Teoria Geral dos Sistemas

10.699 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.699
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
400
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria Geral dos Sistemas

  1. 1. Aline Rodrigues Bianca Rodrigues Daniele Roullet Dayane Nascimento
  2. 2. O Trabalho a seguir pretende situar-se no campo especificamente da Teoria Geral do Sistemas(TGS) . A TGS vem sendo aplicada nos mais variados campos das ciências, com uma visão voltada para o campo da administração. A abordagem do assunto permite que se tenha uma melhor aplicabilidade de acordo com o que a própria TGS lida.
  3. 3. É um conjunto de partes inter-relacionadas que trabalham na direção de um objetivo, podendo ser aplicada a qualquer tipo de sistema. A teoria de sistemas representa a plenitude da abordagem sistêmica da Teoria Geral da Administração (TGA), o que ocorreu somente a partir da década de 60.
  4. 4. Ludwig von Bertalanffy 1901 – 1972 Viena, Áustria Formado em Biologia Trabalhos iniciais, anos 20, sobre abordagem orgânica Criticou a visão de que o mundo é dividido em diferentes áreas Sistemas Globais
  5. 5. Tendência de integração das ciências naturais e sociais A integração orienta-se rumo a teoria dos sistemas Modo abrangente de estudar os campos não físicos Princípios unificadores que visam a unidade das ciências Conduz a integração
  6. 6. Critica a divisão das diferentes áreas, que possuem fronteiras solidamente definidas. Entretanto há espaços vazios entre elas. Surge a necessidade de uma teoria que estude os sistemas a nível global, pois todas as antecessoras tinham um ponto fraco em comum: MICROABORDAGEM
  7. 7. Todo sistema é constituído de subsistemas; Os sistemas são abertos; As funções de um sistema depende de sua estrutura.
  8. 8. É um conjunto de elementos interdependentes e interagentes ou um grupo de unidades combinadas que formam um todo organizado; É um conjunto de partes reunidas que se relacionam entre si formando um todo; É um grupo de dispositivos ou uma organização em rede, que relacionam-se entre si principalmente para a distribuição de algum produto ou servindo a um propósito comum.
  9. 9. QUANTO À SUA CONSTITUIÇÃO •Sistemas Físicos ou Concretos •Sistemas Abstratos ou Conceituais QUANTO À SUA NATUREZA •Sistemas Fechados •Sistemas Abertos
  10. 10. Físicos x Concretos; Abstratos x conceituais; Naturais x Artificiais; Estático x Dinâmico; Fechados x Abertos.
  11. 11. Ambiente Ambiente Entrada Informação Energia Recursos Materiais Processamento Ou Transformação Retroação Saída Informação Energia Recursos Materiais Sistema
  12. 12. Propósito ou objetivo; Globalidade ou totalidade; Comportamento probabilístico; Complexidade em um Sistema Aberto.
  13. 13. • Teoria da Administração Cientifica: ▫ “Homo Economicus”. • Teoria das Relações Humanas: ▫ “Homos socialis”. • Teoria Estruturalista: ▫ “Homem Organizacional”. • Teoria Comportamental; ▫ “Homem Administrativo”. • Após a Segunda Guerra Mundial: ▫ Teoria Matemática; ▫ Teoria das Filas.
  14. 14. O sistema Aberto esta em permanente interação dual com o ambiente. O sistema aberto tem capacidade de crescimento, mudança, adaptação ao ambiente e até auto-reprodução, naturalmente, sob certas condições ambientais.
  15. 15. A categoria mais importante dos sistemas abertos são os sistemas vivos. Nesse processo há entradas e saídas e processos intermediários necessários à vida.
  16. 16. Existem diferenças fundamentais entre sistema aberto e os sistemas fechados: O sistema aberto está em permanente interação com o ambiente. O sistema fechado não interage com o ambiente. O sistema aberto tem capacidade de crescimento, mudança, adaptação ao meio ambiente sob certas condições ambientais. O sistema fechado não tem essa capacidade.
  17. 17. O sistema aberto tem reversibilidade. O estado atual e futuro do sistema fechado será sempre o seu estado original ou inicial. É casual do sistema aberto competir com os outros sistemas, o que não ocorre com o sistema fechado.
  18. 18. Tal como os organismos vivos, as organizações têm seis funções primárias ou principais, que mantém estreita relação entre si, mas que podem ser estudadas individualmente: Ingestão; Processamento; Ração ao ambiente; Suprimento das partes Regeneração das partes; Organizações.
  19. 19. As organizações possuem todas as características do sistema aberto. As organizações como todos os sistemas sociais, são sistemas abertos, afetados por mudança. Algumas características básicas das organizações tornam-se importantes alinhar dentro da abordagem do modelo orgânico: Comportamento probabilístico e não determinístico; As organizações como Partes de uma Sociedade maior constituída de Partes menores;
  20. 20. A organização, como um sistema aberto, precisa conciliar dois processos opostos, ambos imprescindíveis para sua sobrevivência: Homeostasia; Adaptabilidade.
  21. 21. Modelo de Katz e Kahn. Importação – processamento – Exportação. Com características de primeira e segunda ordem. Modelo Sociotécnico de Tavistock. Representa igualmente uma abordagem sistêmica calcada sobre dois subsistemas: o técnico e o social.
  22. 22. Homem Funcional A visão sobre a organização O individuo e o seu papel As variáveis dos papeis A busca pela identificação
  23. 23. Abordagem Sistêmica Princípios Dicas da Abordagem Sistêmica
  24. 24. Conceito Aplicação da Teoria na Administração Críticas
  25. 25. • Adaptar ao ambiente externo e manter constantemente um intercambio eficaz com ele. • Desenvolver e alocar recursos disponíveis, facilidades, fundos e pessoal de maneira mais apropriada. • Articular e coordenar constantemente, no tempo e no espaço. • A capacidade do sistema se integrar a si mesmo. • Minimizar e resolver as tensões e conflitos que surgem na organização. • Alcançar e manter altos níveis de resultados. • Preservar sua identidade integridade como um sistema solucionador de problemas distintos.
  26. 26. a)A natureza essencialmente dinâmica do ambiente conflita com a tendência essencialmente estática da organização. a) A não sobrevivência de um sistema organizacional rígido. b)Um sistema aberto precisa garantir a absorção dos seus produtos pelo ambiente. c)O sistema precisa de constante e apurada informação do ambiente
  27. 27. Enfim, a Teoria Geral dos Sistemas permitiu uma ampla visão dos problemas das organizações com relação ao sistema fechado, através da interatividade com o ambiente . Ou seja, a TGS inclui todos os tipos de sistema, desde o biológico até o comportamental, áreas que proporcionam melhor compreensão da teoria administrativa. No entanto, é indispensável uma constante e apurada atualização do ambiente e rápido feedback.
  28. 28. CHIAVENATO, I. Introdução à Teoria Geral da Administração. 7ª edição. Rio de Janeiro, Editora Elsevier Ltda. P 473 – 492.

×