO – 4KSO c)  3 2 Ca NO – 2 4Na HPO –  4 2 K SO d)  3 2 Ca NO – 3 4Na PO – 2 4K SO e) 3CaNO – 3 4Na PO – 4KSO 6. (Enem ) Os tubos de PVC, material organoclorado sintético, são normalmente utilizados como encanamento na construção civil. Ao final da sua vida útil, uma das formas de descarte desses tubos pode ser a incineração. Nesse processo libera-se  HC g ,l cloreto de hidrogênio, dentre outras substâncias. Assim, é necessário um tratamento para evitar o problema da emissão desse poluente. Entre as alternativas possíveis para o tratamento, é apropriado canalizar e borbulhar os gases provenientes da incineração em a) água dura. b) água de cal. c) água salobra. d) água destilada. e) água desmineralizada. 7. (ENEM) Para preparar uma massa básica de pão, deve-se misturar apenas farinha, água, sal e fermento. Parte do trabalho deixa-se para o fungo presente no fermento: ele utiliza amido e açúcares da farinha em reações químicas que resultam na produção de alguns outros compostos importantes no processo de crescimento da massa. Antes de assar, é importante que a massa seja deixada num recipiente por algumas horas para que o processo de fermentação ocorra. Esse período de espera é importante para que a massa cresça, pois é quando ocorre a a) reprodução do fungo na massa. b) formação de dióxido de carbono. c) liberação de energia pelos fungos. d) transformação da água líquida em vapor d’água. e) evaporação do álcool formado na decomposição dos açúcares. EXERCÍCIOS DECASA
  71. 71. Gabarito: Resposta da questão 1: [A] Resposta da questão 2: [B] Resposta da questão 3: [E] Resposta da questão 4: [C] Resposta da questão 5: [D] Resposta da questão 6: [B] Resposta da questão 7: B EXERCÍCIOS DE CASA 1. O ,NaCl o cloreto de sódio, é comercialmente conhecido como sal de cozinha. É uma das substâncias químicas de conhecimento mais antigo, tendo sido um dos primeiros materiais usados como moeda de pagamento, daí o termo salário. Pode ser utilizado na indústria de alimentação como conservante e secante de alguns produtos alimentícios. Nos processos industriais, serve para síntese de sódio metálico (Na), gás cloro 2C( ),l soda cáustica (NaOH) e gás hidrogênio (H2). Analisando as substâncias acima, pode-se afirmar corretamente que Dados: Na = 23u, C l = 35u, O = 16u e H = 1u. a) no sal de cozinha, observamos uma ligação iônica, uma vez que ela ocorre entre o cloro que é um metal e o sódio que tem caráter não metálico bastante acentuado. b) o composto NaOH é uma base, cujo cátion tem nox variável, por isso seu nome é hidróxido de sódio. c) no gás hidrogênio, observamos uma ligação covalente apolar, normal e do tipo Pi ( ).π d) no gás cloro, observamos uma ligação iônica, por isso a sua geometria será sempre linear. e) o cloreto de sódio resulta da reação de neutralização do ácido clorídrico com o hidróxido de sódio. 2. O leite de magnésia é uma suspensão de Mg(aq)(OH)2(s) em água. Esta suspensão dissolve- se com a adição de (aq)HC ,l gerando uma solução final aquosa incolor que contém cloreto de magnésio. As funções químicas das substâncias Mg(OH)2, HCl e cloreto de magnésio, respectivamente, são:
  72. 72. a) óxido, ácido e base b) óxido, ácido e sal c) base, ácido e óxido d) sal, ácido e óxido e) base, ácido e sal 3. Dadas as equações: I. 2 2 4CuC H SO 2HC  l l4CuSO II.  4 2 4CuSO 2NaOH Na SO  2 Cu OH III.   22 Cu OH H O   CuO A classificação da reação equacionada e a função química do composto assinalado em negrito são: a) em I, dupla troca e ácido. b) em II, dupla troca e base. c) em III, síntese e óxido. d) em I, simples troca e sal. e) em III, análise e sal. 4. “O ar que expiramos contém um pouco de gás carbônico. Se assoprarmos, com o auxílio de um canudinho, dentro de uma solução de hidróxido de cálcio, ocorrerá uma reação entre a base e o óxido gás carbônico, produzindo um sólido branco insolúvel, o sal carbonato de cálcio. O efeito visual será o aparecimento de uma turvação branca dentro da solução”. Qual será a fórmula correta da base, do óxido e do sal citados no texto? a) CaOH, CO2 e CaCO3. b) Ca(OH)2, CO2 e CaCO3. c) CaOH, CO e CaCO3. d) Ca(OH)2, CO2 e Ca2CO3. 5. (Enem) Com o aumento da demanda por alimentos e a abertura de novas fronteiras agrícolas no Brasil, faz- se cada vez mais necessária a correção da acidez e a fertilização do solo para determinados cultivos. No intuito de diminuir a acidez do solo de sua plantação (aumentar o pH), um fazendeiro foi a uma loja especializada para comprar conhecidos insumos agrícolas, indicados para essa correção. Ao chegar à loja, ele foi informado de que esses produtos estavam em falta. Como só havia disponíveis alguns tipos de sais, o fazendeiro consultou um engenheiro agrônomo procurando saber qual comprar. O engenheiro, após verificar as propriedades desses sais, indicou ao fazendeiro o a) KCl b) 3CaCO c) 4NH Cl d) 2 4Na SO e) 3 2Ba(NO ) 6. Lamentavelmente, vem ocorrendo, com frequência maior do que a desejável, o tombamento de caminhões que transportam produtos químicos tanto em vias urbanas quanto em rodovias. Nesses acidentes, geralmente há vazamento do produto transportado, o que requer ações imediatas dos órgãos competentes para evitar que haja contaminação do ar, do solo e de cursos de água. Assim, a imediata utilização de cal (CaO) ou de calcário  3CaCO em quantidades adequadas é recomendada quando o produto transportado pelo caminhão que sofreu o acidente for a) amônia, 3NH . b) ácido clorídrico, HCℓ.
