Conceito de analfabeto político

339 visualizações

Publicada em

plano de aula sobre analfabetismo político

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
339
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conceito de analfabeto político

  1. 1. 1 Como trabalhar com o conceito de analfabeto político para que os alunos compreendam que ele é um entrave para a cidadania? Esta aula está dividida em cinco momentos de 60 minutos cada e tem uma proposta interdisciplinar, pois dialoga com diferentes áreas do conhecimento: Língua Portuguesa, Ética (justiça), Alfabetização, Pluralidade Cultural (organização política e pluralidade, cidadania: diferenças e desigualdades). Você poderá utilizar as diversas formas de linguagem como; a oral, escrita e visual, bem como na construção de narrativas para desenvolver os textos. Após essa aula, o aluno aprenderá o que é ser um analfabeto político e tomando consciência, compreenderá que este é o pior analfabetismo que existe. 1° Momento: aproximadamente 60 min. Professor, se a sua turma já está no 2º ou 3º ano e lê com fluência, imprima o texto a seguir e distribua para eles. Deixe que façam tentativas de leitura e busquem compreender o que está escrito: Desafio para os alfabetizados: decifre o texto abaixo. De arcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as Lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia Lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo. Sohw de bloa. Se você conseguiu decifrar o desafio, Parabéns! Você realmente é alfabetizado. Se não conseguiu, parabéns pelo esforço. No item Recursos Complementares, você encontrará a resposta deste desafio. 2) Você sabe o que é analfabetismo? Você é analfabeto? Imagem disponível em: http://gracasemtendas.blogspot.com/2011/04/analfabetismo-funcional-e- evangelho.html - acesso em 14/08/2011. Bom, o fato de você ter conseguiu ler até aqui, não significa necessariamente que você é alfabetizado, pois, existem vários tipos de analfabetos. Professor, abaixo, segue duas sugestões de conceito sobre analfabetismo. Converse a respeito destes conceitos com seus alunos. 1ª sugestão: “É alfabetizado quem sabe ler e escrever razoavelmente. Escrever com sentido e concatenação das idéias, ainda que com embaraços de gramática; ler com compreensão do texto, do seu sentido, ainda que de modo confuso e turvo. É analfabeto, ao revés, aquele que não sabe ler nem escrever com um mínimo de sentido ou com total impossibilidade de externar pensamentos”. Conceito extraído do sítio: http://www.tse.jus.br/hotSites/glossario-eleitoral/termos/analfabeto.htm - Consulta em 14/08/2011. 2ª sugestão: Segundo definição da UNESCO, “uma pessoa funcionalmente analfabeta é aquela que não pode participar de todas as atividades nas quais a alfabetização é requerida para uma atuação eficaz em seu grupo e comunidade, e que lhe permitem, também, continuar usando a leitura, a escrita e o cálculo a serviço do seu próprio desenvolvimento e do desenvolvimento de sua comunidade”. Um dos maiores problemas dos países subdesenvolvidos é o analfabetismo (não confundir com ignorância). A luta para reduzir o analfabetismo é antiga e sua supressão não tem sido possível. Há tempos, a educação é considerada um dos maiores privilégios dos quais o ser humano pode gozar. Entende-se por analfabetismo funcional a incapacidade que algumas pessoas têm de entender (compreender) o texto que acabaram de ler, ou seja, quando, mesmo que as pessoas saibam ler e
  2. 2. 2 escrever, apresentam incapacidade para interpretar o texto que lhes foi dado para ser interpretado. Este tipo de analfabetismo é bastante comum. Conceito extraído do sítio: http://www.infoescola.com/educacao/analfabetismo/ - acesso em 14/08/2011. Fique por dentro e reflita! A taxa brasileira de analfabetismo, 11,1% entre os maiores de 15 anos, ficou, em 2005, acima da média do grupo, que foi 9,95%. O número divulgado pelo IBGE referente a 2006, 10,4%, também está acima dessa linha. O contingente de analfabetos no Brasil acima de 15 anos, 14 milhões de pessoas, coloca o país no grupo das 11 nações com mais de 10 milhões de não-alfabetizados, ao lado do Egito, Marrocos, China, Indonésia, Bangladesh, Índia, Irã, Paquistão, Etiópia e Nigéria. Fica a pergunta: Por que o Brasil contendo tanta riqueza, possui uma quantidade tão grande de analfabetos? Por que se preocupa e investe mais em futebol do que com Educação e Cultura? 