Redação | Carta Argumentativa | 3ª ANO | Profª Maria Luiza

2.928 visualizações

Publicada em

Redação | Carta Argumentativa | 3ª ANO | Profª Maria Luiza

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.928
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
490
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
121
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Redação | Carta Argumentativa | 3ª ANO | Profª Maria Luiza

  1. 1. Texto cada vez mais frequente nas provas de vestibular, a carta argumentativa é, na verdade, uma dissertação subjetiva. Seu maior objetivo é fazer com que alguém mude de opinião, atitude ou ponto de vista acerca de uma determinada questão.
  2. 2. Deve seguir o mesmo padrão estrutural de uma dissertação. Deve conter em média os cinco/quatro parágrafos tradicionais, se forem três/dois os argumentos utilizados. De diferente, a carta EXIGE a presença de um interlocutor claro, com imagem muito bem marcada não apenas pelos recursos linguísticos (vocativo e pronome de tratamento, ou ainda imperativo, perguntas etc.), mas também pela observação e exposição de suas características básicas.
  3. 3. Primeiro você tem de perceber quem é esse sujeito para quem você está escrevendo, como é ele. Uma pessoa autoritária? Inescrupulosa? Um amigo? Uma autoridade? Essa imagem tem de estar presente no texto. A carta também tem de apresentar a estrutura tradicional de carta: local e data, vocativo inicial, corpo do texto, desfecho, despedida, assinatura - geralmente as iniciais, em redações de vestibular.
  4. 4. Local e data – constam no início da carta, à esquerda e especificam cidade, dia, mês e ano da emissão da carta. Vocativo – expressão com que você se dirige ao destinatário, seu interlocutor. Use palavras como Prezado, Estimado, Excelentíssimo Senhor, Magnífico Reitor, Ilustríssimo Diretor, Excelentíssimo Prefeito / Presidente, você, o senhor ou a senhora, de acordo com o grau de intimidade que há entre vocês. Campos dos Goytacazes, 27 de maio de 2015 Prezado senhor Eduardo Paes,
  5. 5. Tratamento – Todos os verbos e pronomes devem estar na 3.ª pessoa. Crie, ao longo da carta, a imagem de seu interlocutor. Converse com ele. Prove-lhe que está equivocado, se for essa a proposta. Corpo do texto: em parágrafo inicial o assunto e a finalidade da carta, de modo objetivo e direto. Em novo(s) parágrafo(s), a explicitação do que foi exposto. Nesta parte, o emissor vale-se de argumentos consistentes para convencer o receptor, três ou quatro parágrafos com os melhores argumentos favoráveis à sua ideia. Campos dos Goytacazes, 27 de maio de 2015 Prezado senhor Eduardo Paes, Como está a situação das boates da cidade que o senhor administra? Conheço, por fora, uma boa quantidade delas. Levo e busco minhas duas filhas, gêmeas de 18 anos, nas baladas. Não sou porta-voz de pais de jovens, mas creio traduzir o sentimento da maioria deles. Confesso que estou em pânico. Acredito que uma boa quantidade dessas boates é uma ratoeira igual à Kiss de Santa Maria
  6. 6. Despedida – é sempre cordial. Em uma carta de solicitação, ela é afetuosa para manter uma interlocução mais afetiva com o receptor (na certeza de sermos atendidos, agradecemos; contando com seu pronto atendimento; esperando contar com sua compreensão, desde já agradeço etc.). Deve reiterar / confirmar o seu objetivo inicial. Convém aqui repetir o vocativo (entre vírgulas). Campos dos Goytacazes, 27 de maio de 2015 Prezado senhor Eduardo Paes, Como está a situação das boates da cidade que o senhor administra? Conheço, por fora, uma boa quantidade delas. Levo e busco minhas duas filhas, gêmeas de 18 anos, nas baladas. Não sou porta-voz de pais de jovens, mas creio traduzir o sentimento da maioria deles. Confesso que estou em pânico. Acredito que uma boa quantidade dessas boates é uma ratoeira igual à Kiss de Santa Maria Caro prefeito, quero crer que o senhor já deve estar tomando suas providências, afinal, o senhor é um homem de ação. Mas nós, pais, precisamos ter a certeza de que o rigor no cumprimento das normas de segurança será aplicado em cada casa noturna e que essa fiscalização não será passageira, apenas enquanto durarem na mídia as dolorosas imagens de Santa Maria.
