Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origens

2.099 visualizações

Publicada em

Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origens

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.099
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cultura da Ágora - Arquitectura Grega - origens

  1. 1. Módulo 1 – Cultura da Ágora Arquitectura Grega Carlos Jorge Canto Vieira
  2. 2. ORIGENS Prof. Carlos Vieira 2
  3. 3. Prof. Carlos Vieira 3
  4. 4. Períodos • 3 Períodos – Arcaico; – Clássico; – Helenístico. Prof. Carlos Vieira 4
  5. 5. Períodos • Período Arcaico – Do século VIII a.C. ao V a.C.; – Período mais longo; – Caracteriza-se pela procura: • • • • do inteligível; da ordem; do monumental; da maturidade. Prof. Carlos Vieira 5
  6. 6. Períodos • Período Clássico – Da segunda metade do séc. V ao séc. IV a. C. – Caracteriza-se pela procura: • • • • do equilíbrio; da plenitude; do idealismo; do naturalismo/realismo. Prof. Carlos Vieira 6
  7. 7. Períodos • Período Helenístico – Do século III a. C até ao início da era Cristã; – Caracteriza-se por ser: • uma época de declínio; • do gosto pelo concreto e pelo individual; • da aproximação formal com elementos orientais. Prof. Carlos Vieira 7
  8. 8. SISTEMAS ARQUITECTÓNICOS Prof. Carlos Vieira 8
  9. 9. Sistemas Arquitectónicos • Tipologia: – – – – – Triangular; Trilítico ; Pseudo-arco; Arco; Estrutura moderna. Prof. Carlos Vieira 9
  10. 10. Sistemas Arquitectónicos • Sistema triangular – O primeiro a ser utilizado pelo homem; – Utilizado: • em cabanas de madeira; • pelos antigos egípcios para construir as pirâmides. Prof. Carlos Vieira 10
  11. 11. Sistemas Arquitectónicos • Sistema trilítico I – Utilização nas construções préhistóricos megalíticos Stonehenge – Preferido pelos gregos para a construção de seus templos. Prof. Carlos Vieira 11
  12. 12. Sistemas Arquitectónicos • Sistema trilítico II 1 elemento horizontal de cobertura: arquitrave e vigas de telhado 2 elementos de suporte vertical: colunas Prof. Carlos Vieira 12
  13. 13. Sistemas Arquitectónicos • Sistema de pseudo-arco – Utilizados em algumas culturas, como a micénica. Prof. Carlos Vieira 13
  14. 14. Sistemas Arquitectónicos • Sistema em Arco – Utilizado pelos romanos, – Utilizado desde a Idade Média ao Barroco. – Acaba por desaparecer com a revolução industrial e a descoberta de novos materiais: ferro e betão. – Com estes novos materiais regressa-se ao sistema trilítico. Prof. Carlos Vieira 14
  15. 15. Sistemas Arquitectónicos • Estrutura moderna – construída em aço ou betão armado; – compostos de elementos rectilíneos, verticais e horizontais; – A grande força dos novos materiais permite dobrar estruturas - as vigas horizontais. Prof. Carlos Vieira 15
  16. 16. ELEMENTOS CONSTITUINTES DO TEMPLO Prof. Carlos Vieira 16
  17. 17. Constituintes do templo • Os elementos constitutivos do templo – – – – Base ou envasamento; Colunas Entablamento Tecto Prof. Carlos Vieira 17
  18. 18. Constituintes do templo • Base ou envasamento – uma plataforma elevada, que servia para o nivelamento do terreno; Prof. Carlos Vieira 18
  19. 19. Constituintes do templo • Colunas – sustentantes ou de suporte (sistema trilitico); – Podiam ser monolíticas ou constituídas por segmentos ou tambores. – Delimitavam o peristilo e sustentavam o tecto; Prof. Carlos Vieira 19
  20. 20. Constituintes do templo • Entablamento – elemento sustentado e de remate: – formado • pela arquitrave; • pelo friso • pela cornija encimada pelo frontão; Prof. Carlos Vieira 20
  21. 21. Constituintes do templo • Tecto – Duas águas – Coberto com telhas de barro. Prof. Carlos Vieira 21
  22. 22. PLANTA Prof. Carlos Vieira 22
  23. 23. Planta do templo • Planta – uma cella ou naos; – o pronaos; – o opistodomos. Prof. Carlos Vieira 23
  24. 24. Planta do templo • Cella ou naos – no período arcaico constituía o único núcleo; – local da estatua da divindade; Prof. Carlos Vieira 24
  25. 25. Planta do templo • Pronaos – um espaço interior que precedia a cella Prof. Carlos Vieira 25
  26. 26. Planta do templo • Opistodomos – espaço interior que se seguia a cella Prof. Carlos Vieira 26
  27. 27. TIPOS DE TEMPLO Prof. Carlos Vieira 27
  28. 28. Prof. Carlos Vieira 28
  29. 29. Megáron pré-Helénico “sala grande” em grego Formado por três partes: - o pórtico (πρόπυλο) aberto com duas colunas in antis, - o vestíbulo (πρόδομος) também chamado pronaos (πρόναος) - sala principal (Μέγαρον) também chamada cella ou naos (ναός). Prof. Carlos Vieira 29
  30. 30. Tholos Templo circular rodeado por colunas Prof. Carlos Vieira 30
  31. 31. In Antis Templo com duas colunas no pronaus e com cella Prof. Carlos Vieira 31
  32. 32. Templo Próstilo Templo com quatro colunas a anteceder o pronaus e com cella Prof. Carlos Vieira 32
  33. 33. Templo In Antis duplo Templo com duas colunas no pronaus e com cella. Tem duas colunas no opistodomos. Prof. Carlos Vieira 33
  34. 34. Templo anfipróstilo Templo com quatro colunas no pronaos e no opistodomos e com cella. Prof. Carlos Vieira 34
  35. 35. Templo Períptero Templo rodeado de colunas. Prof. Carlos Vieira 35
  36. 36. Templo Pseudoperíptero Templo rodeado de colunas, porém as colunas laterais encontram-se encastradas nas paredes. Prof. Carlos Vieira 36

×