O COMENTÁRIO À
NOTÍCIA NA MÍDIA
TELEVISIVA
SEQUÊNCIA DIDÁTICA
CÉLIA PERPÉTUA SIQUEIRA
APRESENTAÇÃO
Sabe-se que a maneira mais rápida e abrangente de se obter e oferecer a
informação em massa, é através da míd...
LER PARA COMPREENDER
Caetano diz preferir Marina e chama Lula de 'analfabeto'
O cantor Caetano Veloso anunciou, em entrevi...
APRENDENDO COM A PRÁTICA 1
1. O texto abaixo relata trecho da entrevista de Caetano Veloso ao Jornal O Estado de São Paulo...
PUXANDO NA MEMÓRIA
1. Quem escreveu a notícia?
2. Qual a sua finalidade?
3. Quando foi escrita?
4. Onde foi publicada?
5. ...
TRABALHO DE GRUPO 1
1. Agora, em grupo organizado com alunos de diferentes níveis de
aprendizagem, elaborem um comentário,...
MERGULHANDO NO ASSUNTO
O gênero Comentário à Notícia se situa no agrupamento argumentativo é de caráter opinativo.
Sendo a...
Para saber mais:
O que é o Observatório da Imprensa?
Entidade civil, não-governamental, não-cooperativa e não-partidária q...
Veremos agora um vídeo de 2’38” sobre o gênero:
http://youtu.be/DC6Mot9XH2w Acesso em 10/08/2011.
Trancrição
José Luiz Dat...
PARA SABER MAIS
José Luiz Datena
Nascimento: 19 de maio
de 1957 (54 anos)
Natural de: Ribeirão preto
SP
Ocupação: Jornalis...
APRENDENDO COM A PRÁTICA 3
1. Após assistir ao vídeo responda às questões sobre o contexto de produção:
a. Quem apresentou...
Vejamos agora o comentário de Caetano com o vídeo:
http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=90d8f6bc...
APRENDENDO COM A PRÁTICA 4
1. Leia as questões a seguir e responda:
a. Esse vídeo foi uma forma de retratação do cantor Ca...
TRABALHO DE GRUPO 2
1. Escolha uma notícia sobre educação que gere polêmica, pode ser de internet,
rádio, TV, jornal impre...
RELAÇÕES DISCURSIVAS
Joelmir BetingPaulo Henrique
Amorim
Alexandre Garcia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O comentário à notícia na mídia televisiva 3

221 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
221
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O comentário à notícia na mídia televisiva 3

  1. 1. O COMENTÁRIO À NOTÍCIA NA MÍDIA TELEVISIVA SEQUÊNCIA DIDÁTICA CÉLIA PERPÉTUA SIQUEIRA
  2. 2. APRESENTAÇÃO Sabe-se que a maneira mais rápida e abrangente de se obter e oferecer a informação em massa, é através da mídia televisiva. O fato de se apresentar como mídia supostamente democrática não descarta a possibilidade de tornar pessoas reféns de seu conteúdo. É de suma importância que a escola se utilize de recursos oferecidos pelas mídias em especial a televisão. Inserindo na aprendizagem dos alunos gêneros considerados novos ou pouco explorados pelos suportes didáticos, como o estudo aqui apresentado, possibilitando assim, um conjunto de habilidades que os capacite para a reflexão e, sobretudo para a receptividade de gêneros de caráter persuasivos ainda não reconhecidos ou observados no contexto escolar. A autora 12/07/2013 .