  7. 7. Saída ou fecho – referência respeitosa (Atenciosamente / Respeitosamente / Carinhosamente) que precede a assinatura. Assinatura – nome completo do emissor, acompanhado de identificação profissional. Campos dos Goytacazes, 27 de maio de 2015 Prezado senhor Eduardo Paes, Como está a situação das boates da cidade que o senhor administra? Conheço, por fora, uma boa quantidade delas. Levo e busco minhas duas filhas, gêmeas de 18 anos, nas baladas. Não sou porta-voz de pais de jovens, mas creio traduzir o sentimento da maioria deles. Confesso que estou em pânico. Acredito que uma boa quantidade dessas boates é uma ratoeira igual à Kiss de Santa Maria Caro prefeito, quero crer que o senhor já deve estar tomando suas providências, afinal, o senhor é um homem de ação. Mas nós, pais, precisamos ter a certeza de que o rigor no cumprimento das normas de segurança será aplicado em cada casa noturna e que essa fiscalização não será passageira, apenas enquanto durarem na mídia as dolorosas imagens de Santa Maria. Gabriel Padilla, advogado
  8. 8. ATENÇÃO 1: NÃO ASSINE SUA CARTA EM REDAÇÃO DE VESTIBULAR – use apenas suas iniciais ou siga a orientação da banca. ATENÇÃO 2: CARTA NÃO TEM TÍTULO. A inclusão de título no painel do leitor dos jornais separa os assuntos discutidos pelo leitor, o título não está inserido em cada texto individualmente. Você corre o risco de zerar seu texto se infringir regra tão básica. Campos dos Goytacazes, 27 de maio de 2015 Prezado senhor Eduardo Paes, Como está a situação das boates da cidade que o senhor administra? Conheço, por fora, uma boa quantidade delas. Levo e busco minhas duas filhas, gêmeas de 18 anos, nas baladas. Não sou porta-voz de pais de jovens, mas creio traduzir o sentimento da maioria deles. Confesso que estou em pânico. Acredito que uma boa quantidade dessas boates é uma ratoeira igual à Kiss de Santa Maria Caro prefeito, quero crer que o senhor já deve estar tomando suas providências, afinal, o senhor é um homem de ação. Mas nós, pais, precisamos ter a certeza de que o rigor no cumprimento das normas de segurança será aplicado em cada casa noturna e que essa fiscalização não será passageira, apenas enquanto durarem na mídia as dolorosas imagens de Santa Maria. Gabriel Padilla, advogado
  9. 9. *O tipo de texto em forma de conversa é fundamental. Afinal, você, locutor em 1ª pessoa, se dirige a um interlocutor especial, não a um leitor virtual ou universal, como na dissertação. O erro de interlocutor zera a redação, assim como a fuga do tema e a fuga do tipo de texto. OBSERVE COM ATENÇÃO A ESTRUTURA DE UMA CARTA: *Local e data *Vocativo *Imagem do interlocutor presente no corpo da carta (uso de vocativo, perguntas, marcas da percepção de seu caráter e de sua personalidade) *Despedida *Assinatura (Em provas, apenas suas iniciais) 1________________ 2________, 3_______________________ _________________________ _________________________ _________________________ 4___________ 5 KLB
  10. 10.  Deve ter introdução (destacando de um modo geral o problema), desenvolvimento (usar os argumentos que justifiquem a reclamação) e conclusão (pedido de solução para o problema exposto na conclusão).  Deve usar linguagem clara, objetiva, argumentativa, e principalmente, persuasiva. A linguagem não precisa ser tão formal, basta obedecer as indicações anteriores e não conter palavras ofensivas e gírias.  A carta argumentativa é uma forma de protesto. Defende um interesse de várias pessoas(na maioria das vezes). Tenta fazer uma mudança de pensamento para que uma determinada situação seja solucionada.

×