Aula Herança Multifatorial

23.302 visualizações

Publicada em

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
23.302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
575
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
145
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula Herança Multifatorial

  1. 1. Gene “A” : A ou a “normal” ou “mutado”
  2. 2. Gene “A” : A ou a “normal” ou “mutado” A2 AGene “A” : A1 ALELOS do gene “A” A3 A5 a A4
  3. 3. FIGURA 4 - ALELOS e SNPs a2 a5 a1 ALELOS do gene “A” Gene “A” : a3 a6 a a4Gene “A” : ...ATTGGCACG...TGCATTAGCA.....ACTTGCATAGC..... a ...ATTGGCACG...TGCATTAGCA.....AGTTGCATAGC..... a5 ...ATCGGCACG...TGCATTAGCA.....ACTTGCATAGC..... a4 ...ATTGGCACG...TGCTTTAGCA.....ACTTGCATAGC..... a2 ...ATTGGCACG...TGCATTAGCA.....ACTTGAATAGC..... SNPs
  4. 4. Doença ou Saúde? Seqüência do DNAIndivíduo 1 AAAT T T Proteína normal Variações no DNA sem efeitos deletériosIndivíduo 2 AAT T T T Proteína não-funcional ou ausenteIndivíduo 3 AAC T T T Variações no DNA que levam a doenças ou a maior susceptibilidade a doenças
  5. 5. CONCEITOS BÁSICOSDuas cópias de cada gene (materna + paterna) A1A2 A3A4 B1B2 B3B4 C1C2 C3C4 D1D2 D3D4 A2A4 A1A4 B1B4 B1B3 C1C3 C2C4 D2D4 D2D4
  6. 6. A1A2 A3A4 A1A3 A1A4 A5A6A2A7 A1A5 A4A6 A4A5A2A4 A7A1
  7. 7. A1 = gene normalAnemia falciformeDoença de Gaucher A 2 = gene mutadoFibrose cística A1A1 A1A2 A2A2Distrofia de DuchenneSíndrome de Marfan Normal Afetado Normal Afetado (portador)
  8. 8. CARACTERÍSTICAS DETERMINADAS PELA INTERAÇÃO DE VÁRIOS GENES Cor de olho Altura Hipertensão arterial A + B + C + ... + K Doença de Alzheimer Esquizofrenia Diabetes mellitus
  9. 9. TRAÇOS MULTIFATORIAIS A1A2 A3A4 B1B2 B3B4 C1C2 C3C4 D1D2 D3D4 FENÓTIPO = S (genes) +A2A4 A1A4 A2A4 A2A4 MEIO AMBIENTE!!!B1B4 B1B3 B2B3 B2B3C1C3 C2C4 C1C4 C1C4D2D4 D2D4 D2D4 D2D4
  10. 10. Fenda Lábio Palatina
  11. 11. FL/P ?A recorrência familiar é decorrente de fatores genéticos? Qual o padrão de herança?
  12. 12. É hereditário? Altura? Inteligência? Obesidade? Fenda de lábio e palato? Doenças de comportamento?Susceptibilidade a tuberculose? Susceptibilidade a AIDs?
  13. 13. Componente genético? • Estudos de correlação • Estudos de Adoção• Estudos de Concordância de Gêmeos Monozigóticos e Dizigóticos
  14. 14. Estudos de Gêmeos Concordância :Gêmeos Monozigóticos X Gêmeos Dizigóticos
  15. 15. Concordância Gêmeos MZ x DZ ? 100% ? 50% MZ DZ Doenças Mendelianas: Concordância MZ = 100%Concordância DZ = risco de recorrência conforme herança
  16. 16. Herdabilidade H = (C mz - Cdz) (1 - Cdz)Distrofia tipo DuchenneConcordância MZ = 100%Concordância DZ = 50% H = 100 - 50 = 1 100 - 50
  17. 17. Estudo de Gêmeos• Susceptibilidade ao sarampo: Cmz = 95% Cdz = 95% H=?• Susceptilidade a Tuberculose: Cmz = 74% Cdz = 28% H=74-28 = 0.64 100-28
  18. 18. Estudo de GêmeosAlcoolismo: Cmz = 71% Cdz = 32%Esquizofrenia: Cmz = 58% Cdz = 13%Autismo: Cmz = 57% Cdz = 0
  19. 19. Herdabilidade (H2)• Alcoolismo  0,57• Esquizofrenia  0,52• Autismo  0,57• Tuberculose  0,64• Retardo Mental  0,82• Doença Bipolar  0,57
  20. 20. Estudo de Filhos Adotivos• 105 homens (23-45 anos) adotados com 5 semanas de idade por pais não alcoólatras: • 55 pais biológicos alcoólatras: – 20% de seus filhos se tornaram alcoólatras • 50 pais biológicos não alcoólatras: – 5% dos seus filhos se tornaram alcoólatras!
  21. 21. Estudos de Gêmeos MZ Criados Separados • Concordância :– característica determinada geneticamente • Discordância:– característica determinada principalmente por fatores ambientais
  22. 22. Qual o modelo genético para explicar estas características? Doenças?
  23. 23. Alunas da medicina Altura x Distribuição 50% 1.5 1.55 1.6 1.65 1.7 1.75 Altura (m)
  24. 24. Um loco 2 locos3 locos Vários