  3. 3. LER PARA COMPREENDER Caetano diz preferir Marina e chama Lula de 'analfabeto' O cantor Caetano Veloso anunciou, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, sua decisão de votar na senadora Marina Silva para a Presidência da República, que, segundo ele, é uma mistura de Barack Obama (presidente dos Estados Unidos) e Luiz Inácio Lula da Silva, a quem chamou de "analfabeto". "Não posso deixar de votar nela. É por demais forte, simbolicamente, para eu não me abalar. Marina é Lula e é Obama ao mesmo tempo. Ela é meio preta, é cabocla, é inteligente como o Obama, não é analfabeta como o Lula, que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro. Ela fala bem." Apesar de já ter divulgado sua preferência na eleição do ano que vem, Caetano afirmou que todos os nomes que têm se apresentado como possíveis sucessores do presidente Lula tem "nível bom". "Vou falar em Aécio (Aécio Neves, governador de Minas Gerais pelo PSDB), de quem eu gosto muito. Talvez seja meu favorito entre os gestores. Porque acho que o Serra (José Serra, governador paulista, também do PSDB) talvez ficasse mais isolado que o Aécio. E a (ministra da Casa Civil e pré-candidata do PT) Dilma Rousseff talvez ficasse muito presa ao esquema estabelecido de ocupação dos espaços estatais pelo governo do PT." Ao falar sobre a capacidade da pré-candidata do PV de gerir o País, caso vença as eleições do ano que vem, o cantor afirmou que a senadora "é muito responsável e muito sensata". "Se empenhar as energias para ganhar e se tornar capaz disso, ela levará a sensatez ao ponto de poder gerir. Suponho que agora ela não parece ter essa capacidade (de gerir), com as coisas como estão", disse. Jornal O Estado de São Paulo, Caderno Política. http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,caetano- diz-preferir-marina-e-chama-lula-de-analfabeto,461681,0.htm. Acesso em 13/09/2011
  4. 4. APRENDENDO COM A PRÁTICA 1 1. O texto abaixo relata trecho da entrevista de Caetano Veloso ao Jornal O Estado de São Paulo. “... não é analfabeta como o Lula, que não sabe falar, é cafona falando, grosseiro”. O que você acha da postura do cantor em relação ao comentário feito ao presidente Lula? 2. Na expressão: “Ela é meio preta, é cabocla é inteligente como o Obama...” Acredita haver nesta frase alguma forma de preconceito racial por parte de Caetano? 3. Retornando a ideia da primeira questão acredita que houve uma forma de preconceito linguístico?
  5. 5. PUXANDO NA MEMÓRIA 1. Quem escreveu a notícia? 2. Qual a sua finalidade? 3. Quando foi escrita? 4. Onde foi publicada? 5. Quem são os possíveis leitores desse texto? 6. Como o texto está organizado (título, fotos etc.)?
  6. 6. TRABALHO DE GRUPO 1 1. Agora, em grupo organizado com alunos de diferentes níveis de aprendizagem, elaborem um comentário, sobre um fato polêmico, que permeie os muros da escola, faça primeiramente um roteiro do que pretende dizer sobre o assunto, ensaie, para que o discurso pareça natural. Depois um orador eleito pelo grupo fará a apresentação do comentário à turma.
  7. 7. MERGULHANDO NO ASSUNTO O gênero Comentário à Notícia se situa no agrupamento argumentativo é de caráter opinativo. Sendo assim o produtor expõe seu ponto de vista aos destinatários correndo risco de implicações em relação ao conteúdo apresentado. Em síntese, o plano global dos textos tem uma sequência geral que é argumentativa, identificada pela discussão que o produtor realiza sobre um fato que não é consensual na sociedade, em outras palavras, fatos que geram opiniões contrárias. Notamos, entretanto, que a forma de exposição das informações ou dados e a da tese apresenta uma certa mobilidade, isto é, não aparecem na mesma ordem. Atribuímos a essa questão o estilo assumido pelo produtor, tendo em vista suas representações sobre a situação de argumentação em que se encontra. SILVA (2009.Pp. 114) É muito comum em telejornais os comentaristas aparecerem falando sobre uma situação polêmica, muitas vezes ainda nem entendida como polêmica, daí a importância do comentarista, que é chamar a atenção para um possível problema de interesse social, no entanto, existe cada vez mais comentaristas que exploram a notícia pelo seu angula sensacional, tornando a imprensa sensacionalista. Exemplos de comentaristas: o jornalista Alexandre Garcia, os comentaristas esportivos como os ex-jogadores da seleção Falcão e Casagrande. Existe comentarista para diferentes assuntos, como de perfil social, moda, etiqueta, cinema etc.: • Veja o vídeo: http://youtu.be/WjUNUoad7Vg Acesso em 18/09/2011.