2º Momento: aproximadamente 60 min. Políticos analfabetos. Os políticos são pessoas ativas na política de um grupo social. São os representantes do povo junto ao poder público. O político é uma pessoa que influencia a maneira como a sociedade é governada por meio de conhecimentos sobre poder político e dinâmica de grupo. Mas será que essa regra tem exceção? Infelizmente sim. Vejamos uma rápida biografia de um candidato eleito a deputado federal. Já sabe quem é? Isso mesmo: o Tiririca. Francisco Everardo Oliveira Silva, conhecido pelo nome artístico de Tiririca, é um cantor, compositor, humorista, e político brasileiro. Recentemente filiado ao Partido da República, Tiririca foi eleito deputado federal por São Paulo, tendo sido o segundo deputado mais votado em toda a história do Brasil com 1.348.295 votos. Em 2010, Tiririca lançou sua candidatura para deputado federal pelo estado de São Paulo por meio do Partido da República. Utiliza bordões como "O que é que faz um deputado federal? Na realidade, eu não sei. Mas vote em mim que eu te conto", ou "Pior do que tá não fica, vote Tiririca". Além do mais, Tiririca é apontado como um analfabeto pela Revista Época, o que também pode impugnar sua
  3. 3. 3 candidatura, contudo, não foi impugnada e depois de eleito, integra a comissão de educação e cultura da câmara. Agora que sabemos que existe o absurdo de existir políticos analfabetos, conheça o analfabeto político. Você sabe o que significa o termo Imagem disponível em: http://pithanpilchas.blogspot.com/2010/07/analfabeto-politico.html Disponível em: http://auribertoeternochocalheiro.blogspot.com/2010/02/analfabeto-politico-berthold-brecht.html Imagem disponível em: http://democraciavermelha.org/?category_name=outros Professor, antes de oferecer conceitos, abra espaço para os alunos comentarem as três figuras acima. Na medida em que forem falando, anote as falas na lousa. Na reflexão, associe a atitude dos macacos às dos seres humanos que são analfabetos políticos, os que não querem ver, ouvir ou falar de política. Apresente à sala, o texto de Bertolt Brecht, intitulada “O analfabeto político”. O Analfabeto Político - Bertolt Brecht O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais. Texto disponível em: http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=779
  4. 4. 4 Imagem disponível em: http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=779 Contextualizando o texto para o ambiente escolar. Professor, para que seus alunos aproveitem melhor o conteúdo do texto de Bertolt Brecht, contextualize-o para a realidade deles. Comece por narrar o processo da última eleição para diretor/a em sua escola. Explique que o funcionamento de toda a escola depende das decisões políticas: o horário de entrada e saída da escola, o tempo de duração do recreio, a escolha do cardápio da cantina, a cor e o modelo do uniforme e outros. Simule uma eleição para diretor/a da escola. Escolha dois candidatos – dê preferência para aqueles que possuem maior desenvoltura com as palavras e exerçam algum tipo de liderança na sala – e peça para que juntamente com sua chapa – que deve ter no máximo cinco coleguinhas – elaborem algumas leis que vão melhorar o desenvolvimento da escola. Os alunos que não estão inseridos na chapas serão os eleitores. É importante que todos participem deste momento político para que exerçam sua cidadania (o conjunto de direitos e deveres – geralmente ligado à política – ao qual um indivíduo está sujeito em relação à sociedade em que vive). Essa atividade auxilia na alfabetização política dos alunos. 3º Momento: aproximadamente 60 min. Eleições: o poder do voto. Professor, no 2º momento desta aula foi realizado uma eleição para diretor/a da escola. Espera-se que muitos alunos se envolveram na atividade, contudo, é bem possível que algum/s se envolveram pouco e outros ainda nem ao menos queriam participar. É importante refletir com eles que, assim como aconteceu na sala, acontece em nossa sociedade. Muitos se mostram verdadeiros “analfabetos políticos”, pois, não se interessam pelos fatos que podem transformar a própria sociedade em que vivem. Esse é o momento de resgatar a atividade anterior para refletir sobre a importância do voto. Imagem disponível em: http://www.submarino.com.br/produto/1/122332/voto+do+analfabeto,+o Sabemos que muitas pessoas mudam de canal quando vai começar o horário eleitoral gratuito (importante lembrar que este horário é gratuito para os candidatos, pois, os eleitores já pagaram esse horário por meio dos impostos).
