Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e Abertos

4.047 visualizações

Publicada em

trabalho de gestao de organizacoes

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.047
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
65
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e Abertos

  1. 1. 1º Grupo Tema: Organizações como Sistemas Complexos, Sociais e Abertos
  2. 2. Elementos do grupo: 1- Alvido Bernardo Muaviraca 2- Chelsio Samuel Mabote
  3. 3. Tópicos: 1. Conceitos de termos importantes 2. Organizações como sistemas complexos 3. As Organizações como sistemas sociais 4. As Organizações como sistemas abertos
  4. 4. Conceitos de termos importantes 1. Organização Etimologicamente, o termo organização provem do grego “organon” que significa “órgão”, dai preocupa-se com os órgãos (empresas, instituições ou entidades), criados pelo homem para o desempenho de certas funções, com vista a atingir fins determinados.
  5. 5. Cont… Organização é uma combinação de esforços individuais que tem por finalidade realizar propósitos colectivos. Por meio de uma organização torna-se possível perseguir e alcançar objectivos que seriam inatingíveis para uma pessoa (Maximiano, 1992).
  6. 6. Conceito de sistema Segundo Chiavenato (2000:62), sistema é um conjunto de partes relacionadas entre si para atingir determinados objectivos. As partes do sistema são elementos ou órgãos componentes: elas estão relacionadas entre-se por meio de uma rede de comunicações que proporciona a sua integração na totalidade do sistema.
  7. 7. Características dos sistemas O sistema, para que funcione precisa das seguintes componentes: • Inputs • Operações ou processamentos • Outputs • Feedback
  8. 8. Características dos sistemas 1- Inputs - (entradas ou insumos) – consiste em tudo que se importa do meio, ambiente para dentro do sistema. podem ser recursos materiais ou informação para que o sistema possa funcionar, (Chiavenato, 2000:63). 2- Operações ou processamentos – consiste na transformação das entradas e produção de saídas. Cada entrada ou insumo é processada ou transformada por um subsistema especifico, (Chiavenato, 2000:63).
  9. 9. Características dos sistemas 3- Outputs (saídas ou resultados) – são tudo que o sistema importa para o ambiente. Os insumos processados são transformados em saídas, produtos ou resultados que são devolvidos ao meio ambiente(Chiavenato, 2000:63). 4-Feedback (retroacção ou realimentação) – segundo Chiavenato (2000:63) é a entrada ou retorno da parte das saídas que influencia as entradas e, portanto, o funcionamento do sistema.
  10. 10. Classificação dos sistemas a) Quanto ao seu relacionamento com o meio ambiente: • Sistemas abertos • Sistemas fechados b) Quanto ao seu conteúdo: • Sistemas concretos ou físicos • Sistemas abstractos ou conceituais
  11. 11. Classificação dos sistemas Sistemas abertos quanto tem um intercambio com o meio ambiente, através de muitas entradas e saídas. Ex. Empresas, pessoas, etc. (Chiavenato, 2000:64). Sistemas fechados quando o intercâmbio com o meio ambiente externo é restrito, as entradas e saídas são limitadas e previsíveis (Chiavenato, 2000:64).
  12. 12. Cont… Sistemas concretos ou físicos (hardware) são os sistemas compostos de partes físicas e concretas, como maquinas, equipamentos, circuitos, instalações, etc. (Chiavenato, 2000:64). Sistemas abstractos ou conceituais (software) são os sistemas compostos de partes abstractas e conceituais, como politicas, directrizes, procedimentos, programas, normas, regulamentos, etc. (Chiavenato, 2000:64).
  13. 13. Organizações como sistemas complexos De acordo com Chiavenato (2002), Uma organização complexa é resultado de um conjunto de partes interdependentes que, unidas, formam um todo, que, por sua vez, é interdependente de um ambiente mais amplo. caracterizam-se por um elevado grau de complexidade na estrutura e nos processos devido ao grande tamanho (proporções maiores) ou a natureza das operações.
  14. 14. As Organizações como sistemas sociais Chiavenato (2003) afirma que as organizações são sociais porque são constituídas por seres racionais e sociais (homem). Caracterizam-se por permitir que os objectivos sejam alcançados através de interacções com outras pessoas ou organizações, pois as pessoas não actuam isoladamente. Assim, as organizações são sistemas cooperativos e que tem por base a racionalidade.
  15. 15. Características dos sistemas sociais • De acordo com Chiavenato (2003), os sistemas sociais apresentam as seguintes características das organizações: a) Os sistemas sociais não têm limitação de amplitude: as organizações sociais estão vinculadas a um mundo concreto de seres humanos, de recursos materiais, de fábricas e de outros artefactos, contudo, esses elementos não se encontram em interacção natural entre si.