  8. 8. Para saber mais: O que é o Observatório da Imprensa? Entidade civil, não-governamental, não-cooperativa e não-partidária que pretende acompanhar, junto com outras organizações da sociedade civil, o desempenho da mídia brasileira. O Observatório da Imprensa funcionará como um fórum permanente onde os usuários da mídia – leitores, ouvintes, telespectadores e internautas -, organizados em associações desvinculadas do estabelecimento jornalístico, poderão manifestar-se e participar ativamente num processo no qual, até a pouco, desempenhava o papel de agentes passivos. Fonte: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/objetivos.asp. Acesso em 10/08/2011 1. Quais os tipos de comentários que conhecem dos programas de TV? 2. Sabe citar algum comentarista que lhe seja especial? 3. Você costuma postar comentários nos ambientes da internet?
  9. 9. Veremos agora um vídeo de 2’38” sobre o gênero: http://youtu.be/DC6Mot9XH2w Acesso em 10/08/2011. Trancrição José Luiz Datena: ... Beto na Bahia...e seu preconceito é gritante oo Caetano...quem é que você se acha...um gênio...porque você um Grammy...ou dois grammy...ou três grammy...você deveria estar pastando grama...ao invés de ganhar Grammy...entendeu...porque seu preconceito contra o analfabetismo...é uma coisa simplesmente...lastimável...inaceitável...insofismável...entendeu...o que eu tinha de respeito por você como artista...eu penco pelo ser humano...você como ser humano é zero...zero...zero Caetano Veloso...porque atacar o presidente da República Federativa do Brasil é uma coisa...agora atacar multidões de pessoas que não tem estudo...porque até hoje as elites não deram estudos a essas pessoas...isso é um crime de lesa pátria...meu amigo...entendeu...bom...e tem o outro lado também...ainda bem que as pessoas não tem muita cultura para entender algumas porcarias de músicas que você fez...você fez coisas lindas...maravilhosas...mas também fez algumas porcarias de músicas...que todo mundo acha que é legal porque é analfabeta...entendeu...e pode ter certeza que muito analfabeto comprou disco seu pra você ganhar dinheiro velho...entendeu...e também não estou aqui pra defender o Lula porque estou pouco me lixando pro que o Lula acha ou não de mim...Depois que foi eleito presidente da república...encontrei uma vez em Santa Catarina na enchente...nunca fiquei babando ovo do Lula...nem fui em palácio do Lula...nem fui pedir nada pu Lula...eu não tenho rabo...eeee por isso falo isso aqui...agora você sempre foi puxa-saco de político...puxa-saco de político pro seus projetos culturais ou não...hã...as pessoas podem ser analfabetas...mas são inteligentes...porque cultura não significa inteligência...meu amigo...e você provou ser um homem de péssima qualidade no meu ponto de vista...péssima qualidade...cê quis atacar uma...a figura do presidente da república ...e atacou a maioria do povo brasileiro...isso é ridículo o que você fez...então em vez de Grammy pra você eu daria o troféu grama...pra você ir pasta...que é onde você deveria tá uma hora dessa.
  10. 10. PARA SABER MAIS José Luiz Datena Nascimento: 19 de maio de 1957 (54 anos) Natural de: Ribeirão preto SP Ocupação: Jornalista, Apresentador de TV e Locutor esportivo Outros nomes: Fenômeno (dado por Jorge Cajuru); A voz do povo Nacionalidade: Brasileira Caetano Emanuel Viana Teles Veloso Nascimento: 7de agosto de 1942 Natural de: Santo Amaro da Purificação Outros nomes: Caê, Velô Ocupação: Músico, cantor e escritor Gêneros: MPB, Tropicália, Poesia Marginal, Bossa Nova, Samba, Rock, Pop, música latina. Instrumento: violão acústico, violão elétrico e voz
  11. 11. APRENDENDO COM A PRÁTICA 3 1. Após assistir ao vídeo responda às questões sobre o contexto de produção: a. Quem apresentou o comentário no vídeo? Qual a sua finalidade? b. Em que época isso ocorreu? Em que mídias ele foi publicado? Quem são os possíveis expectadores desse comentário? c. O que sabe mais sobre os envolvidos (Datena e Caetano Veloso)? 2. Realize as atividades em torno do assunto. a. Qual foi a polêmica que deu origem ao comentário e a tese defendida por de Datena? b. Suas defesas feitas no início dessa situação de aprendizagem apresentam o mesmo ponto de vista de Datena? O ponto de vista dele interfere agora na maneira como percebeu a matéria do Jornal O Estado de São Paulo? O que mudou? c. Quais são os argumentos utilizados por Datena para defender os analfabetos? d. No trecho: ...cê quis atacar uma...a figura do presidente da república ...e atacou a maioria do povo brasileiro... Acredita mesmo que Caetano tenha atacado a maioria do povo brasileiro? Porque? e. A postura do apresentador em não encarar as câmeras, uma vez que este é requisito básico no jornalismo televisivo, você entenderia esse comportamento como suspeito? Em que sentido?