  5. 5. 5 Imagem disponível em: http://www.bahianoticias.com.br/noticias/2008/8/20/noticia.html Reportagens na televisão, já mostraram que as locadoras de filmes aumentam seu movimento na época da propaganda eleitoral obrigatória. Esse fato é muito triste, pois, os eleitores deixam de conhecer aqueles que governarão seu país, seu estado, sua cidade e certamente refletirá na estrutura da escola dos filhos. Caro aluno, reflita e fale a verdade. Qual foi o critério de escolha de seu candidato na eleição para diretor no 2º momento desta aula? Você votou no candidato porque era seu colega ou porque achou que ele era a melhor opção de governante? Se foi pela segunda opção, parabéns! Mas se foi somente pela amizade, repense sua atitude e faça de seu voto uma arma contra políticos que só fazem falsas promessas de campanhas e não querem defender você. Imagem disponível em: http://www.morcego.blogger.com.br/2005_10_01_archive.html Imagem disponível em: http://sandrogerio.zip.net/arch2008-09-01_2008-09-30.html Professor, oriente seus alunos a serem desde já, cidadãos conscientes e votarem em candidatos que possuam as seguintes características: 1. Defenda a dignidade da pessoa e da vida; 2. É honesto e fiel em seus propósitos, inclusive partidários; 3. Honra seus compromissos e é transparente; 4. É comprometido com políticas públicas; 5. Tem capacidade para administrar; 6. É comprometido e defende os interesses da população; 7. Tem uma campanha modesta e não desperdiça dinheiro. Dicas disponíveis em: http://sandrogerio.zip.net/arch2008-09-01_2008-09-30.html Assim como temos o político analfabeto, temos também o analfabeto político o que é pior.
  6. 6. 6 Imagem disponível em: http://luminoticias.zip.net/ "O analfabeto político não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas. Bertolt Brecht E enquanto isso na fila de uma seção eleitoral em um lugar não muito distante... Analfabeto Político1: Graças a Deus já acabou esse negócio de eleição. Analfabeto Político 2: Eu também não aguentava mais. Pelo menos agora acabou essa palhaçada de ter que ficar vindo até aqui pra votar. Analfabeto Político 1: Acho tudo uma besteira. Vai todo mundo roubar do mesmo jeito. Não sei pra quê a gente tem que votar. Analfabeto Político 2: Até agora eu não sei pra quem vou votar. Vim pra cá pensando o que vou fazer. Analfabeto Político 1: Ah, é tudo a mesma coisa. Vota em qualquer um. Diálogo disponível em: http://luminoticias.zip.net/ 4º Momento: aproximadamente 60 min. Como conclusão desta aula, prove que você não é um analfabeto político. Utilize todas as informações que aprendeu no decorrer desta aula e crie um blog para divulgar seu aprendizado, para outros alunos não se tornem um entrave para a cidadania, mas também possam aprender um pouco sobre o fantástico mundo da política. Recursos Complementares Resposta do desafio: De acordo com uma pesquisa de uma universidade inglesa, não importa em qual ordem as letras de uma palavra estão, a única coisa importante é que a primeira e última letras estejam no lugar certo. O resto pode ser uma bagunça total, que você ainda pode ler sem problema. Isto é porque nós não lemos cada letra isolada, mas a palavra como um todo. Show de bola. Sugestão de sítio sobre política:http://pithanpilchas.blogspot.com/2010/07/analfabeto- politico.html Sugestão de sítio sobre alfabetização política: http://pithanpilchas.blogspot.com/2010/07/analfabeto- politico.html#ixzz2BRoyplXz Sugestão de sítio sobre política: http://luminoticias.zip.net/ Bibliografia de deputado federal Tiririca: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tiririca_(artista) Avaliação Professor, a avaliação desta aula deve ser processual, fundamentada na realização das atividades distribuídas ao longo da aula, assim será possível verificar se os alunos compreenderam um pouco sobre a política. Ao término da aula, o aluno deve reconhecer que, aquele ser humano que se propõe a ser um analfabeto político, se torna um entrave, um obstáculo à cidadania.

×