  25. 25. E como se aplica este modelo a doenças? Doença Bipolar? Alcoolismo? Susceptibilidade a tuberculose? Susceptibilidade ao sarampo? Fenda de lábio e/ou palato? Defeito de Tubo neural?
  26. 26. Fenda de lábio e/ou palato (FL/P) “lábio leporino” Incidência: caucasóides : 1: 1.000 nascimentos Negróides : 1: 2000 nascimentos Filipinas: 1: 200 nascimentos Herdabilidade :0.33 - 0.05 = 0.30 1 - 0.05
  27. 27. Fenda de Lábio e Palato • Incidência Populacional • Orientais : 1.7/1000 • Caucasóides: 1.0/1000• Negros americanos: 0.4/1000 • Brasileiros: 0.6-1.0/1000
  28. 28. Herança Multifatorial Discontínua e limiar População Geral Incidência na população Genes de risco
  29. 29. Risco de Recorrência? ? ? 4% 10%
  30. 30. Risco de Recorrência • É maior quando há mais afetados na família• É maior quando há consangüinidade entre os pais do propósito
  31. 31. Fenda de lábio e palato • Genes ainda não identificados • Metabolismo do Folato aparentemente alterado (dieta + genética)• Importante : Suplementação de Ácido Fólico antes e início da gravidez
  32. 32. Risco de RecorrênciaQuanto mais grave o defeitomaior o risco de recorrência!
  33. 33. Estenose do Piloro Incidência• Sexo masculino: 5/1000 • Sexo feminino: 1/1000
  34. 34. Estenose do PiloroConcordância em gêmeos: MZ =65% DZ = 3% H= 65-3 = 64% 100-3
  35. 35. Estenose do Piloro Risco de recorrência• Grau de parentesco • Riscos• Filhos de PAIS afetados • 1 em 18 (6%)• Filhas de PAIS afetados • 1 em 42 (2%)• Filhos de MÃES afetadas • 1 em 5 (20%)• Filhas de MÃES afetadas • 1 em 14(7%) Incidência • Sexo masculino: 5/1000 • Sexo feminino: 1/1000
  36. 36. Herança Multifatorial Discontínua e limiar diferente entre os sexosPopulação Geral M F Incidência na população Genes de risco
  37. 37. Defeito doTubo Neural Incidência: 1.5 : 1000 1H: 2 M
  38. 38. Geral F M Incidência na população Genes de risco
  39. 39. Genes de Risco : SNPssingle nucleotide polymorphisms AGAGTTCTG CTC G AG G GTTATG C G C G
  40. 40. Metabolismo da HomocisteínaÁcido Fólico 5-metil-tetrahidrofolato Homocisteína MTHF Metionina redutase sintetase Folato tetrahidrofolato Metionina Síntese de DNA, proliferação celular
  41. 41. MTHFR Mutação C677T:12% dos alelos da população normal: polimorfismo? Diminui estabilidade da enzima CC: níveis mais elevados CT: níveis intermediários TT: níveis mais baixos
  42. 42. Estudos de AssociaçãoDefeito de tubo neural Controles = homozigoto TT = Não TT
  43. 43. MTHFR x Defeito de Tubo Neural • Homozigotos TT• 16% dos afetados 8% dos controles • 14% mães de afetados • Genótipo TT - mãe e afetado = predisposição a defeito de tubo neural
  44. 44. Focomelia de membros superiores e inferiores
  45. 45. Malformações Congênitas• Causa Genética: Porcentagem• Cromossômica 6• Unigênicas 7.5• Multifatorial 20-30• Causa Não Genética• Drogas + infecção 4• Agentes físicos + doença 3 materna• Desconhecida 50
  46. 46. Doenças de início tardio Adultos Idosos
  47. 47. Doença Coronária Cardíaca Fatores Genéticos? • Há recorrência familiar • Indivíduos com história familiar: – risco de 2-7 vezes > de virem a ter a doença• Quando início < 55 anos: recorrência familiar > • Risco de recorrência (RR) na irmandade = 3%
  48. 48. Doença coronária cardíaca• Fatores ambientais • Fatores Genéticos:• Fumo • Apolipoproteínas (9)• Obesidade • Receptor de LDL• Inatividade Física • Proteína de transferência do ester do colesterol• EUA em 50% da • Lipase de lipoproteína incidência através do controle destes fatores
  49. 49. Herança Multifatorial • Muitas são tratáveis• Medidas preventivas podem ser adotadas
  50. 50. Doenças Humanas Estenose Hemofilia do piloro TuberculoseDuchenne Componente Genético Componente Ambiental Fenilcetonúria Def. Tubo Neural Sarampo Doenças Raras Doenças Comuns (multifatoriais) Alto risco de recorrência Baixo risco de recorrência

×