  12. 12. Vejamos agora o comentário de Caetano com o vídeo: http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=90d8f6bc0913791813ebb31 b27d32f24 Acesso em 10/08/2011. Transcrição da fala 1’40: Entrevistadora do R7:...a gente sabe que você é uma pessoa que acompanha a política do Brasil ...você é uma pessoa bem entrosada bem temperada...eu entendo quando cê fala sobre o Lula...de uma maneira carinhosa...cê não fala ...de maneira...grosseira...pra ofender...você acha que as pessoas se dão conta disso? Caetano Veloso: Não, não essa entrevista que saiu no estadão...deu a impressão...do jeito que está escrito aí...que eu estava falando de uma forma grosseira como se eu quisesse...ofender o Lula...de jeito nenhum...as primeiras coisas que falei dele não são ofensivas...eu apenas estava fazendo um...e depois só me referi a elas...porque são características que ele tem...que a Marina não tem...nem o Obama tem...eu quis explicar à jornalista que estava me entrevistando...porque eu tinha dito que Marina é Lula e é Obama...ela não entendeu porque Obama...eu disse não porque...como Lula...Lula ela entendia...Lula e a Marina tem uma biografia semelhante a de Lula...seria importante se ela viesse a ser presidente...mas Obama ela não entendia...então eu expliquei... diferentemente de lula que fala como analfabeto... Marina é como Obama...fala bem escreve bem...Lula não se preparou para isso...isso é verdade... ele é bacana...é brilhante...não precisa não falar como um analfabeto para ser brilhante...não precisa ter um um um...sei lá [interrupções] uma formação...uma formação universitária...não precisa...o Lula é um grande nome hoje...na verdade internacionalmente o Lula hoje é mais bem sucedido que Obama... [interrupções]é uma figura que está mais bem..mais afirmado que Obama...até aqui...eu não me incomodo que tenha saído assim...porque eu não gosto dessa mania de adular Lula... eu não quero adular Lula.
  13. 13. APRENDENDO COM A PRÁTICA 4 1. Leia as questões a seguir e responda: a. Esse vídeo foi uma forma de retratação do cantor Caetano para com Lula perante a sociedade? b. No trecho: “Não, não essa entrevista que saiu no estadão...deu a impressão...do jeito que está escrito aí...” Você acredita que o jornal O Estadão tenha alterado as informações, como ele mesmo afirma? c. Pensando no gênero comentário, que normalmente é exibido livremente pelas mídias atuais, no trecho da fala de Caetano na questão anterior e no vídeo de Datena. Como você definiria esse tipo de mídia? d. Na transcrição da fala dos dois vídeos observamos que embora os gêneros sejam de caráter formal, podemos perceber algumas variantes da língua. O que isso representa para esse gênero? e. Por que os elementos coesivos (pois, mas, ainda, também, no entanto, portanto, etc.) não são frequentes no texto oral como são no texto escrito?
  14. 14. TRABALHO DE GRUPO 2 1. Escolha uma notícia sobre educação que gere polêmica, pode ser de internet, rádio, TV, jornal impresso etc. Façam a análise, defina um ponto de vista, os argumentos que utilizarão na defesa, refutação e negociação e elaborem um vídeo de até 2’30. Os alunos deverão realizar um roteiro e entregar junto com o vídeo. Os vídeos valerão nota e os melhores poderão ser exibidos no cerimonial de formatura da turma. • Para saber mais: Você sabe o que é um roteiro e como é realizado? Veja em: http://www.roteirodecinema.com.br/roteiros.htm Acesso em 17/09/2011.
  15. 15. RELAÇÕES DISCURSIVAS Joelmir BetingPaulo Henrique Amorim Alexandre Garcia

×