  16. 16. Cont… b) Os sistemas sociais necessitam de entradas de manutenção e de produção: as entradas de manutenção são importações de energia que sustenta o funcionamento do sistema, enquanto as entradas de produção são as importações da energia que é processada para proporcionar um resultado produtivo (incluem as motivações das pessoas).
  17. 17. Cont… c) Os sistemas sociais têm sua natureza planejada: são sistemas imperfeitos, baseando-se em atitudes, crenças, percepções, motivações, hábitos e expectativas das pessoas. d) Os sistemas sociais apresentam maior variabilidade que os sistemas biológicos: os sistemas sociais precisam de utilizar forças de controle para reduzir a variabilidade e a instabilidade das acções humanas.
  18. 18. Cont… e) As funções, as normas e os valores são os principais componentes do sistema social: as funções descrevem as formas de comportamento associado a certas tarefas, as normas são expectativas gerais com carácter de exigências, os valores são as justificações e aspirações ideológicas mais generalizadas.
  19. 19. Cont… f) As organizações sociais constituem um sistema formalizado de funções: padrão de funções interligadas que definem formas de actividades prescritas ou padronizadas, e para quem se impõe as regras existem sanções. g) O conceito de inclusão parcial: a organização utiliza apenas os conhecimentos e as habilidades das pessoas que lhe são importantes. A organização não requer e nem solicita a pessoa inteira.
  20. 20. Cont… h) A organização em relação a seu meio ambiente: o funcionamento organizacional deve ser estudado em relação as transacções com o meio ambiente (envolvem os conceitos de sistemas, subsistemas e super sistemas).
  21. 21. As Organizações como sistemas abertos O sistema aberto caracteriza-se por “um intercâmbio de transacções com o ambiente e conserva-se constantemente no mesmo estado (auto-regulação) apesar da matéria e a energia que o integram se renovarem constantemente (Chiavenato, 2003).
  22. 22. Cont… • Segundo Bio (1989) as organizações como sistemas abertos envolvem a ideia de que certos inputs são introduzidos no sistema, e processados, geram certos outputs. É um sistema integrado por diversas partes ou unidades relacionados entre si, que trabalham em harmonia umas das outras, com a finalidade de alcançar uma serie de objectivos, tanto da organização como de seus participantes.
  23. 23. Características de organização dos sistemas abertos Para Chiavenato (2003), os sistemas abertos apresentam as seguintes características da organização: • Importação (entradas): são insumos que a organização recebe do ambiente e depende de suprimento renovados de energia de outras instituições ou de pessoas. • -Transformação (processamento): a organização processa e transforma seus insumos em produtos acabados, mão-de-obra treinada, serviços, etc.
  24. 24. Cont… • -Exportação (saídas): exportação de produtos, serviços ou resultados para o meio ambiente. • -Os sistemas são ciclos de eventos que se repetem: ciclos recorrentes de importação transformação - exportação. • -Entropia negativa. A entropia é um processo pelo qual todas as formas organizadas tendem à exaustão, à desorganização, à desintegração e, no fim, à morte.
  25. 25. Cont… • -Informação como insumo, retroacção negativa e processo de codificação: os sistemas abertos recebem insumos, como materiais ou energia, que são transformados ou processados. • -Estado firme e homeostase dinâmica: o sistema mantém uma certa constância no intercambio de energia importada e exportada do ambiente, assegurando o seu carácter organizacional e evitando o processo entrópico.
  26. 26. Cont… • Diferenciação: a organização, como sistema aberto, tende a multiplicação e à elaboração de funções, o que lhes traz também multiplicação de papéis e diferenciação interna. A diferenciação é uma tendência para a elaboração de estrutura. • Equifinalidade: um sistema pode alcançar, por uma variedade de caminhos, o mesmo resultado final, partindo de diferentes condições iniciais. Existem vários caminhos para se alcançarem objectivos.
  27. 27. Cont… • Limites ou fronteiras: a organização, apresenta barreiras entre o sistema e o ambiente. Esses limites ou fronteiras definem a esfera de acção do sistema, bem como o seu grau de abertura (receptividade de insumos) em relação ao ambiente.
  28. 28. Obrigado pela atenção dispensada! FIM

×