  73. 73. c) etanol, 2 5C H OH. d) oxigênio, 2O . e) hidrogênio, 2H . 7. A azia é uma sensação de “queimação” no estômago, relacionada à acidez do suco gástrico, e pode ser provocada por alimentação em excesso, alimentação deficiente, estresse, entre outros motivos. Alguns medicamentos indicados para o alívio dos sintomas contêm, normalmente, substâncias como  3 A OHl e  2 Mg OH . Nesse contexto e com relação a ácidos, bases e reações de neutralização, é correto afirmar que: a) as substâncias: 2 4H SO , 4NaHSO , 2 3H CO e 3NaHCO podem ser classificadas como ácidos, conforme a definição de Arrhenius. b)  3 A OHl e  2 Mg OH podem ser classificados como sais básicos. c) como produto da neutralização do ácido clorídrico, presente no suco gástrico, por hidróxido de alumínio ter-se-á uma solução aquosa de 3A Cl l . d) as bases como o hidróxido de alumínio e o hidróxido de magnésio são substâncias moleculares e, portanto, não se dissolvem bem na água. e) os ácidos formam soluções aquosas não condutoras de eletricidade.
  74. 74. Gabarito: Resposta da questão 1: [E] Resposta da questão 2: [E] Resposta da questão 3: [B] Resposta da questão 4: [B] Resposta da questão 5: [B] Resposta da questão 6: [B] Resposta da questão 7: [C] EXERCÍCIOS PROPOSTOS 1. Em 31 de julho de 2010, um acidente envolvendo um carro e uma carreta, carregada de amônia, interditou a BR-381, próxima a Caeté, região metropolitana de Belo Horizonte. Com relação a esse gás, afirma-se, corretamente, que a) é solúvel em solventes apolares. b) apresenta geometria trigonal plana. c) forma o hidróxido de amônio ao reagir com a água. d) é uma molécula apolar formada por ligações polares. 2. O quadro a seguir relaciona algumas substâncias químicas e sua(s) aplicação(ões) ou característica(s) frequentes no cotidiano. Ordem Substâncias Aplicação(ões)/Característica(s) I Hipoclorito de sódio Alvejante, agente antisséptico II Ácido nítrico Indústria de explosivos III Hidróxido de amônio Produção de fertilizantes e produtos de limpeza IV Óxido de cálcio Controle de acidez do solo e caiação As fórmulas químicas das substâncias citadas nesse quadro são, na ordem, respectivamente: a) I. NaC Ol ; II. 3HNO ; III. 4NH OH; IV. CaO. b) I. 4NaC Ol ; II. 3HNO ; III. 3NH OH; IV. CaO. c) I. NaC Ol ; II. 3HNO ; III. 3NH OH; IV. CaO. d) I. NaC Ol ; II. 2HNO ; III. 4NH OH; IV. 2CaO . e) I. 4NaC Ol ; II. 2HNO ; III. 3NH OH; IV. 2CaO . 3. Leia as informações contidas na tirinha abaixo.
  75. 75. Uma substância que pode ser incluída no cardápio de antiácidos por ter propriedades básicas é a) NaF. b) 2CaC .l c)  2 Mg OH . d) 3CH COOH. 4. Assinale a alternativa que representa corretamente a seguinte sequência: óxido, base, hidreto, ácido e sal. a)  3 CaO A OH LiH HC O KOH   l l b)    3 43 2 A OH CaO LiH HC O Ca PO   l l c)    3 43 2 CaO A OH LiH HC O Ca PO   l l d)    3 43 2 CaO A OH HC O LiH Ca PO   l l e)      3 42 3 2 Ca OH A OH LiH HC O Ca PO   l l 5. A tabela a seguir relaciona algumas substâncias químicas e suas aplicações frequentes no cotidiano. Substâncias Aplicações NaOH Fabricação de sabão a partir de óleos ou gorduras. É conhecido como soda cáustica. H3PO4 Indústrias de vidro, de alimentos, na tinturaria e na fabricação de fosfatos e superfosfatos usados como adubos (fertilizantes). É também utilizado na produção de refrigerantes do tipo “cola”. CaO Preparação da argamassa na construção civil e diminuição da acidez do solo na agricultura. NaHCO3 Fabricação de fermentos químicos, antiácidos e extintores de incêndio. Estas substâncias, ordenadas de cima para baixo, pertencem, respectivamente, às funções: a) base, sal, ácido e óxido. b) sal, base, ácido e óxido. c) base, óxido, ácido e sal. d) ácido, base, sal e óxido. e) base, ácido, óxido e sal. 6. O dióxido de carbono (CO2) é uma substância chave no ciclo do carbono, onde há uma grande mobilidade do carbono entre os seres vivos e o ambiente. Esta mobilidade depende de vários processos químicos, físicos e biológicos. Identifique se são verdadeiras (V) ou falsas (F) as afirmativas a seguir. ( ) O dióxido de carbono é formado pela combustão completa de materiais orgânicos. ( ) A fotossíntese e a respiração são dois processos essenciais no ciclo biológico do carbono. ( ) Ao sintetizar um açúcar, a planta libera a energia armazenada nas ligações de carbono.

×